PplWare Mobile

Projecto Edulabs: Mil alunos portugueses vão receber tablets

Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

Deixe um comentário

22 Comentários em "Projecto Edulabs: Mil alunos portugueses vão receber tablets"

avatar
  Subscreva  
Notify of
Manuel Campos
Visitante

Se tiverem o destino “afamado” de milhares de computadores Magalhães não vão longe!! 🙂 🙂

Boy
Visitante

A história repete-se, mas sempre de forma mais requintada que a anterior. Conheço uma escola que ficou com mais de 200 Magalhães 2 guardados numa arrecadação… Por fim foram devolvidos (não sei a quem) e só há bem pouco tempo…e mais não digo…

Alexandre Badalo
Visitante

Mais uma coisa totalmente inútil!

MM
Visitante
Tablets hoje em dia são uma ferramenta muito útil na educação especial – eu sei que as pessoas ignoram que há crianças que necessitam de uma ajuda especial e então olham para estas coisas como sendo algo inútil, mas não é! Acerca dos tablets para crianças deixo aqui uns avisos acerca de algum material que por aí anda e que eu já testei: – InSys tem um tablet pra crianças, com uma capa de proteção, bom aspecto mas é inutil, não funciona e é problema de fabrico porque testei 2 e ambos tinham o mesmo problema (tinha vida sozinhos) –… Read more »
cesar_panter
Visitante

Exatamente MM.

Fazem muita falta para o ensino especial como eu disse acima. Esperemos que chegue algum as unidade das escolas para proveito dos alunos, ja que os pcs que tem na escola do meu filho sao quase todos arranjados pelos pais.

MM
Visitante

Pois, eu sei o que é isso.
Concordo que os pais se devem envolver nas acções das escolas, que possam contribuir e ajudar as escolas (também já o fiz com equipamento), mas há coisas que também deviam fazer parte dos materiais base fornecidos pelo Estado, em especial nas unidades de educação especial que normalmente estão demasiado despidas de equipamentos.

cesar_panter
Visitante

è verdade sim senhor… tanto o meu miudo como as da unidade onde ele esta respondem melhor aos estimulos da tecnologia que dos antigos papeis e cartoes pre-historicos que a crianca ja deita pelos olhos… infelizmente so a drel e que nao ve isso mesmo fazendo pedidos a mesma…

Joao
Visitante

Estes também já estão a prepara as eleições…como o socas fez.E o povo engole estes truques …

Prodígio
Visitante

Mais uma vez, o empresário tuga é incapaz de conquistar mercado externo, sem a ajuda do estado…

Primeiro foi a JP Sá couto, que acabou como se sabe e agora mais umas.

Daqui a uns anos, estamos a pagar mais uma burrice.

Ricardo
Visitante

Tablets para crianças bricarem.

Quem acredita que os miudos vão usar aquilo para estudar, deve viver no mundo da fantasia… Mais depressa vão a play store e comecam a sacar jogos!

David Melo
Visitante

Como é que é possivel num pais dito “civilizado” uma empresa que foi condenada por fuga ao fisco voltar a estar presente numa iniciativa do estado?
HAAaaaa…. não tinha percebido é a JP Inspiring Knowledge não é JP Sá Couto. Palhaços…
Infelizmente nós pagamos os impostos e não temos qualquer coisa a dizer na forma como estes são gastos.

lmx
Visitante

eles não foram condenados por fuga ao fisco…foram indiciados e ELIBADOS…

Marco
Visitante

Mais um esquema Magalhães (ou não viesse do mesmo), que na práctica pouco fez pelos alunos, mas que muito fez por muitos bolsos com ligações à política, sim esses da JPSC.

Não seria de todo inútil se promovesse o mérito dos alunos a quem seriam atribuidos.

Auron
Visitante

LOL
O governo paga\suborna as juntas de freguesia metade do custo de cada professor que despedirem.
Governo vai fechar mais de 30 escolas.
Interessante. Medidas que vão atingir o interior do pais que foi abandonado pelos governos lisboetas (ps,psd,cds) a muito tempo.
E depois entregam tablets em Lisboa e arredores!
Algum amigo do governo vai ganhar milhões com esta tanga.
E depois dos jornalistas filmarem tiram nos aos miúdos.

Típico esquema a socrates lol

O que o pais precisa é levantar a imunidade parlamentar com efeitos retroativos.
Julgar e prender os políticos que não cumprirão promessas eleiturais.

lmx
Visitante

não sei porquê, um esquema á Socrates????

Que eu saiba o magalhães foi deitado abaixo a todo o custo e era uma excelente ideia, o facto de ter sido adoptada por muitos outros paises comprova isso mesmo…

E não o Socrates não lançou tablets em Lisboa e aredores…sinceramente não vos entendo…

Secalhar com os problemas que temos agora estamos melhor??

Certo…

Auron
Visitante

Em pouca palavras para entenderes:

1 – OS governos gastaram a mais especialmente o socratos. Especialmente em empresas com estreitas ligações aos partidos.

2 – E é por isso que estamos com os problemas financeiros.

3 – Tablets não substituem melhores condições (telhados, vidros, contentores pre fabricados, etc) e professores.

4 – No interior despedem professores. No litoral dão brinquedos caros aos alunos como manobra eleitoral.

5 – É um esquema a socrates pq assim os amigos ganham e o povo é enganado.

& – E acima de tudo, TODOS os alunos contam.

Auron
Visitante

Não é um esquema exclusivo a Sócrates.
É um esquema a político.
Pq assim os amigos ganham e o povo é enganado.
Mas esquemas manhosos, atacar os professores e dar tablets a miúdos!
Quem é que não se lembrou do Sócrates.

David Guerreiro
Visitante

Mais uma forma de enriquecer algum empresário tuga. Tudo por um brinquedo que só utilizam para jogar, e sem qualquer objetivo didático.

cesar_panter
Visitante

Poderá ser naluns casos, mas no caso de crianças com necessidades educativas especiais, um tablet é uma mais valia.

Se alguem sem necessidade ou com meios para comprar para o seu proprio divertimento usufrui do mesmo a culpa será dos criterios que disponibilizam o mesmo e não das pessoas… infelizmente concordo num ponto… quando e preciso material/meios/pessoal o estado nunca tem recursos e os poucos que tem vao retirando e para outros investimentos menos dignos… talvez quando algum politico influente tenha a necessidade invistam no ensino especial sem caractegorizar as crianças que tem, ou nao, direito…

NewJ
Visitante

Brinquedos, yupi!

futuro
Visitante

inovação yupi!!!

Ladrões
Visitante

Ideias roubadas yupi!!!
Houve jovens empreendedores com esta ideia(mais consistente que isto), infelizmente os lobbies são tramados.