PplWare Mobile

Jovem de 16 anos resolve enigma de Newton de há 350 anos


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Emanuel Ricardo says:

    Gostava de saber quais são as equações já agora

    • Pedro Pinto says:

      Emanuel, para uma criança de 6 anos…uma simples equação de segundo grau não é “pêra doce” 🙂

    • Ricardo Gonzaga says:

      Quais equações?
      O rapaz “conseguiu calcular a trajectória exacta de um projéctil submetido à força da gravidade e a resistência do ar” e “conseguiu ainda estimar, com precisão, o tipo de impacto e de ressalto aquando do embate de um corpo contra uma parede”.

      Claro que para chegar aqui deve ter resolvido muitas equações, mas eu não te aconselhava a olhar para elas…

      • André says:

        Porque, Ricardo? As equações existem e são para se ver! Ou és daqueles que tem medo do papão “integral”… *nods* Não é esse o espírito…

        Gostava inclusive de saber as fraquezas das equações que ele encontrou, i.e., se são válidas para quando o disparador (arma, etc) se move com v não nula em x e y (o mais provável é que funcione, já que a bala deve partir com
        v=v0-gt alterando apenas o v0), se foram repuxadas ao ponto de só funcionarem no planeta Terra (g=9.8 m.s^-2), se têm em conta alterações de temperatura no meio onde percorrem (altera a resistência do ar, logo, se tiver em conta a taxa de variação da mesma e não um simples coeficiente, é possível…), comportamento face a um campo magnético, etc…

        Vou procurá-la(s) 🙂

        Quanto à situação dos 6 anos… vale o que vale… cada site diz a sua… (já tinha lido a noticia em várias fontes e para uns é aos 8, outros aos 10, enfim… O gajo fez um grande feito… podiam ter parado por aí!)

      • Fernando Batista says:

        “conseguiu calcular a trajectória exacta de um projéctil”
        Uma solução descrita por uma série de taylor será sempre uma solução aproximada e nunca exacta.
        A expressão que está aqui https://www.jugend-forscht.de/images/1MAT_67_download.jpg
        Calcula-se facilmente, ver http://www.reddit.com/r/math/comments/u74no/supposedly_this_is_a_new_formula_for_calculating/

        Gostava de ver o artigo completo mas ainda não encontrei.

  2. Vigilante says:

    “um jovem indiano” e não preciso dizer mais nada, é outro nível.

  3. Rena says:

    Parece é ter para aí 40 anos :XX

    • Pedro Pinto says:

      eh eh eh…é os efeitos da matemática 🙂

    • Mário Cardoso says:

      Realmente! Aquele bigode e depois o fato, não ajudam nada a parecer mais novo!

      • BeGone says:

        Deve ter sido registado aos 5 anos…a sério 16 anos, não parece nada. Também foi precoce no bigode não foi só no Q.I.

        Quanto à idade de resoluçao das equações complicadas, se for sobredotado isso é muito normal.
        As crianças sobredotas tem noções espacio/temporais e raciocínio hipotetico/dedutivo muito desenvolvidas. Para além de terem um Q.I elevado precocemente. Isso não significa que venham a ser génios (embora serem génios seja o mais comum) significa que chegaram “dos 0 aos 100” em menos tempo que o normal. Outros génios são crianças que têm um crescimento normal, mas que na idade prevista para o desenvolvimento máximo do seu Q.I atingem níveis elevadíssimos, por vezes até mais altos que os sobredotados, que vulgarmente detêm o mesmo Q.I durante quase toda a sua vida sem grandes alterações.
        Mas o mais importante, revolveu um enigma de Newton e isso é de louvar, já muito génio se debruçou sobre o mesmo e “squad”. Parabéns 😉

  4. Ruca says:

    Forever aloneeeeeeeee

    • Ruquinha says:

      Uns Forever alone’s outros Forever dumb’s … Há espaço para todos.

    • PSN says:

      “Forever alone”???

