Quantcast
PplWare Mobile

Última hora: Multas por falar ao telemóvel a conduzir sobem para o dobro

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Toni da Adega says:

    Devia subir 500%

    • fim do mundo says:

      Tens razão as multas em Portugal são uma anedota, por isso é que malta continua a infringir e paga e siga.

      Deviam era ser multas logo aos milhares e milhões e com prisão efetiva.

    • Elvis says:

      Toda a razão !!!
      Andam por ai muitos filhos de “senhoras de má reputação”atrás de um volante a fazer tudo menos a conduzir !!

  2. João says:

    De 120€ e para 250€ vão 108%, e de 600 € para 1.250€ vão outros 108%.

  3. João Gonçalo says:

    A polícia precisa de ser financiada, por isso acho uma boa maneira… que subam essas e outras como circular pro fora nas rotundas, não fazer piscas, andar na auto-estrada tempos infinitos na faixa da esquerda… etc…
    Só não vai querer e vai dizer que é caça à multa quem não estiver confortável com a medida… A lei existe é para se cumprir. Metade dos nossos problemas nacionais tem a haver com fiscalização e a típica xico-espertisse…

  4. Rui says:

    Ontem estava a sair do túnel do Grilo, em marcha lenta mas sem paragens, e ao meu lado estava uma senhora calmamaente a percorrer as redes sociais no telemóvel, e ainda ficou toda indiganada quando lhe mandei uma buzinadela, o carro da frente, uma carrinha de distribuição duma conheciada empresa, tinha o telemóvel montado no vidro com videos a passar… sto é diário para quem anda no trânsito.

    • SSD says:

      Exactamente. Hoje em dia com as redes sociais então é a loucura.
      Por mim qq multa ia para cima dos 1000€. Com a facilidade que existe em arranjar um equipamento sem fios (para quem precise realmente) não há desculpas. Isso ou alta voz, se a pessoa não ouvir direito liga se depois agora estar com uma das mãos ocupadas é que não.

    • PM says:

      No outro dia, em plena A1, a cerca de 130km/h, um artista a ver vídeos com um tablet pousado no volantes

    • José Fonseca Amadeu says:

      Siri + Carplay são bons amigos, mensagens, telefonemas, emails, tudo sem pegar no telm.

  5. Deivid Araujo says:

    Fazem bem, a malta a travar o transito e a demorar para arrancar em farol verde por estarem a olhar a merda da rede social, devia aumentar ainda mais e claro investir em malta para monitorar isso pois não adianta aumentar a multa e não ter quem quem aplique.

  6. Joao Ptt says:

    Gostam tanto das multinhas, gentinha medíocre.
    Se a preocupação é a segurança, era caçar a carta, iam ver se a malta não levava as coisas a sério.
    O tempo depois variava conforme a gravidade, podia ser desde 1 semana, até 3 anos por exemplo.

    • RM says:

      Sem dúvida que ficarem sem a carta durante algum tempo seria mais eficaz.

    • SSD says:

      “gentinha medíocre” são aqueles que partem para o insulto fácil por discordarem dos outros.
      O problema dessa teoria é que se ficassem carta durante uma semana ia ser igual ao litro e continuavam a conduzir.
      Mas estou a ver pelas tuas teorias se fosses tu a mandar iamos precisar de ajuda externa mais rápido do que com o Sócrates

      • Joao Ptt says:

        Mas conduzir sem carta é crime, logo as pessoas poderiam fazê-lo, mas se fossem apanhadas além de ficarem sem carta por mais tempo ainda iam parar à prisão por desobediência à lei.

        Se fosse eu a mandar, sim, a ajuda externa ia ser muito necessária, mas curiosamente o país só não está falido/ bancarrota porque os estrangeiros (UE mais concretamente) tem uma grande torneira de dinheiro aberta para Portugal… logo pode fazer a mesma crítica de todos os governantes/ governos desde que Portugal aderiu a CEE (agora UE)… e mesmo assim já conseguiram levar o país à falência com ajuda externa declarada uma vez em 2011 desde que entramos na UE, sem falar nas outras duas em 1977 e 1983 no pós 25 de Abril de 1974 em que tiveram a ajuda do FMI.
        Pelo que li em: https://www.pordata.pt/Portugal/D%C3%ADvida+externa+l%C3%ADquida-2949 a última vez que Portugal teve uma boa prestação no que diz respeito à dívida externa líquida terá sido em 1997 com -2.343,5 milhões de euros, em 2019 está nos 179.788,8 milhões de euros. A menos que tenha por aí todo esse dinheiro não sei como ia fazer melhor que eu sem a ajuda externa. E não sei se aqueles dados de 1997 não têm alguma marosca de engenharia financeira, mas na altura existia muito mais indústria por isso mesmo que já existisse dívida, seria certamente ainda baixa.

