Quantcast
PplWare Mobile

Telegram encerra 11 canais de partilha de jornais e revistas em Portugal

                                    
                                

Autor: Maria Inês Coelho


  1. micas says:

    ja abriram 11 canais novos

  2. Ze says:

    Como sabem que as 60000 pessoas viram todos os jornais? Podem ter visto as capas tal como acontece nas bancas, isso conta? Entao tb vao cobrar para ver as capas nas bancas??

  3. janadorc says:

    Enquanto não fecharem quem faz a partilha, fica tudo na mesma. Só muda o nome do grupo.

  4. Raiden says:

    Malditas empresas que querem ganhar dinheiro com o que fazem. Onde é que isto já se viu? Todos temos direito a ter tudo de borla e a copiar sem autorização do legítimo proprietário!

    • António says:

      O pior de tudo é que todos os jornalistas que eu conheço têm acesso a esses grupos.
      Ou seja estão todos a contribuir para que as empresas em que trabalham vão à falência e eles para o desemprego

    • Carlos Fernandes says:

      ” Com o que fazem”? Mas os jornais/revistas tem só notícias criadas por jornalistas e investigadores ou estão cheias de publicidade?

      • Raiden says:

        A publicidade paga uma parte das despesas, não paga tudo. Sem publicidade, os jornais seriam ainda mais caros. E já agora, já houve o jornal metro, que era gratuito e não era grande coisa. O Destak continua a existir, mas também não presta. É o que dá depender apenas da publicidade.

    • Tiago Ferreira says:

      Então para ti as empresas que criam conteúdos não têm direito a ganhar dinheiro com aquilo que fazem? Então explica-me como é que essas empresas mantêm os postos de trabalho se não lucram com aquilo que produzem? Desde quando é que tu tens o direito de ter tudo de borla e a copiar sem autorização do legítimo proprietário? Mas em que mundo tu vives? Tu trabalhas? Quem te paga como é que lucra para que tu recebas? Enfim… vocês quando falam sem primeiro pensarem, só pode sair cagada.

  5. Gianluigi Buffon says:

    a vida continua caiu um nasce dois

  6. Rui Santos says:

    Tranquilo hoje já ha 12, ainda ficou melhor. Obrigado patetas.

  7. Sergio M. says:

    Fácil para quem quiser voltar a ter os grupos

    Eu recomendo a toda a gente migrar para o Signal, criar grupos lá! É a vossa chance, assim não há hipotese.
    Os donos dos grupos que migrem todos para o Signal pois tambem permite criar grupos!

    Sigaaa

    • Mr. Y says:

      Qual é a desculpa de propagar o trabalho dos jornalistas sem pagar um cêntimo?

      • Zebedeu says:

        Se calhar os verdadeiros jornalistas até agradecem, pois a ver pelo que as editoras pagam a estes na maioria trabalhadores precários a recibos verdes, se forem reconhecidos pelo seu trabalho talvez venham a ser mais valorizados

  8. Miguel says:

    Fecharam esse que ja tinha gente a mais mas continuo a sacar do grupo de jornais com menos de 1000 pessoas e tudo tranquilo.

  9. Calimero says:

    E num café quantas pessoas lêem o jornal sem por isso o comprarem!!!
    Ridiculo.

  10. asdrubal enrabado says:

    Prejuizo? se não lerem no telegram não compram de certeza. vendas virtuais? para a qualidade das notícias publicadas têm é de pagar para alguém ler. cambada de hipocritas. Meias notícias de capa e quando se lê o interior do jornal é completa desilusão. Estamos no século xxi. só é trouxa quem quer

  11. Américo Tomás says:

    Felizmente encerram 11 e aparecem mais 20 são aqueles que existem ou mais, eu irei sempre utilizar a informação de borla, a vida é assim, eu escolho onde vejo e como vejo sou livre disso… pagar a esses chul** nunca , cumprimentos

  12. Paulo cruz says:

    Se a visapress tiver razão, amanhã é que vai ser faturar.
    Que gente tão burra, que só se move por protagonismo. Proibir, fechar, etc., nunca foi nem será a solução.

  13. abdu says:

    Portanto os media nacionais vão ter uma aumento mensal de 3,5milhões em lucro.
    LOL

  14. Marco Rua says:

    Não percebo esta gente da visapress….. devem pensar que agora as 60 mil pessoas vai passar a comprar jornais. Se forem como eu nem um compro. E ler o jornal no café tb não se pode? Quem fica a ganhar e o dono do café que assim vou lá mais vezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.