PplWare Mobile

“Santo Graal” das Baterias: Bateria de Magnésio de Estado Sólido


Vítor M.

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

16 Respostas

  1. jonas says:

    mais um vaporware que nao vai sair do laboratorio

    • Renato Nismo says:

      +1
      nos últimos anos é sempre a falar do novo tipo de bateria
      e hoje não se vê nenhuma previsão para quando sai qualquer tipo diferente de bateria.

    • Blackbit says:

      pelo sim, pelo não, vou esperar sentado….

    • iSheepNot says:

      Para se conseguir ter uma lâmpada foram necessárias 10.000 tentativas. O própio Thomas Edison, o criador, afirmava-se que descobriu 1 forma de criar uma lâmpada e 9.999 formas que o impossibilitam.

      As tentativas falhas de conseguir algo costumam servir para ajustar o rumo para o objecto pretendido. Essas várias equipas estão a tentar melhorar a nossa experiência com a utilização da tecnologia. Graças a eles temos o que temos hoje. Não fizeram tudo bem à primeira. Portanto, em vez de agoirar, mostra algum respeito pelo trabalho e esforço deles e, de preferência, dá-lhes força para que consigam. Só temos a ganhar.

      • Jona says:

        Por acaso estas longe da verdade….quase tudo ke conheces e aprecias hoje vem do sector privado. Ideias de pesssoas normais com necessiades que criaram as suas proprias solucoes e crescem dai. Deste tipo de apoios estatais ou por fundos, 90% é so para mamar…..sao teoricos que nunca trabalharam..tem medo da vida real e passam a vida na universidade de projecto em projecto…enquanto a mama durar….

  2. Vaco says:

    Com a crescente necessidade de fugir ao consumo das energias fósseis a procura de novas energias parece agora despertar os humanos para a realidade e quanto a mim o caso das energias e sua armazenagem e a procura do aperfeiçoamento na transformação de água salgada em água doce, vão ser dois desafios dos mais prementes para a garantia do futuro das gerações vindouras tendo em consideração as alterações climáticas que já aí estão a dar sinais de vida com toda a força.

  3. Alex says:

    Se por cada anúncio de uma tecnologia nova que vai revolucionar as baterias, eu tivesse um euro, estava rico agora.

    • Vítor M. says:

      Mas é relativo a esses avanços, estudos e investigações que o mundo recebe novidades todos os dias. Claro que muita coisa não chega a produto final e mesmo que chegue pode não vingar, mas faz falta haver vários pontos de fuga no que toca à evolução tecnológica.

      • mlopes says:

        sem dúvida. nunca se conseguiu chegar a lado algum em termos de evolução tecnológica seguindo um único caminho. as várias soluções, a imaginação e até a concorrência são essenciais

  4. João Serra says:

    so vou acreditar quando tiver no mercado… aos anos que andamos com “inovacoes nas baterias” e até agora nada

  5. R says:

    Nas baterias também há lobbies…

  6. lmx says:

    A melhor tecnologia de baterias Solidas, já esta patenteada, pelo creador Henrik Fisker, o creador da marca Fisker que acabou por falir..
    Afinal o homem não decistiu e já tem patentada tecnologia que estará no mercado na inicio da proxma decada.
    2.5x a densidade das actuais da tesla , e carregamento em cerca de 1 minuto(tenhamos nós uma central nuclear paracarregar a bateria num minuto, sem contar em componentes capazes de suportar tamanho volume de electrões por segundo..)

    Será possivel ter um Fisker com 1000 a 1500km de autonomia…venham elas!!
    E o dinheiro claro para comprar um Fisker

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.