Portugal: Multa até 1.000 euros se não der prioridade em filas


Destaques PPLWARE

74 Respostas

  1. Nuno Santos says:

    Por experiencia propria quando alguem se desloca a segurança social, existem as ditas senhas de prioridade mas passamos horas a fio a espera que sejamos atendidos, pois eles intercalam as prioritarias com as normais. Pode ser que assim muitas entidades tanto publicas como privadas comecem a mudar de habitos. Mas claro esta vai existir muito “boa gente” a levantar problemas.

  2. Paulo F. says:

    Tanta multa para tanta coisa, mas aplicar leis implacávelmente como fazem com as multas a quem é incompetente e causa prejuízos que são sempre pagos pelo povo? Na realidade apesar de concordar que devemos dar prioridades, parece-me mais uma forma de arranjar dinheiro. Não gosto dum país assim.

  3. ZaGo says:

    E quem e que vai inspeccionar ou atuar?

  4. Freitas says:

    Já estou a ver aquelas pessoas arrogantes a dizer eu chamo a polícia. Normal eu deixo passar idosos ou alguém com bebés a frente, agora algumas grávidas, era porlas no final m da fila porque passam a frente e ainda se põe lá fora na treta, e depois mais treta e como outras mulheres dizem que já estiveram grávidas, gravides não é doença senão nem iam trabalhar.

    • RA says:

      Correcto que tu dizes, não entendo porque as gravidas terem prioridade, tudo bem em locais públicos(Finanças, Segurança Social,..). Agora em estabelecimentos privados sejam de rua ou de centro comercial não faz sentido, se não podem estar muito em pe muito tempo não vão para esse locais, acho que os familiares podem fazer sem qualquer problema, não e obrigatório serem elas a estar la.

      • Aguamenti says:

        Quando há a opção de haver familiares para tal. Mas antes disso mesmo, a mulher grávida não tem direito a usufruir do dia-a-dia com mais o outra pessoa? (Tendo sempre em conta as limitações que uma gravidez pode causar). E nos serviços públicos pode ser, mas nos privados já não? Então mas o direito a ser mãe depende se o serviço é público ou privado?

      • Luis says:

        Claro que faz sentido! Não devia era ser necessário uma lei para isso….Nem todas as grávidas se podem dar ao luxo de mandar alguém por elas às compras ou comprar seja o q for. Qts vezes no autocarro vejo idosos nos 80s em pé ao lado do puto de 16 anos q n se levanta do assento…O problema é o aproveitamento q algumas pessoas farão disto, mas isso é outra conversa.

      • jalves says:

        Nao podia estar mais de acordo… alias digo mais, se um idoso ou um individuo defeciente vai as comprar ou coisa do genero nao deviam de ter prioridade, se podem sair de casa podem esperar ou ate mais podem trabalhar, por isso, que acabem as reformas para essas pessoas

    • Aguamenti says:

      Sim, há muita gente a tentar usufruir indevidamente das filas prioritárias e, mesmo tendo direito a tal, a abusarem do seu direito perante os demais cidadãos. Mas tenhamos calma com as atitudes e medidas radicais: há também muito idiota arrogante que não respeita nada nem ninguém. Já vi um homem virar-se para uma mulher grávida, a qual não estava à abusar do seu direito, e dizer-me em alto e bom som: “Tivesse fechado as pernas e não tivesse empregado.” Para azeiteiros deste calibre, 1000€ de multa até soa a pouco…

      • Freitas says:

        Eu trabalhei num caixa de supermercado, e via muita gente arrogante que, só faltava fazer como os jogadores quando lhes dão um toque e caem no chão. Eu já pedi para deixarem passar e não precisei da lei, mas á tanta gente parva, que até mete do, até num supermercado com a minha avó num corredor que mal passa duas pessoas me andavam a acertar com o carrinho para eu sair da frente e eu estava a acompanhar a minha avó com uma certa idade já é custa a nadar, queriam era pé eu pegasse nela ao colo, a mulher até armou um a barraca lamento e depois foi chamar o marido noutro dia para me ameaçar, tida chique mas sem educação. haja paciência para aturar esta gente.

