Quantcast
PplWare Mobile

Guerra: Já chegaram à Ucrânia os M113 enviados por Portugal

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Tiago says:

    Portugal com estes blindados reconquistava olivenca aos espanhois. Que pena ter um costa e não ter um vladimir

  2. B@rão Vermelho says:

    Juntamente com os M113, devíamos ter enviados também os camaradas do PZP, caso os M113 ficassem atolados serviam para colocar debaixo das lagartas 🙂

    • sa.pong says:

      Também podias ter ido apoiar os fascistas… Eles precisam de carne fresca nas linhas da frente para colmatar as perdas diárias.. E o melhor de tudo, ninguém ia sentir a tua falta

      • Z-life says:

        Vocês nem dormem com alucinações fascistas, fascistas, isto, fascistas aquilo.
        O melhor é nem sequer sabem o que é o fascismo.

        O pzp está acabado, mas também ninguém vai sentir a sua falta.

      • Darth says:

        Único fascista nesta guerra é o Putin

      • AlexS says:

        Boa parte deles sabe, mas não diz…

        Comunistas Italianos em 1936, Togliatti et al.:

        “Appello ai fratelli in Camicia Nera.

        I comunisti fanno proprio il programma fascista del 1919, che è un programma di pace, di libertà, di difesa degli interessi dei lavoratori (…) FASCISTI DELLA VECCHIA GUARDIA! GIOVANI FASCISTI! Noi proclamiamo che siamo disposti a combattere assieme a voi. LAVORATORE FASCISTA, noi ti diamo la mano perché con te vogliamo costruire l’Italia del lavoro e della pace, e ti diamo la mano perché noi siamo, come te, figli del popolo, siamo tuoi fratelli, abbiamo gli stessi interessi e gli stessi nemici, ti diamo la mano perché l’ora che viviamo è grave (…)”

    • UnhuZpt says:

      Nesse ponto acho que o andre teria muito mais rendimento pois ate partilha muitas coisas com o filho da putin.

  3. sa.pong says:

    Caixões com lagartas como é provado no terreno…

    • AlexS says:

      Basicamente. Aluminio logo um pouco mais fácil de pegar fogo… Uma 12.7 (ou fragmentos de um obus) fura aquilo tudo nem é preciso um míssil anti carro.

      Os Israelitas pelo menos colocam blindagem adicional espaçada naquilo.

  4. Ricardo says:

    Uma notícia que já tem dias e que só mostra como somos pequeninos.

    • Vítor M. says:

      Mas felizmente ainda somos independentes. Apesar dos apesares, ainda temos um país que recebe bem, que tem alguma justiça, que tem pessoas civilizadas (na sua grande maioria)…. só é pena não termos gente em condições nos locais de decisão, pois poderíamos ser um “paraíso”. Mas, como alguém um dia disse, só o conseguiremos quando tivermos o dobro do tempo de democracia, daquele que tivemos de regime político ditatorial, autoritário…

      • Mr. Y says:

        Infelizmente também só temos pessoal que só sabe reclamar. Especialemte de notícias com o ‘atraso’ de 2 dias

        • Vítor M. says:

          É uma realidade. Vês alguém a dar uma palavra positiva, de alento, de incentivo? Muito pouco. Em todo o lado o que vemos é o povo a dizer mal, a criticar sem nexo, a praticar o “bota abaixo”, a berrar insultos e tudo porque são pessoas (muitas delas) frustradas. E nós temos tanta coisa boa, tanta gente com boa fé, com atitude… o país precisa é de pessoas que façam algo, que se mexam, que se levantem do cadeirão da crítica. Mas há coisas que, infelizmente, estão no ADN… impregnado na pele.

          • B@rão Vermelho says:

            Parabéns Vítor M, pelo seu comentário, há muito que aqui ou em qualquer lugar digo Portugal é um país fantástico mas não é perfeito

      • IKAROS says:

        É engraçado que 99% dos que criticam os políticos nunca pensaram ir ir para a política tentar derrubar os que lá estão e fazer melhor.
        Críticas de café todos sabemos fazer, agora meter as mãos na massa …

        • Vítor M. says:

          Não precisas ir para a política para ajudar. Como sabes de certeza. E eu conheço bem o mundo da política. Agora, como cidadãos podemos fazer muito para ajudar até a própria política a fazer mais e melhor. E concordo contigo, era preciso o povo meter a mão na massa. Mas também já vimos que determinada facção política “paga” para o povo não se mexer 😉 pensa nisso.

