Quantcast
PplWare Mobile

NOS e Vodafone: Rede móvel vai ficar melhor após acordo histórico

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. cm says:

    Finalmente porque a rede Movel da NOS é muito má!

  2. Ivo Fernandes says:

    Tenho uma casa de férias numa zona rural em que apenas existe cobertura da NOS. Será que, com este acordo, em todas as zonas em que existe cobertura de apenas um dos dois operadores, passa a existir também do outro?

  3. Alfredo Pereira says:

    “as operadoras nacionais têm vindo a estabelecer “acordos” com o objetivo de oferecer o melhor serviço aos seus clientes.” Então o acordo da cartilha dos preços, esse sim, os portugueses agradecem.

  4. ze says:

    la se vao mais uns trocos a sair do bolso

  5. Redin says:

    Só lamento que a minha operadora se associe a outra que tem dado tão péssimos exemplos de qualidade, mas se isso vier para um bem comum, vá lá. Estaremos cá para ver e julgar.

  6. lumia says:

    A rede NOS é que vai sair beneficiada com isto, porque a Vodafone tem sempre boa rede…

  7. Ricardo says:

    Ilhas também incluídas?

  8. Euéquesei says:

    Boa, se vão partilhar sinergias e racionalizar custos preparem-se meus bravos porque vem aí uma baixa generalizada de preços nunca antes vista.
    Eu até fico maluco com estas notícias.

  9. Pedro says:

    Se atá os preços são combinados entre os 3 operadores (porque a ANACOM não existe), acho bem que partilhem a infraestrutura.

  10. eu says:

    Bem a NOS vai de certeza melhorar agora resta saber se a vodafone vai manter ou piorar…

  11. Jorge Raposo says:

    Huuuuumm…..Será consequência das acções da ANACOM?
    Parece-me ser contraditório com as afirmações, alegações e ameaças das operadoras.
    Esperemos que este acordo seja alargado e que, num futuro próximo, possamos ter a possibilidade de optar por qualquer uma das operadoras sem ter que alterar as infraestruturas, como já sucede por exemplo com a eletricidade.
    Falta saber quando será que as zonas de menor densidade populacional, tipicamente rurais e no interior do país (sendo os conceitos de ruralidade e de interior do país muito alargados), terão acesso ao 2G, para permitir por exemplo, chamadas de emergência. É que, de nada serve existirem números de emergência quando não existe cobertura de qualquer operador. E não adianta aconselhar quem trabalha na agricultura e similares a ter uma telefone à mão porque de nada lhe vale quando não existe qualquer cobertura de rede.

  12. A.S. says:

    Pelo que percebi so vão partilhar os “postes”… ou seja a NOS não irá melhorar se não for lá colocar uma antena. Nem vai ficar logo com a mesma cobertura da Vodafone.
    Realmente a cobertura e qualidade de comunicação nem se compara… a NOS é muito fraca (obviamente, com excepções aqui e ali).

  13. A says:

    Ponto 1: Partilha de infra só será em zonas rurais ou pouco densas
    Ponto 2: RACIONALIZAÇÂO de infra, portanto não se trata de aumentar ou melhorar cobertura, é dividir despesas de que se fala.

  14. Mário Cardoso says:

    Radiações radio que causam este flagelo de cancros.
    Façam um estudo do número de cancros nas chamadas zonas sombra.
    Vão ver a diferença.

  15. Nelson says:

    Acabem com antenas em torres, que irradiam altas frequências, prejudicais para todos os seres vivos; acabem com a poluição visual, com milhões de cabos ilegalmente colocados nas fronteiras das casas. Substituam tudo isso por satélite, com milhares de canais gratuitos.

    • Enfim... says:

      É Começas a usar telemóvel satélite, com chamadas caríssimas, internet lenta tendo em troca TV grátis no telemóvel?
      Não entendi essa logica

    • Xico says:

      Já agora acabem com toda a tecnologia de apoio à saúde que irradia radiações, e ofereçam a quem concorda com isso e com os “Nelson” deste mundo uma viagem só de ida para o deserto do Saara. Lá certamente não tem cabos, poluição visual, COVID-19, mas pode apanhar com as radiações dos satélites., sem interferências, e podem até antes de ir para lá ler algum estudo sobre o malificios de usar roupa, pois as tintas podem transmitir algum problema à pela. Se o homem fosse para ter proteção corporal tinha nascido com penas, pelo, ou outra porra qualquer….
      Enfim existem teorias para tudo.

