PplWare Mobile

Sabia que o gasóleo contém óleo de palma? Não sabia, mas paga mais por menos qualidade


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Correia says:

    Estas notícias de Interesse global/mundial normalmente são pouco participadas. Mas para comentar alterações da treta em smartphones ou comunicar a compra da trigésima treta eletrónica lá para casa aparece uma lista de comentadores que até enjoa.
    Recordem os 380 trabalhadores afetados pelo cancro na Samsung na produção de painéis, dos quais 113 faleceram, e outros tantos não noticiados para que continuemos a comprar desenfreadamente sem pensar nas consequências para o planeta e para as pessoas.
    Bom trabalho.

    • ervilhoid says:

      É isso e futebol

    • Ninguém says:

      Concordo em pleno com o argumento.

    • hsff says:

      Os “ecologistas” e os “futuristas” estão sempre mais preocupados com o planeta e com o ser mais que os outros, não têm as pessoas como prioridade.

      • Sujeito says:

        Tu estás incomodado por haver pessoal preocupado em lutar pelo teu próprio planeta? A sério?

        • hsff says:

          Estou incomodado e preocupado com gente que não têm como prioridade as pessoas.

          • Toni da Adega says:

            Sim a preocupacao pelo Ambiente é algo completamente inutil.
            Segundo a OMS, em 2016 o ar poluído no exterior causou a morte a 4,2 milhões de pessoas. Mas provavelmente sao fake news

          • Cortano says:

            Tens ao menos a noção que sem a natureza as pessoas não vivem?!

          • João says:

            Preocupação com o ambiente não é preocupação com as pessoas?
            Se sabes viver sem comida saudável e ar puro por favor ensina as pessoas todas como não ter doenças.

          • hsff says:

            Não seja demagogo Toni da Adega, sabe quantas pessoas morrem no mundo devido à falta de acesso à agua potável ou de subnutrição? Mais um “ecologista” de pacotilha, são pessoas que vêm as prioridades como você vê que me preocupam.

          • Fak says:

            mais pessoa menos pessoa é indiferente… não estamos em vias de extinção, hoje morres tu, amanha eu, depois de amanha os filhos… Somos biliões de pessoas, estou mais preocupado com a natureza e os animais que a minha propria raça, pois sei que foi a minha raça que levou à extinção muitos dos animais que os meus antepassados conheceram, muitas das plantas que eram consumidas…

            preocupar-me com a minha raça para que? uma raça que destruiu um planeta quase inteiro, que só olha para o seu umbigo e agora quer ir destruir mais planetas? e as raças que cá ficam?
            não gostas de comer a tua saladinha ao almoço? não gostas de comer carne e peixe? não gostas de ter um companheiro de outra raça, como um cão ou gato?

            o ser humano é muito peculiar, quando há, não se preocupa, é comer com fartura, encher as carnes de quimicos, etc… quando não houver, vamos andar com robos de estimação, com computadores a simular o canto dos passaros e a comer “cerelac” feito com produtos de laboratorio ao pequeno almoço, almoço e jantar…

            porque a minha raça pensa que quando for “fud3r” outro planeta, não tem outro termo, vai ter lá uma hortazinha, uma fabrica a produzir arroz e massa, uma destilaria a fazer um bom whiskey para beber ao fim de semana, vai ter um espetacular carrossel lá na feira para levar os putos ao fim de semana…

            vão sonhando…

            mais rapido levo um gato ou cão vadio para casa do que uma pessoa moribunda, a minha raça tem muitos, os outros animais são muito menos que nós e não têm culpa de que a minha raça tenha fudido o mundo.

      • mlopes says:

        sim, porque a preocupação com o planeta e com o futuro não tem nada a ver com a preocupação com as pessoas…
        algumas vezes perguntam-me se tenho medo de alguma coisa, a minha primeira resposta é sempre a mesma: acima de tudo tenho medo da ignorância

    • KodiakShadows says:

      Falas porque é no combustível, mas essa participação contra o uso do óleo de palma já atinge outros mercados como aquele na industria alimentar no caso de bolachas e biscoitos. Na Europa durante o verão existem muitas manifestações à das porta das fábricas e que nunca ouvi falar ou ler em nenhum jornal Português que aí se passava o mesmo. O que me parece é que os desinteressados no assunto são mesmos os portugueses. Mas muito por culpa dos interesses do lucro, florestas enormes são dizimadas todos os anos no nosso planeta para o cultivo da palmeira de onde se extrai o dito óleo.

  2. Pedro says:

    Qual é a percentagem de óleo de palma que se encontra num qualquer depósito de combustível?

  3. Simples says:

    Não explicaram o porque de isto ser máu?
    Para o cidadão comum, o facto de ter isto é pior para o veiculo? A exploração deste material é mais poluente ou nociva ao ambiente?
    Porque é que isto é mau?

  4. Danny says:

    Não tinha ideia que o óleo de palma fosse adicionado. Parece daquelas noticias que aparecem “na hora”, neste caso, o que esta a dar agora é falar mal do gasóleo.