        • PorcoDoPunjab says:

          IKAROS, vc sabe muito bem que um político que fale verdade em Portugal tem a carreira logo arruinada.
          O Tuga gosta mesmo de ser enganado.
          É o que é…

      • Z-life says:

        Somos independentes? Lol

      • Miguel Carvalho says:

        A partir do momento que se faz parte da UE (e atenção, eu não estou contra ela), não se é 100% independente. E quem diz a UE, diz a NATO, ONU e outras organizações internacionais. Tem alguma justiça? Isso é para rir. Depois, há países que deixaram de ter regimes autocráticos há bem menos tempo que Portugal e já são democracias mais evoluídas que a nossa, por isso esse argumento também não cola.

        • Vítor M. says:

          Certo, mas é utópico o “100% independente”, ninguém o é nem nunca o conseguiria ser. Sabes que o mundo, tal como o conhecemos hoje, é regulado por algumas organizações:

          – Organização das Nações Unidas (ONU)
          – Organização Mundial do Comércio (OMC)
          – Organização para a Cooperação do Desenvolvimento Económico (OCDE)
          – Organização Mundial da Saúde (OMS)
          – Fundo Monetário Internacional (FMI)
          – Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO)

          … entre umas quantas mais que, por um lado ou pelo outro, todo o globo está dependente.

          A independência que me refiro é de um nível diferente. Somos independentes para gerir dentro de portas com base na nossa lei, com base na votação do povo, com base na nossa cultura, com base em muitos pontos que nos mostram que quando não existem, aí sim as pessoas estão reféns. Nós temos a sorte de ainda ter esse tipo de liberdades.

        • UnhuZpt says:

          Qual o seu problema contra a UE, NATO, etc??

      • Paulop Baptista says:

        +1

  5. Tiago says:

    Em algum destes muita milha fiz em Santa Margarida não sendo do mais moderno mas certamente irão dar uma boa ajuda.

  6. JLB says:

    Como diziam os Romanos: “Lá para queles lados da Ibéria há um povo que não se governa nem se deixa governar.” 🙂

  7. Filipe says:

    Agora sim, a guerra vai dar uma volta de 360 graus! (sim, eu sei, foi de propósito…)

  8. BlueFenix says:

    Mano FDS XD

  9. Anacleto Ucraniano says:

    olhem que lá fora os portugueses estão muito bem vistos por estarem a dar bastante apoio à ucrania comparando com vários outros países muito maiores… btw esta doação foi imposição do EUA.

  10. Jorge says:

    E não dava mandar junto umas largas dezenas dos nosso generais?
    Temos cá tantos … e tão bons …

    • PorcoDoPunjab says:

      Jorge, se mandássemos os nossos generais para a Ucrânia acho que não cabiam lá todos.
      Com tanto génio tuga os Russos iam parar ao Pólo Norte

  11. xpto says:

    Ainda bem que despacharam estes que ainda são aqueles que os EUA nos deram depois de terem andado pelo Vietnam…
    Deixa lá ver o que eles nos vão dar para substituir estes.

  12. António II says:

    Está ganha a guerra!

  13. secalharya says:

    Lol! Levam um balázio e ficam logo encostados num canto.

    Portugal só tem armamento fraco.

    • Manuel José Ventura Nunes says:

      …Serve para entreter os funcionários públicos “profissionais” que ganham a vida sentados em gabinetes toda mocidade d,les à espera de promoções caídas do “céu”

  14. Grunho says:

    Os blindados não fazem cá falta nenhuma. Em troca os ucras podem-nos dar alguns drones bayraktar com que patrulhar as nossas florestas e neutralizar incendiários.

  15. Bravo says:

    Espanta é como ainda andam: foram comprados em 2.ª mão, já obsoletos, e 40 anos depois, ei-los na linha da frente de um teatro de operações bem violento. Podem não ser a ARMA decisiva que vai ganhar a guerra, mas um BRAVO à nossa manutenção, Outro aos valentes soldados Ucranianos, e outro aos soldados Russos com um mínimo de bom senso e dignidade que recusam ser cúmplices num ato criminoso e se rendem ao exército Ucraniano, onde terão um tratamento que os prisioneiros ucranianos nas mãos dos russos, não tiveram.

