Quantcast
PplWare Mobile

Reator Nuclear Olkiluoto: O mais forte da Europa já funciona

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. LA says:

    Estão-se a pôr a jeito.

  2. Não gostam, comam menos says:

    As energias alternativas, são um delírio de ambientalistas radicais. O gás natural para a Europa, é controlado pela Rússia que fará chantagem com isso, quando mais lhe convier. E as térmicas a carvão, uma vez que na Europa manda a Greta, estão a fechar – quando na India já disseram – “alto lá, fechamos mas em 2070”. Como ninguém quer blackouts nem passar frio, o nuclear tem de voltar a fazer parte dos planos. Quem não quiser, queime a mobilia

    • rockwoody says:

      Tanto o gás como o carvão vêm de fora da Europa, ou seja, são largos milhões de euros que saem todos os anos.
      É melhor assim?

    • Miguel says:

      É complicado, claramente energias renováveis não são suficientes, principalmente quando querem tudo com baterias…. óculos, carros, telefones, portáteis, relógios, headphones, autocarros, aviões, barcos, etc….

  3. Luis says:

    “The full cost of building the reactor would be about €8.5 billion, well over the previous estimate of €6.4 billion.”

    Qual é a real vantagem em ter um reactor nuclear em relação ás energias renováveis???

    Em Portugal:
    “Em Dezembro de 2020, a capacidade global instalada em Portugal Continental era de 7.359 MW, face aos 7.220 MW em 2019 e os 5.212 MW em 2012. Em 2020, a energia eólica representou 74% do total, atingindo os 5.456 MW”

    • B@rão Vermelho says:

      E mesmo assim pagamos das eletricidades mais cara da Europa.
      Portugal fechou a última central a carvão, mas no resto do mundo aumentou a produção de eletricidade derivada do carvão, como somos um país rico podemos cometer estas loucuras.
      Agora vamos ficando a saber que oferecemos à EDP, rendas a tromba estendida, vamos aguardar para ver mais uma vez a montanha a parir um rato.

      • Nuno says:

        mas tua investiste alguma coisa para as energias renovaveis do pais? não pois não? entao porque raio tens de poupar queres poupar metes paineis solares em tua casa, o governo gastou o dinheiro para pouparem eles não foi para tu poupares

      • Luis says:

        Lá por haver pessoas que estacionam mal os carros só para não andarem 10 metros até ao café, não quer dizer que eu tenha que fazer a mesma m….
        Quero com isso dizer, que lá por outros países não se esforçarem, não acho bem continuar-mos a usar energias poluentes. O que acho mal é não haver uma estratégia em Portugal para ganharmos dinheiro com as renováveis, seja na produção de energia, seja na produção de painéis, torres eólicas, etc.
        Quanto á electricidade ser mais cara em Portugal, quanta energia é financiada pelos orçamentos de cada estado?

        • Zé Fonseca A. says:

          Poluentes? Caso não saibas a EU vai passar a considerar e bem o nuclear como energia verde.

          • Luis says:

            Há alguém que acredite que o nuclear não é poluente? Não produz resíduos? Como é onde são armazenados? Quanto tempo duram até deixarem de serem perigosos?
            Tenho ideia que as instalações que armazenam esses resíduos em França tem proteção militar devido ao perigo que representam. Se isso representa energia verde….

          • Zé Fonseca A. says:

            Gen IV não produz resíduos pois são reutilizados.
            São armazenados debaixo de terra ou no fundo do mar vitrificados.
            Duram 10.000 anos até ficarem perderem a sua reactividade, o processo de vitrificação resiste durante mais tempo.
            Qualquer local onde seja depositado resíduos radiactivos tem de ter segurança mais não seja pelo simples facto de existirem interesses de venda no mercado negro.

            Só quem não sabe o suficiente sobre o nuclear é que nega os seus benefícios face a todos os outros.

          • Miguel says:

            yap, graças aos EV’s, energia nuclear é a energia do futuro…
            Se as renováveis podiam ser alternativa, agora não são claramente suficientes.
            Bora lá acabar com os carros ICE, os EV são melhores. (not!)