        Razão tinha alguém que vi ser entrevistado há uns anos que não sei se era bancário ou representante dos bancos, que dizia que ainda bem que os políticos lá da Suíça não tinham acesso a todo aquele manancial de dinheiro das pessoas que está nos bancos, ou já o tinham derretido/ estragado todo ou quase todo em todo o tipo de obras, serviços e compras estapafúrdias… como acontece um pouco por todo o mundo sempre que conseguem deitar as mãos ao dinheiro das pessoas… quase sempre é para estourar (certamente com excepções aqui e acolá)… e para ir para os bolsos de uns poucos Chico-espertos.

        • SSD says:

          Se isso acontecesse é que era bom mas infelizmente a lei é muito branda em alguns muitos casos, só os manda repetir a carta que se diga já não é difícil de conseguir á primeira quanto mais tendo um pouco mais de experiência.

          Quanto ao resto, só disse isso pq so hoje já te vi a sugerir que os fundos comunitários fossem distribuídos por toda a gente e agora a seres contra as multas. Sinceramente para estarem na prisão, a serem alimentados e sustentados e a ser mais gasto para o estado, realmente mais vale continuar a sacar lhes dinheiro (em alguns casos há outros que deviam era levar com uma acusação de negligência em cima e ser proibidos de conduzir para a vida. Assim iam de transportes públicos, deixavam de ser um perigo e continuava a sair lhes do bolso, embora para alguns nem isso faça diferença).

    • Hélio Musco says:

      Irias criar mais complicação porque muito dos condutores usam o carro para o trabalho por ser o único meio de transporte disponível. Caso ficassem logo sem carta, irias prejudicar não só a pessoa, como também quem está dependente dela (i.e. família, trabalho, etc…).

      A multa funciona melhor nestes casos pois apenas prejudica a pessoa (i.e. menos pontos na carta e menos dinheiro na carteira). Caso voltasse a repetir, carregava mais na multa e à 3ª ficava sem carta.

      • ivan says:

        Mas repara que só seria prejudicado e ficaria impedido de conduzir quem não cumprisse a lei… é assim tão difícil não pegar no tlm enquanto se está a conduzir?

        • Hélio Musco says:

          Vou repetir novamente: Caso ficassem logo sem carta, irias prejudicar não só a pessoa, como também quem está dependente dela (i.e. família, trabalho, etc…).

          Difícil ou não, depende da pessoa. A pessoa pode ter um problema (e.g. vício) e uma multa pode chegar para lhe abrir os olhos. Quantos de nós fazemos porcaria e só paramos quando alguém nos alerta ou quando a porcaria causa algum acidente?
          É por isso que prefiro uma multa antes da retirada da carta.

    • Tuga says:

      Como se ficar sem carta fosse o mesmo que ficar de mãos ou pés atados. Tens lá noção de quantos aí andam sem carta e não se passa nada…

  7. Luís says:

    Até acho pouco, devia subir para o triplo, assim como para quem não usa os piscas também devia ser multado.
    Farto de apanhar gente distraída à minha frente, os chamados empatas, ao telemóvel na descontra e a fazer mudanças de direção sem avisar quem está atrás, esquecem-se que os automóveis têm uma essa funcionalidade e que é para ser usada. Os piscas.

  8. zuca says:

    As coimas têm sempre um mínimo e um máximo, no caso do telemóvel iam de 120 a 600, agora de 250 a 1250, ou seja x5. Se o infrator pagar dentro dos prazos apenas lhe é aplicado o mínimo.

  9. Jbolos says:

    Será que fui o único a reparar nisto. O titulo fala em multas a falar ao telemóvel, que eu saiba, no código da estrada nada indica que nao pode-se falar ao telemóvel enquanto se conduz, dai existir os kits de altavoz e ate os carros mais recentes trazem essa tecnologia de fabrica.

    Penso que o titulo é enganador e deveria referir-se ao uso de telemóvel e não falar ao telemóvel.

    Mas quer dizer, eu é mais bolos, a minha especialidade é mais bolos…..

  10. Nuno Amaral says:

    E fumar? Quando é que proíbem?

