PplWare Mobile

iPhone incendeia-se ao estar ligado a um carregador não-original


Autor: Marisa Pinto


  1. W10 Incoming says:

    Estas coisas acontecem seja a que marca for, neste caso foi com um carregador não-oficial mas também já aconteceu com carregadores oficiais. Não vale a pena entrar em discussões de fanatismo de marcas melhores que outras.

    • Diogo says:

      Não é bem assim. Carregadores originais da apple têm uma probabilidade de acidentes destes muito menor que de marcas brancas. Fazes o seguinte: abres um carregador apple e outro do eBay, e comparas o numero de componentes electrónicos, isolamentos etc…

    • Marisa Pinto says:

      Ninguém falou em fanatismo, aliás concordo com o que dizes e, por isso, coloquei links doutras notícias do género com equipamentos de outras marcas. Aqui o problema são os acessórios de marca branca e não o iPhone 🙂

    • Afonso says:

      lol, o “chinês” é o carregador e com arde é o iPhone, assim se vê onde está a chinezisse.

  2. Paulo says:

    Óbvio!

    Qualquer coisa que não seja Apple, é perigoso e não tem a mesma qualidade, obviamente…

    Quase que aposto que é um carregador da Samsung!

    • Marisa Pinto says:

      Era marca não original 🙂 Não era Samsung. Mas, por experiência, garanto que um carregador Samsung carrega bem um iphone assim como um carregador Apple carrega bem um Samsung 🙂

    • R!cardo says:

      Sim era um carregador Samsung feito no mesmo sitio dos da Apple 😮

    • Afonso says:

      pelos visto perigoso mesmo é o iphone, que foi o que ardeu e feriu a pessoa.
      Não percebo estes pontos de vista, de que porque não é original não presta. Qualquer dispositivo traz montes proteções para regulação de tensões.

      • Esmuitabom says:

        Uma pessoa manda um isqueiro para um gasolineira e a gasolineira incendeia-se
        A culpa foi obviamente da gasolineira?
        Afonso acorda

        • Afonso says:

          não amigo, 5v são 5v. Os 5v de um carregador original não são diferentes dos 5v do de marca branca. Na volta os electrões vindos de um carregador da apple são mais bonitos

          • FG says:

            1. A culpa normalmente não é dos carregadores, mas sim dos cabos.

            2. Muitos carregadores que andam para aí que não fazem 5.0V que tu nem te passas…

          • Nunes says:

            claramente não fazes ideia das diferenças na segurança entre muitos carregadores de marca branca e outros de marca como os da Apple ou Samsung!
            E não, 5V de um podem não ser iguais aos 5V de outro, pois é bem possível que o de marca branca tenha uma grande oscilação na voltagem de output. E a isto se soma a menor segurança dos componentes o que pode levar a curto circuitos ou a choques!

        • Afonso says:

          já agora em relação à gasolineira, ninguem falou em culpa, mas sim da parte perigosa da equação. Mas seguindo o teu exemplo, o perigo está na gasolina e não no isqueiro, tens de arranjar melhor exemplo.

      • jone says:

        Eh pá, então liga o iphone a 220V para ver o que acontece às proteções!
        O problema pode muito bem ser do carregador. Como deves saber no carregador entram (na Europa) 220V e saem 5V. Pelo meio a onde sinusoidal da rede é retificada, linearizada e regulada. Basta que o regulador de 5V esteja a deixar passar, p ex., 50V e temos grelhado do smartphone. Isso aplica-se a qq aparelho que use tensões baixas e reguladas.

    • LP says:

      É como os processadores fabricados pela Samsung, uma verdadeira porcaria! Se estes iFans não vinham meter Samsung/Android ao barulho até lhes caía um braço…

  3. Tiago says:

    Obviamente que me sinto mais seguro quando utilizo produtos originais. Mas quando falamos de produtos não originais estamos a falar de carregadores “made In China” (não que os originais também não o sejam) ou estamos a falar também dos MFI (made for iPhone) que se vendem no Amazon por exemplo?
    É que eu estou tentado a comprar os da Amazon pelo simples facto de terem 2 metros, mas estes também são prejudiciais?

  4. Zaark says:

    Sempre preferi produtos originais. E no que diz respeito a coisas eléctricas e electrónicas nem penso duas vezes. A electricidade é algo tão banal e essencial nos dias de hoje que poucos se lembram activamente dos perigos a ela associados.