    • Luís Costa says:

      Essa pergunta foi séria ou percebes mesmo o que são energias intermitentes?

      • Luis says:

        E tu percebes os riscos duma central nuclear? ou os efeitos das centrais que funcionam com combustiveis fosseis?

        É que em 30 anos aquilo que era um inverno chuvoso transformou-se num inverno que mais parece verão.

        • Farto destes negacionistas says:

          Voces negacionistas estão todos a delirar… colegas, não vai haver energia para todos… a unica alternativa é o nuclear. ponto. energias renovaveis não são estáveis. é impossivel construir uma rede de energia estável baseada em renováveis. Wake up!

          Parem pfv de serem velhos do restelo e aprendam

          • Luis says:

            Colega? Andamos juntos na escola e não notei? Negacionista? Agora não posso ter direito á minha opinião? Tenha juízo, não nos conhecemos de lado algum.
            Sou contra o nuclear, ponto. Se não percebeu, arranje uns lápis de colorir e faça uns desenhos, pode ser que lhe seja útil.

          • rui says:

            e afusão nuclear também é contra? é que também é nuclear

        • Luís Costa says:

          Inverno que mais parece verão? Só se for onde tu vives! Porque aqui tá frio que é o *****.. volto a perguntar, qual é a parte que não percebes que as energias eólicas/solares/hídricas são energias intermitentes e um dia que não houver estes recursos ficas à luz das velas certo? E depois as empresas vão bater pauzinhos para fazer fogo como na altura das cavernas

          • Luis says:

            Já que queres parecer inteligente, vai ler os estudos sobre pluviosidade e as alterações que tem sofrido nas últimas décadas. Quando não tiveres alimentação no prato por causa das alterações climáticas, o fogo da altura das cavernas vai servir-te de muito.

          • Luís Costa says:

            Bem, vou voltar a perguntar, sabes ou não sabes que energias intermitentes não são solução? Agora outra pergunta, não usas calças? Espero que não porque é a indústria que prejudica mais o ambiente, espero que também tenhas smartphone com mais de 5 anos, não sejas consumista, o teu transporte seja os teus pés e por aí vai.. criticar os outros é fácil mas o que é que tu já fizeste para o bem do planeta?

    • Zé Fonseca A. says:

      Faz um comparativo de custos tendo em conta que os painéis solares e as turbinas eólicas duram no máximo 30 anos e têm de ser trocados por novos pois sai mais barato que reciclar e vai tudo para aterros contaminando os solos com metais pesados. A toxicidade para o planeta será muito superior com o tao aclamado renovável com maior custo, menor tempo de vida. Nuclear a melhor solução que existe neste momento.

  4. Str says:

    “o novo reator foi dotado de uma estrutura de cimento “considerável” Em caso de acidente como Chernobyl esta estrutura de cimento considerável deve valer pouco

  5. Pintor says:

    Um desses em Portugal fazia com que ficássemos com autonomia energética e ainda sobrava para vender.

  6. xyr says:

    Pronto , começou a conversa dos tolinhos …que não param para pensar que cada país é diferente …Portugal tem muitas mais horas de sol que a Finlândia , portanto terá sempre alternativas que a Finlândia não tem….por exemplo a Finlândia tem vantagens sobre Portugal em refrigeração , por ter um clima mais frio….integrem o pensamento na realidade e deixem de ser teóricos

  7. Davi says:

    Que contradição. Acham que a energia nuclear é limpa, quando os residuos nucleares são perigosos.

    • Nuno says:

      uma faca também é perigosa e tu tens em casa, a energia pode ser limpa e pode criar residuos perigosos na mesma é tudo menos uma contradição desde que esses residuos sejam manuseados e guardados em lugares seguros tens aí energia limpa para o pais todo.
      As pessoas tendem a não gostar do que não percebem mas a energia nuclear é das melhores que existem e não é por um acidente por erro humano que o deixa de ser há montes de acidentes de carros todos os dias mas as pessoas não deixam de o usar

    • Luis says:

      É muito limpa, é como defender os direitos dos animais e depois ir ao restaurante comer uns bifes de vaca 😉

  8. Tonheco says:

    Em Portugal brinca-se á energia verde, cobras-se impostos altissimos e importamos energia a terceiros, incluindo carvão.