  5. Realista says:

    As questões que se colocam são:

    – É mais barato?
    – Dá para andar a 100%?

    • Cortano says:

      É mais barato?
      Para o distribuidor/vendedor de certeza que fica mais barato ou não valia a pena usar.

      – Dá para andar a 100%?
      Tens carro a gasóleo? Já notaste diferença?

      E não, essas não são as questões que se colocam. Essas questões só podem ser colocadas por pessoas que só pensam em si e não conseguem levantar os olhos para ver que as florestas estão a cair.

      A questão mesmo é como acabar com esta produção massificada e altamente destruidora que a produção de biodisel provoca.
      Mesmo que no carro seja menos poluente, este tipo de produção de combustível está a destruir de forma irreparável os principais “filtros de ar” do planeta.

    • Sujeito says:

      Ilegal pelo menos é.

  6. Olly says:

    E, na prática, o que é que o cidadão comum pode fazer?
    Pergunto isto porque não posso simplesmente deixar de abastecer o carro por ser contra o uso do óleo de palma.
    Existe alguma lista de marcas que não o utilizem, ou a sua utilização é generalizada e não há como fugir dele?

    • Vítor M. says:

      Parece que não tem muito a fazer se não reclamar junto com estas organizações. No dia a dia, sabemos lá o que estamos a queimar.

      • Olly says:

        Pois… Por acaso estou farto de comentar que o gasóleo está cada vez pior, tanto em questão de cheiro como de problemas com o motor, não me lembro de ter de mandar limpar injectores antes e agora tornou-se rotina.

        • Sujeito says:

          Podes começar a planear passar para combustível que não gasóleo.

        • Joao says:

          Não se se é o caso, mas os motores de gerações mais antigas são mais resistentes nesse aspecto. Os motorores mais recentes são mais (muito) sensíveis à qualdiade e pureza do combustivel.

          • Miguel says:

            já tive muitos carros e não me lembro dos carros antigamente fazerem 300000 kilometros sem problemas como estes. Hoje uma pessoa quer ir do Porto ao Algarve, agarra no carro e siga, nem vê agua, oleo, etc….antigamente tinha que se levar um arsenal de “oficina”.
            isso dos carros antigos serem mais fiáveis é um grande mito.

          • Mateus says:

            João são mais resistentes não, queimavam era tanto óleo como gasóleo e a abundância de óleo protegia. Hoje em dia não é possível. Antes vias carros com 500.000 sem turbo, os que tinham turbo mudavam de turbo cada dois por três

          • Joao says:

            Miguel e mateus. Eu não disse qie era, ,aos foáveis. O que eu disse é que são mais senssiveis à qualidade do combustivel. Tem a ver com muitos factores como por exemplo a electronica, a pressão a que o combustivel é injectado, etc.

          • zezinho says:

            não há carro nenhum actual que faça os kms que os antigos faziam! hoje qualquer merdice electronica é o suficiente pra ficar empanado e pagar um balúrdio!

          • Fak says:

            mitsubishi strakar 2.5 TD, 2004, 236 mil KM.
            Megane classic 1.9 DTI, 1999, 425 mil KM.
            Peugeot 306 1.8D, 1998, 265 mil KM.
            mercedes Vito, 2003, 315 mil KM.
            * ultimas quilometragens que me lembro

            é só manutenções em dia.
            quantos aqui vão ao mecanico ver os rolamentos das rodas? pois é, não vais pois não? nem sabias que eles existiam provavelmente…
            depois parte um rolamento e o carro vira vibro plate…
            mas é tranquilo quem é que não gosta de vibro plate gratuita? assim já não é preciso pagar para ir ao ginásio, até faz barulho de fundo, já nem é preciso o rádio na M80, já vamos a ouvir Justin Bieber pelo caminho…

        • Mário says:

          Gasoleo do Jumbo… Se de X em X km fizerem um depósito com gasóleo aditivado, os problemas de injectores não ocorrem.

          • Miguel says:

            Mas andar sempre com gasoleo aditivado estraga o bico dos injectores e bombas de alta pressão.
            A malta é que pensa que esse “super diesel” é que é bom. É mas de evz em quando.

          • SergioM says:

            Miguel por isso é que antigamente, quando não havia combustíveis simples, os carros iam sempre parar às oficinas para limpar injetores não era?

          • Fak says:

            Miguel, por isso é que se troca a injeção, não é para ser a de origem durante 20 anos…

            SergioM, agora basta limpa injetores, tambem andava com fumaça preta no carro, meti disso e passei a usar galp Evologic e já nem se nota o fumo. também já vai levar com injeção nova em janeiro, esta já tá a perder performance desde março deste ano.

        • SergioM says:

          Deixa de abastecer gasóleo sem aditivos que deixas de pagar para te limparem os injetores.