    Pode acontecer com carregadores originais? Sim. A probabilidade de acontecer é menos? Muito possível que sim. Se algo acontecer, tenho com quem “reclamar”? Sim.

    Não é uns “trocos” num carregador que me vão deixar sem comer.

  5. W10 Incoming says:

    Um carregador (e o termo correcto aqui é transformador) de qualquer marca que cumpra minimamente as especificações elétricas dos standards internacionais (e existem uma carrada deles, basta ver os símbolos impressos) é altamente improvável que entre em combustão. Dito isto vamos aos factos.

    1 – os carregadores oficiais da apple não são melhores do que os carregadores oficiais da samsung, e por aí fora. Este era o ponto do meu 1º comentário. Já não é a 1ª vez e não será a última que iphones e galaxys pegam fogo com carregadores oficiais das respetivas marcas. Evitar fanatismo pff.

    2 – os carregadores de marcas brancas (tipo aqueles que se compram nos chineses ao quilo) são, regra geral, uma bomba relógio. Não cumprem standards, têm componentes de baixa qualidade, não cumprem as especificações anunciadas, etc…

    Moral da história NUNCA comprar carregadores de marca branca.

    • Filipe Coelho says:

      Sem querer negar aquilo que disseste, até porque concordo, não foi o carregador que entrou em combustão… O que me espanta é que supostamente o iPhone (quem diz iPhone diz outro smartphone qualquer) tem um intervalo de valores de tensão e corrente que aceita, pois nunca é constante. Para isto acontecer ou houve uma falha muito grande no dispositivo, ou o carregador teve de deixar passar muito mais tensão do que a que o iPhone suporta! Isto é que não entendo!

    • Afonso says:

      toda à vida usei carregadores de marca branca sem problemas. Um carregador é o mais básico dos componentes da electŕonica. Não é preciso ser-se eng. para fazer um simples carregador de 5V.

      • dafok? says:

        quero-te ver a fazer um “simples” carregador de 5V DC pegando em 220-240 AC . se calhar é mesmo preciso ser-se engenheiro não?

      • FG says:

        Nem todas as marcas brancas rêm o mesmo cuidado…

        Ex. Aqui de um gajo entendido a abrir dois carregadores falsificados

        http://youtu.be/wi-b9k-0KfE

      • Nunes says:

        lol!
        Então explica sr. não engenheiro como é que asseguras que não ocorrem curtocircuitos, interferências, choques, oscilação de voltagem, sobreaquecimento, … e a passagem de corrente alterna para contínua

        • luixmod says:

          utilizas um transformador isoladore isso vai garantir que nao existe curto circuitos na bobine secundaria, oscilações de voltagem são facilmente resolvidos com reguladores tensão integrados um 7805 resolve isso facilmente, passagem de corrente alterna para continua uma Ponte rectificadora resolve isso ou então 4 diodos vai dar ao mesmo. coloca se mais uns condensadores para evitar oscilações ao ligar e desligar o carregador e voila, tens uma fonte para carregar o telemóvel…
          o problema poderá ser no fio condutor, que se nao for de acordo com as normas poderá mesmo derreter e provocar um curto circuito da bateria.

          • Nunes says:

            Não é assim tão “facilmente”, como se pode constatar pelos testes a alguns carregadores.
            http://www.righto.com/2012/10/a-dozen-usb-chargers-in-lab-apple-is.html
            e por haver carregadores que não respeitam normas básicas no desenho dos circuitos
            http://www.righto.com/2012/03/inside-cheap-phone-charger-and-why-you.html

            E se assumes que o cabo até pode provocar problemas, como é que não assumes o mesmo no carregador que é bem mais complexo e susceptível a falhas se não for bem desenhado!?

          • luixmod says:

            eu nao assumo nada, a única coisa que disse foi a constituição de uma fonte de alimentação para um telemóvel 5V. a maneira como constroem supostamente é sempre a mesma, se alteram o circuito como querem esse deixa de ser uma fonte segura. O iphone que queimou foi pela bateria entrar em curto-circuito. normalmente quando se transforma 220v em 12v a tensão diminui mas a amperagem aumenta por isso a secção dos condutores é algo que se deve ter em conta, principalmente quando muitos fabricantes querem poupar no cobre. ruído e sinais harmónicos normalmente não influenciam muito o carregamento do telemóvel.

