Quantcast
PplWare Mobile

Os analistas prevêem o Fim do Facebook em cinco anos

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Vítor M.


  1. CPereira says:

    Tudo na vida tem um fim.

  2. Daniel says:

    Duvido MUITO. Só vejo este cenário possivel caso surja algo que lhe ponha fim. No panorama actual não há algo que possa senhar sequer em competir. Grande parte do mundo está dependentente do facebook todos os dias.

    • Jysk says:

      Estão dependentes porque querem. Há por aqui muita gente que não tem disso e não precisa de maneira nenhuma.
      Por outro lado e bastante normal que isto chegue a um ponto onde não pode continuar a crescer por causa da natural saturação do mercado.
      O conforto nisto tudo e que o Zuckerberg andou de barriga cheia a dizer se alguém não tem facebook no futuro vai ter foi uma forma de se iludir a ele mesmo. Está mais do que visto que vai chegar o tempo em que ele vai cair. Por mim vou estar por perto para bater as palmas.

      • Paulo says:

        és tão hipster… tão especial… meu deus, olhem só para ele! ……..

        • Serva says:

          Eu também não tenho Facebook , podes sff dizer-me qual é o valor acrescentado desta rede social que não respeita a privacidade , não esquecer da razão para que o mesmo fi criado .

          Acredita se classificares assim as pessoas que não têm Facebook vais encontrar muitas que como dizes são tão hipster … tão especial , não temos todos de ir beber agua a mesma fonte , se eu fosse Brasileiro , teria de dizer GRAÇAS A DEUS NÉ .

          Cumprimentos

          Serva

          • Daniel says:

            Eu estou dependente pois é indiscutivelmente a melhor maneira de me manter em contacto com amigos e familia da qual me encontro afastado a muitas boas centenas de quilometros. Nem todos vivemos num mar de rosas e sinceramenten não estou minimamente preocupado com a minha privacidade no facebook, não sou nenhum parolo, só têm acesso exactamente aquilo que eu deixo que tenham.

          • Masahiro says:

            Só dor de cotovelo. Tanta coisa, tao especiais e que bate palmas na queda e que nao usa, que nao tem interesse, só principios bonitos, mas se fossem eles com a ideia para criar o facebook nao pensavam duas vezes tenho acerteza. Com uma oportunidade de negocio destas ate cria ver. mas enfim num mundo de cegos quem vê é o rei. Num mundo de ideias inovadoras ha sempre as ovelhas que reclamam.

          • Marilene santana de oliveira says:

            verdade 😀 😀 😀 !!!!! *_*

    • hasiz says:

      só se fores tu
      existe o mail e os blogs

    • Guilherme says:

      Uma coisa é não querer que ele acabe. O yahoo era o era como diz o artigo. Facebook quer ser uma rede social apenas, não vejo como pode ser ainda mais interessante daqui a 5 anos. Em utilizadores activos o facebook já deve estar em queda! Muita gente comprou um portátil por causa do hi5 e agora já não se lembram dele. O boom do facebook já passou. Na minha conta google+ tenho reparado que só agora amigos meus têm começado a inscrever-se, especialmente aqueles que usam muito o facebook, talvez quer dizer alguma coisa.

      • Diogo says:

        Bem, se os teus amigos já se inscreveram no Google+, então quer dizer que o fim do facebook esta próximo …
        Tens que me mostrar o artigo onde diga que os utilizadores activos do face estão em queda, porque ainda há pouco tempo havia um que dizia que eles iam chegar a 1 bilião de utilizadores. Mas provavelmente não devem ser activos …

      • João Reis says:

        o hi5 nem sequer entra nas contas. É a mesma coisa que comparares um continente a uma mercearia.

        Hi5 era usado por 2 ou 3 países, incluindo Portugal. Estamos a falar da REDE SOCIAL por definição, não existiu nem existe algo parecido sequer com o Facebook.

        Caramba até a minha Mãe já tem, não para acrescentar amigos, mas porque existe escritores, pensadores, comentadores etc…que já abandonaram os eu blog e agora centralizam as informações no Facebook.

        O facebook pode agregar todas as informações que nós pretendemos, se fizer GOSTO apenas nas paginas que lhe interessam receber informação pode chegar a conclusao que em vez de ir aos seus favoritos visitar 500 sites diferentes, poderá ter o NEWSFEED do Facebook a dar-lhe os topicos e escolhe qual quer entrar para ver. Assim não precisa de correr tudo.

        O google+ não está perto de ser concorrente, tenho desde que saiu e nunca usei, é demasiado “deslavado” é um prototipo quem sabe.