    Viva a beautiful people.

  9. diogo says:

    Existe um lobby muito forte a enganar as pessoas sobre o Nuclear, pois não tem nada de energia verde, basta olhar para resíduos nucleares é altamente perigoso e até hoje não existe solução viável economicamente para os tratar a não ser colocar debaixo da terra, o planeta que se lixe…

    • wtvlol says:

      Os painéis solares, barragens e ventoinhas eólicas não prejudicam o meio ambiente, certo?

      Há cada vez mais espécies ameaçadas.

      • diogo says:

        Sim comparar um painel solar, com o lixo nuclear é praticamente normal vou já dar para o teu peditório 😀

        • flipe says:

          é fazer as contas da quantidade de lixo por megawatt… quantos paineis vão para o lixo vs quanto resíduo de urânio sobra.

          • Edu says:

            A Suíça nas últimas décadas produziu uma sala de lixo nuclear. Os reatores de 4ª geração vão gerar muito menos resíduos e radioativos por menos tempo, com o mesmo combustível a gerar muitaaa mais energia
            Até às fusão nuclear, o futuro está na energia nuclear por fissão

  10. Luis says:

    Vamos a contas: Este reactor custou 11 mil milhões de euros para 1650 MW de potência instalada (Fonte: https://www.worldnuclearreport.org/IMG/pdf/wnisr2019-v2-hr.pdf), ou seja, 6.6M€/MW. As instalações de energia solar fotovoltaica têm atualmente um custo médio de 0.9 M€/MW (Fonte: https://www.irena.org/publications/2021/Jun/Renewable-Power-Costs-in-2020), ou seja, cerca de 7 vezes inferior ao reactor nuclear em questão. A isto somam-se custos marginais de produção de energia (por ex. alguma empresa faz um seguro de acidentes para um reactor nuclear? a que custo?), de operação e manutenção (muito superiores num reactor nuclear), além dos custos astronómicos de descomissionamento dum reactor nuclear (custos normalmente ocultos e não considerados pelos operadores, habitualmente recaem no final sobre os contribuintes) e armazenamento do combustível nuclear usado. Para o sistema solar, mesmo somando um sistema de baterias à escala para suprir o regime noturno e sobredimensionando o sistema fotovoltaico, claramente o custo total é muito inferior à alternativa nuclear, além de mais seguro inerentemente.

    • RPG says:

      Essas instalações de energia Solar fotovoltaica fornecem 1650 MW, e trabalham 24h dia durante todo o ano, mesmo à noite e quando não há Sol?

      • Blackbit says:

        A resposta à tua pergunta esta no comentario do Luis: “Para o sistema solar, mesmo somando um sistema de baterias à escala para suprir o regime noturno e sobredimensionando o sistema fotovoltaico, claramente o custo total é muito inferior à alternativa nuclear, além de mais seguro inerentemente.”

      • Blackbit says:

        A diferença de custo é absurda (7x mais) e permite encaixar sistemas auxiliares de armazenamento de energia para os periodos nocturnos ou de fraca luz.
        Então para paises com mais sol (pais mediterraneos mas nao só) o solar faz todo o sentido ser adoptado e apoiado.
        O Nuclear já nao faz sentido, os custos diretos e indiretos estão claramente acima das renovaveis de hoje.

        • Jose says:

          Nao faz sentido? Hoje parou 4 reactores em França para manutenção e a energia disparou para 400 MWh. Renováveis é o futuro mas o nuclear será a solução intermedia

    • rui says:

      por essas contas está pago em 2 anos, não me parece mau investimento (12 anos de construção + 2 de produção) começa a dar o lucro do investimento a cada 2 anos

  11. traumatologiaeortopedia.com.br says:

    Tenho energia solar em casa, cobre 50% da minha energia. É muito bom. Porque não estimulam mais isso, pr exemplo, com as telhas ou mesmo a cobertura com painéis solares? Imagina, casa casa ou prédio teriam que ter.

