Quantcast
PplWare Mobile

Teletrabalho: Funcionários públicos terão na mesma Avaliação de Desempenho

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Triste País says:

    Tá bonito tá, este Portugal nao tem mesmo solução, já desisti.

  2. miguel says:

    Funcionários públicos com avaliação!

    Era para rir?

    • ze says:

      Sempre tiveram, isto é apenas para atirar areia para os olhos, eles já não fazem nenhum e têm sempre avaliação positiva, só servirá para manter a mesma linha mas a trabalhar em casa.
      Devia existir uma reforma dos serviços publicos de forma global, muita gente e poucos resultados.

      • ToFerreira says:

        Não fazem nenhum… o trabalho deles faz-se sozinho, os dos hospitais tiveram sorte estes meses porque como não precisaram de fazer nenhum não correram riscos. Sendo uma mama assim tão boa, porque não vais para lá? Estão agora mesmo abertos concursos para assistentes operacionais nos hospitais. Ganhas um chorudo ordenado minimo, sem nenhum das regalias comuns no privado, e ficas lá sentado a ver o material a lavar os doentes sozinho, a ver as arrastadeiras cheias de fezes cheirosas a lavarem-se sozinhas, a ver o chão onde o doente se descuidou a ser lavado sozinho… é uma maravilha! Só é pena teres de ir para lá de dia, de noite, ao fim-de-semana, feriados, incluindo Natal, passagem de Ano, Páscoa, festas populares (que se avizinham), portanto, vida social e familiar podes esquever. Numa pandemia pelos vistos a coisa piora um bocadinho, porque perdes particamente todos os direitos laborais, perdes coisas tão básicas como o direito de ficar em casa a tomar conta de um filho doente (para ires tomar conta dos filhos dos outros doentes) e perdes até o direito mais fundamental – o de te poderes despedir… mas paar compensar ganhas uns belos aplausos! E bem vais precisar, porque se ficares infectado (apesar de não fazeres nada), vais para casa isolado com um belo corte no ordenado, a ver os colegas que ficaram em quarentena (de prevenção) a ganhar a 100% e a passear na rua, mas não há problema, pedes entregas ao domicilio e pagas uma parte do preço em palminhas. Acho que não aceitam pagamento em palminhas é no próprio hospital, o que é pena, porque mesmo não estando a trabalhar tens de continuar a pagar o parque do hospital (sim, para ires trabalhar – de carro – tens de pagar ao próprio hospital – o parque). Assim sendo, a função pública está à tua espera de braços abertos, força nisso!

        • B@rão Vermelho says:

          Parabéns pelo teu comentário.
          Sou funcionário público à 25 anos, comecei como aprendiz de canalizador, e atualmente sou técnico de Informática, visto a camisola todos os dias, infelizmente estou em teletrabalho, por motivos de saúde, mas começo a trabalhar todos os dias 8:00 e só termino quando me chega o sono.
          Talvez não tenhas de pagar contas se não apercebias-te da diferença de preço da água, quando era SMAS, só pagavas a água e as taxas de saneamento, e recolha de lixo, actualmente com a privatização dos SMAS, até para mandares fechar a água pagas 64€, taxa de fim de contrato antecipado.
          Portanto o privado é que é bom?
          Mãos trabalhadores há em todo lado.

          • ze says:

            Que eu saiba nem sequer podes fazer horas extra sem autorização superior, e se fazes tantas ultrapassas o limite estipulado por lei, os canos que instalas para ter wifi devem ser bem longos..

            As privatizações funcionam mal em Portugal pois servem para enriquecer quem vai gerir as empresas privadas, é só olhar as rendas da EDP, provavelmente na SMAS é igual.
            Se fores analisar outros casos de privatização chegas à conclusão que empresas que davam prejuízo de um momento para o outro passam a dar lucro, isso diz tudo o que é preciso saber sobre o funcionalismo público..

        • Milhais says:

          Que lata, mas vocês só conseguem ser o vosso umbigo. Se estas mal na função publica, o mesmo se aplica a ti, muda te para o privado, e arranja um trabalho numa confecção ou numa fabrica de sapatos que perdes logo a tosse. E ai trabalhas 20 anos e continuas a ganhar o mesmo não há cá avaliações para os meninos. Mais e que a avaliação no publico e sempre a dar problemas porque ninguém as quer.

          Es um coitadinho esta visto, muda te e de trabalho, ou estas ai por amor a camisola também?

          E mais te digo não existe uma única vaga para o publico que não tenho as centenas de pessoas a candidatar se. E por e tudo muito mal, e não vejas com historias da carochinha ok, todos nos temos família directa a trabalhar na função publica, sabemos bem como funciona, ou as 35 horas por semana também não te sabe bem?

          • ToFerreira says:

            Assim fiz, depois de mais de 15 anos ganhar o mesmo, o que não acontece no privado em lado nenhum, (não sejas mentiroso!!!), mudei para o privado. No início ganhei menos e as regalias eram poucas (ainda assim mais que no público), mas ao fim de 5 anos, somando o valor das regalias já estou a ganhar 1,5x mais e a progressão vai continuar. As 35h, vai para o que te sugeri e depois diz-me quantas vezes as fizeste e não te preocupes, garanto que em menos de meio ano és chamado, para ocupar as desistências, só tens é de concorrer, que aposto que nunca fizeste, é bom,mas é só para os outros. Acho engraçado como vocês acham que as pessoas não conhecem bem as duas realidades e os pontos positivos e negativos de ambas, como vocês acham que as pessoas não sabem dos bónus não declarados no privado, das constantes fugas aos impostos, das regalias não declaradas…
            Quando quiseres ser sério, desafio-te a comparar a tua situação real com a de alguém com o mesmo cargo e anos de serviço no público, depois falamos.

        • ze says:

          Porque é o assistente hospitalar que caracteriza o funcionário publico?
          Então não sabes o que é funcionalismo público.
          Já passei por quase todas as áreas da função publica e posso afirmar, se eu trabalhasse igual a eles tinha de dormir uma sesta a meio da manhã e outra a meio da tarda para me manter ocupado, fingir que se trabalha é demasiado doloroso.
          As regalias e ordenados são mais que bons em função do trabalho desempenhado, se olhares para regiões fora de Lisboa e Porto até são bem acima dos ordenados praticados naquela área.
          Só sei que no privado com 1/3 dos funciários as coisas fazem-se e fazem-se melhor e mais rapido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.