Quantcast
PplWare Mobile

Washington oferece AirPods para encorajar adolescentes a tomar a vacina COVID-19

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Vítor M.


  1. SANDOKAN 1513 says:

    Ao que isto chegou !! Em certas partes do mundo terem que oferecer coisas às pessoas para elas se vacinarem porque senão elas não o fariam.Eu estou parvo. 😐

  2. Gabriel says:

    Não é bem assim… há pessoas vacinadas que estão a apanhar o vírus, conforme já foi relatado em vários órgãos noticiosos, veja-se o caso de Israel, por exemplo… por outro lado, veja-se a Suécia…o relato do Dr. Luc Montagnier …a imunidade de grupo não se atinge, por causa da toma das vacinas…

    • Vítor M. says:

      Apanham o vírus mas raramente desenvolvem a doença grave. Basta ver o caso dos lares onde há pessoas infetadas, já vacinadas e o número de mortes não se regista como aconteceu antes da vacinação.

      Israel praticamente voltou à vida normal, sem máscara, sem distanciamento, sem os cuidados ainda exigidos. Importou muitos casos, mas mesmo assim, o nível de mortes é sobejamente menor que anteriormente face ao número de infetados. A vacina resulta, mas têm de ser todos.

      O número de mortes com pessoas com as duas doses no geral das pessoas que morreram com a doença, é residual e grande parte delas a pessoa tinha mais de 70 anos e com outras doenças.

      • O que sera, sera says:

        e qual e a percetagem de pessoas que morreram no mundo e que foram infectadas? Em especial desta nova variante….

        Para mim, o facto de estarem a dar isto ja me faz desconfiar, ainda por cima na America. Ninguem da nada a ninguem, nao interessa o motivo.

        Mas pronto, eu tambem nao sei do que falo as vezes

        • Vítor M. says:

          Dar? Eles não estão a dar, os governos têm a obrigação de cuidar. Claro que quanto mais rápido as pessoas estiverem protegidas, mais rápido a vida volta ao normal. E o normal do mundo é criar riqueza global e individual para cada um levar a sua vida e aproveitar o tempo enquanto cá anda nas várias voltas que a terra da à sua estrela. Algo efémero face ao tempo em que o sistema solar necessita para girar em torno do centro galáctico. Mas é assim o conceito de viver.

    • ToFerreira says:

      É suposto a opinião de um idoso de 90 anos comprovar alguma coisa?
      Quem disse que o objetivo da vacina é não “apanhar o virus”?

      • Vítor M. says:

        Exatamente. Há alguns que misturam/deturpam esse objetivo por serem lentos, mas há muitos que misturam por serem desonestos com eles, primeiro, e depois com os outros que se deixam cair na cantiga do bandido.

        A vacina serve para o nosso organismo lidar com o vírus se o contrairmos e não permitir que passe a um estado de doença ligeira ou grave (sobretudo grave).

        Mas como se vai meter isto nalgumas cabeças já sem pensamento objetivo ?

        • ToFerreira says:

          É difícil mudar mentalidades fechadas e pior ainda quando é por desonestidade, mas é importante desmentir as patranhas deles para não enganarem alguns incautos que não dêem conta das falácias deles.

    • Jorge Ribeiro says:

      Mas esse é o objetivo da vacina, as vacinas virais não são feitas para que se deixe de contrair o vírus mas sim para que caso se contraia o organismo tenha mecanismos para melhor lidar com ele, é por isso que pesar de neste momento termos um elevado número de casos e um número reduzido de mortes em relação ao ano anterior e com menos medidas preventivas, mais mesmo quando voltar tudo ao normal o covid vai voltar a matar tal como a gripe matava, mas para provar como este covid é muito mais perigoso do que a gripe, com as medidas que tomamos por causa do covid não morreu ninguém de gripe o ano passado quando nos outros anos morriam mais de mil pessoas e eu estou só a falar em Portugal. E digo anda mais só que neste caso é impossível provar com dados a covid está muito mais espalhado agora do que os casos dos testes mostram, só que como muitas pessoas já foram vacinadas, ou já tiveram covid, as pessoas contraem o virus mas não têm efeitos secundários a ele e por isso nem chegam a fazer o teste quando sem a vacina teriam efeitos e teriam feito o teste e possivelmente tera de ser hospitalizados.

