Quantcast
PplWare Mobile

NASA: Novos dados indicam que pode ter havido vida em Marte

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. Someone says:

    Eu para já avcredito que já estavas com soninho Marisa. Esta hora não te é muito favorábvel.

    Devo dizer que, na minha opinião, estás a mais na equipa.

    * Presumo que este comentário não ser aceite, para não variar *

    • Tiago Sousa says:

      Não percebi este comentário!

      wth?

      • João Sá says:

        Por causa das gralhas

        “O que pensa desta descoberta? Avcredita que há vida noutros planetas?”

        “Assim, o Curiosity analisou uma rocha de Marte que continha todos os minerais e elementos químicos favorábveis à existência de vida microbiana.”

      • Texugoelectrico says:

        Ele refere-se a erros ortográficos presentes no texto.

        Não vou aproveitar a embalagem para deitar abaixo a autora do texto (Marisa Pinto), digo apenas que erros acontecem, embora um corrector ortográfico faça maravilhas (e nem sei que editor de texto não o tenha hoje em dia) e que desde que sejam corrigidos sem grande alarido não trás mal nenhum ao mundo. Para além disso percebe-se que são erros de digitação e não por desconhecer como se escrevem as palavras.

      • Bruno says:

        É por ter o erro “favorábvel” na notícia, mas também não percebo o porquê da opinião, já ninguém se pode enganar?

    • Pedro Teixeira says:

      Que chunga que tu és.

    • Joji says:

      Que exagero.. Ate parece que nunca leste um jornal em papel e dos mais top, têm erros de edição todos os dias.. Ou telejornais com textos de notícias ou rodapés.. porque haveria o pplware de ser imune a erros..

    • Marisa Pinto says:

      @Someone,

      Peço desculpa, foi erro meu.

      Numa próxima escrevo um artigo menos complexo, assim podes concentrar-te na notícia (pois irás percebê-la) e não em erros que não passam de uma consequência de ‘escrita rápida’ e também algum cansaço.

      Cumprimentos!

      Marisa Pinto

    • CMatomic says:

      Não entendo como há pessoas julgam o nível de inteligência , por alguém dar erros ou não.

    • Pedro Pinto says:

      @Someone
      O Povo é quem mais ordena……Tens aí a reposta ao teu lamentável comentário. Para a próxima, faz-te homem e assume-te! De cobardes anda o mundo cheio!

  2. João Sá says:

    “(…) e os cientistas da estação espacial admitem que o planeta vermelho pode já ter tido condições para que lá tivesse existido vida humana.”

    Vida humana?

    • Hugo Duarte Capela Novais Teixeira says:

      sim, está correcto!
      pode ter existido condições para a vida inclusive a vida humana.

    • lmx says:

      Não sejas assim João 😉

      informa, com vista a alguém corrigir, mas acho que abusas-te no conteúdo da informação… lol

      É por existirem essas políticas, em alguns sítios, que muitos dos melhores profissionais fogem dessas empresas…

      tu só te tornas bom, falhando…

      O contrario é completamente falso!!Somos seres Humanos…não sei se já te tinhas apercebido disso?!

      cmps

    • says:

      Não está escrito que pode ter existido vida humana mas sim que as condições que poderão ter existido podiam ser favoráveis à vida humana.
      O texto está bem.

    • Marisa Pinto says:

      Sim, vida humana.

      Pode (hipótese) já ter tido condições (os elementos necessários) para que a vida humana possa lá ter vivido.

      Não se diz que existiu vida humana, mas sim que há condições para isso.

      Cumps.

    • Diogo R. says:

      os romanos utilizavam Marte como prisão, daí a terem criado um buraco de verme entre Roma-Marte e plantado alguma vegetação de forma a promover a existência de oxigénio e a sustentar as funções vitais dos prisioneiros xD

      *Deveria quer dizer vida microbiana…

  3. Alexandre Amaral says:

    Sinceramente acho ridículo botar a baixo um trabalho de uma pessoa por causa de gralhas no texto, uma coisa é dar sugestões de correcção (era porreiro que o pplware investisse num botão em cada publicação que permitisse reportar os erros…em vez de usar-mos os comentários para isso) outra é faltar ao respeito.

