PplWare Mobile

Hackers roubam 1,2 mil milhões de passwords em todo o mundo


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Manuel Campos says:

    Caramba,isto é dose !! 1,2 mil milhões de passwords em todo o mundo não é nenhuma brincadeira !! É um caso bastante sério e as autoridades contra o cibercrime devem estar super-atentas a este caso !! Incrível,é gigantesco o número de passwords roubadas !!

  2. Diogo says:

    Navegar na Internet é como passear na selva, salve-se quem puder.

  3. António Pereira says:

    O ser humano é triste …

  4. Silva says:

    Ataques vindo da Russia??
    Defensor nº1 do regime russo chamado á recepcao.

  5. JJ says:

    Tem de ter isso muito bem catalogado… caso contrario, “não servem para nada”.
    E se tiverem tudo bem catalogado, estamos perante um grupo de indevidos muito bem organizados.

  6. superneo says:

    ladrao que rouba ladrao tem 100 anos de perdao

  7. Rui says:

    Estas pass’s numa base de dados, usadas em modo brute force é lindo é.

  8. navyseal says:

    Recordando o Pedro Pinto sobre a sua resposta tida a 30 de Junho de 2014 às 12:14 am: https://pplware.sapo.pt/informacao/hackers-publicam-nomes-de-funcionarios-de-bancos-portugueses/

    E recordando as terminologias: pplware.sapo.pt/informacao/terminologias-%E2%80%9Chacking%E2%80%9D/

    Sim eu sei que sou chato sempre a insistir neste ponto, mas infelizmente parece que é algo dificil de se atinar por aqui.

    Eu sei que esta é uma noticia publicada no NYT e como generalista que é precisa de usar termos curriqueiros não técnicos para que os seus leitores entendam, já o pplware não é um blog generalista tem um nicho especifico, não faz sentido optar por ser curriqueiro no que toca à informática.

    • Vítor M. says:

      Quem está a ser corriqueiro és tu, com essas manias, desculpa lá 😉 estás com a mania que é que sabes e que devemos vergar à tua opinião. Obviamente que temos a nossa e firme. Aceito a tua, mas não que concorde com ela, temos opiniões diferentes 🙂

    • Pedro Pinto says:

      Boas navyseal

      Diz-me a que te referes e que termo ficou em “divida”. Script kiddies?

      (Como referiste e bem, este é outro artigo generalista)

      • navyseal says:

        Se os «hackers» englobam tudo, então todos os trabalham nos hospitais serão médicos desde que vistam bata branca? – é uma pergunta retórica.

        Refiro-me exclusivamente ao uso prejurativo do termo «hacker» qualquer coisa publicada no sentido negativo é essa a palavra eleita em detrimento das palavras correctas que poderiam ser Cracker, Cybercrook ou script kiddies, etc dependendo do contexto. É só isso que é requerido nada mais, mas parece aparentemente ser uma coisa do outro mundo chamar os nomes correctos aos bois.
        Ao fazeres um resumo do texto original, nada te impede de aplicar a terminologia/denominação correcta, pois o artigo original é feito para utilizadores generalistas, aqui pode ser adaptado para os leitores mais virados para a área tecnologica.

  9. Nuno Vieira says:

    “onde os PC’s escravizados recorrem a esquemas com SQL Injection para obter informações de sites vulneráveis”

    Fogo, mas em que ano estamos nós? As empresas na Forbes 500 são assim tão pobres que não têm capacidade de corrigir um problema que foi descoberto à mais de uma década.

  10. says:

    Afinal ainda não conhecia todas as novas palavras do novo acordo ortográfico.

  11. luislelis says:

    Com tantos ataques a privacidade, devido a pobre ou inexistente politicas de seguranca , e altura de criar uma autoridade fiscalizadora tipo (PCI DSS).
    Aquele abraco

  12. João Silva says:

    De facto a segurança de acessos só deve ficar menos vulnerável quando os sistemas só permitirem validações biométricas. Mas ainda falta muito para ser um standard nas tecnologias.

    • NT says:

      Pois,

      Depois aparecia a ‘nóticia’
      Site http://www.sitequefazesologincomimpressõesdigitais.com hackeado, por favor mude as suas impressões digitais.

      A solução para a segurança informática é as empresas terem bons técnicos e em quantidade sufeciente. Depois acho que é da responsabilidade de todos fazerem auditorias ao código que utilizam (principalmente se for opensource) e relatem/corrigam os bugs encontrados (num caso recente do openssl acredito que muitas empresas que usam ssl podiam ter dispensado “uns trocos” para o projecto e/ou auditar o mesmo)
      Depois o “pessoal da informática” é doido quando diz que têm que actualizar o software ou que têm de passar umas semanitas a verificar software. O “pessoal da informática” tem é que instalar o office (pirata) no computador do chefe e dos amigos do chefe, resolver vírus nos computadores pessoais deste ou daquele, meter a sport tv a dar no computador sem se pagar, etc. Pois e quando alguma coisa corre mal (tipo a base de dados foi ao ar e não existem backups) a clupa é “erro do informático…”

      Lógicamente nem todos os ataques seriam resolvidos mas pelo menos GRANDE parte deles eram mitigados.

      Já agora para os interessados… https://www.qualys.com/research/vulnlaws/

  13. Miguel Mestre says:

    Entraram na minha conta de Skype e enviaram isto para alguns amigos. Aconselho toda a gente a mudar passwords!

    [08:23:51] Miguel Mestre: Hi! I am russian hucker. Как дела?
    [08:24:26] Miguel Mestre: Как в португалии дела?
    [08:24:51] Miguel Mestre: Пока ты это читаешь я взламываю твои контакты и банковские реквизиты.
    [08:34:25] Miguel Mestre: Olá. Tenho enormes nevpriyatnosti. Você pode emprestar algum dinheiro?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.