      “O jovem ganhou um prémio de investigação”… xD gostava eu de ser um forever alone destes… nem elas se importam se ele é feio ou bonito, tem papel e cabeça para arranjar mais sem grande esforço… tu ves um forever alone e elas uma nina de outro, ou um grande guarda roupa com um grande guarda sapatos ao lado, ou uma grande casa com uma grande piscina, um bom carro com um bom motorista, empregadas e empregados para tudo…

      Forever alone diz ele ahah

    • -_-' says:

      Forever jealous…!

  5. Blizard says:

    16 anos?
    Minha nossa!

  6. Bovidino says:

    o jovem recusou-se a ACREDITAR que o problema não podia ser resolvido.
    Eis a solução do enigma!!!!

    • D. Leal says:

      Disse tudo! Quando acreditamos conseguimos ir mais além. Também o facto de estar num ambiente que o estimula, ajuda muito.

      • Lm says:

        O estimulo de um cientista vem de dentro.
        O estimulo de operario, trabalhador, whatever… nao sei sequer se existe.
        Sao especies diferentes.

        Einstein dizia que a melhor profissao para um cientista (matematico ou fisico) era ser faroleiro.

        Perceberam, ou precisam comprar um android, um iphone ou uns jeans novos?

        😀

        • José says:

          Em Portugal vem de dentro, sem dúvida, porque não há outro (falo da minha exepriência). Na Índia veio do pai, e na Alemanha, onde continua os estudos, vem da comunidade académica que o envolve, menos preocupada com propinas e com subsídios de investigação e mais com os seus alunos.

  7. Vítor M. says:

    Sim senhor… sempre naquela base do “deixa ver se eu consigo”. Este tipo de iniciativa pessoal é que deveria ser exaltada em Portugal, em vez de andarmos há trinta anos a dizer que stamos em crise.

    • Ja1mekas says:

      Os portugueses ainda se revoltam quando são retirados mais feriados, quanto mais agora…

    • André says:

      Uma vez tive um ataque desses quando cheguei à universidade e me disseram que não havia solução para o problema NP = P (http://goo.gl/5fFVO)… Passou-me após uma semana de investigação… A meu ver, acho que ainda faltam ferramentas na matemática, para resolver este problema (Eu sei, grande tiro na humanidade… Mas é a verdade…)

    • Emanuel Ricardo says:

      Em portugal o que é que se dá com 16 anos? A milhas das equações diferenciais…nem na física do 12º se sabe o que é isso, cai tudo do céu!

      • Pedro Sousa says:

        Verdade..
        Só estou a apreender equações diferenciais na faculdade e porque estou em engenharia, caso contrário talvez nunca soubesse o que isso era..
        Mas penso que neste caso até é bem possível que nenhum professor lhe tenha ensinado xD

        • Emanuel Ricardo says:

          tudo bem, a não ser que seja um caso muito raro, tem o factor do pai. É sempre preciso alguém a estimular, pelo menos no inicio.

    • Tiago Martins says:

      Concordo perfeitamente, acreditar é o primeiro passo!
      Já agora, em relação a este menino: grande boss sim senhora.

  8. Krasy says:

    só faltou comentar que é e irá manter-se virgem durante muitos anos 😀

    • Jysk says:

      Este ja ficou para a historia. Agora as outras historias intimas e se come esta ou outras gajas isso possivelmente para ele pouco importara. Para uns o que interessa e “comer o mais possível”. Isso sim e uma riqueza de espírito enorme. Para outros há outras coisas na vida. Enquanto milhares de Portugueses se preocuparem em ter tudo de bom e do melhor para irem “comendo umas gajas” o nosso pais não vai para a frente e iremos estar sempre a embarcar na pobreza de espírito do costume.
      Queremos do bom e do melhor não nos preocupamos nem sequer como funciona mas porque o que interessa e mostrar que temos e que somos para que me hei-de admirar que o nosso pais esta como esta.

      • RM_Dragao says:

        Jysk,

        Espectacular comentário! Os meus parabéns.

        Realmente fico espantado com alguns dos comentários anteriores. Em vez de ser exaltado o tipo de espírito inquieto do jovem indiano, que se recusou a aceitar as evidências cómodas de outros (provavelmente quem lhe disse que não tinha solução foi porque o não conseguiu resolver … e sendo assim pensou: se eu não resolvo então mais ninguém consegue …), deitou pés (e cabeça) ao caminho e toca a resolver uma “impossibilidade”.