    • yamaha125 says:

      nao precisa de existir outra plataforma, as pessoas começam a encher-se de tantas vezes ir ao facebook, mas atualmente existe muita gente viciada nisto

    • darth says:

      tambem diziam o mesmo do yahoo e myspace… e onde andam esse agora?

  3. Daniel says:

    *sonhar sequer

  4. Xis says:

    Por mim até podia ser já este ano…

    • Xis says:

      Na minha opinião, pela maneira que o facebook é utilizado, acaba por ter um efeito mau na sociedade.

      Ora vejamos, antigamente, quando eu queria saber acerca de um amigo, encontrava-me com ele, tomávamos um cafezito e púnhamos a conversa em dia. Hoje em dia, não é necessário “vamos acompanhando pelo facebook”.

      O que eu quero dizer é, o facebook, tanto como o hi5 na sua altura, é um a ferramenta boa quando se fala de pessoas que estão a distâncias maiores, ex-colegas da universidade, amigos no estrangeiro, até antigos amigos encontrei que não via há anos. Agora no que diz respeito às pessoas mais próximas de nós, o facebook dá-nos uma sensação de proximidade aos outros que na verdade é virtual, as pessoas sentem menos necessidade de estar com as outras pois acompanham a sua vida dia-a-dia on-line, mas na verdade estamos mais longe dessas mesmas pessoas.

      Concluindo, o facebook é uma ferramenta que pode ser muito boa, se for utilizada da forma correcta, e não da forma que é utilizada pela maioria, que é para o engate, para cuscar a vida dos outros, para acompanhar a vida dos amigos próximos(que são cada vez mais próximos virtualmente e mais afastados fisicamente).

      Espero ter-me feito entender.

      • Paulo Ferreira says:

        Concordo inteiramente contigo! Uma das razões que me levou a desligar do FB foi mesmo esse afastamento que o Facebook cria nas pessoas que nos são mais próximas. E não sou só eu a pensar assim, cada vez mais deparo-me com pessoal a apagar os seus perfis ou simplesmente a terem um contacto cada vez mais esporádico com o FB, como foi o meu caso. Limito-me a ligar ao chat do FB usando um cliente de IM (Empathy) e pouco mais…
        Parece-me que são os utilizadores mais antigos que estão a seguir esta tendência e que procuram fugir do mainstream.

        • Kim says:

          Apaguei o Facebook à algum tempo e reparei no contrário, as pessoas mais próximas, presentes na rede social na altura, foram as que se afastaram mais.

          Mas cada caso, é um caso.

          E sim, a tendência para querer fugir do Facebook está a aumentar e muito.

  5. djx says:

    Não poderia estar mais de acordo.
    Mais tarde ou mais cedo as pessoas irão perguntar-se a si mesmas se a utilização do FB é algo que necessitam para o seu dia a dia.
    A empresa não irá acabar, mas irá estagnar.
    A Microsoft já governou o mundo, mas o mercado começa a ser dominado por open-souce.
    A Nokia já governou o mundo, mas agora é raro vê-la.
    As pessoas seguem tendências, por enquanto a tendência é FB, daqui a uns 5/10 anos, irá ser tudo totalmente diferente.

    • Manuel Costa says:

      ” A Microsoft já governou o mundo, mas o mercado começa a ser dominado por open-source.”

      Estás a falar de SO mobile, certo? É que se olharmos para o mercado de desktops, PC’s e tablets quem domina é a Microsoft e a Apple, ou seja, duas empresas cujo software é tudo menos open-source…

      E no que diz respeito à Nokia, dá-lhe mais um ano 😉

      • Nuno says:

        O k vai ter uma queda grande se nao muda a sua estrategia e o Android, so e bom porque e open source, mas de bugs, fluides e por ai adiante e uma desgraca. Todos os outros SO estao muito bem desenhados e fluidos, o mais importante, mas tambem pagamos para isso.

    • darth says:

      Open Source????

      entre os entusiastas da informática (uma minoria no mercado da informática) isso pode ser verdade… mas junto da esmagadora maioria das pessoas (pessoas normais, com conhecimentos normais), esses nem sabem o que é “open source”.

      declarações fantasistas como estas so se ouvem em blogs/sites de informática, que é onde ha mais “advanced users”.

      um erro de raciocínio clássico

  6. Edgar Clérigo says:

    Algo me diz que aquele senhor ali em cima, vai a volta a esta “ideia” e vai resultar no que vimos ainda a pouco tempo, quando se lembrou de integrar o skype no facebook , ou outras ideias magnificas de modo a que felizmente ou infelizmente consigamos fazer tudo apartir de um só site o Facebook … eu quero actualizar-me, fazer publicidade de eventos, falar com pessoas, faço tudo pelo Facebook, a utilização de sites externos passou a ser muito pouco utilizado … e sinceramente penso que a tendencia seja mesmo essa

    • Vítor M. says:

      De facto custa acreditar num cenário destes, mas isso porque temos os valores actuais de necessidade do Facebook na comunidade de cibernautas. Também o Yahoo, como é citado pelo analista, era um colosso, era impensável que deixasse de ter a influência na web que tinha… e no entanto!.