  12. Diogo says:

    Tenham calma a primeira central a energia de fusão está quase pronta na França para começar os primeiros testes. Isso sim será o futuro com energia infinita e limpa. Mas até estar 100% funcional ainda vai demorar e a china já leva vantagem nesta corrida à energia de fusão.

    • Omicron Persei 8 says:

      Liked and subscribed.

    • Milhais says:

      China e um membro do ITER. Todo a informação e partilhada entre os membros e cada membro tem a seu cargo a construção de diferentes partes do reactor.
      Tenho esperança que o projecto seja um sucesso para abrir portas a mais cooperação globalais, para o desenvolvimento do planeta.

  13. Luis Lopes says:

    lol nem funcionava e já com avarias https ://sicnoticias.pt/mundo/2020-12-10-Incidente-serio-numa-central-nuclear-na-Finlandia
    10/12/2020….. patos.

  14. MalicX says:

    Ótimo. Venham mais alguns para pôr os russos no seu lugar. Sem nuclear a Europa vai continuar dependente do humor de didatores. Os “avecs” já estão a repensar tudo ao nível do nuclear o que é bom. Faltam as anedotas verdes alemãs. Depois us PQP ao gás russo.

  15. João Ribeiro says:

    Como é que posso construir um reator para ter em casa ?
    Tou farto de pagar faturas exorbitantes

  16. Portugal: Vendido! says:

    Tenho quase a certeza absoluta que hoje já é possível como consumidor doméstico produzirmos 100% de energia “limpa” e de forma praticamente gratuita (após o custoso investimento inicial para instalação dos equipamentos necessários). O problema é que não é do interesse governamental e energéticas privadas que se “afine” este tipo de mercado de produção doméstica, pois perderiam muitas das “rendas” e impostos a cobrar. Infelizmente a “nossa” EDP (agora chinesa) está mais preocupada em investir no exterior, pois o mercado português é pequeno e pouco lucrativo. Assim sendo, compra-se energia “lá fora” e revende-se ao povo como se fossemos ricos, pois cada vez a energia é mais cara mas como é algo indispensável abusa-se dos preços a cobrar. É uma vergonha que tenhamos desmantelado toda a empresa pública EDP / REN e praticamente “dado” as barragens para que agora nos cobrem em dobro por algo que era nosso. Infelizmente muitos dos nossos políticos o que fazem é desmantelar empresas públicas, vendem-nas por trocos e depois saem dos governos de bolsos bem recheados enriquecendo à custa deste tipo de negociatas ruinosas para Portugal mas muito lucrativas para os próprios e para os compradores das ditas empresas.

    • MalicX says:

      Hoje os meus painéis produziram 0,04€ do meu consumo. Vou fazer uma festa com tanto dinheiro. Só por curiosidade custaram 2000€ o que significa que sem apoios do estado seria melhor queimar esses 2k€ na lareira.

      • Milhais says:

        Que paneis e que instalacao e essa que so produz 0,04 centimos ( mensal?)?
        Pessoas em paises norditos sem a quantidade de sol de portugal fazem investimentos maiores e vao pagam entre 8 – 10 anos. Ou tens paneis mas so vives de noite e nao fizes te nenhuma alteracao a forma como usas eletrcicidade?

        • MalicX says:

          Dá trabalho ler não é?
          No dia do post a produção rendeu 4 cêntimos. Claro que no Verão dá mais mas são poucos os dias que chegam aos 80 cêntimos. Basta fazer contas para perceber que o retorno é nulo sem apoio. Portanto é único investimento subsídio dependente. E posso informar que n9s dias de maior produção apenas 20% é desperdiçado. Agora para evitar esse desperdício só com baterias mas lá se iam mais uns 5k€,esses sim retorno mesmo com apoio.
          Num país nórdico esses fulano põem painéis porque é cool e como cá são subsidiados, porque sem sol não há palhaço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.