PplWare Mobile

Portugal: Apanhados 79 telemóveis na prisão de Paços de Ferreira


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. pois says:

    Eles estão tão bem lá que só têm medo de sair, a única desvantagem é estar privado da liberdade.

    Agora a sério, uma prisão deveria ser um local onde as pessoas tivessem medo de ir…assim não, assim é uma festa e o crime compensa.

    Outra coisa que está mal é os ministros terem prisão dedicada para eles, um autêntico hotel…deviam era ir para as prisões comuns onde podiam apanhar porrada, só assim é que iam ter medo de roubar dinheiro aos contribuintes.

    A cada dia que passa tenho mais vergonha de portugal.

    • João M. says:

      Concordo com algumas partes mas o paragrafo onde diz que os ministros têm uma prisão dedicada é falso. O estabelecimento prisional que se refere é o de Évora e o que tem de especial é que é uma prisão para policias, por exemplo. Ou seja, pessoas que estariam em algum tipo de perigo caso fossem para uma prisão normal.
      A prisão sim deve ser um sitio “mau” no sentido em que não deve ser um campo de férias mas temos de ter cuidado entre colocar um assassino, violador, pedófilo no mesmo saco de um ladrão por exemplo. São crimes diferentes com consequenciais diferentes. Claro que se fosse pela “sabedoria popular” ainda teríamos umas queimadas ao sábado para indivíduos como o Vara ou Sócrates mas ainda bem que a justiça popular nunca será justiça ou o facebook seria juiz e executor baseado em sabedoria de quem nada sabe e fake news.

      Acredite que tenho seriamente mais problemas em ver violadores/pedófilos e agressores violência domestica com pena suspensa do que um ministro numa prisão “especial”.

      • Pintor says:

        Fiquei a pensar nas queimadas ao Sábado.

      • Lopes says:

        Caro João M., comentário feito com clarividência! Obrigado

      • Nuno says:

        Sem dúvida, umas queimadas aos sábados não eram má ideia. Por mim Pedófilos e violadores era castração química e dar a escolher a um familiar se não queria fazer castração manual sem anestesia. A um assassino (Provado 100%) era pena de morte por tortura (aplica-se também a um pedófilo). A políticos ou ladrões a solução era a perda de todos os bens comprados com dinheiro sujo e esse mesmo dinheiro doado a crianças com necessidades, não era para instituições! porque estes também roubam, em vez de cadeia era trabalho comunitário a limpar ruas, lixo, cortar mato para prevenir incêndios. Os restantes presos era igualmente trabalho nas matas e por ai fora..

        • Hugo Nabais says:

          Não existe certezas de nada a 100%. Conceitos como certezas absolutas, ou perfeição são abstractos e não existem na prática.

          No entanto o nosso cumulo jurídico de 25 anos é ridículo e no mínimo dos mínimos, não devia de haver cumulo jurídico.
          Se matar uma pessoa dá 20 anos, matar 10 deveria dar 200 anos!
          Senão um assassino depois de matar uma pessoa, sabe que é igual matar mais 3 ou 4, ou 20!!!
          É algo ridículo na nossa justiça, para não falar completamente injusto para as vitimas!!

  2. Mf3rRo says:

    Isto só aconteceu porque o vídeo do facebook apareceu na televisão, senão não havia rusga nenhuma. Agora fazem-no mensalmente rusgas e o mesmo para as outras prisões, que esteve estar a acontecer o mesmo… uma vergonha…

  3. Karven says:

    Faz sentido 2 pares de luvas, não tinha piada andar a lutar sozinho.

  4. R says:

    O que se passa com a noticia que acaba a meio de uma frase e está cheia de pequenos erros?
    Senhor Professor, faça a sua magia pff.

    • Pedro Fernandes says:

      Parece que o meu Comentário foi apagado e resolveram completar a frase…. afinal sempre era a pressa para o almoço, que nem todos os comentários são válidos…. é por causa dessas atitudes quando pedem para os leitores votarem em algo não o faço.