      Há uns anos em Portugal era uma loucura em volta do Hi5, lembras-te? E hoje não acabou essa rede social, mas não “existe” quando se fala em redes sociais de grande consumo.

      O modelo de gestão da Google mostra isso, eles para se manterem financeiramente a crescer sem que o tempo os esmague (o tempo e as tecnologias de pesquisa) expandem-se constantemente para outros segmentos. Se nos lembrarmos que o core da Google era o Google Search e que actualmente a Google está nos principais segmentos, inclusive lançou um portátil com o seu sistema operativo.

      Por isso… vamos ver.

    • Diogo says:

      Sinceramente tenho pena que existam pessoas dependentes de uma rede social ou de qualquer outra dependência, quando a moda passar espero que se adaptem à realidade. Muitas grandes marcas começam a desistir da aposta no facebook porque o retorno se revelou nulo! Pessoalmente não tenho facebook, já experimentei, apenas me roubava tempo. Afinal o email, o telemóvel, reuniões pessoais e uns almoços e jantares, conforme a finalidade continuam a resultar melhor e tudo é mais rápido com o contacto pessoal. Talvez tenha tido a sorte de cativar pessoalmente e não necessitar de ter uma personalidade ou personagem fictícia para conseguir as coisas, apesar de também ter facilidade em escrever e adorar novas tecnologias, mas considero que não há nada como o contacto humano… O proveitos são enormes, não tenho crise em aspeto nenhum… bem de finanças, bom carro, boa casa,uma mulher linda e um bebé a caminho, que mais se pode querer? E tudo sem estar dependente de uma rede social ou o que quer que seja. De facto tenho pena de quem é “feliz” com as centenas de “amigos” no facebook…

      • Serva says:

        Diogo ,

        Excelente Post , as novas tecnologias não podem ser sequer confundidas com o FB , isto não representa qualquer progresso nas novas tecnologias , representa isso sim o mascarar de personalidades e sobretudo como escreves evita o contacto físico das pessoas tornando-as de facto menos sociais ao contrário do que o seu nome indica ”REDES SOCIAIS” .

        Cumprimentos

        Serva

      • Paulo Ferreira says:

        Exactamente!!

    • João Reis says:

      Concordo plenamente, mais alguém que consegue ver isto como uma oportunidade e não como ameaça. Há muita gente aqui que tenta ser hipster ao ponto de ter orgulho em não usar uma ferramenta, apenas isso.
      Acho interessante ainda existir este atrito, significa que ainda existe muito mercado para quem saiba pegar com o Facebook.

  7. rodrigo says:

    não é uma questão de necessidade..é uma questão das coisas mudarem tudo para o formato móvel.
    daqui a uns anos o Instagram será o novo Facebook a não ser que a applicacao Facebook mude muito nos smartphones…que neste momento está uma caca em comparacão daquilo que vemos nos monitores dos nosso PC’s.

  8. Pim Pam Pum says:

    Para que serve o Facebook? Serve para engates e para cuscar a vida alheia. Não venham cá com histórias de que o Facebook é muito mais do que isto, porque esta é a utilização que a maioria das pessoas lhe dá. Tudo o resto vem por arrasto: joguinhos, aplicações disto e daquilo, algumas delas úteis, não digo que não… Mas a base, o suporte, o alicerce do Facebook são fotos de rabos e mamas dos amigos e vizinhos. Quando essas pessoas bazarem, por algum motivo, o Facebook fica vazio e acaba. Para que é que as pessoas usavam o IRC? Para que é que as pessoas usavam o MSN? Para que é que as pessoas usavam o Hi5?… Hoje em dia, todas essas redes viraram teias… de aranhas :p

    • Jysk says:

      Nem mais. O facebook resume-se apenas “ao puro cuscuvelhismo”. O resto são meros detalhes.

    • Nuno Miguel says:

      Ora nem mais

    • Bruno Gonçalves says:

      Falas assim porque não lhe sabes dar o uso mais correcto.. Claro que toda a gente mete fotos e afins e dá para cuscar.. isso vai da cabeça de cada um.. mas dá para bem mais que isso.

