PplWare Mobile

Foi apanhado pelo Ransomware Petya? Já há solução


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Fernando Telmo Silva Santos says:

    Apareceu outro,segundo notícia da Bleeping Computer há 1 h atrás chamado(Jigsaw )!

  2. Jorge says:

    Boa noite,
    Já alguém testou e funcionou?
    Pplware, um tutorial daqueles que só vocês sabem fazer?

  3. Marco Duarte says:

    Eu acho que a culpa disto e das pessoas pois toca de carregar em tudo o que é links e publicidade duvidosa faz me lembrar da PUB que havia dos Tablets o ipad a dizer que tinha sido selecionado entre milhões lololo enfim a curiosidade matou o gato neste caso matou o oc 😉

  4. Redin says:

    Há uma forte probabilidade deste programador ter sido o developer do Petya. E mesmo que assim não seja, haverá infelizmente outras que virão substituir o Petya. Estamos condenados.

    • tiago says:

      Como existe pessoal inteligente a fazer malware, existe pessoal inteligente a fazer o contrario… não temos que pensar sp que é o mesmo que faz o “virus”, k vai fazer a “cura”…

    • Marco says:

      É muito mais provável que tenha apenas sido algum analista de segurança que fez reverse engineering ao binary do virus.

  5. renan says:

    Mas não entendi muito bem como é a ferramenta, como restaura o arquivo, ele de falta restaura o arquivo ? algum tutorial, expliquem melhor gente rsrs, obrigado

  6. Pedro says:

    Se estao a usar algum software que encripta o disco tipo bitlocker, devem tentar esta ferramenta.
    No caso de nao terem este tipo de software, arrancar com o cd do windows e executar:

    fixboot
    fixmbr

    em principio esta resolvido, pelo menos funcionou para mim

  7. rui says:

    Há soluções bem mais simples para isto: ter em atenção a que sites se vai e onde se clica.
    Muita gente, quando quer um programa, vai ao google e escreve, por exemplo “download winrar”. Ora, nos primeiros resultados aparece tudo menos o site oficial. Vão para um sitio que saca uma porcaria qualquer para te deixar sacar o executável, mas nesse site, no sítio do download aparecem 3 ou 4 botões (só um deles é que leva ao download, mas clicam em todos). Ou como um antigo colega meu faz que saca tudo numa página de torrents em vez de ir aos sites oficiais. Depois volta e meia aparecem vírus e não sabe porquê.
    O utilizador nunca tem cuidado, depois acontece de se ver metido numa destas.

  8. Vando says:

    Bom dia, alguém sabe se já existe solução para o cerber ???

  9. Jhoni says:

    Neste link esta explicando um pouco mais detalhado, quem desenvolveu a solução, como funciona etc; E também fala que o criador deste ransomware ja corrigiu o bug que permite recuperar os arquivos =\.
    http://thehackernews.com/2016/04/ransomware-decrypt-tool.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.