PplWare Mobile

MIT explica algoritmo para fazer fotografias memoráveis


Autor: Vítor M.


  1. António Campos Leal says:

    Estou siderado. A relação é tão intensa que ao fim de algumas de dezenas de fotos pessoais e identificando trabalhos registados na memória, a capacidade de fazer coincidir a valorização que damos ao registo é de 5 em 6 coincidente com o valor atribuído pelo algoritmo. Penso mesmo que para quem esteja adestrado a reviver o trabalho produzido e a analisá-lo, ao fim de algumas centenas de verificações, poderá aumentar a coincidência para valores mais altos.

  2. Francisco Almeida says:

    Brutal :O testei e estou parvo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.