    • says:

      Mais um fundamentalista, se não queres não fumes, não podes é obrigar os outros a submeterem-se ás tuas vontades.
      És um ditador.
      Isto desde que virou à esquerda é só candidatos a ditadores.

      • Nuno Amaral says:

        Deixa o tabaco Zé.

      • Bianca says:

        Deve ser como os milhares de candidatos a ditadores que fumam mesmo ao lado de qualquer pessoa em locais públicos como a paragem de autocarro ou qualquer outro acesso em fila de espera para serviços obrigado os outros a serem fumadores passivos ou a sairem da fila. Espero que seja coerente com a sua opinião.

  11. Papaformigas says:

    As multas deveriam ser consoante os rendimentos de cada um! Para um ordenado de 630 euros um valor de 250€ é um pão. Para um ordenado de 5000€ os 250€ é uma migalha.
    Num país qualquer a lei é como eu descrevi em cima, não me lembro qual. Um tipo pagou 50.000 por uma multa de excesso de velocidade.

  12. Rodrigo says:

    é muito simples quem fosse apanhado, o salário que recebe-se a empresa reduzia para metade durante 3 meses

  13. A.H. says:

    “31% dos portugueses admite enviar e ler SMS enquanto conduz”… Isto diz bem do respeito que estas criaturas tem pelos outros! Acho que são mais de 50%! O grande problema é colocarem a vida dos outros em risco, já que parece não se importarem com a sua! No mínimo multa de 1000€, reincidente 5000€! Se fosse só o problema do telemóvel… a não utilização dos piscas(outra praga), luzes, mau estado geral de muitos carros, carros sem inspeção e seguro, má utilização das faixas na AE… Multas pesadas e isto talvez melhorasse para bem de todos!

  14. says:

    Ao ler estes comentários, só chego a uma conclusão: Portugal não tem futuro.

  15. Rui says:

    Eliminam mensagens para defenderem traidores?

    • Rui says:

      Isto sim deveria ser alvo das autoridades, com prioridade muito superior a esta mera infracção do código da estrada!

      https://youtu.be/KMPkvuhJXKc

      • SSD says:

        http://letmegooglethat.com/?q=Met%C3%A1fora

        Eu poupo te o trabalho da pesquisa para o caso de não saberes o que é uma metáfora. Vai lá denunciar ao Ventura que esse é capaz de ir na tua conversa

        • Rui says:

          Não sou apoiante de ventura.
          Antes de falar do que ignora, leia um bocado de história, mais concretamente 1974 e 1975 para ver quem é que o Mamadu cita. Elogiou antigos terroristas angolanos que decapitaram centenas de portugueses em Angola: https://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=6351.2295
          Citar criminosos de guerra também foi uma metáfora certamente!!!!!
          Quando vier argumentar comigo, leia história primeiro e já agora leia uma carta de um camarada comunista que deu instruções aos angolanos para decapitar os seus conterrâneos portugueses, para estes abandonarem Angola!!!!!

          O que acho anedótica é a ausência de referência da comunicação social a mais um caso de uma pessoa que já mandou à merda a polícia…… metaforicamente!!!!!! E depois foi pedir protecção à PSP!

          • SSD says:

            Primeiro não podemos exactamente falar da guerra colonial como se não tivéssemos maior parte da culpa do que aconteceu
            Segundo ou estou a ouvir muito mal ou ele só citou escritores, Fanon, Patterson, Glissant

          • Rui says:

            Você leu o link que coloquei aqui: https://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=6351.2295

            Veja lá os artigos que o Viajante e Tenente colocaram ontem no Fórum de Defesa. No caso do Viajante até está a vermelho. O Fanan e o seu mestre, antes mesmo de começar a guerra colonial de Angola, mandou matar mais de 1000 brancos à catanada (1961).

            O Mamadu a referir-se ao Fanan e a pedir a morte dos brancos está a incitar ao quê? Explique-me lá como se eu fosse uma criança de 2 anos!

            Uma metáfora!!!!! Temos um terrorista e racista entre portas e ainda temos quem o defenda! O que ele diz já é constitucional? Desejar a morte dos brancos? Um senegalês!?!?!?!

            Já agora que é tão inteligente, veja lá o que fez um Vice-Almirante comunista em 1975 também em Angola (post do Tenente), com um documento oficial de Portugal a servir de prova.

            E já agora para a maioria dos que vê o mundo passar……… explique-me lá o significado das bandeiras de Angola e Moçambique.
            Se estiver com problemas de visão eu explico, a de Angola tem uma catana na bandeira e a de Moçambique uma metralhadora Ak-47!!!!!

