PplWare Mobile

Portugal: Cerca de 30 mil condutores apanhados ao telemóvel


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Zé da Dúvida says:

    Se há coisa que me irrita, é ver tantas pessoas ao telemóvel, e não é com ele na orelha mas a olharem para baixo, a mandar sms ou fazer lá não sei o quê.
    As tantas conduzem e vão vendo o feed de noticias do Facebook ao mesmo tempo, lolol.
    Que apanhem mais condutores desses!

    • Mário says:

      (… ) já foram registadas mais oito mil infracções … comparativamente ao mesmo período de 2014 (…) Assim como também já devem ter sido registadas mais mortes, mais acidentes, mais condutores sobre a influencia do álcool, mais condutores em excesso de velocidade… já pensaram que se calhar MULTAR NÃO ESTÁ A DAR RESULTADO ?! “Continuem” só a multar em vez de se preocuparem também com o tentar perceber o problema e como actuar preventivamente. Na minha opinião, passa por educar/formar/sensibilizar/explicar ás pessoas desde pequenas/jovens como se devem comportar em sociedade… Garantidamente há problemas que só não se resolvem ou pelo menos “diminuem de intensidade” porque não interessa, este é um deles. Experimentem apostar mais na educação e formação de bons cidadãos… funciona para tudo (excesso de velocidade, álcool, utilização de telemóvel, cordialidade na condução, etc. )

      • SF says:

        Multar é o mais fácil e mais rentável de se fazer, o estado ganha dinheiro com as multas e os polícias ganham prémios.
        Por sua vez para educar os cidadãos tens que gastar dinheiro em campanhas.

        A política de caça a multa em Portugal é abusiva e pouco educativa

        • charles says:

          Os polícias ganham prémios?? Só podes estar com a pinga!
          Prevenir e educar? Sim senhor… mas não é trabalho da polícia.
          A polícia, está para parar a infracção e agir de acordo com a lei.

          Só não está sensibilizado que não quer!
          Não vamos brincar com coisas sérias!

          Não é preciso mais de 18 anos para conduzir?
          Temos que educar sim, mas é as crianças!

          • Luis says:

            SIM ganham prémios! Ou julga que o número de multas que passam não contam para progredirem na carreira? Seja inteligente ou pelo menos não seja saloio!

        • Silva says:

          Lolol
          Alguem foi apanhado e nao gostou da coima 😉
          É IMPOSSIVEL o estado dar educacao aos cidadaos, a unica maneira de os condutores terem educacao e civismo é castigando-os pelos seus erros, ou sera com palmadinhas nas costas ou no telejornal das 20h??

  2. Ricardo Santos says:

    No entanto fumar ou comer não é proibido, quando se calhar apresentam o mesmo perigo, principalmente o fumar.

    • João MS says:

      como é que fumar apresenta o mesmo perigo? Fumar não implica desviar os olhos da estrada e não necessita de antenção (não tens de pensar no que estás a fazer). Acho que até ouvir musica distrai mais que fumar.

      • Ricardo Santos says:

        Não? Como se acende um cigarro sem olhar? Como se deita a cinza do cigarro no cinzeiro sem olhar?
        Já para não falar que é uma droga e supostamente relaxante, ou seja, pode reduzir a concentração.
        Já para não falar que se por descuido deixar cair o cigarro este pode queimar o condutor e com o “susto” provocar um acidente.

        A mim parece-me apresentar praticamente os mesmos perigos, já para não falar que muitos pegam no cigarro e deitam janela fora…

        Atenção não estou de forma alguma defender ou a desculpar o uso do telemovel a conduzir, só acho que existem outras coisas que deviam de ser proibidas tambem.

        • João MS says:

          Estou de acordo relativamente a:

          “Já para não falar que se por descuido deixar cair o cigarro este pode queimar o condutor e com o “susto” provocar um acidente.”

          Em relação ao resto não. Fumar enquanto se conduz não implica acender o cigarro enquanto se conduz. Pode-se perfeitamente deitar a cinza no cinzeiro sem desviar a tenção. O cinzeiro está sempre no mesmo sitio, tal como os botões do rádio.
          Relativamente ao facto de produzir “relaxamento”, não me parece que o efeito num fumador seja relevante para a condução. Produz muito mais sonolência conduzir de barriga cheia, digo eu.