  3. Jonny says:

    Parvoíce…

    • Antonio says:

      Infelizmente é o que há.
      Isto só demonstra que alguém quer fazer muito dinheiro. Quando se investe $ 200 tem que ter no mínimo 10 vezes mais. Depois existem as vendas de medicamentos para os efeitos secundários. É puro negócio.
      Trata-se de controle e dinheiro, o resto é apenas uma cortina de fumo para não se ver o que realmente se passa.

  4. Sardinha Enlatada says:

    Nao ha duvida nenhuma que isto das vacinas esconde alguma coisa. Para chegarem ao ponto de andar a encorajar os jovens desta maneira. Parece ate um caso de vida ou de morte mas nao e. Mas pode vir a ser para quem a toma. Houve ai um comentador que deixou um link sobre as vacinas e que estao a injectar proteina spike no corpo e ao que parece e uma porta de entrada para o virus se fortalecer.

    • SANDOKAN 1513 says:

      Que comentário tão prepotente.Você não tem juízo ?? Cresça um bocado,caramba.Nem dá para acreditar nas asneiras que vocês escrevem,a falar a sério. ಠ_ಠ

    • Daniel Sousa says:

      Não vale a pena fazermos muitos filmes. Não há coisa nenhuma para esconder.
      Não existe um fenómeno mundial contra as pessoas. Há uma tentativa forte de imunizar toda a população de um vírus altamente transmissível, que afecta severamente os sistemas de saúde, e que tem uma percentagem de mortalidade relevante, principalmente nos mais velhos.
      Os EUA não conseguem subir dos 50% de população vacinada. Estaremos a falar de mais de 100 milhões de pessoas desprotegidas, com um inverno pela frente.

    • ToFerreira says:

      Proteina que? Essa conspiração ainda não vi, deve ser nova. O que a vacina esconde é uma vontade de regressar ao normal; curiosamente, aqueles que mais desejavam um regresso à vida normal, são aqueles que agora recusam a vacina que permite isso.

      • Sardinha Enlatada says:

        Es cientista ToFerreira ? Entao tambem posso argumentar que o teu comentario vale zero. Agora esta muito na moda lancam noticias que incomodam e para os que se veem a rasca de provar o contrario arranjam uma maneira de dizer que e FAKE mas isso nao a torna fake capiche ?

        • Hugo says:

          Tu podes dizer o que quiseres que o que fica a ecoar é que és um grandessíssimo burro sem capacidade de raciocínio. Só dás credibilidade ao que te interessa… e o que dizem os especialistas “é mentira”. Não mudes de mentalidade que não é preciso.

        • ToFerreira says:

          A coisa básica que ainda não entendeste é que se for cientista, a minha opinião vale o mesmo que se for trolha. Não consegues perceber algo tão básico como a diferença entre uma opinião e uma evidência, um facto.
          Pegas em opiniões, dizes que “provam o contrário” e conspiracionas que “arranjam maneira de dizer que é fake”. Essa “maneira” são factos e evidências científicos, a forma de se provar algo. Capisce?

          • Sardinha Enlatada says:

            Factos e evidencias certo. Es tu que nao percebes nada do assunto que das como facto e evidencia ? Estou a perceber.. O que se passa com o covid sobre esses factos e evidencias e que cada especialista da a sua opiniao e sao factos e evidencias da opiniao dele. Eu acho estranho a vacina andar a matar pessoas, e so para voces e que acham que isso e normal. Certo.

          • Hugo says:

            ToFerreira, isto é melhor que ir ao circo ahahah

          • ToFerreira says:

            Continuas sem entender o que são factos e evidências e o que são opiniões. Como diz o outro, estudasses, porque senão, pouco vale falar de lagares de azeite a quem não sabe sequer o que é uma azeitona.

    • Hugo says:

      Lá vem este com as teorias da conspiração LOLOL

      • Sardinha Enlatada says:

        Hugo desenvolve ai o que sao mesmo teorias da conspiracao ? Ou entao cala-te para sempre.

