Quantcast
PplWare Mobile

Homem usa 700 sensores para gravar cada detalhe da sua vida

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. fernando marques martini says:

    esse cara assistiu muitas series de ficcao cientienfica, tipo Continuum, ou Almost Human, e adaptou o seu monitoramento 100% da da sua vida, parece algo meio doente vendo assim, porem como tempo sera isso mesmo, feito de forma mais inteligente, algum micro chip implantado na pele, faz todas essas funçoes; ou algo feito de grafgewno que possa adaptar ao nossp corpo e ser implantado para isso tudo

    • Vítor M. says:

      No fundo ele apenas tira proveito das tecnologias actuais. Claro que no dia a dia isto deve tornar-se numa obsessão e numa vida dependente destes relatórios elaborados por cada um dos sensores, mas lá está, o futuro é isto mas optimizado.

      Um dia sairá um dispositivo que consegue recolher o ritmo cardíaco, a tensão arterial, níveis glicemicos, temperatura e níveis de humidade na pele. Terá a possibilidade de recolher e centralizar informações de sensores domésticos e ajustar automaticamente variáveis ambientais para quando chegarmos a casa esta estar optimizada.

      Além de tudo o que precisamos para a prática desportiva. Um tudo-em-um.

      • Pedro A. says:

        “ajustar automaticamente variáveis ambientais para quando chegarmos a casa esta estar optimizada”
        o problema é quando não vives sozinho, como optimizar para várias pessoas (casal + 1 ou 2 filhos por exemplo).

        • Vítor M. says:

          Simplesmente conhecendo os hábitos de todos. Embora uma medida não sirva a todos… mas há um ponto de equilíbrio. Sabes que temperatura é agradável para todos, sabes os níveis de oxigenação que deve ter para um bom ambiente, sabes que luzes devem estar ligadas numa sala de jantar ou no escritório, ou mesmo na zona de televisão.

          Sabes a temperatura que a água deve estar para os banhos, sabes a que horas a luz de entrada deverá estar ligada para quando as pessoas chegarem, e tanta, mas tantas variáveis que podem ser personalizadas.

          Além disso, muitas outras coisas que podem ser adaptadas a locais ou horas, conforme o utilizador.

          A tecnologia também é pessoal.

          • Bruno M. says:

            Os sistemas poderão encontrar uma média geral da população da casa, o tal ponto de equilibrio e alterar conforme as necessidades, depois de conhecido os hábitos de cada um do residente.

          • Carlos Vitorino says:

            Eu sou um amante de IoT e tenho alguns wearables e dispositivos BT4.0 espalhados pela casa, no entanto ao ler os vossos comentários lembrei-me da beleza das imperfeições. Por exemplo (no meu caso): quando a minha namorada se alinha a mim no sofa em baixo de uma manta (pois está um pouco frio para ela), acaba por ser um bom momento despoletado por uma suposta má situação… Dá que pensar, será que queremos assim tanta perfeição/premeditação dos nossos comportamentos?

  2. Alfie says:

    Sempre ouvi dizer que quem não tem nada que fazer faz colheres… Podia ser pior.

  3. Nelson says:

    Já pensou em quantificar o seu peso, também?

  4. superneo says:

    Qualquer dia alguém vai-nos obrigar a usar isto sem querer…

  5. Buzz's says:

    To the infinity and beyond…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.