      A diferença para o Hi5 é a possibilidade de seguir empresas, músicos, entidades de todo o género. Mais facilmente vez uma noticia através do facebook do que teres que ir a sites de noticias 1 a 1, tens tudo centralizado, recebes feeds do que é mais importante para ti, tens acesso a muito mais informação de uma maneira rápida do que sem facebook, ainda para mais aliado aos comentários e discussões dos artigos por parte das pessoas…

      Hoje em dia é impensável uma empresa não ter uma pagina no facebook.. há uma maior aproximação das empresas com o publico e o mesmo se passa com artistas…

      Resumindo, só dá ao facebook o uso engate e cuscar e jogar quem quer.. vai muito do uso de cada um.. e lembro que o que obtens do facebook é completamente configurável..

      Cumps

      • João Reis says:

        Claramente, só usa para engate e cuscar quem quer. Quem afirma que é apenas para cuscar e engate é porque apenas o usou para isso até hoje.

        Se ignorarem os seus amigos “diferentes” deixam de aparecer no newsfeed e podem apenas concentrar-se nas páginas e sites que já deixaram o seu blog ou site para apostarem no facebook.

        É a melhor forma de centralizar a informação, experimentem apenas. Deixem de ser teimosos e abram a mente a qualquer coisa, deixem o trolling para aqueles postais que conhecem do facebook.

        • aknahs says:

          Concordo com o seu comentário. Isto tem sido aqui com cada comentário mais descabido… Se não gostam do facebook, não usem.

          Quanto aos engates, eu não sei com quem estas pessoas se dão, ou quem adicionam no facebook. Eu uso o facebook para marcar jantares via eventos. Uso o facebook para ser convidado para eventos, desde festas a eventos culturais. E digo que graças ao fb tenho uma vida social NÃO virtual muito mais activa e acabo por conviver com um numero maior de pessoas. Especialmente aqui em Barcelona em que se dá melhor uso ao mesmo. Se tem uma pessoa que é cusca, sabem que podem ocultar mensagens e eventos delas certo?

          Quanto à privacidade, concordo até certo ponto a partir do qual passa a ser ridiculo. Se algo é suposto ser privado, para que se mete na internet? E logo numa rede social… E mesmo assim, é configurável.

          Outras pessoas parecem ter prazer em ver empresas falir… parece que invejam os seus feitos. Enfim

          Eu acho que se a empresa for bem gerida, inovando e expandindo, não há vidente analista algum que possa prever o seu fim.

  9. Flávio Nóbrega says:

    Meu deus.. como irá ficar a taxa de suicídio neste mundo :O

  10. POC says:

    Não pode acabar já?! Ontem era tarde…

  11. dude says:

    Espero que acabe , porque neste momento qua se todos ligao o cumpotadar para estar no face, e é a verdade. penso que é normal o hi5 todos tinham veio o face comecaram a mudar, oferecia mais, agora depende como o face ira evuluir. Mas espero que acabe pois ja ando farto de ver a minha namorada a passar h naquilo, contar a vida até farta quando ligo o face todos tem la algo da suas vidas, fico a saber mais de um amigo pelo face que conhece-lo. Onde é que isto ja se viu. As pessoas vão deixar de se ver ou que!!!!!

    • Anon says:

      Podias, em vez de ir ao facebook, aprender a escrever…

      • dude says:

        Não sou como alguns que ficam na m… da mae e do pai eu emigrei é normal qe escreva assim :-), oa correção , é que complica mais porque esta em outra lingua

    • Banzai!! says:

      pegando no conselho do Anon: enquanto a tua cachopa anda a navegar e a cuscar nos perfis das outras pitas, tu podes muito bem aproveitar para ir à escola. por outro lado, é bem possível que a miuda prefira passar o tempo no FB em vez de te ouvir…

      • Dumitru Toderici says:

        o Anon e o Banzai agora foram muito maus! 😀 xDD e agora ao assunto, a miuda so conta se quiser, ou fica no facebook se quiser! ninguem a obriga! enfim cada um com os seus pensamentos!

  12. a says:

    se dependesse de mim o facebook acabava ja….so se aguenta pelos otarios ke pensam engatar algm pela net

  13. Paulo Bastos says:

    Bruxo…não é preciso um génio para perceber que o facebook vai enfrentar dias difíceis num futuro próximo.

  14. Pedro Nunes says:

    Pra mim qualquer rede social começa a ficar em queda, a partir do momento que se vê tanto ou mais spam/malware, do que se vẽ posts ou conteudos interessantes!

    Ainda me lembro quando usava hi5 e exista o facebook, o facebook tenho as coisas básicas de perfil, assim como o g+ está actualmente…
    No entanto o hi5 começou-se a encher de tralha, e a malta foi migrando para o formal facebook, hoje é o facebook que tá atulado de “merda até aos dentes” sem jeito nenhum, e o g+ está limpinho!

    Cumps..

  15. Anónimo says:

    A melhor solução para o FB é retirar todas as acções do mercado!