  5. Luís M says:

    Faz todo o sentido, os idosos têm de ir trabalhar, buscar ou levar os filhos. É só mais um incentivo para se criarem atritos entre as gerações e aumentar a sensação que no geral os idosos só estorvam.
    Peço desculpa a quem se sentir ofendido, mas lembrem-se disto quando estiverem cheios de pressa e aparece alguém “prioritário”

    • Carlos says:

      Portugal: o país do “estou cheio de pressa” do “você sabe com quem está a falar”?
      Lembrem-se de que a velhice toca a todos.

      • Luís M says:

        Limito-me a constatar fatos, não acredito que venha a acontecer, mas no limite as pessoas mais jovens passavam a usar as caixas self servisse e os idosos ficavam com as caixas com atendimento, se refletirmos um pouco facilmente percebemos que legislar em vez de educar poder agravar os problemas de isolamento dos idosos.
        Para terminar, já me aconteceu dar a vez a pessoas com pressa e a idosos e também já tive idosos a deixar-me passar à frente porque só tinha dois produtos na mão. É uma questão de civismo e bom senso.

    • IT says:

      Não devia ser preciso haver esta lei, para que as pessoas vissem nos autocarros, lugares de côr diferente e com a devida sinalética, LUGAR PRIORITÁRIO.

      É lugar exclusivo para prioritários. Não se ocupa só porque está vazio!

  6. eu says:

    Eu vou ganhar um dinheirão a alugar os meus bebes de colo para que as pessoas passem á frente dos outros

  7. João Silva says:

    Idosos a partir dos 65 anos???? A partir de que idade se é idoso? Estamos a confundir o ser idoso com a idade
    mínima para ser reformado. Não é a mesma coisa.
    Grávidas? A partir de quantas semanas? Ou só passam a ter prioridade quando se tornar evidente?

    • Carlos says:

      Já apanhei indignações e azedumes por parte de pessoas que se diziam grávidas e tinham de estar à espera porque não lhes davam prioridade. Pessoas essas que, estando grávidas, seria de dois meses no máximo – e mesmo assim…

      • Aguamenti says:

        Os primeiros três meses são os mais críticos. Os meses seguintes arreiam qualquer coluna vertebral por mais saudável que seja. Mais alguma dúvida?

        • Carlos says:

          A dúvida é na falta de educação das pessoas. Não se trata de ter ou não direito ao “prioritário”. Trata-se de respeito, educação, civismo, bom senso.

          Já há abusos. Vão apenas aumentar.

  8. abrolhos says:

    Confesso-me dividido com esta nova lei.
    Compreendo que idosos, pessoas com deficiência, gravidas ou com crianças ao colo devam ter prioridade. Basta aplicar um pouco da regra do bom senso.
    Nao compreendo porque o abuso que algumas dessas pessoas fazem da lei para passarem a frente de toda a gente.
    Paciência…

  9. Valter says:

    Os idosos, com a nova lei, não têm prioridade. Ter mais de 65 anos por si só não dá direito a nada…

  10. Rui Carriço says:

    Fiquei com uma dúvida, de quem é o onus de aplicar a prioridade? Do cliente ou do serviço?

  11. jc says:

    Qual a justificativa de prioridade para idoso? Pelo que me consta ser idoso não é ser doente.

  12. ss says:

    Engraçado é pensarem que bebés no carrinho têm prioridade…

  13. Lagaffe says:

    Experiência testemunhada por mim num supermercado, na fila onde eu estava:
    A senhora fez um banzé porque estava grávida e tinha prioridade (devia ser uma gravidez de horas, porque barriga nem vê-la). Ultrapassou toda a gente e ficou à minha frente. Chamei-a à atenção que a fila prioritária para grávidas era a fila ao lado e não naquela onde estava. Como se deu conta do erro, ignorou-me e lá passou. Por ironia do destino, ela tinha o carro estacionado perto do meu e encontrei-a a arrumar as compras de cigarro na boca. Fiz questão de olhar bem para ela e acho que ela percebeu perfeitamente o que o meu olhar queria dizer.