    Em relação à vida em Marte, ou em outro qualquer planeta extra Terra, penso que ninguém duvida da sua existência, seja ela bacteriana ou outra.
    Ainda em relação os projectos de exploração como é o caso deste Curiosity, parece-me que estamos a evoluir bastante neste aspecto, a cada dia aparecem coisas novas o que é bastante bom sem qualquer duvida, o que tenho pena é que, quanto mais avançamos para explorar outros mundos, mais nos esquecemos do nosso.

    Por ultimo, acho quem ficou todo contente com esta noticia foi o Fox Mulder….já tenho saudades de outra série estilo x-files.

    • CMatomic says:

      De certeza que Mulder ficava contem com a noticia , mas vejamos.
      A questão se existe vida inteligente na nossa Galáxia , tudo aponta que sim , mais tarde ou cedo iremos contactar com esses seres inteligentes .
      Se esses Humanoides já visitam a terra há pessoas dizem que sim já cá andam .
      O estudo de Marte não é para provar se existe vida noutros planetas, mas sim para estudar a historia de Marte e de como a vida se forma em noutros planetas , e com estes estudos de Marte abre a possibilidade de um dia de terraformar Marte num planeta habitável como a Terra , eu ate acredito dentro de 2000 anos Marte ira ser um planeta perfeitamente habitável.
      Nós humanos ainda estamos aprender e evoluir o nosso conhecimento sobre tudo o que nos rodeia .
      Agora vejamos , imagina que éramos uma civilização tipo 2 “a nossa é tipo 0.5”
      http://pt.wikipedia.org/wiki/Escala_de_Kardashev

      Encontrávamos a Terra com os seres primitivos que ainda , se matam uns ao outros por coisas insignificantes , que são gananciosos , que acham os mais inteligentes, que se acham os mais importantes , que se dividem por classes .
      Será inteligente entrar em contacto e entregar de bandeja tecnologias do tipo 2 a uma sociedade como a nossa onde que só peça em atacar o vizinho do lado ?
      Por isso penso que existem muitas civilizações na nossa galáxia que já deram conta que nos estamos aqui , mas não entram em contacto directo porque ainda não aprendemos o suficiente para entrar em contacto com outras civilizações.
      Por isso temos que estudar mais o que nos rodeia.

    • Pedro Pinto says:

      Boas Alexandre,

      É uma boa ideia. Depois de milhões de palavras batidas no teclado é natural que uma ou outra nos saiam ao lado. Sempre que vejam algum “bug” no texto, enviem-nos sff para geral at pplware.com que nós agradecemos.

  4. Stoned says:

    E se em vez do “bota abaixo” contribuissem com críticas positivas e construtivas? E já agora… leram mesmo o artigo?

    • sergio says:

      aqui vai a minha crítica: ainda nem o planeta terra o homem descobriu e anda em aventuras destas a gastar dinheiro

      • pixar says:

        eheheheh
        O Velho do Restelo disse isso mesmo aos navegadores portugueses…
        Não vás por aí. O orçamento destas missões é insignificante à beira daquilo que se gasta com armas. E é de certeza mais útil…

        • sergio says:

          tens razão o pior dinheiro gasto é em armas, mas foi por isso que falei, não era para se levar à letra, só acho que há muita coisa mal aqui na terra

  5. gammaray says:

    A ver se é desta que encomtram aminoácidos/moleculas orgânicas para se provar (ou não) a existência de vida fora da terra.
    🙂

    • Bruno M. says:

      Eu acho que algures no Universo, exista vida inteligente (como nós, humanos) em algum planeta ou até não inteligentes. Agora é presunção a mais dizer-se e/ou afirmar-se que possa existir vida com seres semelhantes a nós…

      Vida microbiótica 99% de certezas que há, agora como nós, idêntico a nós é um pouco difícil até porque os planetas não são todos iguais na sua composição quimíca e atmosférica.

      Além do mais, se existem seres capazes de sobreviver a ambientes hostís, quem sabe que num planeta sem a atmosfera como o planeta terra possa existir outro tipo de ser vivo inteligente com outras caracteristicas?