  5. Pedro Ramos says:

    Mas aquilo é uma prisão ou uma loja de telemóveis? XD

    • Lopes says:

      Caro Pedro, é uma loja de conveniência! Telemóveis, droga e álcool! Mas suponho que esteja em vista a criação de uma empresa de eventos, tais como aniversários.

  6. Rodrigo says:

    E chamam aquele buraco uma prisão de alta segurança. Imaginem se não fosse.

  7. Cortano says:

    Esta situação é tão ridícula.
    Isto deve acontecer em praticamente todas as prisões. Isto dos tlm e festas naquela prisão já deve acontecer há anos e anos… mas como apareceu no FB, foram lá “fazer uma rusga” e apreenderam umas quantas coisas.

    Quase que aposto que o que apanharam foi apenas parte do inventário geral que os presos têm acesso.

    Estas acções são mandar areia para olhos do povo.

  8. Lopes says:

    Droga e comprimidos até entendo que possa ser fácil introduzir na prisão, mas um alambique artesanal
    e baldes!?!? Como é possível os guardas não verem tal coisa??? A não ser que a aguardente os tenha cegado… 🙂 🙂
    Além de que fazer aguardente através de um alambique liberta um cheiro enorme e que permanece durante muito tempo. Portanto, quem quiser que tire conclusões!!!!!

  9. jorjão says:

    Empastelador de sinal e problema resolvido.
    Já assim como assim os guardas prisionais estão proibidos de usar telemóvel durante o serviço!!!!

  10. jimmypt says:

    Possivelmente até teriam acesso a rede wifi da prisão!A password talvez fosse, 1234!Agora deve ter sido alterada..

  11. Falcão Azul says:

    “Desta busca, as autoridades apreenderam:

    – 79 telemóveis
    – 20 ampolas de anabolizantes
    – 8 seringas
    – 1 balança de precisão
    – 1 passaporte
    – 2 pares de luvas de luta MMA
    – 6 plastrons
    – 1 alambique artesanal
    – 2 baldes de fruta fermentada
    – centenas de comprimidos
    – 45 maços de tabaco
    – 6 caixas de tabaco avulso
    – 98g de uma substância que se presume ser haxixe
    – 20 gramas de uma substância que se presume ser heroína
    – 1 grama de uma substância que se presume ser cocaína.”
    Quem diria ?? Fazem o que querem lá dentro !! E com agentes prisionais em cima deles dia e noite !! Tudo entra nas prisões,infelizmente !! É vergonhoso !!

  12. Rich & hard says:

    Lindo, as autoridades apreenderam!

    Não é necessário ser nenhum iluminado para chegar à conclusão de quem meteu tudo isto lá dentro n é verdade!?

    Mas mais uma vez ninguém vai à raiz do problema.

    “O maior cego é aquele que não quer ver ”

    Portugal no seu melhor mais uma vez

  13. Jorge says:

    As nossas prisões estão a abarrotar.
    Não há guardas prisionais suficientes. A média de idade destes anda pelos 50 anos.
    Em cima disto tudo, os guardas estão desautorizados, já que os presos (criminosos condenados) parecem ter mais direitos que eu sei lá! Tanto quanto sei por um guarda prisional, já nem os tasers nem bastões podem usar! Foram-lhes retirados.
    Quando a condenação e cumprimento de penas de prisão perdem o seu efeito de dissuasão/castigo, está tudo dito. Nunca irá haver um arrependimento da parte destes criminosos, já que têm lá dentro uma vida melhor que cá fora, entre os que têm de trabalhar e pagar impostos muitos haverá que têm pior qualidade de vida que estes que estão lá “dentro”.

    • Hugo Nabais says:

      +1 Subscrevo totalmente.
      Um dos grandes problemas da nossa sociedade é esse!
      Para um criminoso as prisões cada vez têm mesmo efeito dissuasor! E para as vitimas a injustiça é enorme!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.