        • iDroid says:

          Troll, ninguém vai alimentar-te aqui. Foge para outras bandas.

        • Hugo says:

          Argumentar contra ti pra quê? Praticamente tudo o que dizes é falso pelas evidências actuais e do conhecimento público. Desenvolve tu, mostra estudos, dados, números. Vá…fico à espera 😀

          • Sardinha Enlatada says:

            Es engracado Hugo, fazem-te perguntas directas e refugiaste na tua pseudo-inteligencia a pensar que ficas bem na fotografia. Uma vez mais nunca me enganaste. Falas falas mas de ti tambem nunca vi uma argumentacao fortissima dos pros e contras deste virus, como ja vi aqui com alguns, esses sim merecem o meu respeito agora tu es mais do mesmo, mais um idiota a tentar justificar o injustificavel acerca do covid, e o mais engracado e que nem contra argumentas, apenas falas que os outros e que sao idiotas. Eu so sei que pelo que o mundo ja mostrou as pessoas atraves da historia, esta e mais uma mentira que querem que as pessoas engulam goela abaixo sem se questionar nada.

          • Hugo says:

            Sim troll, tens razão 😀

  5. Darkny says:

    Tenho uma dúvida.
    As ondas eletromagnéticas destes auriculares sem fio, não causam problemas de saúde a longo prazo?

    • Naopossodizer says:

      Há ondas electromagnéticas por todo lado, não são uma meros auriculares quen vão fazer seja o que for. Electromagnétismo não o mesmo que radiação nuclear, e mesmo a radiação nuclear pode não nem sequer fazer mal porque mais 1 vez existe por todo o lado.

    • Zé Fonseca A. says:

      Nao, Estes ainda são 4G, os 5G não vão ser oferecidos.

      • Vítor M. says:

        Hehehe… não gozes com o rapaz. Os auscultadores não têm 4G e muito menos 5G. Têm Bluetooth para comunicar.

        Em grosso modo, a rede Bluetooth transmite dados via ondas de radiofrequência de baixa potência, comunica entre as frequências de 2,402 GHz a 2,480 GHz, esta banda de frequência é chamada de industrial, scientific, and medical radio band (ISM band).

    • Tanso Mor says:

      pior se meteres o som no máximo pois podes ficar surdo a curto prazo

  6. DataSmurf says:

    Day of Action, Mayor Bowser is announcing new incentives for DC residents who get vaccinated. Every week for the next four weeks, DC residents who are 18 and older and get their first (or only) dose of the COVID-19 vaccine at the RISE Demonstration Center, Anacostia High School, or Ron Brown High School can enter into a drawing to win:
    – A 2021 Ford Escape Sport SE Hybrid and a 2021 Jeep Wrangler Sahara Unlimited (one winner each week)
    – $10,000 for groceries, to cover approximately a year of free groceries (two winners each week)
    – A year of free Metro bus and train (multiple winners each week)

    Ou muito me engano ou muitos dos premiados vão ter muito pouco tempo para usufruir dos prémios.

    https://www.nbcboston.com/news/local/driver-passes-out-after-getting-covid-shot-narrowly-misses-hitting-2-people/2399644/

    • Vítor M. says:

      Sempre a mesma conversa da treta. Um caso não são casos. Falta de responsabilidade misturar tudo.

        • Vítor M. says:

          Deixa de conversa fiada. Vai ver o número de pessoas vacinadas no mundo, depois vê o número de mortes entre as pessoas vacinadas e quantas tinham mais comorbilidades. Nem vale a pena comparares com as mortes por COVID-19. Isso já nem é assunto.

          Aliás, as reações à vacina até podem ser benéficas. Tu a tentar afastar as pessoas da vacina é que é irresponsável e até chega ao ponto de ser desumano. Não sou eu que digo que as pessoas têm de ser vacinadas e que só dessa forma se consegue ultrapassar a pandemia. Sãos os factos. Tu é que inventas cenários para iludir as pessoas a não tomarem e se alguma for na conversa, essas sim têm uma grande probabilidade de ficarem doentes com gravidade e em casos mais severos até morrer. Tu devias ter mais responsabilidade.

