PplWare Mobile

Surgem novas imagens do novo Menu Iniciar do Windows


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Pedro says:

    Primeiro, quando não o tinha, toda a gente reclamou que o queriam de volta e fizeram uma batelada de programas para pôr um menu Iniciar. Agora que o vai voltar a ter, toda a gente vai reclamar que o vai querer tirar e vão fazer uma batelada de programas para o voltar a tirar. Esperem só para ver.

  2. ACS says:

    Muito melhor. Espero que venha o mais rápido possivel.

  3. Hugo says:

    Espero bem que essa actualização venha para o Windows 8 🙂 Apesar de já estar habituado a interface do windows 8.1, sempre será mais 1 ponto para o windows a meu favor.

    Mas como eles não jogam com pontos.. jogam com $$$ kkkkk
    Já não digo nada eheh

  4. Diogo says:

    Gostei, mas penso que a coluna das Apps Modern UI ficava melhor do lado esquerdo, mas é só a minha opinião temporária assim de repente 😀

  5. Blasterjack says:

    OFF: Alguem sabe que codificação é esta: enegjuebnxifomvxmawegeabapj ? (nao é rot)

    Estava num ficheiro estranho do mipony tudo assim escrito em plain text

  6. Resumidamente, faz o mesmo que o menu “Metro” mas sem ser em full screen…

    Enfim… continuo sem perceber os filmes que fizeram com o menu actual tipo, “OMG, perco o raciocínio lógico porque passo de uma janela para o menu Metro!!!!”
    Vá-se lá perceber…

    • José Rodrigues says:

      A Microsoft finalmente percebeu que as pessoas são estúpidas.

      • Fábio says:

        Algumas são, tu és um bom exemplo disso!

      • Pois says:

        É como a condução…
        Os outros é que são estúpidos, burros e conduzem mal.
        Mas eu é que não. Ah AH AH!!1
        O sistema operativo é isso mesmo, algo que está por baixo para se trabalhar com programas “por cima” dele. Não para perder tempo a “customizar”… Customizar um SO não dá dinheiro a ninguém, só faz perder tempo e tempo é dinheiro.
        a não ser que se seja pago para fazer customizações, tipo consultores da treta, mas isso é sempre gastar dinheiro que se poderia evitar.

      • A. Pereira says:

        A sério José Rodrigues? Tinhas mesmo necessidade de fazer um comentário desses?

        PPLWare, é começar a eliminar esta gente que em nada contribui, é mesmo só para incendiar! Que tristeza de mentalidades.

    • A. Pereira says:

      João Simões, se por esta altura ainda não percebeste os filmes, tipo, ya, cenas, omg, estás a ver? Então desiste e não penses mais nisso, segue caminho por agora que vais ser mais feliz. Quando fores mais velho vais perceber 😉

    • Jonathan Fitzgerald says:

      Tens que te lembrar que há muito utilizador que não é Tech Savvy e pior que isso é que há muito utilizador com menos capacidades (utilizadores seniores por exemplo). Quando surgem algo de diferente ficam logo com dificuldades e do ponto de vista de acessibilidade e usabilidade, o Windows 8 introduziu dificuldades para esses utilizadores menos “dotados”.

      Um exemplo:
      https://www.youtube.com/watch?v=v4boTbv9_nU

    • Jonathan Fitzgerald says:

      BTW o nome “Metro” foi abandonado bem no início e passou a chamar-se “Modern UI” 🙂

  7. David Ferreira says:

    espero que sim, assim tiro o shell do meu pc 😛

  8. José Rodrigues says:

    Aquele menu da imagem não serve: tem que ser o mesmo menu, com ícones e cores, tudo igual ao do velho Windows XP.
    Não quero que os Velhos do Restelo voltem a chorar!

  9. EacHTimE says:

    Finally!!

  10. Bruno Carvalh0 says:

    A Microsoft não aprende mesmo.
    No MacOS em sinal desse tipo de menu. Uma aberração completa que podia ser resolvida com mais criatividade.

  11. cmfm says:

    As pessoas fartam-se de mandar bitaites sobre o facto de a MS voltar atrás porque não percebem porque é que houve quem não gostasse do Metro UI e que agora vai haver quem queira voltar ao estilo Win8, mas parece-me que só falam porque não vêem além da sua própria utilização.

    A MS ganha dinheiro a sério é com empresas, não é com users particulares. Portanto se eu o Zé ou o António gostarmos (ou não) de determinada feature, isso para a MS é pouco importante, o que interessa é a aceitação global das empresas ao OS.
    Eu pessoalmente não conheço uma única empresa que tenha avançado para o Win8. Assim sendo o OS é mal sucedido e a MS vai fazer o possível para reverter essa situação. Aliás todos os rumores indicam que haverá vários (layouts) do OS dependendo do dispositivo a que está associado, ou seja, em tablets o Metro UI continuará a ser igual provavelmente, é até possível que eles permitam que num desktop eles permitam que o user decida o que fazer. Nada como esperar para ver antes de começar já a atirar postas de pescada para todo o lado.

