PplWare Mobile

Presidente turco pede boicote ao iPhone num momento tenso nas relações Turquia-EUA


Vítor M.

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Magnum Sandwich says:

    Deixem também de comprar CPUs da Intel e AMD, Androids com SoC ou modem da Qualcomm, Windows, Gmail e Google. Tudo americano.

    Uma ditadura que bane a Wikipédia, está tudo dito.

  2. ui says:

    Chama-se guerra comercial (a Europa, e particularmente as empresas alemãs sabem muito bem o que isso é). A Turquia apesar de ter um ditador forte no poder e de ter o 2º maior exército da NATO, está a ser espezinhada pelo Trump, sem dó nem piedade (quem é um potência militar e económica, faz o que quer dos adversários). O objectivo é fazer tombar o ditador do Erdogan, se não caír, cái o país que ainda é pior…..
    Até Portugal está a ser afectado directamente pela guerra comercial com os EUA. A Navigator (agora do grupo português Semapa), que é só a 3ª maior exportadora portuguesa está a ser atacada pelos EUA…… estou a aguardar a resposta dos mansos dos europeus……
    Ah, a Navigator é acusada de dumping nos EUA!!!!!! E a Tesla que perde 11.000 dólares por cada carro vendido não está a praticar dumping?
    http://www.aquelamaquina.pt/noticias/actualidade/detalhe/nao-vai-acreditar-quanto-a-ferrari-ganha-com-cada-carro-vendido.html

  3. Bruno M. says:

    A Hipocrisia Muçulmana (neste caso Turca) no seu melh… pior!
    Típico vindo destes ditadores Islamicos!

    • rodrigo says:

      A religiao nao tem nada a ver com este assunto.

      • Bruno M. says:

        Veja lá então o que o Erdrogan quer para a Europa e o que tem pregado ultimamente.. E sim, neste caso tem a ver com religião, já que é este que apoia grande parte do terrorismo na Europa e fora dela…
        Com esta guerra comercial é menos um investidor no terrorismo a curto prazo!

  4. Nuno says:

    sugiro também de carros americanos ou da GM, todo o cinema americano, e na pior das hipóteses as bebidas dos grupos coca-cola e Pepsico

  5. Rui says:

    Chama-se guerra comercial (a Europa, e particularmente as empresas alemãs sabem muito bem o que isso é). A Turquia apesar de ter um ditador forte no poder e de ter o 2º maior exército da NATO, está a ser espezinhada pelo Trump, sem dó nem piedade (quem é um potência militar e económica, faz o que quer dos adversários). O objectivo é fazer tombar o ditador do Erdogan, se não caír, cái o país que ainda é pior…..
    Até Portugal está a ser afectado directamente pela guerra comercial com os EUA. A Navigator (agora do grupo português Semapa), que é só a 3ª maior exportadora portuguesa está a ser atacada pelos EUA…… estou a aguardar a resposta dos mansos dos europeus……
    Ah, a Navigator é acusada de dumping nos EUA!!!!!! E a Tesla que perde 11.000 dólares por cada carro vendido não está a praticar dumping?
    http://www.aquelamaquina.pt/noticias/actualidade/detalhe/nao-vai-acreditar-quanto-a-ferrari-ganha-com-cada-carro-vendido.html

    • Pérolas says:

      Dava jeito à europa ter a turquia como aliado, mas, os séculos de história provam que tal não é possível. O problema é mais do que cultural…

      • Bruno M. says:

        Jeito?! Desde quando um país muçulmano é um bom aliado quando uma nova invasão de muçulmanos voltou à Europa, e quando o crime tem aumentado drasticamente desde 2014?!
        Desde quando a turquia pode ser um bom aliado, quando o seu presidente incita aos mártires, à substituição da europa por descendentes turcos / logo muçulmanos?!

        Desde quando, a Turquia, que apoia a Irmandade Muçulmana, aquela organização que apoia o terrorismo através do Hamas, poderia ser um aliado da Europa?

  6. TT says:

    vão fazer tanto o boicote do iphone como amanhã o ceu fica verde.

  7. Rui says:

    Pois mas isso só vai afectar os chineses que o produzem!

  8. carlos says:

    em 2016 utilizou o FaceTime para conter um Golpe de Estado.

  9. Manito says:

    Vejo o Trump, á escala mundial, a fazer o mesmo que o Maduro… anormal!!!!

  10. George Orwell says:

    Em 1453, por rivalidade religiosa ( católicos vs ortodoxos ), o ocidente deixou Constantinopla entregue a si própria e ao alcance dos otomanos, perdendo tragicamente o controlo do estratégico estreito do Bósforo que haveria de permitir a invasão otomana do continente europeu apenas travada já em pleno coração da Europa ( Áustria ). E para travar o posterior domínio turco do Mediterrâneo o ocidente teve de unir-se em determinantes batalhas navais como as de Lepanto e Matapão, batalhas estas com uma forte presença portuguesa. Ao longo da sua história, a Grécia pode testemunhar, como ninguém, a ameaça turca.

    Tenho para mim, que o efeito imediato de uma escalada de sanções promovidas por Trump sobre a já periclitante economia turca é o de empurrar a Turquia para as mãos da Federação Russa e da RP China e com isto transformar o Mar Negro num Mar da Rússia com a capital em Sebastopol da Crimeia capaz de trazer novos pontos de tensão para a Europa.
    Alguém saberá o que acontecerá se navios e submarinos ocidentais forem travados nos Dardanelos por turcos comanditados pelos russos ?

    Churchill conhecia bem o interesse estratégico dos Dardanelos tendo fracassado numa trágica batalha ao tentar recuperar para o ocidente o controlo do estreito. Ao invés, Trump chegou a eleger expressamente a União Europeia como “foe”, ou seja, um dos maiores inimigos dos USA à frente da RP China e da Federação Russa fazendo crer que a sua política é tratar os aliados por inimigos e os inimigos por aliados, isto com mesma leviandade com que aconselha os professores a irem armados para a escola.

    Depois de um inexorável “fim da história” promovido pelo neo-liberalismo eis que o mundo ainda mal refeito da crise do sub-prime e como que num choque térmico, mergulha agora numa guerra económica proteccionista com sanções “olho por olho”.
    A este propósito vem-me à memória o dito de Ghandi :
    “Olho por olho e ficamos todos cegos”.

    Sendo certo que Edorgan levou a cabo no seu país a uma purga massiva que o aproxima de outros tristes exemplos da história e desbaratou a economia turca do manancial de receitas do turismo com o seu ambíguo envolvimento na guerra da Síria contra o curdos locais e sírios, chegando até a abater um caça russo, todavia sanções económicas não me parecem um bom remédio, antes vai reforçar a demagogia fácil de Erdogan que assim pode esconder os seus erros com a desculpa das sanções.

    Longe parecem ir os tempos em que um plano Marshall sarava contendas muito piores que esta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.