    • CMatomic says:

      o estudo não é para provar se existe vida fora da terra , mas sim para estudar o passado de Marte e se já teve vida, tudo a ponta quem sim , e sim existe vida em outros planetas parecidos a terra na nossa galáxia , pensar ao contrario é ter uma mente medieval , não sei qual é preconceito de se pensar que existem civilizações na nossa galáxia mais avançadas que nos , nos não somos os únicos , choca ? a mim não .
      Tudo é uma questão de aprendizagem , mais tarde ou cedo iremos contactar com outras civilizações

  6. Carlos says:

    Não percebo como este País está como está, com tanta inteligencia e tanto perfecionismo …
    Enfim …

  7. Ricardo Carvalho says:

    Sinceramente não percebo a vossa obsessão em andar constantemente a corrigir os erros ortográficos da malta.
    Certo que devemos tentar ao máximo escrever corretamente de forma a respeitar a nossa língua mas caramba, ao ponto de tornar um tópico de discussão muito mais interessante num tema sobre quem é que errou ou não… Será uma forma de andarem a demonstrar que são mais inteligentes ? Não percebo !
    Começo a ficar fartinho de andar a ler noticias neste site cujos comentários são “isto mal escrito, aquilo mal escrito”. Não têm outra vida do que vir para a internet fazer estas figuras constantes ?
    Pessoalmente fico agradecido pela equipa do Pplware me trazer estas notícias que provavelmente de outra forma nunca teria conhecimento, independentemente de ter três ou quatro erros ortográficos.
    Vamos tentar ser mais compreensivos e adultos quanto a esta situação, e não a mesquinhice que se anda a demonstrar e sinceramente já farta !

    • Bruno M. says:

      Caro Ricardo, estamos em Portugal no Séc. XXI mas mesmo neste séc. os Portugueses continuam mesquinhos como sempre…
      As mentalidades retrógadas ainda estão bem cravadas na nossa cultura passando ainda de pais para filhos.

      Quando as mentalidades ficarem mais abertas, tudo irà mudar

  8. tiago says:

    Obviamente que existe vida para além da terra… aliás quem pensa que somos unicos com vida no espaço, nao deve tar a ver bem a coisa, certamente…

    • Francisco says:

      Primeiro reparo e referindo-me ao último parágrafo “O que pensa desta descoberta? Acredita que há vida noutros planetas?”. Acreditar é uma questão de fé, crença. A ciência baseia-se em factos, provas documentais, nos resultados experimentais, nunca no acreditar. Segundo o “Obviamente”, em ciência apenas os axiomas são óbvios e não tenho ideia que a existência de vida para além da Terra seja considerado um axioma.

      • Marisa Pinto says:

        Bem, recentemente a NASA (John Holdren) disse que caso um asteróide ameaçar colidir com a terra, resta-nos a nós, população terrestre, rezar. 😉

        Para além disso, penso que acreditar nada tem a ver com ser ou não ciência, mas sim com a confiança que cada um de nós coloca no que fazemos.

        Cumps

  9. Felipe Caldeira says:

    Apesar do entusiasmo em torno deste tipo de noticias deixei de acreditar nos fanfarrões da NASA…

  10. Joji says:

    Uma coisa é existência de vida, outra coisa é existência de vida humana..

  11. JC says:

    Existe um erro comum na perspectiva da dimensão do tempo de existência do Universo e da vida na Terra.

    Há pouco, li uma comparação que ajuda a entender a efemeridade dessa existência: “se a duração do Universo fosse medida pelo comprimento do nosso braço estendido, a vida na Terra correspondia à extremidade de uma unha da mão, que seria eliminada por uma única passagem de uma vulgar lima de unhas”.

    Perspectivando então correctamente o Universo e não apenas o nosso insignificante sistema solar, e como todo o Universo tem a mesma composição e origem, existem razões para crer que a vida, na forma organizada como a conhecemos, possa vir a ocorrer ou tenha ocorrido em qualquer lado e em qualquer altura. Não se pode simplesmente descartar a possibilidade de outras ocorrências de vida, que tenham evoluído para uma forma “inteligente”.

    Porém, considerando a enorme duração do Universo e a curta duração de uma vida “orgânica”, qual será a probabilidade de surgir simultaneamente duas ocorrências? Muitíssimo baixa.

    E se existir uma vida, que tenha evoluído para uma forma “inteligente” simultaneamente com a nossa existência? Atendendo à enorme dimensão do universo, e mesmo viajando a uma velocidade várias vezes superior à da luz na direcção correcta (o que actualmente é impossível), qual a probabilidade de se virem a encontrar? Creio que absolutamente nenhuma.

