Quantcast
PplWare Mobile

Tem carro elétrico? Carregamentos pagos só depois do verão

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. CMatomic says:

    Deveria existir pelo menos um posto de carramento rápido por rua nas cidades Portuguesas , com tão poucos lugares com carregamentos rápidos não iniciativa a comprar dos mesmos , pois nem todos tem garagens para deixar o seus veículos a carregar durante a noite, e nem faz sentido alguém que viaje pelo pais estar a carregar em postos normais de carregamento .

    • José Pedro Sousa says:

      Vê-se que não percebe patavina do que está a dizer. Sabe quanto custa um posto de carregamento rápido?

      • TugAzeiteiro says:

        E quanto custa um posto de abastecimento tradicional?

      • CMatomic says:

        Depende , lancei a ideia , um posto de carramento rápido pode ir desde 15 mil euros ate aos 100 mil euros, os de garramento normal vai desde o preço minimo anda por volta dos 1500 euros , preço varia conforme o numero de fichas , o que falo é um posto para um automóvel ,mas aqui fica a ideia poderá ser ou não ser em carregamento rápido .
        Mas continuou a dizer é essencial existir postos de carregamento pelo menos um por rua , aqueles que existem neste momento em Portugal não são insuficientes , não esquecemos algumas companhias de automóveis querem deixar de produzir automóveis a combustível fóssil até 2025 .
        A era dos ferrais e etc… vai chegar ao fim para o bem da Humanidade.

  2. sky2008 says:

    Metam umas barras de tejadilho e instalem um painel solar!!! Não é bonito nem aerodinâmico…? E depois? O que isso interessa se o carregamento for a custo zero (onde é que já ouvi que o sol quando nasce é para todos?!)… Esta história destes carregadores por aí semeados e ainda por cima sem pagar parqueamento em prol da causa ecológica e para proteger o planeta era mais que óbvia que era tudo uma questão de tempo…depois, mais tarde ou mais cedo, os tubarões vão tentar facturar…e com retroativos se possível…ahhh pois é…

  3. falcaobranco says:

    Viva o turismo…!

  4. Alvega says:

    Posso estar enganado, mas esta historia dos eléctricos vai ser um fiasco, tal qual uns Magalhães que foram impingidos para meter ao bolso uns milhões aos amigos.
    Enquanto sao poucos, sim senhora vai funcionar, até porque as borlas sao muitas, logo que ganhe escala, vao surgir problemas, quer nas empresas, que nao vao em cantigas e deixar os empregados abastecer á borla, quer no estacionamento da cidade que vai ficar condicionado por carros “esquecidos” no local de carga, quer pelos impostos que vao surgir.
    Noticia desta semana, o ramo automóvel deixa para os cofres do estado 23 milhões por dia, isto é muito dinheiro, e alguém vai fazer tudo para que continue ou aumente claro está.

    • TugAzeiteiro says:

      Nos EUA já não são assim tão poucos os carros eléctricos!
      Quem tem um Tesla (ou seja quem tem dinheiro), pode até ter a sua vivenda com o telhado solar e para alem de abastecer as necessidades diárias da casa, pode inclusivamente carregar o carro. Vamos supor que após o investimento inicial avultado (carro + telhado + powerwall) ficas a produzir a tua própria electricidade.. já não precisas de pagar um tusto à rede.. No entanto se precisares de carregar fora de casa, podes ir a um posto de carregamento rápido e aí sim… irás pagar para carregar o carro, não sei preços, já que não tenho um carro eléctrico, mas certamente com o passar dos anos (e o desaparecer dos carros a combustão) o preço será semelhante ao de um abastecimento tradicional… afinal de contas têm que ir buscar dinheiro a algum lado!! O problema está em quem não tem vivendas, nem telhados solares, e mora num apartamento sem estacionamento e deixa o carro todos os dias na rua…. Depois outra questão será a dos impostos… duvido que se mantenha por muito tempo a nulidade de pagamento de ISV… e os incentivos, já que devem arranjar uma formula qualquer nova para pagarmos impostos + impostos e ainda levarmos com o IVA (ilegal..), afinal de contas temos que ter sempre os carros mais caros da Europa e arredores para pagar os ordenados dos Sr’s Dr’s que nos (des)governam!

  5. José Rodrigues says:

    Desde que não acabem com o estacionamento gratuito, ninguém quer saber.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.