        Bravo para o jovem indiano! Faz-me lembrar o filme o “Bom Rebelde”.
        A inteligência, como às vezes se pretende impor, não é privilégio dos bem nascidos nem anda de mãos dadas com a riqueza.
        Portugal, apesar dos mais de 38 anos de “democracia” ainda tem muito que mudar, principalmente no tipo de mentalidade que ainda vigora.

    • -_-' says:

      Devia haver reciclagem de pessoas.
      Tu eras um bom candidato.

  9. Filipe Funenga says:

    Esta noticia já tem umas semanas, mas não deixa de ser boa por causa disso.
    Ninguém encontra o artigo dele na net? 🙁

  10. Sérgio V. V. says:

    Não quero parecer picuinhas mas…
    Duas coisas:

    1 – “…muitos matemáticos tentavam à 350 anos.” ‘…tentavam HÁ 350 anos’

    2 – Se nunca ninguém conseguiu resolver, ou seja, mais ninguém se não ele, como podem comprovar que está certo?

    • Pedro Pinto says:

      Sérgio, o lapso foi corrigido mal o artigo saiu.

      relativamente ao segundo ponto..será que fizeram um regra “três simples” 🙂

      • Sérgio V. V. says:

        Perdoe-me, Pedro, não pretendia parecer pretensioso. Só que há erros que ficam tão mal…
        Já esqueci e pode mesmo apagar essa parte do meu comentário, se quiser.

        Poderá realmente ter sido uma regra “três simples”. Mas dá que pensar, não dá?

    • T. Castro says:

      Relativamente ao ponto 2, “como podem provar que está certo?”. Simples, se a solução está lá, consegue-se verificar se é plausivel pelos actuais métodos de resolução matemática. O que interessa é lá chegar uma vez, credivelmente. Ora em 1498, já há muitos anos que se tentava encontrar o caminho maritimo para a India, Vasco da Gama encontrou, diz ele, ora se mais ninguém tinha encontrado como se comprova isso?

      • Mas o Vasco da Gama trouxe artigos para demonstrar que lá tinha chegado. Ainda assim, não serve de prova irrefutável. Não fosse isso e não teriam alternativa senão acreditar na palavra dele.

        A matemática está cheia de histórias onde há cálculos complicadíssimos que se provam errados muitos anos mais tarde.
        Onde quero chegar é: não sabendo a resolução do problema, não temos forma de provar que está errada. Resta-nos, então, a alternativa, que é aceitar a sua verossimilidade matemática. 🙂

        • Sérgio V. V. says:

          Corrijo: ‘Verossimilhança’

          Pedro Pinto? Pode vir chicotear-me! lol

          • Wishmaster says:

            Se me permites a correcção:

            É “verosimilhança” 😛

            Apenas 1 “S”.

            Ou podia ser “a sua matemática (não) é verosímil”

            Cumps.

          • Tem toda a razão Wishmaster. Já dei pelo erro demasiado tarde e estes comentários não dão para editar.
            De qualquer forma, venho eu para aqui armado aos cucos, a emendar o artigo e aplico logo um pontapé na gramática.
            O primeiro foi realmente uma calinada; escrevi, publiquei o comentário e fiquei a olhar para a palavra que não me soava nada bem.
            Na correcção fui traído pelo teclado do tablet e só reparei depois de publicado.
            De maneira que o Pedro Pinto deve estar a rir às gargalhadas às minhas custas. 😀

    • he he he! says:

      Esta é para o senhor Sérgio V.V…
      Sem querer parecer picuinha: …mais ninguém se não ele..
      Forma correta: ..senão ele.
      Quem se preocupa em corrigir a outrem ,deve se policiar.

  11. Fox says:

    São estas noticias que deviam aparecer nos noticiários em vez de estarmos sempre a ser massacrados pela crise.

  12. Dias says:

    Já agora…

    há uma enorme diferença entre Refractor e Reflector.

    A proposta de Newton é de um telescópio reflector para resolver os problemas com a “aberração cromática” dos refractores.

    Física Moderna e Física Clássica
    A Física Moderna começa onde a Clássica fica …

  13. xoxota says:

    Não deve ter sido a embebedar-se no bairro alto que este jovem resolveu as equações.

