Quantcast
PplWare Mobile

Governo faz redução extraordinária do imposto sobre combustíveis

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. R says:

    Ridículo porque o imposto extraordinário foi muito maior do que agora baixam.

  2. Miguel says:

    1 cêntimo? 2? Isto é alguma piada?

  3. Pedro says:

    Estão a gozar com os desgraçados dos portugueses, só pode. Descida de 1 cêntimo no Gasóleo. Miséria. Isto so se altera se houver uma união a sério de todos. Não se aceita que a umas dezenas de Kms paguem muitooo menos, e ainda ganham muito mais. Mas os portugusitos tem o que merecem.

  4. ToFerreira says:

    1 e 2 centimos … verdadeiramente “extraordinário”!
    Eles sabem que é fácil mandar areia para os olhos dos tugas.

  5. Soutor says:

    Ridiculo, pura demagogia.
    Subiram o imposto para 3 centimos e agora baixam apenas 1 e 2 centimos.

    Atirar areia para os olhos

    • Zé Fonseca A. says:

      O adicional do imposto é fixo e são 6 cent, foi prometido que quando os preços do barril voltassem aos valores pre pandemia que esse imposto ia embora………….
      Os restantes impostos são % sobre o preço dos combustíveis, por isso, cada cent que aumente vai aumentar a dobrar por causa dos impostos.

  6. Secadegas says:

    Que generosidade… Fiquei comovido.
    Tenham é vergonha na cara e baixem os impostos em geral !!!

  7. Vrael says:

    Ainda gozam com a cara das pessoas, baixar 1 cêntimo/L que gozo… escumalha socialista

  8. ZeCarlos says:

    É deixar de por gasolina/gasoleo durante um período de tempo e esperar para ver o que acontece…

    • Zed says:

      Eu acho que o que acontece é o depósito ficar vazio e termos de andar a pé.

      • Sardinha Enlatada says:

        A gasolina e como agua para os carros, por isso essa ideia de boicote nao vai longe. Muitos de nos precisamos de transportes proprios. Em resumo eles fazem o que querem, porque sabem que as pessoas tem de forcosamente abastecer a sua viatura.

    • Luis says:

      E depois como é que trabalhas? Quem usa o veículo como meio de transporte para trabalhar vais lhe pagar o ordenado? Vocês conseguem pensar antes de falar?

  9. Str says:

    Areia para os olhos das pessoas sem vergonha mesmo.

  10. João Cartaxo says:

    Ou é para rir ou é para ter graça… Ou simplesmente gozar com o povo ( que vai ficar todo contente com esta baixa)
    Se baixassem 5% dacdaga fiscal do imposto dos combustíveis.. Era de valor….

  11. ZeTo says:

    O tuga é mesmo manso. É que nem a típica frase “continuem a votar nos mesmos” se aplica. Não votem, fiquem no sofá a ver a bola como das outras vezes e depois queixem-se.
    Já era tempo do povo acordar e mostrar quem manda, mas não bola, jogos de consola, iPhones e facebooks é que importam. LOL
    Este país caminha para o fundo do poço a cada dia e o tuga come e cala.
    Revoltem-se!

  12. Anker says:

    Os tugas sao comidos por parvos a toda a hora. Aqui na alemanha um model 3 custa 32000 euros com o incentivo do governo, em portugal 51000 no site. O mesmo carro quase 20mil de diferenca, e aqui a fazer o mesmo que fazia em Portugal ganho 5600 euros por mes, em lisboa ganhava 900 brutos. Portugal e so sol, praia e comida, o resto e de terceiro mundo. So serve para ferias, fujam dai malta. Quem não tem curso superior não se preocupe que aqui um amigo meu so com o 12 ano e esta a aprender alemao ganha 4000 por mes. Venham para Munique!

    • David Guerreiro says:

      Pois, e por isso há tanta gente a importar carros de combustão da Alemanha, porque mesmo com os impostos à entrada em Portugal, compensa.