          • Nunes says:

            supostamente é sempre a mesma!?
            leste as referências que indiquei!? Mostra claramente que há bastantes diferenças e nalguns casos com graves problemas de segurança!
            Quanto ao ruído não influenciar o carregamento, eu diria que estás um pouco enganado, pois as baterias são bastante sensíveis às voltagens ao longo do processo de carregamento. Pode até carregar nesse momento, mas o uso repetido desse carregador irá afectar a durabilidade da bateria!

          • luixmod says:

            o esquema de um circuito para um fonte de alimentação é sempre a mesma só varia alguns pormenores… se fizeram de outra maneira obviamente que depois da problemas. as baterias não são sensíveis a voltagens (Expecto as tensões ou picos elevados) , se tiveste electrónica ficas já a saber que o carregamento da bateria é uma variação de tensão ate que a força electromotriz seja igual a força contra electromotriz, isto é a tensão aplicada a bateria é igual a que se encontra na bateria, que depois pela lei de kirchhoff estas tensões anulam se dado zero volts.

          • Nunes says:

            @ luixmod
            as actuais baterias de lítio usam sistemas ditos inteligentes para regular a tensão e corrente numa “curva” definida de valores ao longo do ciclo de carregamento de forma a optimizar o tempo de vida da bateria. Por isso se a fonte tem oscilações de tensão de vários mV é mais que natural que o carregamento fuja aos parâmetros optimizados pelo fabricante o que afecta a durabilidade da bateria!

    • jone says:

      Por acaso o termo correto é mesmo fonte de alimentação. O transformador é apenas um dos componentes do carregador. O transformador é aquele componente com duas ou mais bobinas com um entreferro para melhorar a condutividade magnética.
      De resto, concordo em pleno.

  6. Alex says:

    estou com azar que já passou meio ano desde que tenho o meu primeiro android e ele ainda não explodiu, será que estou a fazer alguma coisa mal?

  7. Censo says:

    Pplware já era tempo de limparem daqui os trolls, a não ser que …

  8. Marisa Pinto says:

    Por favor não digam disparates nem comparem objectos com o ser humano.

  9. W10 Incoming says:

    Isto era suposto ser uma resposta ao troll.

  10. Rui says:

    Quando olhei para a imagem parecia mesmo um ananás! LOL

    Comprar qualquer coisa chinoca que não tenha um mínimo de controlo e certificação Europa/USA é um tiro no escuro. Eu prefiro comprar originais.

  11. Paulo says:

    Mas o que ardeu o carregador ou o iphone?

    • Balmer says:

      iPhone, mas não implica que a culpa não possa ser do carregador.
      Um carregador não é exactamente engenharia de ponta nos dias que correm, mas, ainda utiliza um pequeno grupo de componentes que se não forem de qualidade decente estão bem sujeitos a falhar e, por exemplo, deixar passar uma tensão substancialmente maior ao que é tolerado pelo aparelho que estás a carregar e embora haja protecções há um limite ao que aguentam.
      E quando tens imagine uma bateria de 5 volts que tentas carregar a 220, alguma coisa não vai correr bem.

  12. LP says:

    E o rapaz só deu conta depois de já estar todo queimado? Isso é que é ter o sono pesado…

  13. Balmer says:

    🙂 É lá… iFan em força. O nível de obsessão e “ovelhismo” é forte neste mano! Quando o estatuto de uma pessoa como mero ser humano tem de ser desqualificado por não ter iStuff… dass.

  14. 12345 says:

    So a morte não tem desculpa

  15. Pedro says:

    já pararam para pensar e deixar de parte as vendas nos olhos?
    não são capazes de bater o pé e pensar que é o próprio iPhone que não está devidamente protegido contra estes tipos de carregadores? não entendo sinceramente.
    algo acontece ao iPhone porque electronicamente não esta bem concebido…. ponto!! deverá haver algo no meio daquilo tudo, que faz acontecer esta situação.

    a Apple já tem advogados, não precisa de mais, lutem e pelos vossos direitos de consumidores, porque estes problemas acontece a todos, não é por ser Apple que vão descartar problema nos iPhones e culpar todos os outros, não acham?

    • Nunes says:

      “deverá haver algo no meio daquilo tudo, que faz acontecer esta situação.”
      Sim, chama-se física! Um carregador que faça passar 220 V para um circuito feito para 5V frita basicamente qualquer equipamento, ainda mais um pequeno equipamento móvel com uma bateria que ao sobreaquecer pode incendiar! Um carregador que crie curto-circuitos pelo cabo idem – embora aí dependa da corrente!!
      Não é à toa que os carregadores têm que respeitar várias normas de segurança, e não é por acaso que se verifica que muitos destes carregadores de marca branca afinal não cumprem as normas!!

