Quantcast
PplWare Mobile

Stalker ataca jovem cantora depois de obter a sua localização revelada pelo reflexo no olho

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Silva says:

    Para mim nada de mais…Simplesmente um juntar de “situações” a tecnologia de hoje + a sabedoria (inteligência de cada um …sim as vezes serve bem utilizar esta ferramenta nativa dos humanos) para encontrar uma soluçao foi o que este jovem fez….Megapixels das fotos + o conhecimento adquirido/fornecido de onde poderia estar a dita a artista…basta um bom conhecedor da área onde iria estar….Para mim nada de novo e extraordinário….Info sensacionalista

  2. João Sousa says:

    Boa informação a ver se as pessoas abrem os olhos.

  3. SANDOKAN 1513 says:

    É para vocês verem onde chega o atrofio mental destas novas gerações !! Tenho dito.

  4. Amilcar Alho says:

    Bom artigo.
    Retenham isto: ” este ataque levanta questões sobre os riscos inconscientemente assumidos pelos utilizadores das redes sociais que publicam fotos, DE TUDO E MAIS ALGUMA COISA, em alta definição a documentar as suas vidas.”

  5. Diogo says:

    Como cada vez mais as pessoas precisam de exposição ao mundo, tudo se mostra e, até o olho revela mais do que se queria…os tempos não são melhores ou piores, apenas facilitam o que noutros tempos era muito mais difícil logo, obriga a pensar mais antes de se exporem….o que, lá está, como a vontade é tanta, não sei se será possível

  6. Rodrigo Da Silva says:

    Nao estou surprendido.. No Japao eles tem uma cultura completamente diferente da nossa!
    Ve la que la os telemoveis sao obrigados a fazerem som quando tira uma foto – mesmo em modo silencio.
    Isto porque havia homens que tiravam fotos clandestinas de raparigas que usavam saia

  7. Lucas says:

    Isso é o que dá quando uma japonesa abre os olhos…

  8. JMonte says:

    Infelizmente são várias as mulheres atacadas nesse país:

    “Entretanto, no Japão, apela-se a maior protecção às celebridades femininas depois de vários ataques cometidos contra algumas vedetas nos últimos anos.

    Em Janeiro deste ano, a cantora Maho Yamaguchi que integrou a girls band NGT48 contou ter sido agredida por dois homens que entraram na sua casa, depois de terem obtido a sua morada através de outros elementos da banda pop.

    Em 2016, a cantora Mayu Tomita foi atacada por um homem à porta de uma casa de espectáculos onde deveria actuar. Foi esfaqueada no pescoço, no peito e noutras partes do corpo por um fã obcecado por ela. Mayu Tomita acabou por processar o Governo Metropolitano de Tóquio por não ter feito nada para a proteger, apesar de ela ter denunciado o atacante alguns dias antes da agressão.”

    in zap.aeiou.pt

  9. Andre says:

    Ah e tal. Publicou no facebook. Então nao publicasse. Eu fui acusado por sms, que era stalker, por comentar uma publicação num daqueles grupos de (Eu moro na cidade XXx, eu já estou nesse grupo desde 2015) de uma rapariga que até estava interessada.

    A pessoa em questão faz a vida normal, ontem mandou a sms acusar de stalker e nao obteve resposta, e eu é que sou stalker? Não querem comentários as publicações, não publiquem.

    Eu nao sei o que esperam das redes sociais, criam privacidade é isso? Eu chego ao meu facebook, e procuro Angelina Jolie, e vejo tudo sobre Angelina Jolie. Se a Angelina Jolie não quer, não publique.

    Mas não há só stalkers para o mal, para o bem também os há.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.