Quantcast
PplWare Mobile

Gás: Mudança para mercado regulado através da Internet

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Jota says:

    É continuar a mandar armas para a Ucrânia…

    • jorge santos says:

      Reclama com o Putin que invadiu a Ucrânia, nosso parceiro na LIBERDADE e DEMOCRACIA…

    • A.M. says:

      “solidariedade” é uma palavra que não deve constar do teu dicionário!! Muito menos “democracia” “liberdade”. etc, etc. Tu deves usar mais as palavras “eu quero” “eu preciso” eu….eu….enfim!! Deves ser do género: eles que se desenrasquem, que morram, que fujam…etc. Desde que não interfiram com a tua vida, tudo bem!!!

      • Keyboardcat says:

        Estás enganado. “Solidariedade” está no dicionário dele. Mas só se for ele a receber.

        Isso são uma cambada de hipócritas. Mas quando são eles os beneficiados andam aí caladinhos

    • A Paz de Moscovo says:

      Deixamos o Putin apanhar a Ucrânia, a seguir a Moldávia, depois os Estados Bálticos, depois a própria Europa e só levantamos o .. do sofá, quando o Putin chegar a Setúbal …

    • Bernardo duro says:

      Até haviam de ser nucleares

    • Jorge Silva says:

      És amiguinho do Putin, já percebemos … porque não o vais ajudar ? Tens muita lábia !

  2. HAS says:

    “dentro de 15 dias ´ vai ficar obrigatoriamente disponível online por parte dos comercializadores do mercado regulado a possibilidade da contratação eletrónica”.

  3. SANDOKAN 1513 says:

    Não creio que vá haver uma “avalanche” de pessoas(como tantos apregoam),que irão pedir a transição do mercado livre para o mercado regulado por causa do preço do gás.Tenho essa sensação.E mesmo até na electricidade.

    • Joao Ptt says:

      Não vai haver porque todos os envolvidos no processo da parte que factura vão provavelmente fazer de tudo ao seu alcance para dificultar a transição para o mercado regulado… basta fazer coisas como meter que tem de se tirar senha na Internet e meter as senhas sempre esgotadas e coisas do género. A imaginação nestas coisas é o limite.

      • Sergio says:

        Mas isso fazes queixa no livro eletronico com o print das senhas e hora e vais ver que nao se metem com mais parvoíces.

        • Joao Ptt says:

          As empresas não se importam normalmente de cometer ilegalidades, porque mesmo que paguem multas as mesmas tendem a ser inferiores às percas que teriam se simplesmente cumprissem a lei. Claro que cada empresa avalia a situação por si mesma e decide.

          Neste caso basta lançarem o site no final do prazo, e assim a maior parte das pessoas não poderá mudar sem ser penalizada já que têm de mudar antes de terminado o prazo de 30 dias após o aviso ser avisado. Claro que podem ir às lojas, que poderão ficar misteriosamente em obras de remodelação e outros truques do género, se as empresas decidirem dificultar a vida às pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.