PplWare Mobile

GNR: Gangue tinha aparatoso inibidor de sinal de comunicações


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Ferreira says:

    Deviam ter cuidado a apresentar o equipamento e a expor. Mais valia apenas referir.

      • Ferreira says:

        Simplesmente estão a dar “ideias” a outros. O equipamento em causa é demasiado dispendioso e antes de o divulgar deviam, penso eu, determinar origem por exemplo. Mas cada vez mais anda tudo atrás do mesmo osso “exposição media”. MP, GNR, PSP, PJ, SEF, AT, ASAE e outras. Enfim somos mesmo pequenos.

    • Joao says:

      Mesmo que assim seja, essa responsabilidade cabe à GNR…

    • Sérgio says:

      Pois, assim exposto até parece uma feirinha para ir lá comprar 🙂

    • J. C. Lopes says:

      A facilidade com que determinados indivíduos têm de ofender gratuitamente os outros.
      Há neste país um grande défice de educação e civismo.

    • Mike says:

      Ideias?! Portanto, vocês não roubam porque vos falta “criatividade”? Ou será porque possuem bom senso para não o fazer, independentemente da circunstancia, estão cientes do perigo e não estão dispostos a lidar com as consequências?

      • Eu mesmo says:

        Infelizmente a maior parte das pessoas, não o faz porque sabe que vai ser apanhado. E não por bom senso.

        Se tivessem bom senso não faziam outras coisas menores, nem outros tipos de roubo.

  2. Joao says:

    Mas afinal a que se dedicava este gangue?

  3. Blackbit says:

    “Seis bicicletas” ?
    Era um gang com preocupações ecológicas? 🙂

  4. rub3n says:

    Oh, isto arranja-se facilmente… há anos que existem jammers à venda na net.
    Basta ir ao ebay, pesquisar por jammer e mandar vir…
    Nem percebo porque é isto noticia…

    • Mentecaptor says:

      Deve ser novidade em Portugal, eu nunca tinha ouvido falar no uso desta tecnologia por cá, pelo menos toda junta, os jammers (que não são os que se costumam encontrar no ebay), os trackers GPS (podemos estar a ser seguidos neste momento sem saber)…

    • Charles says:

      Sim… Vês muitos no eBay.
      Contudo, são brinquedos em comparação com o que se pode ver na imagem.
      Os do eBay custam umas dezenas de euros. O da imagem custa umas centenas de milhar.
      Detalhes…

  5. Realista says:

    Correcção da noticia, afinal só foi apreendido 150 mil euros…

  6. nop90 says:

    GPS, GSM, LTE, WiFi, parece bem melhor que os normais, com jeitinho metiam-lhe um jammer na freq dos 380MHz e bloqueavam também o SIRESP.

    Oh.. espera… ele já falha sozinho. 🙂 🙂 🙂

  7. poiou says:

    alguém sabe o que é aquela coisa que parece um sonómetro com uma bola amarela, na foto dos localizadores GPS?

  8. Hefesto,o Grande says:

    Ei,vejam esta—»”O inibidor de sinal apreendido silenciava todos os tipos de comunicações num raio de 300 metros e custa no mercado negro muitas dezenas de milhar de euros.” Quer dizer,se não foi o tal agente da PSP que também foi preso que surripiou este tal inibidor de sinal,isto quer dizer que esta corja de ladrões o comprou no mercado negro,pagando por ele uma fortuna !! Agora,até para ser ladrão já tem que se ser sofisticado e ter bem dinheiro,pelo visto !! Isto é incrível,sinceramente.Ao que este mundo chegou.Nem dá para acreditar,é só gatunos neste mundo !! 🙁

  9. djofight says:

    epá, as cores das antenas estão trocadas..assim na “jamma” nada que elas parecem-m especificas ;p

  10. cmariano says:

    A resposta a esta noticia é simples, se gera clicks gera dinheiro.

    De resto, muito pouco sumo…….

  11. Adolfo Dias says:

    Localizadores GPS magnéticos…
    Está-se mesmo a ver que os colocavam nos carros dos ourives e seguiam-nos à distância, inibiam todas as comunicações quando chegassem ao local a bordo das suas grandes máquinas, roubavam tudo com auxilio de gás pimenta e armas que possuíam, metiam tudo nos carros e como já cabia mais ninguém na viatura, iam de bike pelo monte abaixo.
    No ponto de encontro contavam o cacau, resultado do roubo, na máquina de contar notas, bebiam um James Martin’s que tinham “abafado” do bar do ourives, aplicavam logo uma bela quantia do cacau em apostas online num dos portáteis apreendidos e no fim ainda rezavam pelo sucesso do gamanço ao Santo António, afinal ele dá sorte ao negócio.

  12. Mike says:

    Ocean’s Nine and a cop?

  13. Anónimo @@ says:

    Acho no mínimo ridículo as dezenas de milhares de euros, o equipamento em questão de que fazem fumo sem fogo, pode ser adquirido no mercado por 2.500€, basta fazer uma pequena pesquisa.
    Alerto também que o equipamento encontra-se obsoleto uma vez que já saiu um modelo que veio substituir o apreendido.
    Relativamente à tecnologia utilizada pelo grupo, está ao alcance de qualquer um, aliás em várias igrejas espalhadas pelo nosso país utilizam jammers para bloqueio do sinal, que deveria ser uma medida a ser utilizada nas Escolas.
    E só mesmo em Portugal é que estamos muito atrasados, uma apreensão destas e fazem logo um alarido pelo tipo da tecnologia que foi apreendida. Cada vez mais utilizamos a tecnologia em nosso beneficio, é desta forma que ela é desenvolvida para se adaptar às nossas necessidades, o que se deveria discutir seria os fins dados a mesma, se compro uma faca para cozinhar para utilização doméstica a mesma também dá para cometer crimes.

    • Mike says:

      Então? No comunicado oficial da GNR consta “…milhares de euros no mercado negro…” (Isto valor aproximado, porque acho que não pediram a factura do material aos larápios para fornecerem o valor exacto…) Mas se arranjas mais recente e mais barato… Não sei… Monta tenda no Ebay! (Joking) Adiante, já viste bem o valor em numerário e em bens, apreendido? Tudo somado, se me mostrasses uma foto com o valor total, eu provavelmente nem saberia identificar tal! Isto para não falar do esforço das autoridades e o do valor dos contribuintes usado para a operação… Enfim, não vejo porque não! Eu pessoalmente fazia um enorme alarido se o meu bem furtado me fosse devolvido…
      P.S.: Essa do “Portugal atrasado” há muito que já é cadáver e cheira mal!

  14. caetano armando says:

    MILHARES D E EUROS ? centenas de euros

  15. Tiago says:

    Tanta gente com noção dos valores de mercado de material que segundo consta na notícia, é usado pela polícia e militares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.