  14. Ze says:

    Concordo plenamente aliás num País desenvolvido nem lei precisávamos… Mas como somos um povo de rebanho há que criar leis! Vejam o exemplo do metro no Japão e Lisboa e vão entender o que é desenvolvimento! (Basta pesquisar no YouTube por metro Japão)Portugal está a anos de Luz…

    Depois ainda dizem que a gravidez não é doença.. ou que vão famíliares fazer as compras… Esquecem se que há casais sozinhos em cidades sem a família por perto!

    Evoluem por favor.

  15. Alfie says:

    Estes comentários são tão engraçados!
    Por aquilo que se lê não há aqui ninguém com menos de 65 anos, grávida, com filhos de colo ou deficiente.
    Portugal é um país de atletas jovens. Parabéns!!!

  16. Eu says:

    Por causa de pessoas como muitas que aqui postaram as suas opiniões é que foi necessário fazer esta lei.

  17. Luís M says:

    Se os Gato Fedorento estivessem no ativo certamente ia-mos ter o RAP a demorar 1 dia inteiro para fazer as compras da semana, precisou de ir à padaria, talho, charcutaria, refeições prontas, peixaria, frutas/legumes e por a fim a caixa. Conseguem imaginar? Ha Ha Ha

  18. Filipe Marques says:

    E multas para os espertalhões que estacionam no lugar dos deficientes sem o serem para estarem mais perto das portas, e multas para os chicos espertos que levam o carro de compras cheio e entram nas caixas de até 10 produtos??? Na minha opinião, os funcionários é que deviam de ter a responsabilidade de mandar avançar as ditas pessoas com prioridade, eu se estiver numa fila qualquer, não estou a olhar para trás a ver se estão lá pessoas prioritárias!

  19. Me says:

    Coloco aqui a seguinte questão. Num Centro de Saúde, deverão os ditos prioritários usufruir de privilégios? Afinal todos os que lá estão estão debilitados fisicamente ou intelectualmente, alguns até mais do que os deficientes.
    Terão eles direito a passar à frente de todos?

  20. Pedro says:

    Os meus parabéns à equipa do Pplware, que coloca os artigos mesmo bons para se analisar o que se passa na cabeça da sociedade Portuguesa. 🙂

  21. Jose says:

    Uma questão, isto também se aplica nos casos em que o pessoal que é mais “aficionado” para ser os primeiros nas filas seja de lancamentos de jogos, consolas, bilhetes para eventos e por ai em diante vai para a fila horas antes com o objectivo de serem os primeiros?
    Isto é capaz de gerar alguma confusão
    Opiniões?

  22. Paulo Chaves says:

    A boa educação é que deve ser a Lei. No entanto, os nossos ilustres deputados acharam por bem emanar uma Lei no qual estabelece prioridades de atendimento. A ideia até pode ser boa e interessante. Se calhar é mais fácil criar uma Lei do que incutir educação. Mas não deixa de ser curioso que nessa mesma Lei e no seu artigo Artigo 4.º Prevalência, refere: “Em caso de conflito de direitos de atendimento preferencial ou prioritário, o atendimento faz-se por ordem de chegada de cada titular do direito de atendimento preferencial ou prioritário.” Como ficamos então quando existe conflito entre as pessoas que vão ser atendidas?

    • Jorge Carvalho says:

      Fica como esta no artigo :

      “Em caso de conflito de direitos de atendimento preferencial ou prioritário, o atendimento faz-se por ordem de chegada de cada titular do direito de atendimento preferencial ou prioritário.”