            Que como sabemos são símbolos da paz…….. que duraram……. até 2002!!!!!!

          • Rui says:

            Investigue por si e já agora explique-me porque é que não se aprende isso nos nossos próprios livros de história!!!!!

            Vá lá ver contra quem lutavamos nós em Angola (Cubanos, Russos……..
            Olhe, e já agora diga-me também como é que ainda temos um partido, de nome PCP que era financiado pela URSS e enviou para Moscovo o nosso arquivo da PIDE, entregando de mão beijada todas as pessoas que pertenciam à PIDE e as suas vítimas, que podiam ser facilmente corrompidas a partir dali!

            Já devolveram os 500Kg de documentos? https://www.dn.pt/politica/historiadores-querem-arquivos-da-pide-de-novo-em-portugal-3405138.html

            Este partido democrata…… que faz aquilo que mais ninguém pode, como por exemplo viajar hoje mesmo por onde lhe apetecer…….

            Meu caro, eu quando falo, não é de cor…….

          • Rui says:

            E já agora, para si e para quem não sabe, quando se diz a brincar que os comunistas comiam criancinhas, é mesmo verdade!!!!! Chamou-se Holodomor e aconteceu pelo menos na Ucrãnia, para vergar o povo, deixavam-nos morrer à fome: https://pt.wikipedia.org/wiki/Holodomor

            Ou veja mesmo o que diz uma deputada Municipal de Lisboa, descendente de uma criança que fugiu……. para não ser comida: https://youtu.be/1drj4TaUXcg

          • Bianca says:

            Compreendo o seu ponto de vista só acho estranho que não existe referencia à questão do povo branco português ter grande mão na invasão eventual apoderamento da maior parte das terras em que passaram nos “descobrimentos”.

            É que uma coisa não pode ser desligada da outra. E como é óbvio existem consequências que devido a várias coisas que o povo branco fez nesses tempos (não vão desaparecer do nada).

            Também se pode aprender com o mal que o Homem branco fez ao povo de cor, não queremos como é óbvio que agora aconteça ao povo branco o que aconteceu noutros tempos ao povo de cor. Não queremos que aconteça a ninguém, seja de cor ou não.

            Temos de analisar tudo sobre o seu contexto estrutural e tentar não deixar factos de fora.

          • Rui says:

            Bianca?

            Explique-me lá como é que foi a invasão muçulmana da Península Ibérica no século VIII até à reconquista total. Quem invadiu quem? Sabe?

            E a romana, sabe?

            E os visigodos, bárbaros, franceses, espanhóis…….
            Conhece alguma pacífica?

            Ao contrário de si, eu tenho orgulho de ser português e ao contrário de si e de toda a esquerda, não faço revisionismo da história ao tentar julgar aos olhos de hoje, o que os povos fizeram no passado.

            Nunca me verá condenar os romanos por nos terem invadido, ou os franceses (que nos roubaram), ou os muçulmanos, visigodos, ………

            Não conhecer a história e atacar os descobrimentos que nos deviam de orgulhar e muito!

          • Bianca says:

            Boa noite. Não consigo responder diretamente ao seu último comentário.

            Posso lhe dizer que estou sei do que fala. Só a facto de serem denominadas como envasões por si só já me repudia.

            De qualquer forma isto é apenas e só a minha opinião. Como você tem a sua.

            Dentro do seu contexto para mim o povo português assumiu um papel determinante no que toca às escravidão em massa e isso para mim não pode ser apagado só pelo simples facto de uns burgueses terem conquistado caminhos marítimos ou por outros povos antes o terem feito.

            Claro que podemos ver coisas positivas nessa época como em outras. Mas não vou ignorar tudo que aconteceu só porque eram portugueses, que alguns nem o eram. Você disse que não faz revisionismo de história mas acaba por fazer com a desculpa que tem de responder.

            Eu não defendo o senhor que você citou aqui nos comentários de um assunto que também é importante pois morre muita gente todos os dias por meras infrações do código da estrada.

  16. David Guerreiro says:

    Ainda no outro dia vi um tipo num Tesla a falar ao telemóvel na mão e a conduzir. Um carro desses moderno tem bluetooth, para ligar ao smartphone.

    • Elvis says:

      Mais um óptimo exemplos de que a grossura da carteira nada influencia a inteligência … Era só emparelhar o tlm com o carro e nem se quer tinha trabalho a atender o dito cujo, mas vá-se lá entender as pessoas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.