Quantcast
PplWare Mobile

Meteorito mais valioso que ouro pode conter blocos da construção da vida na Terra

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Godlike says:

    Quando colocamos as civilizações antigas em contexto (começando com as tábuas sumérias) e observamos a mitologia de várias culturas conseguimos ver que somos de origem extraterrestre (na verdade, somos experimentos)… não só isso, mas conseguimos entender que a história da humanidade e seus “Deuses” é uma completa farsa ao descobrirmos a identidade de Enki (Lucifer) e Enlil (Yahweh).

    Está aqui um PDF de 44 páginas em inglês para quem tiver mente aberta e vontade de aprender, os outros podem seguir adiante. Não tenho tempo nem energia para lidar com projeções dos vossos egos.
    http://www.conscioushugs.com/wp-content/uploads/2016/04/The-Colonization-of-Tiamat-V-Phoenix-III-Daniel.pdf

    • Darth says:

      Somos “experimentos”? Um pouco mais de tempo passado na aula de português teria sido benéfico

      • Godlike says:

        Não compreendo o que você viu de errado na palavra ou mesmo no contexto em que foi usada, no entanto estou disposto a admitir que posso ter errado (infeliz incidente de quem fala em diversos idiomas diariamente). Talvez possa elucidar-me Sr. Professor?

        PS: Vejo que preferiu focar-se no insulto a um simples erro de português, pois possivelmente falta-lhe o intelecto para analisar o restante conteúdo. 😉

        • O servente says:

          O erro ou não de português (PT-PT) avalia também o intelecto de uma pessoa. Além disso ler algo em algum sítio (web, livro, etc.) não significa que o conteúdo seja: correcto; fidedigno; fontes reais e com/sem erros; fontes baseadas em suposições ou opiniões pessoais.

          Logo, se você me dá um livro ou 44 páginas que alguém escreveu baseadas em suposições, fontes erradas ou inexistentes (ex: fake news), esse conteúdo pode ser apenas especulativo. Isso não faz a sua assunção ser correta ou real.

          Por isso temas como a religião, ateus, agnósticos, etc etc não podem ser comprovadas nem… desacreditadas.

          • Godlike says:

            Comentário absurdo e irrelevante.
            Primeiro, você obviamente nem leu o PDF, veio só com criticas só porque sim. Segundo, não leia o PDF, enquanto você tiver essa atitude não o vai compreender, muito menos aceitar. Você é só mais uma alma perdida neste mundo.

            Então vamos descartar o facto de que eu falo vários outros idiomas para além do português e vamos avaliar o meu intelecto baseado num mero erro de português?
            Dizer que o intelecto é avaliado pelos erros gramaticais (sendo que a ideia foi transmitida de forma clara da mesma forma) é absurdo e irracional…

            Além do mais, se você está à espera de provas para tudo bem pode esperar sentado. Porque não vai você à procura delas? Ou prefere ficar com a cabeça enfiada na areia?

            Você consegue ver o vento? Mas ele continua lá não? As respostas estejam mais perto do que você pensa…

        • Trump misto só says:

          Se não tens energia e tempo não respondas.

    • AlexX says:

      Somos de origem extraterrestre mas não chegámos doutra galáxia ou sequer do espaço. A história claro que é uma farsa, basta ver e olhar com olhos de ver o que temos em exposição do passado. Os “deuses” são uma forma de representar o passado, como alegorias ou metáforas. Pensa em electricidade (dielectricidade+magnetismo), electricidade tem o poder de restabelecer e curar (Enlil), e também o poder de destruir e matar (Enki).

      • Godlike says:

        Compreendo o seu raciocínio, mas acredite… não são metáforas.
        Se algum dia decidir seguir o caminho espiritual e invocar alguma destas entidades você vai ver sobre o que eu estou a falar. Nada como a experiência pessoal para provar seja o que for.

        Existe uma coisa ou outra que não concordo com o autor, mas a essência da história está lá.

    • AP says:

      E será que vão fazer alguma banda desenhada disso?

  2. Jorge Pereira says:

    Os meteoritos são os fecundadores dos planetas, se é que me entendem.

  3. Dan says:

    Daí a origem da palavra/frase… “Escacar pedra”

  4. Vic says:

    Cá por mim nunca acreditei que o ser humano fosse de origem macacoide, ou fabricado a partir de um bafo de algum deus.

  5. Vic says:

    Já agora deixo aqui outra teoria bastante interessante, sobre a origem da humanidade idealizada por Miguel Ribeiro, um médico português intitulada: Nem Deus, nem Darwin. E se o universo resultar de um programa como se fosse um computador?

    https ://24.sapo.pt/tecnologia/artigos/miguel-ribeiro-nem-deus-nem-darwin-e-se-o-universo-resultar-de-um-programa-como-se-fosse-um-computador

  6. Vic says:

    Off Topic:
    Alguém da casa me explique porque se eu comentar através do telemóvel o comentário é imediatamente publicado, enquanto que se for a partir do PC fica a aguardar moderação.

  7. Vic says:

    Podemos dizer sim que vivemos numa simulação, ora vejamos:
    Tudo o que nos vemos a nossa volta teoricamente não pode ser real devido á velocidade da luz.
    É tudo mentira quando dizemos que contemplamos um belo por do sol, estamos contemplando uma ilusão pois o Sol já se pôs á 8 minutos atrás.
    Assim como quando olhamos para uma pessoa, estamos a vê-la como ela era é milionésimos de minuto atrás..
    Assim como quando olhamos para o firmamento de noite, temos uma linda vista de… fantasmas, a maioria das estrelas que vemos a partir da terra já não existem, devido á enorme distancia que se encontram de nós o que vemos é a sua luz.

  8. Wargasm says:

    Como podemos ter tido origem no planeta terra ,Se todos os dias o planeta quer matar-nos ? Radiação Solar, Insectos, Doenças…
    E tendo em conta e analisando toda a vida “animal” neste planeta, como podem achar que somos nativos deste planeta…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.