          • DataSmurf says:

            Ai sim, e onde é que estão esses números de mortes entre as pessoas vacinadas? Onde estão essas informações com os números totais de pessoas vacinadas no mundo e que acabaram por morrer à mesma de covid-19, sem ser em notícias de órgãos de comunicação social sobre casos concretos conhecidos que vão ocorrendo aqui e ali?
            E depois ainda existem as mortes de pessoas diretamente relacionadas com as vacinas. Esses números sim existem. E não saberás que estas mortes estão muito acima do que apontam os dados oficiais? Basta ter o mínimo de conhecimento àcerca dos sistemas de notificação de eventos adversos de vacinas e de como funcionam na prática (por exemplo VAERS e congénere europeia), para saber que têm graves falhas na notificação e contabilização desses eventos.
            E ainda só agora é que se começa a levantar a ponta do véu acerca da falta de eficácia das vacinas e em não impedirem a infeção e a transmissão do vírus, os chamados “raros” breakthrough cases! Que de raros têm muito pouco, como vamos constatando.
            Mais tarde ou mais cedo tinha que ser admitido, pois seria impossível continuar a negá-lo.

            Para ser franco, essa tua conversa de me acusares e acusares outros de serem irresponsáveis por não partilharem da tua opinião, por supostamente iludirem as pessoas de tomarem a vacina e estas de virem a ter probabilidade de ficarem doentes com gravidade e até morrerem é de uma imbecilidade que até mete dó.
            Então, e quem é que vai ser responsabilizado por convencer as pessoas a tomarem as vacinas experimentais sem garantias de segurança e de eficácia, com conhecidos efeitos adversos muito graves a curto prazo, e efeitos adversos ainda desconhecidos
            a médio e longo prazo? Quem vai ser responsabilizado pelos milhares de mortes que já aconteceram, ou pelas lesões permanentes e incapacitantes naqueles que sobreviveram, por ligação direta a estas vacinas? Porque as farmacêuticas têm isenção de responsabilidade civil por lesões e mortes resultantes das suas vacinas! Chega-te à frente, partilha lá então dessa responsabilidade.

            E para além disso não é minha intenção, nem nunca foi, de iludir seja quem for de tomar a dita vacina. Apenas limito-me a manifestar a minha opinião baseada na minha própria experiência, e na experiência daqueles que estão à minha volta, ou fundamentada em factos concretos, reconhecendo que alguns deles são até conflituosos com a narrativa oficial do momento, mas nem por isso deixam de ser legítimos, como muitas das vezes se acaba por constatar, validados pouco tempo depois, quando confrontados com a realidade.
            E para fundamentar com factos e retirar as minhas próprias conclusões, tenho sempre em consideração as opiniões de todos os especialistas envolvidos, de ambos os lados, quer seja a nível nacional quer seja a nível internacional (dos quais nem eu e decididamente nem mesmo tu fazemos parte), porque como deves saber, nesta matéria de vacinação e de tratamentos multi-medicamentosos precoces para a covid-19, não é consensual nem na comunidade médica nem na comunidade científica, e se não sabes deverias de o pesquisar melhor, pois ao participares numa plataforma que tem o objectivo de informar, tens uma responsabilidade acrescida.
            Nada do que afirmo pode ser considerado de desinformação, nada do que escrevo tem o intuito de enganar, muito menos pode ser considerado de falta de responsabilidade, bem pelo contrário, comento para acrescentar alguma coisa ao debate, alguma coisa de construtivo, e para complementar informação. Todos os links postados por mim são todos, sem excepção, acerca de notícias reais, acerca de opiniões de cientistas, especialistas, médicos, formados na sua área profissional, acerca de factos comprovados científicamente, ou em que exista alguma evidência científica, mesmo que por vezes não seja consensual. Como sabes, ainda hoje, não há sequer consenso a 100% em relação ao facto do planeta Terra ser esférico, arredondado, por parte de algumas pessoas. Isso não prova que a Terra é plana! Aqui está mais do que provado que o planeta não é plano, é mesmo um facto. Isto demonstra bem o quão relativo é o conceito de consensual.