    • Emanuel Ricardo says:

      tens razão no que dizes, porque há uma grande quantidade de jovens que larga a vida de estudo.. de qualquer maneira, o ensino do secundário é péssimo para quem tem estas capacidades…se bem que esteteve ajuda da familia. Andam por ai muitas mentes brilhantes trancadas.

      • RM_Dragao says:

        O ensino primário e o secundário são terríveis para jovens com este potencial, completamente fora dos parâmetros da “normalidade”.

        Deveria ser OBRIGATÓRIA a detecção destes talentos, os professores deveriam ser os primeiros a ter a capacidade de os identificar a fim de serem direccionados para equipas de ensino altamente especializadas.

        Para um jovem destes é muito fácil cair em situações psicologicamente perigosas. O desinteresse pelo (para eles) óbvio leva-os muitas vezes a terem uma atitude completamente desadequada e que muitas vezes conduz a situações de “bullying” com resultados marcas psicológicas que ficam para a vida.

        Com as medidas adequadas o país só teria a ganhar!

        • Pedro Sousa says:

          Talentos destes não nascem só em casa com a ajuda do pai… E eles não nascem assim tipo caídos do céu, eles desenvolvem-se todos os dias de acordo com as situações em que caiem, claro que existem sempre alguém com mais vontade e mais talento mas.. O grande problema actual na minha opinião é mesmo o facilitismo.. Compara o que se dava de matemática num curso de engenharia a uns 10 anos atrás com o que se dá actualmente..

          • José Leite says:

            TEM TODA A RAZÃO,PEDRO SOUSA!!FACILITISMO—»EIS A PALAVRA!!SIMPLESMENTE,SE MUITOS SE RECORDAM,HÁ 10 OU MAIS ANOS(COMO O SENHOR REFERE)EXISTIAM CADEIRAS NO ENSINO SUPERIOR COMO ANÁLISE À MATEMÁTICA E SIMILARES,ONDE,POR EXEMPLO,EM 100 ALUNOS PASSAVAM 6 OU 7(NO FIM DE JUNHO,PORQUE DEPOIS TINHA-SE A POSSIBILIDADE DE SE EFECTUAR UM EXAME EM SETEMBRO PARA VER SE SE PASSAVA,E MESMO ASSIM ÀS VEZES NÃO VALIA DE NADA…),RECORDAM-SE??E ISTO NUMA ALTURA EM QUE CERTAS CADEIRAS ERAM ANUAIS,DEPOIS PASSARAM TODAS A SEMESTRAIS.ISTO NOS CURSOS DE ENGENHARIAS,MATEMÁTICA E FÍSICA.ERA DEGRADANTE,VERGONHOSO E HUMILHANTE VER AS PAUTAS A CERTAS CADEIRAS QUANDO SE FAZIAM EXAMES.SOMENTE 5 A 10% DOS ALUNOS É QUE PASSAVAM!!EU CONHECIA PERFEITAMENTE PESSOAL QUE DEIXOU CERTAS CADEIRAS PARA O FIM DO CURSO(E MUITOS JÁ COM 7,8 E 9 MATRÍCULAS EM CIMA!!),E SÓ PEGARAM NELAS NO FIM.iNCLUSIVÉ CONHECI UM TIPO DE ENGENHARIA CIVIL QUE TERMINOU O CURSO COM ANÁLISE À MATEMÁTICA II,NA ALTURA CADEIRA DO 2º ANO E ANUAL,ATENÇÃO.SE FOSSE AGORA,COM O “deixa andar” QUE HÁ NAS FACULDADES ONDE TUDO ANDA A EITO DO FACILITISMO NÃO TENHO A MÍNIMA DÚVIDA QUE EM CADEIRAS DESSAS EM 100 ALUNOS PASSAVAM UNS 10,MAS NO MÁXIMO!!E NÃO DIGO MAIS SENÃO…A VERGONHA ERA MAIOR!!

    • Igor Oliveira says:

      Verdade, mas parece que cada vez mais é essa a ambição da juventude, sair à noite e embebedar-se.