    • Pois says:

      Até que enfim alguém inteligente e não “estúpido”.
      O sistema operativo é isso mesmo, algo que está “por baixo” para se trabalhar com programas “por cima” dele, e esses programas é que são importantes. Não para se perder tempo a “customizar” ou a formar pessoas para trabalhar com um SO. Isso não dá dinheiro a ninguém, só faz perder tempo às empresas e tempo é dinheiro.
      A não ser que se seja pago para fazer customizações, tipo consultores da treta, mas isso é sempre gastar dinheiro que se poderia evitar.

    • A. Pereira says:

      Um comentário com perspectiva! É pena muita gente que para aqui comenta não ter noção do que se passa na realidade do meio empresarial! Bem hajas pelo comentário.

    • Ro301 says:

      Que grande treta hẽm… A microsoft não tem de seduzir os particulares? Não ganha dinheiro com eles? Você acha que o w8 foi feito a pensar nas empresas?

      Não é por acaso que os pc’s vêm com o windows instalado. Ou pensa que a empresa (hp, asus, sony…) têm ele de graça para dar a você?

      O windows tem versões para particulares e negócios. Ele ganha dinheiro com todos eles.

      Agora se você me está a dizer que a maior fatia vem das empresas que equipam os seus escritórios, isso não sei dizer porque não tenho acesso a essa informação. O que vejo são os pc’s a vir com o windows. Nem sei se vem também o office mas se não vir o pessoal crakeia.

      Nas aplicações sim, acredito que são as empresas que os compram porque são obrigadas a respeitar os direitos de autor.

      • A. Pereira says:

        Caro Ro301, sem dúvida que a Microsoft tenta sempre seduzir os particulares e também ganha dinheiro com eles, mas passo a citar o que disse o colega cmfm inicialmente: “A MS ganha dinheiro a sério é com empresas, não é com users particulares.” Já estava dito aqui isto (“ganha dinheiro a sério”), não havia necessidade de sua parte de contrariar o que ninguém negou.

        Relembro-lhe também que não são apenas as empresas que têm de comprar licenças! Isso de o pessoal “crakeia” não quer dizer que deixem de ter obrigações e deveres.

        O seu último parágrafo deixou-me deveras confuso, de maneiras que não tenho argumento.

        • Ro301 says:

          A. Pereira, a sua análise ao meu comentário não faz grande sentido. Não neguei o que ele disse. Afirmei entre linhas que talvez a microsoft ganhe mais com os particulares. Pergunto-me quem existe em maioria, as pessoas ou as empresas. Depois sabemos que mais de 90% dos pc’s vêm com o windows. Então a dúvida é saber se realmente as empresas são a grande fatia do bolo no que trata o sistema operativo.

          Penso que não. O w8 diz tudo. Ou você acha que as empresas precisam de uma versão de toque? A maior parte das empresas provavelmente não actualizam o sistema operativo. Usam aquele que só preenche as suas necessidades. Tanto que houve o problema do xp deixar de dar suporte. Porque uma grande parte das empresas (inclusive na china) usa o xp hoje em dia. Há quanto tempo o xp passou à história para a maior parte dos particulares.

          Agora os softwares já é diferente. Se as empresas necessitarem vão comprar.

          Em relação ao software pirateado por parte dos privados é o que acontece no mundo real.

          Claro que os leitores do pplware não precisam disso. Afinal este site cresceu a apresentar softwares alternativos (gratuitos) e hoje é muito mais que isso. Mas acredite, a pirataria existe. Pelo menos estes piratas buscam o conhecimento saudavel. Não andam a aceitar Países altamente corruptos e sanguinários na nossa comunidade portuguesa em troca de ***

          Então não se preocupe que estes piratas são talvez os únicos de bom coração.

          • A. Pereira says:

            Caro Ro301, estou deveras estupefacto pela sua exponencial melhoria na escrita. Parabéns!

            Quanto ao que diz relativamente à possibilidade da maior fatia do lucro ser de particulares, serei sempre céptico em relação a isso. É um facto que todos os novos computadores já vêm com o W8 instalado, o W7 já tem inclusivamente o final de continuidade à vista (à excepção do suporte para actualizações de segurança, tal como acontece no XP) mas, quem paga grande parte dessas licenças são os fabricantes, o consumidor final ao comprar o computador quase que adquire o sistema operativo “gratuitamente”, seja empresa ou particular.

