Quantcast
PplWare Mobile

Pedrógão Grande: Mais de 4 mil notas destruídas foram salvas

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. IUR says:

    As notas são de papel. Se estavam destruídas como foram salvas?

  2. JS says:

    Muito boa iniciativa, já é melhor que nada

  3. eu22222 says:

    E as vidas foram?

  4. Joao Ptt says:

    Por tanto fica a dica: coloquem em caixas anti-incêndio, e se quiserem enterrar protejam também da água, humidade e dos animais.

  5. Asdrubal says:

    Pelo que eu imagino, os dois códigos da nota têm que estar legíveis para ser destruída e ser recuperado o valor noutra nota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.