  14. jmcs says:

    será que ele tirou o curso nas novas oportunidades do Sócrates?

  15. Taneco says:

    E gajas boas ele sabe o que é; aliás ele sabe o que é o ponto G?

    Abraços

    • -_-' says:

      E ires trabalhar para as obras, sabes o que é?

      pplware, acho que deviam bloquear os comentários. Isto está com o nível…

      • Taneco says:

        Por acaso já trabalhei nas obras, não tive berço de ouro…
        Mas não sei o que é o “ires trabalhar para as obras” tem a ver com uma piada que fiz…
        Secalhar a ti é que te fazia bem ires dar serventia numas obras.

        Enfim

    • lorról says:

      Ele resolveu o enigme de Newton, vc acha que ele não conhece a gravidade ?

    • José Leite says:

      Ó “amigo” Taneco,ele tem 16 anos 🙂 Tenha dó!!Ele com o que já fez só lhe faltam erigir uma estátua!!Com 16 anos e resolveu um enigma com 350 anos!!Há “DOUTORES” por esses MIT’s e Harvard’s e Oxford’s,que nem lhe chegam aos pés,de um adolescente com 16 anos!!Você vai ver,quando ele pretender ir para a Faculdade até as melhores Universidades do mundo se vão ajoelhar para o ter,por causa do que ele já fez!!Não acredita??POIS ACREDITE!!Quanto a gajas há-de chegar um dia em que terá tanto $$$$ que até mandará jactos privados para qualquer país do mundo para ir buscar a tipa que ELE QUISER!!Este rapaz daqui a 5 anos,se correr tudo pelo melhor,é menino para estar milionário e com o nome gravado a ouro numa qualquer Sociedade Científica mundial,daquelas super selectivas!!

  16. Filipe says:

    O pessoal todo “então e as gajas?”. Ridiculo. O rapaz resolveu algo que matemáticos passaram anos a resolver.

    A genética é lixada. Indian lvl 9000000.

  17. Pedro says:

    Congratz é um excelente feito

  18. Ricardo Encarnação says:

    Notícia muito interessante. Parabéns aos jovem 🙂
    A meu ver o mais interessante é: A india há muitos anos resolveu apostar no ensino, em especial na matemática (tradição milenar no país) como principal produto de exportação.
    Em contrapartida, em Portugal, alguém se lembra quantas vezes ouve um aumento no investimento em educação nos ultimos 30 anos?

    • RM_Dragao says:

      Não é por demais acrescentar que a Índia “produz” hoje milhares de brilhantes matemáticos e informáticos que se encontram a dar cartas em instituições e empresas de todo o Mundo.

  19. BMC says:

    Indiano Resolve 😀

  20. wtv says:

    Tenho de o contactar pra ver se me arranja a formula do euromilhões lol.

  21. José Oliveira says:

    Fantástico.

    A India surge mais uma vez com mais evolução a nivel cientifico.
    Uma população que até há uns anos vivia maioritariamente da agricultura, consegue hoje em dia apresentar-se no mundo como sendo uma grande potência mundial em termos de descobrimentos cientificos.
    Se formos a ver, e apesar da china ter também algum envolvimento nos descobrimentos tecnológicos, penso a que a India se destaca, não pela quantidade, mas pelo grau da qualidade, e empenho que grande parte do seu povo empreva na evolução do seu país.
    O mesmo nao podemos dizer do nosso, onde existem pessoas que apesar de dizerem “querer mudar o páis”, nos afundam cada vez mais, e onde nada é certo, e só sobrevive quem tem dinheiro.
    Já em relação á educação, voltamos também aos mesmos problemas…mas não isso que interessa.
    O que realmente interessa, é que temos uma jovem que foi capaz de resolver de forma exacta uma dos fundamentos de Newton.
    E se alguém tem de ser reconhecido, é mesmo ele.
    Quanto á fundamentação, e á exactidão nos valores, nada como comprovar com factos.
    Ora se temos o LNEC que produz informações vitais na área da construção, é claro que existem outros organismos que conseguem efectuar os testes á teoria de Isaac Newton e conseguem comprovar a veracidade dos mesmos.
    Parabéns ao Shourrya Ray mais uma vez.