    Contudo, existe uma nação evoluída, que não vou referir, onde existem opiniões antagónicas, que vão desde considerar que o Universo não tem mais de 9.000 anos, à de possuir um departamento de estado dedicado ao estudo e implementação de meios para combater uma eventual invasão extra-terrestre.

    • CMatomic says:

      onde é que foste buscar essa tua teoria sobre o universo ?
      Sé os próprios astrónomos acreditam que exista vida em outros sistemas solares e até em luas no nosso sistema solar , e também até cientistas em termos matemáticos dizem que existe civilizações mais avançadas que nós na nossa galáxia .
      Não sei como te classificas , mas só vês aquilo que aparece a frente , mas por vezes aquilo que não se vê é tão real como aquilo que se vê.

      • JC says:

        Não sei se sabes que existiram cientistas que defenderam (encarniçadamente) as mais diversas teorias sobre o Universo, que foram depois desmentidas por novas provas e descobertas que as invalidaram, dando lugar a outra teorias. Essas novas teorias nunca foram aceites pelos que defendiam as anteriores e ainda menos pelos que as criaram. A sua aceitação generalizada só foi conseguida através da emergência das novas gerações de cientistas, que foram já educados no conhecimento das novas teorias. Aconteceu assim desde a antiguidade até aos tempos actuais.

        A ciência baseia-se em teorias que permitem explicar cabalmente os factos verificados através da observação e experimentação. Quando se foge daí, já não estamos a falar de ciência, mas sim de filosofia.

        O que antes expus representa a minha interpretação (e creio que ainda existe liberdade para pensar), baseada em constatações de factos analisados e expostos por astrónomos e a aplicação da teoria das probabilidades à escala do nosso Universo. Em momento algum neguei a possibilidade de existirem outras vidas, antes pelo contrário, no nosso sistema solar (formas não inteligentes) ou na nossa marginal galáxia (a Via Láctea). Porém, não tenho conhecimento de que, até hoje, alguém tenha provado a existência de vida fora do nosso planeta.

        Quando falas da nossa galáxia como se estivesse ali ao virar da esquina, já imaginaste sequer a que distancia fica o sistema solar mais próximo? 4,4 anos-luz e nem sequer tem condições para poder ter vida (o planeta está muito perto do seu sol, tem um período de translação de cerca de 3,5 dias e uma temperatura superficial estimada em 1.200 ºC ).

        • CMatomic says:

          é preciso provar que existe vida alem da que existe da terra ?
          Na opinião não temos que a provar que ela existe fora da terra mas sim estuda-la como ela surge e compreende-la .
          eu sei bem as distancias , mas hoje em dia parece muito distante , mas com evolução das tecnologias essa distancia vai sendo encurtada.
          E tenho certeza que existem outras civilizações mais evoluídas que nós na nossa galáxia , acredites ou não é a realidade .

          • JC says:

            Ponho a questão de uma maneira que percebas:

            Existem muitos sportinguistas que acreditam que o Sporting ainda possa atingir uma posição que lhe dê acesso aos campeonatos europeus.

            Não digo que seja impossível, mas não tenho que acreditar nisso, porque a probabilidade de isso acontecer é muito reduzida.

            Sem ofensa para o Sporting e para os sportinguistas 🙂

          • TC says:

            “acredites ou não é a realidade”, que é feito das provas para dizeres que é a realidade?
            Já agora se procurares um bocado na internet consegues descobrir que é impossivel viajar a mais do que a velocidade da luz (porque teoricamente a tua massa passaria a infinito e o tempo não passaria, entre outras complicações), assim lugares a certas distancias tornam-se teoricamente impossiveis de alcançar

    • lmx says:

      Os extra terrestres…não nos querem conhecer…somos demasiado primatas para eles…

      como deves calcular a sermos visitados por eles…leva a que eles sejam a civilização mais avançada…a anos luz da nossa e portanto eles não querem contacto conosco…

      além disso o ser humano , devido as suas limutações…não concegue imaginar nem detectar a presença de outras formas de vida, que não baseadas no carbono…logo será muito dificil conseguirmos descubri-los…a não ser que eles quisessem, o que não me parece…

      Eles devem divertir-se com a nossa incapacidade lol

      cmps

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.