  16. Texugoelectrico says:

    Mas… Vamos lá ver uma coisa, sempre que esta ideia do fim do Facebook surge alguém se lembra de comparar com o Yahoo mas a minha pergunta é, desde quando é que o Yahoo teve a influencia nas nossas vidas que tem agora o Facebook!?

    Mesmo quem não tem facebook acaba por falar dele, mesmo quem não “sabe” o que é um computador sabe o que é o facebook, não me lembro sequer de ouvir em qualquer conversa o termo “Yahoo” mas por outro lado sei que há pessoas que tiram uma foto numa festa a pensar no facebook.
    Ok, nos EUA e acho que pela Ásia o Yahoo teve muita importância mas não concordo minimamente com a comparação. Acho que o destino do Facebook só depende deles mesmos, da capacidade de se renovar e reinventar e estarem atentos ao que a concorrência apresenta.

    Se por um lado acho que a ascendência do Facebook está envolta em mistério e que se justifica perfeitamente esta queda na bolsa face ao que eles apresentam, afinal, seja a publicidade que não é especial, vale tanto como qualquer outra ou em termos da própria rede social, nada justifica os valores que eles atingiram e a “bolha” já se previa. Por outro lado não acredito que a queda será até ao seu fim, vão chegar ao seu valor real e depois disso continuarão no topo, como digo, dependendo deles próprios para lá se manterem.

    • João Reis says:

      Completamente de acordo, o Yahoo é exemplo nos EUA, onde foi preponderante, nunca chegou a ser Mundial. Pelo menos quando era Mundial pouca gente em PT sequer tinha net. Foi usado muito no Brasil sim, mas deixou, morreu, ficou para tras.

      AInda não existe sequer exemplo parecido com o Facebook, falam do Hi5 mas só quem não entenda ponta é que pode dar o hi5 como comparação.
      QUEM ESTIVER A LER ISTO: O HI5 nunca foi uma rede social à escala Mundial. Era usado por 2 ou 3 países, um deles era Portugal outro o Brasil se tanto. O hi5 era o inicio de uma rede social que nunca foi, ficou parola com cores e musicas, tal como aconteceu com o MYSPACE exactamente também nunca foi A rede social, foi um começo, falhou porque aparolaram aquilo tudo.

      Não sou fan do facebook mas uso-o como expliquei no post abaixo. É muito prático, se ignorar-mos os tais amigos que só dizem porcaria, mas esses ignoramos no dia-a-dia portanto merecem ser ignorados também no Facebook.

      • darth says:

        antes do google, a porta de entrada para a net era o yahoo. lembro-me perfeitamente. podes é ter começado a surfar na net quando ja havia google, mas antes disso, era yahoo

        • João Reis says:

          Estás enganado, altavista meu caro, esquece lá o yahoo esse era muito usado nos States. Não digo que não fosse famoso, era, mas so nos States. Quando tentou se globalizar falhou.

          Se te lembras o yahoo nao era um mero motor de pesquisa, tinha noticias na frontpage e eram sempre dos states, coisa que não souberam posicionar. Davam noticias ou motor de pesquisa Mundial.

          Nem um nem outro, nunca chegaram a ser nenhum. Era mais altavista motor de busca que o yahoo.
          Embora como te digo era usado e popular mas mais no States não chegou a globalizar.

        • Texugoelectrico says:

          Acredito perfeitamente que usasses o Yahoo, eu também me lembro de o usar, embora preferisse o Alta Vista, mas quando falo em importância falo a nível mundial, é claro que há sempre pessoas que preferem um motor de busca, uma rede social (exemplo hi5 em Portugal ou Orkut no Brasil, muita gente por cá nem sabe o que é isso do Orkut) ou sei lá, um sistema operativo mas depois, à escala mundial a coisa não resulta e é por isso que eu não concordo com a comparação com o Yahoo sendo que o Facebook conseguiu uma globalização extraordinária, seria o mesmo que os Chineses virem comparar Google com Baidu ou coisa assim…

      • wtv says:

        Lá está. Pouca gente tinha net a nivel mundial por isso o Yahoo não chegou a toda a gente. Nos EUA como havia mais acessos à internet…ficou famoso.

        Ainda me lembro de usar o yahoo, altavista, sapo e depois google.

        • João Reis says:

          Sapo e google muito muito mais tarde.

          Estamos a falar dos primórdios. Yahoo usava-se mas preferia já em 98 o altavista. Nunca foi globalizado o Yahoo porque simplesmente nunca se soube definir muito bem. Creio que apostou mais no mercado Americano e neste tipo de negócio temos de apontar ao Mundo, e não souberam evoluir. Foram um famoso Flop, tinham tudo para dar, não deram. Se acontecer ao Facebook também será Flop mas dúvido para ja pelo menos, Facebook será Rei e Senhor, não irá ter extinção rápida, muito menos em 5 anos.