    • eu mesmo says:

      Quem esvreve um comentário destes não tem a mínima noção da realidade indiana. Quem já lá foi sabe que há miséria por todo o lado. A cultura europeia pode ter muitos defeitos, mas a Europa é talvez o lugar do mundo onde há menos gente a morrer à fome.

  22. Fernando says:

    O tipo resolve um enigma matemático sem solução durante 350 anos e estes tipos vem para aqui falar em “gajas”, enfim. Se todos os físicos importantes tivessem como ambição “gajas” gostava de saber em que mundo viveríamos hoje, a malta das “gajas” em vez de saírem à noite nos seus fiat unos quitados, ainda tinham que ir a cavalo para o bairro alto.

    Parabéns ao investigador.

  23. Sim sr grande obra q esse miudo conseguiu e a modestia fica-lhe mesmo bem.
    A India tem vindo a apostar a varias decadas nas areas da matematica e física pois acharam que seria a melhor forma de se imporem perante o crescimento dos vizinhos asiáticos.
    Para isso criaram infraestruturas escolas obrigatoriedade da matematica em todas as classes (anos).
    Nao construiram estradas e autoestradas porque a palavra de ordem era estudar e depois criar e usar.
    Para quem nao sabe estao na faze de criar e pretendem comecar a usar depois de 2020.
    A maioria dos meus colegas sao indianos e e incrivel a modestia deles. Primeiro querem aprender depois ensinar e partilhar conhecimento e so depois pensam em dinheiro. Parece estranho mas sao solidarios e unidos.
    Nao e uma sociedade perfeito muito mas mesmo muito longe disso mas sao concientes de que se nao sabes nao entras no curso nem sais sem saber nem que leves 50 anos .. “afinal es tu q pagas”.
    Exemplos muitos … a Jaguar, Rover,Rolls royce sao indianas desde q eles compraram melhorou em todos os aspectos no inicio os ingleses eram contra agora ate se benzem e agradecem a inovacao trazida e as melhorias do crescimento das vendas (mais do dobro).
    Muito mais poderiam fazer os portugueses (se tivessem alguém que impulsionasse algumas ideias) a falta de liderança no nosso pais e o maior problema.
    A dificuldade em aceitarem ideias que outros puseram em pratica e as aplicarem faz nos perder tempo.
    E possivel fazer mos mas precisamos de um lider carismatico seja de extrema esquerda extrema direita centro.
    Mas infelizmente continuamos a votar nos mesmos clubes mesmo sabendo q eles so teem perdido nos ultimos 38 anos.
    Espasso curto para mais.

    • Jack says:

      Desde já os parabéns ao jovem da noticia.
      Para te corrigir, já que de matematica percebo pouco pois só terminei o ensino secundario com nota de 19, mas de carros é a minha vida a Jaguar pertence à indiana TATA a Rover fechou e a Rolls Royce pertence à BMW. Portanto chamemos aqui o rapaz para fazer as contas de quantas são indianas….

  24. Fantástico,

    O rapaz conseguiu resolver o problema porque não acreditou que fosse impossível resolver.
    Ele não acreditou nos professores dele.

    Parabéns Ray

    O mundo precisa de génios como tu

    César Oliveira
    http://www.profissionalweb.net

  25. André says:

    Mais um problema resolvido de um génio por um génio. Agora dão um prémio da matemática ou da física e daqui a pouco tempo já ninguém se lembra dele, mas daqui a poucos anos estarão os nossos filhos na escola a saber calcular este enigma que já deixou de ser. Mas o que vai aparecer numa ficha de matemática será qualquer coisa assim “Resolve esta equação segundo o enigma de ISAAC NEWTON e não com base na resolução de SHOURRYA RAY.

    Parabens pelo sucesso alcançado

  26. JOSE ADAUTO DA CRUZ says:

    pena eles colocar que as LEIS DE NEWTON pertencem à FISICA MODERNA… uma pena…muita força de vontade em desvendar essa conta…

  27. eu mesmo says:

    No fim do artigo, o link para o documento das fórmulas que lá está, está morto.

  28. Nosliw Ed Amil says:

    E quem garante que está certo?
    E porque não o resolveu antes?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.