          Eu não digo que fumar enquanto se conduz não envolva perigos, mas daí até se comparar com a utilização do telemóvel….

        • Ze says:

          Respirar também pode causar distração 😀

          • Ricardo Santos says:

            Se formos por aí, pensar tambem pode distrair, principalmente para aqueles que não estão habituados 😉

        • DMS says:

          Concordo contigo.
          Nos tempos em que fumava, inclusive no carro, quase ia batendo de frente porque caiu um pouco de cinza ainda em brasa nas minhas pernas. Podia ter corrido muito muito mal.
          Por isso concordo plenamente que é um enorme perigo realizar qualquer operação enquanto se conduz.
          Temos que estar focados 110%.

          • Croky says:

            Isso são excepções. Fumo quando conduzo e já me aconteceu o mesmo um par de vezes (em 20 anos) e realmente pode ser perigoso. No entanto, está provado que o uso do telemóvel causa SEMPRE distracção no condutor. Fumar não.

    • Croky says:

      O perigo não é DE FACTO o mesmo. Está provado cientificamente que comunicar remotamente, ou seja, sem a presença física da outra parte, exige muito “poder de processamento” do nosso cérebro. Daí a particularidade do usar o telemóvel ser tão perigoso.

  3. André Alves says:

    Se for num triciclo não deve ter problemas…
    As multas deveriam ter um valor maior, porque se há mais pessoas ao telemóvel durante a condução quer dizer que as multas são ineficazes para a diminuição de pessoas ao telemóvel.

    • Katalónidas says:

      +1
      Concordo. Infelizmente ou felizmente já nao sei, vejo de tudo um pouco e por vezes ainda me impressiono com o que vejo no transito.
      Ando de mota e especialmente no verão quando o tempo está melhor vejo coisas incriveis. Como por exemplo pessoas a colocar rimel ou highliner, ou pessoas a mexer num smartphone com as duas mãos a olhar para baixo.
      Talvez nem fosse preciso multas maiores, por exemplo uma multa do tipo “apreensão do dispositivo que estava a ser usado” pudesse ser mais eficaz quem sabe.
      Acredito que muita gente não faça por mal mas axo que na maioria dos casos nem tem a noção do perigo em que se colocam a si próprias e aos restantes condutores. Tenho duvidas que exista algo assim tão urgente que não permite a imobilização do veiculo em segurança, por exemplo em 5 minutos e que ai então se possa dar atenção ao telemóvel? Não sei…
      Pelo menos quando ando de carro é isso que faço. Ou páro, se for urgente, ou ligo de volta quando chegar ao meu destino.
      Mas urgência é subjectiva não é? há aqui pano para mangas…

    • qai7 says:

      Sem dúvida que a solução passa por agravar as sanções. As pessoas “esquecem-se” que podem colocar em causa a vida de outras pessoas. Ainda na semana passada tive que dar um salto na passadeira porque uma senhora ia entretida a olhar para o telemóvel. É uma falta de consciência inacreditável que cada vez mais pessoas têm.

    • Luis says:

      Concordo em absoluto! Acho que as multas por falar ao telemóvel enquanto se conduz deveriam ser no mínimo 500€ a 1ª vez que fossem apanhados e as seguintes em múltiplos. À 3ª vez que fossem apanhados ficavam sem carta de condução definitivamente.

  4. Engenhocas says:

    É o mal generalizado dos Tugas, acharem que as regras só se aplicam aos vizinhos do lado!
    Deste modo, como nação nunca iremos sair da sêpa torta. Ainda digo mais, grande parte nos Tugas não aprendeu nada com a ultima crise sobrana, e está pronto para uma quinta insolvência nacional, nesse ultimo século de história!