            Deixa-me agora acrescentar o seguinte, as tuas intervenções revelam, em meu entender, uma atitude de superioridade, a roçar o arrogante, e uma atitude paternalista em relação aos outros. Tal como tu, um paternalista não acredita apenas que é capaz de analisar melhor uma determinada situação, mas que também não tem interesse em reconhecer outras opiniões, e consequentemente,
            defende um plano de ação que em sua opinião considera o melhor de todos e para todos.
            Ora, dito isto, se esmiuçarmos alguns dos teus comentários, constatamos primeiro, que as tuas noções de cidadania e de democracia revelam um total desconhecimento dos direitos, liberdades e garantias consagrados na Constituição da República Portuguesa, o que é um autêntico absurdo. O que defendes não é democrático, é tirano, é despotismo puro e duro.
            Segundo que, lá do alto do teu pedestal, deves imaginar um mundo em que as pessoas não têm capacidade cognitiva, nem de raciocínio lógico, para terem acesso a toda a informação disponível, e ainda assim conseguirem avaliar os benefícios e os riscos e de tomarem decisões informadas.
            Lamento, mas estás profundamente enganado! Estamos a lidar com pessoas adultas, e aquelas que ainda não atingiram a idade adulta, as criancinhas e os adolescentes, terão outras pessoas adultas a tomar as decisões por elas, e não é o Estado, nem um especialista de bancada a pedir mais responsabilidade aos outros por não partilharem da opinião dele, que vão demover seja quem for de ter as suas convicções e de fazer as suas escolhas.
            Cada um saberá da sua vida, cada um certamente saberá da sua situação, cada um é livre de se informar, de avaliar os benefícios e os riscos, de tirar conclusões e de tomar decisões responsáveis, mesmo que essas decisões não coincidam com as tuas, a não ser que sofram de algum grau de deficiência mental, mas até esses terão alguém a zelar e a tomar as decisões por eles.
            Agora, lá por TU te renderes de forma incondicional a vacinas experimentais, sem garantias de segurança nem de eficácia, é problema TEU. A tua liberdade acaba onde começa a liberdade dos outros. Cada um manda no seu próprio corpo. PONTO

          • Vítor M. says:

            Tanto disparate, tanta asneira. Não percebes o quanto estás errado e sem qualquer base de verdade? Se queres não tomar, não tentes criar mentiras para te enganar. Os dados estão mais do que explorados. A vacina é das mais eficientes que alguma vez se produziu, tem tecnologias do mais avançado que há, o RNA mensageiro, que tem 40 anos de evolução e estudo. Pega nisso tudo que inventaste, compila numa folha e repete vezes sem conta, mas só para ti. É triste haver pessoas tão desinformadas, tão desinteressadas da verdade só por egoísmo e egocentrismo (além de falta de respeito pelo próximo). Hoje, a porque não tenho mais paciência para pessoas que pensam como tu, partilho uma imagem que reflete tal e qual essa posição. https://bit.ly/2VKNOda

            Eu não tenho nada contra ti, mas tem alguma tristeza por haver quem pense como tu, pessoas que falam na Constituição da República quando dá jeito, que inventam mentiras sobre a qualidade da vacinam sem qualquer prova científica (com tudo a mostrar o contrário), que ligam o 5G à COVID-19 (sim, os negacionistas fazem isso), que têm medo de ir tomar a vacina com receio de serem envenenados por funcionários do governo. Porra, não há paciência. E ainda falas de liberdade? Com a tua atitude estás a condicionar a liberdade dos que estão a tomar a vacina para te proporcionar também um meio livre da doença. E que fazes tu para isso? Crias um cenário de mentiras e de medo.

          • DataSmurf says:

            A tecnologia mRNA até podia ter uns 200 anos, isso não invalida o facto destas vacinas para a covid-19 terem sido as primeiras a serem lançadas para o mercado com a tecnologia mRNA e sob
            autorização restrita e de uso de emergência! FACTO (Vai estudar a diferença entre aprovação para uso de emergência e aprovação total da FDA (U.S. Food and Drug Administration)).