    • Paulo Bastos says:

      Epá mas andas na internet a quanto tempo?? o Yahoo foi um gigante antes do Google, o meu primeiro email foi Yahoo (ainda hoje uso e é um dos melhores), a uns anos atrás o Yahoo até tinha um revista e toda a gente falava nele, claro que hoje em dia é uma sombra do que foi e as novas gerações nem sabem o que é o Yahoo, mas também em parte é ignorância pois quem se interessa muito por tecnologia têm quase obrigação saber o que é e o que foi o motor de busca entre outras coisas…

  17. João Reis says:

    Experimentem usar o facebook para centralizar as informações dos vários sites que usam nos favoritos, pelo menos os de noticias. Eles já tem Pagina de Fans no Facebook, e ao fazer GOSTO em cada uma das paginas dos seus sites fica com 1 sitio centralizado NEWS FEED onde pode ler os topicos de todos os seus sites.

    È simples e quem souber usar o facebook e ignorar os amigos que não sabem sequer escrever ou os que comunicam de forma diferente de cada um de voces, se filtrarem tudo, tem uma optima forma de agregar a informação.

    Isto é apenas um exemplo, ainda bem que existe facebook, duvido que acabe para já. Comunico com amigos e comunicam comigo atraves do que vão colocando. Podemos debater assuntos relevantes sem ter de saltar sitios ou reenviar emails.

    Não vou ao facebook todos os dias, mas aprendi a rentabilizar o tempo usando-o. Em vez de ter 500 bookmarks de sites, agrego-me ao grupo ou pagina do facebook desse site e tenho os topicos todos na ponta de um dedo de scroll

    • fiendmost says:

      entendo seu ponto, mas ainda acho mais útil os feeds rss 😉

      • Bruno Gonçalves says:

        Com os rss feeds não tens a possibilidade de comentar a noticia e entrar em discussão da mesma ;).

        • Nuno Miguel says:

          Depende

        • Paulo Ferreira says:

          Uma das razões pelas quais deixei de me interessar pelo FB foi simplesmente pelo facto de toda a gente poder comentar seja o que for, mesmo sem perceber nada do que se está a comentar, pois em 90% das vezes lêem o titulo do artigo e opinam sem sequer ler o artigo em si. Pessoalmente acho o Google+ muito mais cativante a esse nível.

          • Bruno Gonçalves says:

            Pois aqui nos blogs já não há gente que mal lê o artigo e opina sem saber.. Então pergunto porque continua a vir ao pplware? Também tem comentários de pessoas que não percebem nada..

            O Google+ mais cativante? Bem a m#$%da é a mesma o cheiro é que é diferente.. só sente a diferença porque tem menos utilizadores 😉

        • Pim Pam Pum says:

          Olha, o que eu sei é que ninguém comenta puto no Facebook do Pplware e toda a gente vem para o site debater as notícias que eles publicam. Ah, pois é 🙂

          Eu até tenho uma teoria de que o Facebook deve afectar gravemente o cérebro das pessoas. Os típicos “comentadores de Facebook” constituem uma categoria à parte neste mundo, são um autêntico case study, porque parecem todos saídos de um manicómio, pela forma como se atacam e se insultam uns aos outros, por tudo e por nada!

          Eu até fico nervoso a ler aquilo. Serei o único? 🙂 Sinceramente, prefiro ler as notícias num newsfeed, sem o apêndice dos comentários.

          • Bruno Gonçalves says:

            Por acaso é verdade lol. Mas também não comento lá porque já toda a gente comenta aqui x).

            Se o pessoal comentasse lá também comentava lá 😛

            Depende muito da entidade, por exemplo o Público tem muitos comentários tanto no Facebook como no site deles.. e há comentários disparatos e sem sentido em qualquer um deles :).

            O pplware funciona bem em blog, sbem que o sistema de comentários deixa a desejar, vai pondo sempre para a direita.. e ao fim de uns quantos comentários fica difícil ler.. e torna-se um site muito longo..

            Não estou a dizer que o face é melhor.. nestes casos um Forum é mesmo o ideal 🙂

          • Vítor M. says:

            Não há sistema perfeito de comentários. Já vimos N deles, já analisamos e para sites com um grande fluxo de comentários, até ao momento, este é menos problemático. Não é perfeito, concordo contigo, mas para a troca de argumentos, para responder a um comentário… este sistema ainda vai permitindo alguma interacção. Não esconde comentários, não quebra a linha de argumentos dos visitantes…a penas tem um limite… que deveria continuar mas por razões técnicas para um determinado level.

            Temos de pesquisar melhorias, mas ainda não vi, dentro dos grandes sites.