  5. David Ferreira says:

    off topic – A imagem do condutor no BMW a falar ao telemovel num galaxy s2 = Ridiculo xD .
    Aquele sistema especifico da BMW liga-se bem ao S2 , faz chamadas, recebe, recebe audio de musica por bluethoot recebe e envia mensagens por voz….ou seja o gaijo da foto é um ashold e merecia uma multa de 10000000€ xD

  6. cc says:

    deviam ter contabilizado o num de condutores que não faz piscas… esses é que são um perigo na estrada

    • Pisca says:

      É uma praga generalizada, devem pensar que o facto conta para a conta da EDP

    • Croky says:

      Ou em Lx aqueles que viram logo de faixa ao mesmo tempo que fazem o pisca. NÃO, primeiro o pisca antecipadamente e depois é que se faz a manobra. No entanto, por essas bandas é generalizado. Até dá nervos …

      • Luis says:

        É uma selva autêntica! Não respeitam prioridades, não fazem piscas ao mudar de direção, etc, etc, já para não falar na praga dos telemóveis.

    • Zaark says:

      +1000! Então as rotundas provoca o caos – já cheguei a estar minutos parado numa fila à entrada duma rotunda porque havia imensos carros a vir da esquerda e a sair para a nossa via – o problema é que nenhum estava a assinalar o pisca, e o gajo que estava à frente da nossa fila naturalmente sem fazer ponta de ideia para onde ia qualquer um deles.

  7. Rodrigo says:

    Acho que deveriam todos os condutores a fazer exame de código 😉

  8. Pedro says:

    Não é só ao telemovel, ando de mota e isso é o dia a dia na estrada a ver os condutores irem aos S na estrada a mandar SMS e a falar ao telemovel.

    A minha esposa teve um acidente em que estava parada na via com o sinal para mudar de direcção para a esquerda e um comerciante não a viu e embateu no carro e tinham uma distancia de 100 metros entre eles.
    Ao sair do carro pediu imensas desculpas porque estava distraído a ver uma factura.

    Assim se pode matar alguém por estar distraído com algo que nao devia estar a fazer.

    Muitas das vezes ultrapasso de mota e buzino a quem vai ao telemóvel e ainda mandam vir.

  9. Pisca says:

    Por experiência própria, recebi uma chamada importante, e tinha um auricular no ouvido, tive que dar várias explicações e mesmo assim, no percurso entre a ponte e Sta.APolónia, foram pelo menos 3 vezes em que reparei que quase ia batendo por falta de concentração, a mesma estava desviada para a conversa a pensar e a elaborar a resposta. Repito usava o auricular. Experiência a não repetir

  10. Justo says:

    Estou de acordo que não se possa atender o telemóvel a conduzir! Mas deveria ser permitido encostar na berma em qualquer estrada ou rua para atender.

  11. RATM says:

    Se apreendessem o telemóvel aos infratores acredito que fizesse as pessoas mudarem radicalmente de atittude…Até lá é mais do mesmo:uma vergonha!

    • Zaark says:

      Se for um Android de 50€ não faz grande mossa. Se a pessoa tiver mais que um telemóvel, menos mossa faz. Retirar o dispositivo, pagar multa avultada e adicionar 3 meses de carta apreendida… isso já teria mais hipóteses de sucesso.

      • Luis says:

        Concordo com as medidas que propõe, no entanto de nada serve apreender a carta se não houver fiscalização. E digo isto porque tenho um colega que foi fotografado na A2 a 195 km/h ficou com a carta apreendida e continua a conduzir normalmente, sem carta claro.

  12. Mário Vieira says:

    1. Uso do telemóvel; 2. Manobras sem sinalização ou com sinalização pós manobra (piscas: O que é isso?); circular nas rotundas; a maioria não cumpre a lei (talvez porque a desconheça), mas, na verdade, o Código da Estrada sempre foi muito claro quanto à forma de transitar nas rotundas (a lei actual nada alterou, apenas é mais específica, mas nem mesmo assim a maioria dos condutores percebe (burros … burros … burros.). Curiosamente, a grande maioria usa e abusa da buzina em contra-ordenação, i.e., buzina em contravenção (por dá-cá-aquela-palha ou porque buzinar é sinónimo de condutor veterano e capaz).

  13. NewJ says:

    Esta semana vi uma coisa impressionante, na volta a Portugal, nas últimas viaturas da caravana ia uma carrinha furgao da GNR com o condutor a filmar enquanto conduzia.. Camara sobre o volante e lá ia ele todo contente..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.