          • Miguel says:

            Treta. Tenho mais de 1.000.000 de kilometros em carros e so coloco diesel do mais barato. Problemas zero.
            Antigamente não havia carros com bombas de alta pressão a comomrail.
            Vocês limpam injectores porque abastecem em bombas que nunca limpam os depósitos, e dpois nunca limpam os depositos dos carros quando isso acontece, apenas isso.
            Mete diesel barato e de vez em quando stanadyne, isso chega.
            Já agora, sou mecânico. Coloquem disel aditivado que eu agradeço, as bombas de alta pressão é que não, nem os bicos dos injectores.

          • SergioM says:

            Desde 2006 e mais de 250 mil km depois, ainda lá estão os mesmos injetores sem dar problemas. Até prova de contrário vou continuar a abastecer da mesma maneira. Mas uma coisa dou-te razão, não é preciso fazer 100% de depósitos com combustível aditivado.

          • Bruce says:

            C3 2004 1.4HDI 286 mil KM = 0 problemas de injetores.
            Coloco marca branca desde 2008!

        • Olly says:

          Bem, tenho de vos agradecer a todos que já deu para aprender umas coisas. Se bem que, de facto eu já costumo intercalar 3 depósitos de normal e um de aditivado…

  7. Vasco says:

    E o bife que comemos? A desflorestação provocada pela pecuária é impressionante. E o peixinho que adoramos, razão de ser da pesca em larga escala que destrói a fauna marítima? E o plástico dos nossos gadgets, que tanto adoramos? Dava pano para mangas, o assunto, portanto é melhor assumir que não podemos fazer nada e que dado o nosso número apenas existem duas soluções: ou se dá uma redução demográfica brutal ou adeus planeta. Oleos de palma existem muitos…

  8. Miguel says:

    Ecologistas defendem que biodiesel é mais poluente que o diesel, biodiesel aconselhado por ecologitas por ser poluente!
    O homem é o culpado pelo aqueciento global dizem ecologistas e cientistas. Ecologistas e cientistas dizem que á cerca de 20000 anos hove uma era glaciar, onde grande parte do planeta estava coberto de gelo. Quem provocou o fim da era glaciar? Peidos de mamutes?

    #Paradoxo

    Com isto não digo que não acredito no aquecimento global ou outras poluições, pois até acredito nelas. Mas no que acredito mesmo, é que quando se começa a ouvir muito sobre, aquecimento global, dioxido de carbono, esfeitos estufa, etc……a coisa acaba sempre com um aumento de impostos para o zé povinho!

  9. Cortano says:

    Vale a pena ver – este e os outros deste canal (Conservation International)

    https://www.youtube.com/watch?v=WmVLcj-XKnM

  10. falcaobranco says:

    Mas atenção a uma coisa… estamos a falar do BIODIESEL, não é do DIESEL… são coisas completamente o contrario… tanto que o Biodiesel é B20 e a gasoleo é B7… ter que dar noticias em concreto…

    Ou para os mais distraídos…recordar uma noticia do proprio pplware… https://pplware.sapo.pt/informacao/bombas-de-abastecimento-de-combustivel-ha-novos-simbolos/

  11. Francisco Paulo says:

    O maior embuste actual são os carros eléctricos e as baterias q usam….. Mas como tem um grande lobby por trás…. Quero é o combustível a preços reais e não ter de sustentar parasitas… O óleo de palma não me daz diferença

  12. zeze says:

    O que eu sei é que Há uma nova ordem mundial a tentar “impingir” veiculos elétricos. Poderá fazer sentido no que diz respeito à protecção ambiental mas já alguns estudos que comprovam que a longo prazo as baterias dos veiculos elétricos são duas vezes mais poluentes que um veiculo diesel. Já para não falar que a maior parte da produção elétrica no mundo ainda provem de combustiveis fosseis. Se querem uma energia limpa, apostem no hidrogénio.

  13. zezinho says:

    então mas não era usado óleo de girassol?

  14. chuvanareia says:

    eina tanta comentário. a solução passa por erradicar a causa desta poluição imensa.

  15. diamantino says:

    Sinceramente uso biodiesel e é mais rentável.
    A respeito da origem do óleo. Está provado que em termos ambientais é mais sustentável que o óleo de palma se compararmos com de outras origens como o óleo de soja. Menos água gasta, e mais percentagem de óleo produzida por metro quadrado, menos pesticidas e químicos usados no crescimento e manutenção.
    E a respeito da questão da qualidade antes já se misturava óleo no diesel (gasóleo), mas neste caso de origem mineral ou artificial.
    Agora se querem com menos óleo misturado basta ter atenção às classificações

    Biodiesel a 100% é referido como B100, enquanto
    Biodiesel a 20% é rotulado B20
    Biodiesel a 5% é rotulado B5
    Biodiesel a 2% é rotulado B2

    Basicamente penso que esta noticia é mais um lobby do Sector petrolífero para combater a industria do biocombustivel e puder vendar mais.

  16. diamantino says:

    Queria dizer biocombustível! O dicionário corrigio xD

  17. Joselito Fagundes says:

    a utilização de biodisel é uma maneira de reduzir a utilização de fontes fosseis, claro que não se pode ter tudo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.