          • Vítor M. says:

            Não há paciência para negacionistas e pessoas mal formadas. Facto é que a sociedade não deveria dar lugar a pessoas como tu possam enganar terceiros mais incautos.

        • ToFerreira says:

          Leste o que citaste?! “efeitos secundários ligeiros”…
          Queres comparar uma síncope ou uma febre aos efeitos da covid?!

  7. Joaquim Sobreiro says:

    A indústria farmacêutica subsidia este novo clube. Jogadores velhos (lares) fora da equipe. Novos consumidores para a iatrogenia. Em formação equipe de jovens.

    • ToFerreira says:

      Mata os velhos que são os que dão mais lucro e ganham uns cêntimos numa vacina que previne uma doença que rende milhares em tratamentos. Boa jogada!

  8. art says:

    vamos lá a ver …. muito resumido , para ver se nos entendemos : a vacina tem um efeito curto , os vírus ultrapassam rapidamente o efeito da vacina … a curto a vacina prazo reduz mortes , a longo prazo contribui , para a doença andar por cá muitos anos como pandemia , o que no fim de contas levará a muitos mais mortos ..do que sem vacinação…estas vacinas são uteis fora da pandemia , em pandemia , há outras vacinas que podem ser usadas , mas ninguém as desenvolveu…..por outras palavras foi isto mesmo , que outro dia um imunologista disse na SIC ….isso e que o certificado digital , ligado á vacinação é um disparate que não serve para nada…quem quis ouvir , ouviu , quem não quis continua a usar palas ….e a comer a palha que lhes é servida em bandejas

    • XneloX says:

      Vais ser queimado!!

    • ToFerreira says:

      A tua opinião é engraçada. Que factos e evidências a comprovam? É uma opinião fundamentada por outras opiniões que valem tanto como a tua?

      • art says:

        O Imunologista , já nem sei o nome dele , comentou a propósito do decréscimo de anticorpos com o passar do tempo , depois da toma da vacina …foi ele próprio que sugeriu que se deviam usar outro tipo de vacinas , porque ninguém pode andar a tomar vacinas de 3 em 3 meses…..depois comentou que o certificado digital passado a quem se vacinou , não serve para nada , porque um vacinado pode estar infetado e andar a espalhar o vírus ….Parece que fui só eu que vi e ouvi o que ele disse

        • Daniel Sousa says:

          Mas quem disse que teremos que fazer vacina de três em três meses? Apresenta-me um estudo publicado com peer review a referir isso por favor

          • art says:

            Um estudo do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, que avaliou a evolução da imunidade conferida pelas vacinas contra a Covid-19 em quatro mil funcionários desta instituição, concluiu que os anticorpos que protegem contra o coronavírus caem abruptamente para níveis mais baixos ao de apenas três meses. Os responsáveis pelo estudo alertam por isso para a necessidade de uma terceira dose das vacinas.

            Ao fim de 14 dias da toma da segunda dose, segundo a investigação, os anticorpos estão a 97,7%. Passados três meses o valor é de 16,3%: um valor que pode já não conferir a devida proteção contra a Covid-19. Ao fim de seis meses a descida é menos acentuada.

            Ainda, segundo o estudo, há fatores que influenciam a perda de anticorpos. A perda de anticorpos foi mais acentuada nos mais velhos, nos homens e em quem não teve contacto com o coronavírus ou não esteve infetado com Covid-19.

            “É normal esta diminuição, tão brusca não seria de esperar”, afirma Manuel Santos Rosa, imunologista e professor catedrático na Universidade de Lisboa à SIC.

            O especialista alerta que os anticorpos são apenas um dos mecanismos de proteção contra a Covid-19: “Não são os principais meios de defesa do SARS-Cov-2, mas a baixa de anticorpos reflete uma perda de capacidade imunitária”.

            Manuel Santos Rosa diz por isso que a terceira dose é recomendada para idosos e grupos de risco. Mas ressalva: “Nenhum sistema de saúdo pode aguentar vacinações de três em três meses, nem possivelmente o nosso sistema imunitário. Precisamos de soluções alternativas melhores, como outras vacinas, ou soluções que possam estimular de forma mais coerente e eficaz o sistema imunitário”.