    • Balmer says:

      Acima já te disseram o por que. Na noticia já te disseram que o carregador não era oficial.
      Não é uma questão de vendas nos olhos, é uma questão de possibilidades.

      Pode ser falha do aparelho, claro que sim, agora quem é que és tu para pensares que estás minimamente qualificado para dizer que o “algo acontece ao iPhone porque electronicamente não esta bem concebido” e “ponto!!” isso é que gostava de saber.

      Para esclarecer, não são iFan, pelo contrario, mas tendo em conta os milhões de dispositivos e o número de acidentes do género tendo em conta o número de casos em que são usados “acessórios” não oficiais, acho que com suporte na estatística os iPhones não são assim tão mal concebidos quanto isso.

      • Pedro says:

        entendo o vosso ponto de vista, e não foi a criticar o iPhone….
        estes equipamentos não têm qualquer tipo de protecção contra picos de corrente/tensão? se não têm deviam ter… estarem sujeitos avariar derivado a uma fonte de energia de forma a queimar e arder, não acho normal.
        não digo que lhe metam um fusível… mas com tanta evolução não arranjam solução para isto?

        e mais uma vez refiro-me às marcas e não a este específico.

  16. int3 says:

    vem aí os anti-apples dizer que isto não podr ser e foi do iphone

  17. TKOmnia says:

    Para o pessoal que anda ai a dizer que a culpa e do iphone (que até pode ter sido, mas acho dificil)… lembrem-se de uma coisa. Um carregador que n esteja certificado, mesmo que a saida mande os ditos 5V, pode ser feito com componentes de fraca qualidade e pode a determinado momento mandar mais tensão e/ou corrente a mais, o que faz com que o aparelho a ele ligado, simplesmente avarie, ou como foi o caso, entrar em combustão. Olhem para isto objetivamente, e n com fanboyismos em mente, so pq e “fixe” trollar!

  18. Vitoa says:

    Muitos carregadores de marca branca nem passam por testes de qualidade, como carregadores low cost.
    Basta um ter o circuito com componentes errados para poder existir uma tensão superior na saída ou então ter uma saída com picos elevados. Muitos n têm a saída filtrada nem estabilizada, tal necessita de mais componentes logo custo supeiror..
    O próprio smartphone deverá possuir um circuito estabilizador e de filtragem de alimentação para lidar com qualquer tipo de carregador.

  19. Vitoa says:

    Muitos carregadores de marca branca nem passam por testes de qualidade, como carregadores low cost.
    Basta um ter o circuito com componentes errados para poder existir uma tensão superior na saída ou então ter uma saída com picos elevados. Muitos n têm a saída filtrada nem estabilizada, tal necessita de mais componentes logo custo supeiror..
    O próprio smartphone deverá possuir um circuito estabilizador e de filtragem de alimentação para lidar com qualquer tipo de carregador.

  20. Flame says:

    Já vimos iPhones incendiarem com carregador original.
    Acho mesmo que os iPhones são mais susceptíveis de incendiar, pelo menos quando deixado em certas superfícies.

    3,2,1

  21. Anderson says:

    A culpa de isso tudo e da apple, cobra um absurdo por seus carregadores e cabos, os que não são da apple tem que ser certificado por ela e passar pelo cartel..

  22. Nokall says:

    Tudo por onde passe electricidade pode arder, queimar ou até matar. Seja original ou compatível…. Mas o compatível actualmente também ja nao utiliza o mesmo material que usava a uns 5 anos atras. Actualmente a qualidade deixa muito a desejar… E quando a oferta tem que ser a baixo custo… pior ainda. Ha muito material de venda ao publico que nao respeita nem obedece à maioria das normas de segurança.

  23. Peter says:

    Nunca usei carregadores não originais, mas não me admira nada a situação. Já apanhei sustos ao abrir e ver como se faz a montagem de alguns aparelhos eléctricos made in china em que o isolamento entre condutores de 220-230V se resumia a manga térmica (muito mal amanhada) e soldaduras frágeis. Nem sei como é que se importa este lixo quando os fabricantes nacionais e da UE são esmagados com normas e depois os chinocas metem cá coisas impensáveis em termos de segurança. Moral da história: seja marca branca ou original comprem em estabelecimentos credíveis que sejam obrigados a dar garantia e responsabilizar-se pelo que vendem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.