  13. Wolfheart says:

    A solução é difícil mas simples e não passa por não abastecer no dia x, y ou z!
    2 meses sem se andarmos de carro, tudo de transportes públicos ou em teletrabalho!
    Resolve-se 2 problemas o dos preços dos combustíveis e revela-se que os transportes públicos não são alternativa para a mobilidade.
    Ao fim de mês e meio fazia-se um balanço da ação, mas o povo português fala, fala, contudo não vive sem o pópó!

    • David Guerreiro says:

      O problema é que muitas cidades não estão bem servidas de transportes públicos. Pessoas que entram ao trabalho às 5h da madrugada ou saem à meia noite, nessas cidades mal servidas, não têm a mínima hipótese de evitar o carro. Fora Lisboa e Porto, os transportes públicos estão concebidos para pessoas que entram às 9h e saem às 18h de 2ª a 6ª.

  14. Alexandre says:

    Baixam 2, mas estão a ganhar 5 extra c o aumento

  15. RatazanaDoPunjab says:

    Carrega Costa!!!
    O Tuga aguenta tudo, aí aguenta aguenta.
    É só falatório mas não fazem nada….
    Como é possível haver tanto trânsito com os combustíveis tão caros?
    Só há uma explicação, há mais dinheiro do que dizem…
    Aumenta o preço, Costa, se houver eleições vais ganhar na boa… Mas tu sabes isto tudo, não sabes?
    Meu matreiro, sabes muito bem onde estás…

  16. Mitra says:

    Um povo que bate recordes a tomar a vacina quando o governo ordena é normal que seja fácil de lhe atirar areia para os olhos.
    Como dizia o Cavaco a uns anos a embaixada Americana, o povo tuga é manso…

  17. David Guerreiro says:

    Há muitas pessoas que abusam do automóvel, não dão um passo sem usar o automóvel. Eu conheci um caso de uma pessoa que ia ao café que fica na mesma rua de onde vive, de automóvel. Eu tenho tentado evitar usar nas compras, opto por ir a supermercados mais próximos, e vou várias vezes se for preciso.

    • Vrael says:

      Ires às compras varias vezes não só gastas mais dinheiro como é preciso teres tempo… quanto ao café na rua pronto acho exagero mas ir às compras sem carro esquece la isso

      • David Guerreiro says:

        Depende das compras. Se fazes compras mensais, sim, aí não dá. Mas se fazes compras semanais e tens supermercado perto, vais a pé. Mesmo que vás 2x num sábado, compensa.

  18. Daniel says:

    existee uma forma de boicote que dá resultado, por exemplo deixar de abastecer durante 3 meses na bomba que vandia o combustível mais caro na região, ou seja isto pelo país inteiro, pode dar um grande abalo em mais de 500 postos de combustível. Mas para isso as pessoas tinham de cumprir e nunca meter combustível nesses gananciosos. Afinal para que precisamos de gasolineiras que descaradamente nos esvaziam a carteira?

    • David Guerreiro says:

      E isso já o pode fazer, eu procuro o combustível mais barato e tenho escolha onde resido. Aliás, há uma bomba low cost da Auchan ao lado de uma da BP com combustível muito mais caro. Mas o problema aqui não são as gasolineiras. Está a ir na conversa do governo. A margem de lucro das gasolineiras é uma percentagem muito pequena no custo total do combustível. A maior fatia são mesmo impostos.

    • Luis says:

      Realmente a culpa é das gasolineiras.. o estado mama 60% mas na tua cabeça de ervilha o problema é da Galp ou lá o que seja.. é por pessoas como tu que está lá está governo a chular o povo

    • darksantacruz says:

      O estado ganha em impostos 60% por cada litro que abastece e a culpa é das gasolineiras?! Nem sei o que dizer é por isso que os sucessivos governos fazem o que bem lhes apetece, mente e o zé povinho ainda o defende.

  19. Jonas says:

    Dão um docinho à criança para não a ouvir embirrar….

  20. Jonny B. says:

    “Governo faz redução extraordinária do imposto sobre combustíveis”. Uauuu, afinal somos uns privilegiados por termos um governo tão bom e melhor, uma comunicação social isenta de jogos políticos e nem a favor nem contra o sistema. Obrigado PPLWARE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.