            O estudo decorre até julho de 2022.

          • Daniel Sousa says:

            Esse estudo está publicado em que jornal científico? E já agora, esse estudo afirma que temos que fazer vacina de três em três meses?

          • Joaquim Sobreiro says:

            Um estudo científico, apoiado nas teorias de Pasteur, afirmam: Sempre que há cidadãos a sair de casa com chapéu de chuva as possibilidades de chover aumentam significativamente.

        • Nuno Teixeira says:

          Porquê que misturas tudo?

          A questão dos anticorpos está a ser analisada desde que começaram os testes da vacina e continuam a ser no ‘mundo real’. Já tinham chegado à conclusão que o número de anticorpos baixa com o tempo. Mas não são só os anticorpos que actuam contra a infecção, por isso, o que está a ser estudado se essa baixa de anticorpos é preocupante ou não.

          Quanto ao certificado digital este surgiu antes da variante Delta se começar a espalhar e então não se tinha notado um número alto de infecções nos vacinados. Por enquanto, as medidas em relação à Delta, será voltar ao uso obrigatório de máscara, veremos daqui a uns meses se invalida, de facto, o certificado digital.

    • iDroid says:

      Estás com falta de ar? É que com esses pontos todos parece…devias ir ao médico verificar se tens Covid!

    • Hugo says:

      Com um português desses eu não me preocupava muito com a pandemia, é um facto.

  9. Cucu says:

    Conseguiram o que queriam, parecem crianças a fazer birra pelos brinquedos no supermercado. Gente mimada, entitled e egocêntrica que atira postas de pescada sobre assuntos que nem conseguem compreender.

  10. Joaquim Sobreiro says:

    Por interesse económicos, de domínio mental, ou engenharia social de controlo de massas se difunde a necessidade de que todos pensem e atuem da mesma forma.
    Medida atrás de medida, sem debate de ideias ou opinião nos meios de comunicação controlados e subsidiados.
    Um só objetivo, sem olhar a meios.

  11. Daniel Sousa says:

    O Art mistura porque dá-lhe jeito misturar. No entanto, pela resposta que me deu em cima, citando o estudo mediático realizado em Coimbra, também há uma parte de mim que o compreende. Digamos que a PI desse estudo foi um pouco desinformadora. Até a mim, que sou um investigador de ciências médicas, me baralhou. Isto porque ela claramente afirmou que a terceira dose seria fundamental e aparentemente estaria a basear-se apenas nos níveis de anticorpos. O próprio presidente da república vai no mesmo sentido dos anticorpos. Claro que isto gera desinformação e da força às pessoas contra a vacina. Eu também ainda não percebi claramente porque são precisas várias doses da vacina para termos uma resposta adequada das células T por exemplo.

    • Nuno Teixeira says:

      Esta questão da descida dos anticorpos já era esperado segundo os testes feitos pelas farmacêuticas. O organismo não fica sempre a produzir anticorpos porque não sente a ameaça do vírus. E como dizes não são só os anticorpos que travam o vírus, as células T também contribuem. Daí não ser fiável ver só a quantidade de anticorpos. É esperar pela conclusão dos estudos agora que a variante Delta se está a espalhar pelo Mundo…

      • Daniel Sousa says:

        Sim, mas há claramente uma confusão grande, mesmo na comunidade científica. Quando temos uma investigadora a sugerir uma terceira dose de vacina, quando o nível de anticorpos ao fim de três meses se reduz para um sexto, não podemos esperar que a população compreenda que os anticorpos não são assim tão importantes.

  12. Joaquim Sobreiro says:

    Esta história tem todos os ingredientes para terminar mal.Como uma guerra, em que vai haver muitos mortos e feridos.
    Por isso se utiliza tanto o termo “guerra a… “. Colocam-se militares a comandar as operações. Utiliza-se o medo constante, a asfixia, a reclusão para debilitar os corpos que naturalmente têem o seu sistema regulador, que muitos preferem chamar imunitário, destruído por químicos secretos da indústria farmacêutica, protegidos por por patentes e que ninguém toma responsabilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.