Quantcast
PplWare Mobile

Portugal é um dos países menos vulneráveis às “fake news”

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. LP says:

    Concordo perfeitamente e estou em posição de adiantar que isto se passa mesmo. É uma perspectiva que já tinha partilhado aqui há varios meses.

  2. Mythos says:

    penso que isto se trata de uma fake news, portanto não caio nesta conversa

  3. Z-life says:

    O Costa nunca gostou de concorrência, então ilusionistas habilidosos nem os pode ver.

    • E---lectrão says:

      pensei no mesmo 😛

    • Manuel da Rocha says:

      Quando há jovens a ganhar 6.7 milhões de euros, em 2 anos, a trabalhar para 2 partidos e para 1 clube desportivo, fornecendo “milhares de perfis reais e validados em 4 redes sociais e até um milhão de comentários diários”, é natural que não se goste da concorrência.
      Ganham milhões a fazer querer o país ter 70000 milhões de habitantes e 69990 milhões não pagam 1 cêntimo de impostos.

  4. Figueiredo says:

    hahahahahahahahahahahahahahaha… acredito, por isso não acredito nesta noticia, hahahahahahaha.

  5. Carlos Santos says:

    Qual é o problema do pplware e fontes de informação. nem um link para de onde isto veio

  6. °0° says:

    Acredito neste estudo, o português lá sabe o que é Fake News.

  7. Sabe-se lá says:

    Não acredito. Vi gente a dizer e partilhar links que o teste rápido ao covid é uma farsa porque “é só uma tira de papel” e que as poeiras do Sahara foram “produzidas por tratores”…

  8. Godlike says:

    Portugal não interessa na geopolítica europeia, imagina a nível mundial. O motivo é simplesmente esse.

  9. freakonaleash says:

    Com uma comunicação social quase toda capturada pelo PS então não havia de ser! O Sócrates tentou/iniciou a captura e o Costa concluiu!

    • Mr. Y says:

      Sim, claro! Não se vê em lado nenhum críticas ao Costa.
      O pessoal está tão manipulado pela comunicação social que a popularidade dele está quase nos 100%
      Esse argumento é tão básico…

      • freakonaleash says:

        Básico é o seu argumento que finge não reconhecer que a comunicação social já não faz perguntas difíceis nem quer saber das trafulhas destes governantes. É só espuma dos dias, que passa na semana seguinte e lugares comuns.

        Já conhece a lista dos trafulhas dos Panamá Papers por terras lusas? Não!
        Até o programa do sexta às nove foi apagado devido a investigações inconvenientes que apanhavam membros da seita xuxialista.
        Se quer continuar com as palas nos olhos continue, mas não atire areia aos olhos dos outros!

        • Mr. Y says:

          Aí concordo contigo! O Sexta às 9 incomodava muito os políticos, especialmente, os que estivessem no Governo.
          Mas daí dizer que foi o PS que acabou com o programa é uma conclusão que não faz muito sentido porque as matérias nunca foram escondidas e foram para o ar. Por exemplo a questão do lítio ou das trapalhadas do Cabrita.
          Tenho pena que o programa tenha acabado mas não dá para dizer que foi um partido que acabou com ele porque não sabemos ao certo (acho eu) dos motivos da direcção da RTP e da própria equipa que faziam parte.
          Acho que houve comissões de inquérito no Parlamento acerca do programa mas não me recordo se foram esclarecedoras ou não.

  10. Paulinho says:

    Com programas como o Polígrafo na SIC, estamos assegurados XD

  11. AlexS says:

    Boa parte das fake news sobre o Covid vieram em boa parte das autoridades que nos avisam contra as fake news…

    Já agora Open Society Institute é do George Soros que financia ideias das mais extremistas.

  12. Profeta says:

    Actualmente qualquer fonte de informacao esta susceptivel de ter uma parte verdadeira e uma parte de mentira. E como muitos de nos nao percebemos sobre o assunto entao e mais facil sermos manipulados e acreditar em tudo o que venha da comunicacao social sem questionar. Essa parte e interessante, nao questionar.

  13. Joao Ptt says:

    A questão das notícias falsas é difícil de solucionar, porque o que é falso? O que não é verdadeiro. Porém se não sabem a Verdade, não têm como saber se é falso ou verdadeiro… podem duas pessoas dizer que uma notícia é verdadeira e a outra que a notícia é falsa e estarem ambas erradas, mesmo que por motivos diferentes, e o mesmo ao contrário, podem estar ambas correctas mas por motivos diferentes.

    Claro que existem também aqueles que divulgam mentiras conscientes, ou seja, sabem como algo é realmente mas querem passar uma narrativa diferente da realidade.

    Geralmente como se decidem as notícias serem verdadeiras ou falsas é indo a fontes, se essas fontes estiverem erradas seja lá porque motivo for, a notícia pode ser classificada de falsa, mesmo que seja absolutamente correcta, e o contrário também é possível, a fonte indicar que a notícia é verdadeira, mas na realidade ser uma notícia falsa porque a fonte em si não reproduziu de facto a Verdade como ela realmente é.

  14. Rui says:

    Claro que sim. Mas depois temos as audiências da CMTV a aumentar.

  15. roberto says:

    A censura já vem do passado. nada de novo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.