          • Bruno Gonçalves says:

            Não dá para ter do género.. O artigo como blog normal e os comentários em forma de forum com citações e afins?

            Ou a cada criação de um artigo ser criado uma nova entrada no forum e ter o artigo associado ao forum que por sua vez os comentários são integrados aqui..

            Não sei, estou sou a atirar para o ar x)

          • Bruno Gonçalves says:

            Tens ainda a possibilidade estilo comentários do Publico.

            São agrupados e mostra se tem respostas ou não.

            É tipo o que há aqui mas melhor organizado.

            Vocês perdem muito espaço com a barra lateral direita, deviam tentar reinventar o blog nesse aspecto 🙂

      • João Reis says:

        Não há discussão e depois os comentários que existem nos sites em que podes estar anónimo são trollers mal educados na maioria.

        Com o Facebook o sistema de discussão é muito mais civilizado pelo menos. No máximo bane-se a conta e deixa de existir, ou apaga-se o comentário.

        É bem diferente mais dinâmico e interactivo. Facebook está e para durar, é a minha opinião. Experimentem bloquearem aguns amigos chatos que postam tudo e mais alguma coisa, comecem a utilizar as paginas de fans associados aos sites e temas que vos interessam.

  18. Scalawag says:

    Não acredito muito! Não se pode comparar o caso do Facebook ao caso do Yahoo. São 2 plataformas diferentes. Por exemplo o Yahoo de certeza que nunca teve sucesso em certos países. Aposto que em Portugal o Sapo e o Hotmail há 10 anos tinham muito mais sucesso que o Yahoo. O Yahoo na altura conquistou os USA e pouco mais. O Facebook conquistou o mundo! Poderá vir a ter uma queda, mas como está sempre evoluindo, vai ficar durante muito mais do que 5 anos.

    • João Reis says:

      Exactamente, é precisamente isto que é preciso informar. Acho que a desinformação prevalece e os trollers agradecem.

    • aknahs says:

      Concordo, principalmente tendo em conta o conteudo que o facebook já armazena. Muita gente usa o facebook para partilhar fotos ou mesmo para gerir albuns. E eles tem feito algumas melhorias nesse sentido.

  19. fiendmost says:

    Acho que acaba antes. E já foi tarde! Sumir acho que não some, mas será abandonado progressivamente com certeza

  20. fredzzzz says:

    podia fechar mais cedo

  21. Adelino says:

    Não acredito que o fim do facebook esteja próximo. Quanto muito poderá deixar de crescer e decrescer um bocado. De facto as aplicações facebook para smartphones ainda estão um bocado limitadas mas não há alternativas para já prevê-se que o google+ vá ser o sucessor mas e se o facebook criar um SO. muita coisa pode acontecer em 5 anos.

  22. José Oliveira says:

    Realmente…Esse puto do Zuckerberg, além de nunca ter tido olho po negócio era um ladrãozeco.
    Por isso é que o facebook foi e será…apenas uma moda…
    Se ele fosse inteligente, já devia ter mesmo percebido que o futuro do Facebook não estava nos jogos da treta, nem nas aplicações, que muitos falam e eu desconheço(porque não tenho).
    Eu também não sou analista, mas penso que como Eric Jackon afirma, acho que o mercado está virado para a terceira geração onde as empresas estão totalmente focadas em tirar o máximo dos proveitos financeiros do segmento móvel, coisa que o Facebook não foi capaz de atingir no tempo certo.
    Espero que este zuckerberg não roube mais ideias para futuros próximos, senão qualquer dia é convidado para presidente dos Estados Unidos…
    E também sou apologista que esta rede social termine rapidamente, e tal como o Diogo, sou uma pessoa que preza mais o contacto fisico, e ter, e saber quais são os seus 10 melhores amigos que se encontram no café e que têm conversas minimamente interessantes, do que os 800 (supostos amigos) que tem adicionado na sua conta, e que a unica coisa que são capazes de dizer é mais do tipo…”Helaaa…Estás toda boa…Gosto de ti…És mesmo Gira!!Vamos tomar um copo?”…
    😛 Acéfalos 😛

  23. Walt Sousa says:

    Previsões há muitas mas isso quer dizer que todas estejam correctas. O engraçado é que entre o título do artigo e uma frase do seu texto existe logo uma contradição: primeiro afirma-se que os analistas prevêem que o Facebook vai acabar em cinco anos. No texto lê-se: “Para Patrick Moorhead, analista de Moor Insights & Strategy, o Facebook não desaparecerá em cinco anos, mas este reconhece que não terá os mesmos índices de crescimento que apresenta actualmente”

    Em que ficamos? Serão apenas 5 anos ou serão precisos mais? Previsões, apenas isso. Acredito que o Facebook há-de chegar a uma altura que estagna e até a uma altura de diminuição mas também não acredito que eles não estar anos parados à espera do seu fim. Vão-se mexer e abranger outras formas de negócio e de tentar rentabilizar a sua rede social.

