Quantcast
PplWare Mobile

Roaming vai acabar dia 15 de Junho de 2017 na União Europeia

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Marisa Pinto


  1. André M says:

    Não podia vir cedo demais esta decisão!

  2. Filipe P says:

    Só entra em vigor daqui a 2 anos?

  3. RF says:

    Viva à DesUnião Europeia!! Vamos longe…

  4. Alex says:

    Acho engraçado… se nao dissessem nada estavam todos caladinhos… agora como dizem que é so daqui a 2 anos já reclamam….
    Porra contenham-se com o que há, poderia simplesmente nao acabar o roaming pago…

  5. JJ says:

    Já vem tarde esta medida.

  6. Rui C says:

    Peca por muito tardia. Até lá são + 2 anos a xular a malta.

  7. Moses says:

    Finalmente… ah não daqui a dois anos = \

    até la ja nós estamos fora da UE..

  8. Arlindo says:

    pequeno passo…
    Para quando poder contratar fornecedores de internet e energias de qualquer pais europeu? Para quando poder comprar carros em qualquer pais europeu sem pagar impostos a dobrar ( O que é ilegal e pelo qual o estado paga anualmente multas à UE). Para quando se vai a Europa tornar finalmente num País único? Para quando? Devíamos de ter metade dos “tomatomas” do povo grego e devíamos todos, enquanto Europa de bater o pé à Alemanha e à frança. Queremos ser um país único. Com moeda única, com os impostos e os salários iguais em toda a união europeia. E se a Alemanha e França não querem, que saiam eles. Andamos todos a trabalhar para o IV Reich, pagamos impostos dos empréstimos que eles tão gentilmente nos fazem e somos nós o maior alvo das suas exportações. E nós? Quem nos compra a nós? Vergonha!

  9. Hapéle says:

    quem tem planos de minutos, não paga enquanto estiver no plafond? será?

  10. Zefra says:

    ao menos conseguiram entender-se, apesar de ter esperado ainda mais cedo, porque em Portugal…. cobram-nos precos malucos pela internet movel.

  11. Luis says:

    Já vem tarde, deveria ter entrado em vigor há mais tempo.

  12. Hélder Ricardo Pereira says:

    O melhor é comprar um cartão no país para onde se viaja. Os preços são maravilhosos. Um paraíso comparados com os preços do país dos feudos empresariais (Portugal).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.