Quantcast
PplWare Mobile

Google em tribunal acusada de vigiar utilizadores no Modo de navegação anónima

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. telescola says:

    novidades?

    A google vive dos dados dos utilizadores. Não iriam eles vigiar tudo o que pudessem? claro que sim. Assim como vigiam emails no gmail, assim como os analytics dos sites, etc. Conhecem o Big Brother? Estamos num.

  2. jorge santos says:

    Firefox teria poupado muito trabalho.

  3. Redin says:

    A vigilância dos conteúdos no e-mail não é apenas num ou outro player.
    São em todos.
    Como julgam vocês que os modelos anti spam funcionam se para tornar uma decisão nesse sentido não puderem ler esses conteúdos.
    Além deste modelo de filtragem não ter resultados de funcionamento efetivo, são uma das piores formas que põe em causa a privacidade de qualquer utilizador.

    • saldoso says:

      É muito diferente a análise de spam (em que apenas procura por indicadores de spam num ficheiro – sendo que nalguns casos nem isso), da criação dum perfil do utilizador com base nos conteúdos e hábitos nos seus vários emails, havendo a possibilidade de cruzamento de informação e abuso sobre esses perfis criados.

      • Redin says:

        A procura e analise de ficheiros é uma pratica aceitável pelos antivírus não sendo por aí que se faz a analise de spam. O ficheiro poderia circular por qualquer outro meios que ficaria sob analise para o mesmo efeito.
        A analise pela criação de um perfil já implica novamente o uso de estratégias de não anonimização e pelo histórico construído a volta desse utilizador que o identifica.

  4. RM says:

    Se a Google perder, para onde vai esse dinheiro ? De certeza que não vai para quem não se respeitou a privacidade!

  5. Ramiro says:

    o Tutanota Mail, ou o Proton mail tem versões grátis e a pagar,
    mas os emails que enviamos ou recebemos são encriptados.

    • Redin says:

      A encriptação de conteúdos só funciona entre pares com a mesma tecnologia.
      Se eu for Gmail e o outro for Proton mail ou Tutanota Mail, os conteúdos ficam na mesma sujeitos a violação de privacidade na transação de mensagens.
      O ideal seria todos usar encriptação, algo como impossível de atuar na pratica devido a tecnologia e chaves envolvidas não serem usadas num mesmo contexto.
      O que poderá explicar a falta de proibição em usar técnicas de filtragem de conteúdos (não dos anexos, – é diferente, pois nas técnicas de antivírus é suposto conseguirem captar as assinaturas dos vírus nos ficheiros anexos) é a capacidade de criar muito dinheiro no volume de dados transacionados e isso continuar a ser uma mina.

  6. Samuel MG says:

    Querem privacidade usem o TOR 😛

  7. falcaobranco says:

    É engraçado é em pleno século 21 ainda haver anjinhos a navegar pela internet fora… enfim…

  8. Sergio says:

    Eu uso o modo privado essencialmente para não criar histórico, quando preciso fazer 1 pesquisa que chocaria qualquer pessoa cá em casa e evitar que o miúdo veja o mesmo Porno que eu. Ele que procure pelos fetiches dele.

  9. recondicionado says:

    a anonimidade na internet é um tema divertido e muito interessante.
    para os isp é um estado impossivel. as nossas solicitações para receber determinada página, ou fazer o download de determinado fich. passam obrigatóriamente pelo nosso isp. faz lembrar as antigas centrais telefónicas
    de comutação manual – parece que as telefonistas ouviam as conversas e se levassem um gravador até mais tarde podiam pedir a alguém para traduzir uma conversa entre estrangeiros. um verdadeiro estado de anonimidade só em regime de broadcast. tipo radiodifusão. por outro lado existe uma ligação física, adsl/cobre , ou fibra entre o utilizador e o seu isp.
    mas talvez seja possível navegar anónimo na net em spots gratuitos.
    uma vez na sala de espera de um hospital público descarreguei um pequeno ficheiro, com user e password públicas, divulgadas em posters.

  10. Infonabo says:

    Só uma palavra: TOR !!!

  11. Euéquesei says:

    Que a Google espia tudo o que pode, isso não é novidade para ninguém.
    Quando quero enviar algum email mais escondido, vai encriptado com PGP. Boa sorte para o abrirem…
    Ficheiros na cloud, tudo encriptado com PGP antes de ser enviado para lá.
    Bem podem tentar abrir para ver o que contém, good luck nisso.
    Modo privado de navegação? TAILS ou QUBES, o resto é conversa fiada…
    Não usem whatsapp para conversações importantes, usem SIgnal, Wickr, Briar..

  12. Algo says:

    A TOR já não é o que era.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.