            O que aconteceu? Foi imposto aos utilizadores uma migração de sistema na compra de um novo computador! Isso levou de arrastão as empresas e, como já foi dito, criou dificuldades para muitos, sejam elas de teor técnico, consequentemente monetário ou de adaptação em geral.

            Para resolver isto, vejo no dia a dia empresas a guardarem as suas licenças do W7 ou mesmo do XP e respectivo software. Quando investem em novas máquinas, agora procuram apenas o hardware que necessitam e reutilizam as licenças já existentes. O primeiro passo é preparar a máquina para o funcionário, de forma a que este não “estranhe” o produto e a sua performance na empresa não diminua.

            Caso o tecido empresarial adira a isto em massa, acredito que a MS terá um problema económico sério onde os utilizadores particulares não serão suficientes para colmatar esta lacuna.

            Pelo contrário, o utilizador privado comum vai ter que se adaptar ao que veio com o computador que adquiriu, dando seguimento a qualquer que seja a nova politica da MS em relação ao seu sistema operativo. Poucos destes utilizadores irão migrar para sistemas Linux ou OSx (uns mais conhecedores de tecnologia, outros com mais dinheiro na carteira para investir), não provocando grande impacto negativo no saldo da MS.

            “…você acha que as empresas precisam de uma versão de toque?”
            .Não, para já penso que não.

            “Mas acredite, a pirataria existe.”
            .Hum, ainda tenho dúvidas em relação a isto, eu até já comprei uns óculos que detectam piratas e fui para o alto mar, mas nada, nem vê-los.

            “…estes piratas são talvez os únicos de bom coração.”
            .Se os há, oxalá assim sejam. Assim em vez de me piratearem talvez me deixem uma encomenda com dinheiro!

            Vá, não ligue aos meus últimos dois parágrafos, estou apenas a brincar.

            Cordiais cumprimentos.

    • ZeSafa says:

      A minha com 300 empregados tem win8 em todas as máquinas. Pronto, já sabes uma 🙂

  12. Fábio says:

    Ponham as cenas do metro em formato widget ou gadget como antigamente, quem é que quer ficar a olhar para um puzzle?

    • Ro301 says:

      Boa observação lol.

      A teoria diz que é interessante para tocar com o dedo mas se analizarmos bem, a maior parte das pessoas usa computadores sem opção de clicar com o dedo. Também não gostei dessa função. Por isso é que digo que o w8 é bom para tablet. W7 para mim foi o melhor. Só lhe acrescentava a opção de dividir o ecrã.

  13. Nunes says:

    Tirar ou por o menu iniciar a mim não me afecta o que me irrita no Windows 8 é estar sempre a querer que 1 pessoa se ligue à net e pedir para se registar, deve ser para depois andar chatear com publicidade e vender info a outros. Esta é a mesma razão pela qual me irritam redes sociais, parem de chatear as pessoas, não quero estar a ser chateada com publicidade direccionada ou divulgar infos. pessoais na net OK!!!!

  14. Luis Silva says:

    Era bom que viesse rápido porque se não só pra 2015…..:(

  15. Marcelo says:

    com o metro o ambiente de trabalho é desnecessário, para a ms passou a ser uma app ou mais uma pasta no perfil do user, em vez do ponto de partida. n sei como é k alguem prefere ter uma lista infindavel de apps e respectivos ficheiros de config, etc espalhados num puzzle em vez de ter tudo arrumadinho no menu iniciar classico…

  16. Ro301 says:

    A única coisa que me parece que o windows 8 (esta e a anterior) trazem de novo é a opção de dividir o ecrã. Isso dá imenso jeito. Mas também do que ouvi dizer foram roubar isso a um projeto do linux. Existiu um projeto que era exatamente para fazer isto no Linux, mas foi abandonado e a MS copiou.

    Tirando isso não me cativa em nada. Cativa os profissionais que trabalham a parte de “acessibilidade”. O windows é muito amigavel ao utilizador. Mas isso é uma caracteristica que muito bem sabem defender.

  17. Ricardo says:

    1 – Não utilizo nenhuma aplicação do Metro;
    2 – Cada vez que volto a um pc com windows 7 não sinto falta de nada;
    3 – Desde que tenho o windows 8.1 não consigo utilizar um programa que me era útil, a (ou o) dropbox.

    Resumindo: Se o windows 9 for igual ao windows 7 será um sucesso.

  18. Bovidino says:

    Esse menu iniciar certamente não será igual ao antigo. Parece que será apenas uma forma de trazer os blocos do Metro para o menu iniciar. Talvez seja bom para os mobiles mas não para os desktops. Já temos vários aplicativos excelentes que colocam o menu iniciar tradicional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.