    • Lahey says:

      Nelson, daqui nada está a dizer que quer ser pago pelas operadoras para ter o serviço em casa, só pode xD

  16. Mário Hernâni Oliveira says:

    Por enquanto, sinto-me satisfeito com a operadora (NOS) pela qual optei.
    Espero que as coisas melhorem para todos.
    Cumprimentos do
    Mário Hernâni

  17. Mário Hernâni Oliveira says:

    Por enquanto, sinto-me satisfeito com a operadora (NOS) pela qual optei.
    Espero que as coisas melhorem para todos.
    Cumprimentos do
    Mário Hernâni

    • Jorge says:

      Ora aí estão, nos comentários, duas localizações que devem ter cobertura muito semelhante: deserto do Sahara e a 50 km de Lisboa. Tenho dúvidas se na primeira não se terá melhor cobertura de rede.

  18. Leonel Tomaz says:

    Será que é desta que a NOS, a 50Km de Lisboa nos forneça um sinal Wi-Fi,como deve de ser. Há 2 Anos que pago 15€,(CANGURU)por mês e sinal pouco ou nada.

  19. HUGO SANTOS says:

    Basicamente o que eles estão a fazer é partilhar o quarto e dividir a renda. Mas cada um continua a dormir na sua cama.

  20. Fantasma says:

    Parece ser um acordo interessante.
    Tipicamente, a NOS é uma desgraça na rede móvel. Mas, nem sempre tem a ver com a força do sinal de rádio! Em alguns locais, que já detetei, o nível de sinal até aparenta ser forte mas em que em termos de tráfego é uma desgraça! Dependendo da hora (assumo que terá a ver com o carga, número de clientes ligados e a usar largura de banda), ou é uma loucura (no bom sentido, excelente velocidade, geralmente durante a noite durante a madrugada) ou uma coisa louca (no mau sentido, com velocidades extremamente baixas, mesmo muito baixas, geralmente durante o dia). Esta questão poderá não será resolvida com este acordo, que parece ser devido a deficiente largura de banda na rede NOS.

    Esperemos que não estrague a qualidade que tipicamente há na rede da Vodafone (onde há cobertura e com razoável sinal). Não havendo partilha de espectro, pode ser que não.

    • Fantasma says:

      Já agora, finalmente, a Vodafone junta-se às outras operadoras na oferta de tarifários de dados móveis (falo, essencialmente, dos pre-pagos) SEM limite de tráfego, e que tenha detetado, sem aumento de preços. Bom passo, a prepararem-se para o 5G.

  21. Joaquim Oliveira says:

    Sou cliente de outra operadora, neste caso a MEO a cobertura é uma vergonha, tive que aderir à NOS a cobertura é uma maravilha!

  22. Fernando says:

    Não fico admirado. Já partilham a mesma tabela de preços ao cêntimo!!!!

  23. Augusto Sá says:

    Mais um cartel não andam para dar nada a ninguém pelo. Contrário é. Um. Cartel puro sem que as autoridades possam intervir

  24. Ruben F. says:

    Quero ver mais tarde qual das operadoras vem a público mencionar que é a melhor rede móvel, distinguida pela ANACOM. O aspecto positivo nisto, é o benefício que traz aos clientes.

  25. Pedro Marques says:

    esta sinergias tem mais objectivo de poupar dinheiro que outra coisa.
    vao ver eles a tirar antenas em sitio que teem uma de cada operador.

  26. Fernando Simões says:

    Boa tarde. Serviço móvel da NOS mau… É dizer pouco… Internet durante o dia 1/5 da velocidade contratada (25Mb)… Imagem satélite na qualidade HD… Meu Deus… Tem dias. O telefone nem uso. Vamos ver se nós os que somos obrigados a este tipo de serviço teremos finalmente uma boa qualidade de serviço

  27. AlexX says:

    Off-topic do tema, mas o site da Vodafone PT parece estar em baixo ou com problemas, não consigo abrir nenhuma página entre os links disponíveis. O fórum lá abre mas com muito esforço passados 1 a 3 minutos e caso não dê erro de “time out” ou “site can’t be reached”. Nenhum problema com o site da NOS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.