    Eu também posso prever que o Google um dia deixa de ser o motor de busca mais usado. Não me peçam é o ano, nem sequer a década disso acontecer. Apenas sei, ponto. 🙂

  24. J0n says:

    O Meu também já foi com os… cansei-me daquilo. True story!

  25. piteiras says:

    Só usa o facbook ou outras redes socias quem não sabe fazer mais nada na net, há tanta coisa interessante por esta web fora.
    Mete-me nojo estas redes sociais, não desaparecerem de uma vez por todas…

  26. Bruno Gonçalves says:

    Quando deixarem de usar o facebook para ter contacto com os supostos amigos para contar toda a vida e cuscar a dos outros e passarem a usar como finalidade a informação, os debates, a cultura e tanta coisa mais.. Vão perceber a verdadeira essência que faz milhares de pessoas e empresas estarem sempre ligadas :).

    Com este tipo de comportamento não se tem menos vida social, pelo contrário ganha-se em muitos aspectos.. Há que saber usar e abusar da ferramenta a nosso favor ;).

    • Pim Pam Pum says:

      Bruno, isso que disseste é impossível. No dia em que as pessoas deixarem de usar o Facebook para a coscuvilhice e engate, e ele passar a ser usado unicamente para informação e cultura, vais ter logo aí uma redução brutal do número de utilizadores. E depois é uma bola de neve. Onde não há pessoas/público, também não há empresas, não há jornais, não há artistas, não há mais ninguém, vai ser a debandada geral para os novos serviços que estiverem na moda.

      • Bruno Gonçalves says:

        Huummm talvez sim, talvez não :), mas até faz sentido o que dizes tendo em conta a quantidade de lixo que se vê nos feeds por vezes… mas pensando bem qualquer rede social do género que tenha o intuito de partilha de qualquer coisa vai ser sempre assim.

        O ideal seria apenas uma rede social para esse tipo de coisas, apenas de páginas de entidades, artistas, noticias.. mas seria algo incompleto para o utilizador comum e que quer ver o que os “amigos” fazem.. e deixa de ser pouco pratico para cada entidade ter a sua página actualizada em cada uma das redes sociais em que está presente.

      • Bruno Gonçalves says:

        Verdade seja dita.. o Netlog nunca acaba porque é parecido com uma casa de pu#as x), mas deixa muito a desejar no outro aspecto relativo à informação prestada pelas empresas..

        Uma rede social hoje em dia a meu ver deve conseguir aliar os dois mundos.. e o facebook consegue-o bem.

  27. Franko says:

    Eu tenho o Facebook e o que mais gosto dele e fazer publicidade do meu site.Tenho mais de 5000 amigos virtuais.Mas digo para ter todos estes amigos fui bloqueado vezes sem conta.Hoje o meu site conta com 70 mil membros,80% foi a pala do facebook.Nunca paguei um centimo de publicidade.Assim vale a pena ter facebook,venha outro! he he

  28. Rui Furtado says:

    Em vez de ver (cuscar) os amigos ( gajos e gajas que se calhar nunca vou meter mais que dois dedos de conversa na “vida real”) todos os dias num ecrã, prefiro encontrar acidentalmente ou muito raramente alguém para metermos a conversa em dia. Se perguntar com quem e a que horas alguém fez alguma coisa no Facebook, uma semana atrás, ninguém vai saber dizer ao certo, visto isto ser nada mais do que uma série de “clic´s” e frases curtas. Quase sempre unidireccionais. Ainda me lembro das sete ou oito vezes que tomei café com o pessoal. Sei o que disse. Lembro-me do que disseram. Os apertos de mão foram reais.

  29. Franko says:

    O facebook e rentavel se os usuarios pagarem um x por mes como fazem os outros sites.Se continuar de borla,não vai longe…A publicidade não basta para se manter.Facebook faz como eu!! Os meus membros pagam 10 euros por mes e estão felizes.

  30. Eu acho que o o Face vai ter um final igual ao Orkut… que era legal acabo sendo abandonado pelos usuários deixando apenas os corneteiros de propagandas e besteiras…

  31. Maxx says:

    Toda a gente sabe que o FB é um pau de dois bicos… por um lado, pode ser muito prejudicial, mas por outro lado é muito poderoso e também falo por experiência própria… é como uma arma de fogo, se a deixares em cima da tua mesa corres o risco de alguém pegar nela e tentar contra a tua vida, mas se não a largares da tua mão, quem tentar ir atrás dela corre o risco de perder a vida… é simples.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.