      Apesar de perceber a tua questão acho nem o idiota que escreveu o artigo sabe …. ( Artigo do dec )

  23. David Jorge says:

    Chega uma cigana com 4 filhos, um cego e uma grávida de 8 meses a uma repartição de finanças… quem é atendido primeiro? (isto dava uma piada)

  24. Number5 says:

    Parece que já estou a ver o teenager: ” óh avô vai lá tu que não ficas na fila”

  25. alvegasat@gmail.com says:

    “idosos (com idade igual ou superior a 65 anos e limitações físicas ou mentais evidentes)”, estou com uma duvida, os idosos tem de ter (limitações físicas ou mentais evidentes), ou basta terem 65 Anos ?

    Se for a idade (65 anos o requisito), pergunto eu, se servem para trabalhar e pagar impostos, pois ainda nao sao considerados aptos a fazerem parte dos reformados, por ainda nao terem atingido a idade legal de reforma, porque raio tem prioridade ?

    “No caso de se tratar de um restaurante, por exemplo,”, todos sabemos que os velhos comem menos, umas sopinhas e bolinhos e chega, por que raio tem de ter prioridade no RESTAURANTE ? ,estou mesmo a ver estar há espera de ser servido e chegar uma excursão de TURISMO SÉNIOR ou algo similar, e eu ficar horas a secar, pois eu lhes digo se acontecer comigo, que esteja para ser servido num restaurante e me passem a frente por dá cá aquela LEI, eu abandono o dito restaurante de imediato.

    “grávidas “, como já foi dito noutros posts, estar gravida nao é doença, pois obrigam-nas a trabalhar e a cumprir horário, por acaso eu acho que já hoje quase todos cumprimos a lei, mas ainda assim ABUSOS sao mais do que muitos, nao fosse isto PT.

    PS: ser idoso nao é sinonimo de incapacidade, nem de boa educação, existe cada Filho de uma Put…. de Velhinhos, que a melhor forma de os ajudar é encaminhar para a casa de Deus.

    • Jorge Monteiro says:

      Segundo o Decreto-Lei nº 58/2016, no que diz respeito aos idosos com 65 anos ou mais, só são beneficiários da lei da prioridade, aqueles que apresentarem sinais de limitações das funções físicas ou mentais. Todos aqueles com mais de 65 anos que não apresentarem nenhum dos sinais acima referidos, não estão abrangidos pela lei da prioridade e isso, para se evitar abusos.

  26. Joao Luiz Pereira Tavares says:

    E enquanto isso…, no Brasil…

    O mais grandioso da história do ANO de 2016!!!!

    Foi o:

    «– TCHAU QUERIDA.» [impeachment de Dilma — a Dilmanta].

    Observação:
    [Só não foi o melhor para ISENTONAS bitoladas de Universidades da roça, como a de Ouro Preto… Que sofrem, certamente, de Lavagem Cerebral de professorzinhos INTELIGENTINHOS e de muita maconha BITOLANTE!].
    Adeus bregona do PT!

  27. Bruce Frederico says:

    Já me aconteceu num supermercado uma grávida passar á frente só porque estava grávida de 3 meses acho, mas ao lado tinha o marido e um puto de 14 anos!!
    Então ela não podia ir para o carro esperar enquanto o marido pagava?

    Lá está existe muita gente que se aproveita da situação.
    Posso pedir um filho de 1 ano a alguém emprestado? preciso de ir á finanças amanha…

    • Antonio says:

      Desculpe lá, a Sra. não estava gravida?não existe uma caixa que lhe dá prioridade?
      Então seja cívico, e caso esteja na fila dessa mesma caixa, ofereça o seu lugar, caso, ache um completo disparate, certamente existem outras caixas abertas que não são prioritárias…

  28. Cidadao says:

    Deviam começar por multar os carros que estacionam nos lugares para deficientes e gravidas, porque há muito “boa gente” só porque o lugar mais próximo está a 20 metros e não tem vontade de andar, ou por terem um mercedes ou bmw acham que tem prioridade no estacionamento.

  29. Gonçalo says:

    No caso dos idosos nos supermercados se for válido para todas as caixas os restantes nunca vão poder pagar as compras pois vão estar sempre a ceder a vez

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.