    • JLB says:

      Sim, quer queiram quer não a nossa tropa e o desenrascanço ainda são algumas cartas… (Como diz o ditado: “O Engenho faz a Arte”.) Temos muitos exemplos disso, como por exemplo os antigos submarinos que num exercício conjunto conseguiu destronar um outro mais evoluído; num outro exercício o nosso exército continuou com comunicações por linha terrestre enquanto outros sistemas mais avançados ficaram todos empastelados; a marinha do EUA voltou a dar formação náutica com recurso ao astrolábio e orientação pelas estrelas como a nossa ainda continua a fazer; DAE faz missões que nem imaginam; e mais havia para dizer…

  16. António II says:

    Por acaso não concordo totalmente com o Vítor M. De facto, vê-se pouca gente a dar uma palavra positiva, de alento, de incentivo. Mas porque será? O nosso real tem sido brilhante, favorável, temos sido mimados e estamos todos desfasados do real? Ou temos sido mal tratados, mal-amados por governantes sem escrúpulos, incompetentes e oportunistas, políticos medíocres e corruptos, mais preocupados consigo próprios. Basta ver e comparar-nos coim a vizinha Espanha, no início tão pobre quanto Portugal e agora, passados 36 anos da adesão à CE, eles são o 2º país com mais rede TGV, com todas as autoestradas gratuitas (pouquíssimas são pagas e devido a condições excelentes), são o 3º país com o combustível e o gás mais baixo, o 5º com melhores salários na Europa, o 2º mais visitado por turistas. Em contrapartida nós somos o país das oportunidades perdidas, com o pior aproveitamento dos fundos, ultrapassados por países do Leste que entraram recentemente na CE, um povo amargurado, sem verdadeiros amentos salariais, sem futuro, sem esperança para os jovens, que paga todos os anos milhões a bancos e aeroportos falidos, somos vítimas de empresários especuladores, que perderam tudo, mas o povo é que ficou a pagar as sua dividas. Portugal, bom? Não! Portugal não é mais que a objetivação do ex primeiro-ministro Sócrates (que todos sabem que roubou, mas também todos sabem que nunca será condenado, ….Por mim, ainda alimentei esperança de renovação aquando da expo 98, foi tudo bonito, mas apenas para inglês ver…. Depois veio a crise e depois outra crise, enfim…

    • joaomatos says:

      Se queres receber os fundos da EU…deverias votar contra a entrada de Países de leste na EU..
      Depois deles entrar o dinheiro vai todo para eles…mas isso já nós sabíamos antes de votar..

      Todos os Países que estejam na Europa central teem prioridade da ditadura de Bruxelas..não é novidade para ninguém..nós estamos na cauda da Europa..em tudo.

      • freakonaleash says:

        Portugal até já mamou foi demais da UE para o pouco progresso que conseguiu com os avultados fundos comunitários. Mas os comunas não se enxergam: “abaixo com a ditadura de Bruxela mas vinde a nós o dinheirinho de Bruxelas” reles vermes que ainda habitam o parlamento!

      • UnhuZpt says:

        Voce nao tem a minima ideia do que escreve, nao tem informacao e educacao escolar, devia ter vergonha de escrever isto.

  17. AdolfoDias says:

    acabei de ler todos os comentarios, eu tenho um teclado diferente , mas de aclamar toda a vossa realeza daquilo que sao os Portugueses ou o que e’ ser Portugues.
    Voces sabem que a producao diaria de imbecis aumentou , fruto das novas tecnologias e do lugar ou sistema ou do Pais onde vives mais a tua inspiradora mentalidade pensando sempre que es uma pessoa FELIZ neste mundo INFELIZ (os analfabetos Portugueses passaram a ser aqueles, que nao aprendem nem querem aprender quanto mais reaprender .)
    Na verdade viver tem todo sentido . enjoy your time.

    • UnhuZpt says:

      Concordo.
      E impressionante que na era da informacao vemos tantos ignorantes e incapazes…. nao sabem nada da realidade em que vivem nem da historia.

  18. Joao Ptt says:

    Em outras notícias, a guerra em Portugal ainda nem começou e já foram perdidos 14 veículos em pelos vistos 140, quer dizer que já só sobram 126 veículos blindados… desconhecendo-se quantos de facto funcionarão.

    Por péssimos e antiquados que sejam hoje em dia todos os que se perdem não sendo substituídos são menos meios disponíveis para a defesa… e como os Ucranianos e Russos o provam na prática, até meios antigos e obsoletos podem fazer grandes estragos se ainda funcionarem… ou no mínimo implicarem gastos extra por parte dos atacantes, sejam gastos económicos, de meios, ou até de pessoal… tudo isso implica custos, aumento de complexidade nas operações, etc.

  19. ferreira says:

    comentem, por favor, sem atacarem uns aos, outros um abraço a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.