PplWare Mobile

Galileu: O “GPS da Europa” ganha mais quatro satélites


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Paulo Santos says:

    A não ser que o público alvo deste artigo esteja do outro lado do Atlântico, escreve-se descolar, não decolar.

  2. Francisco says:

    Hoje em dia habituado a ver os lançamentos da spacex, até parece estranho ver um rocket ir para o lixo assim desta forma…

    • Pedro Coelho Silva says:

      Completamente de acordo! Esta é outra área onde a UE tem de andar da perna para recuperar o atraso já considerável que temos tecnologicamente.

      Porque não construir Portos Espaciais mais perto do continente europeu? Açores por exemplo..
      Os próximos “galileus” a ser lançados ja vão a bordo do Arianne 6, que estará pronto em 2020, mas julgo que é importante acelerar o desenvolvimento de um foguetao com capacidade de aterrar como a spaceX, desconheço os planos da ESA neste capìtulo mas um Ariane 7 é “urgente”.

      • Carlos Rino says:

        Porque as bases de lançamento quanto mais próximas do equador mais económico se torna faz o lançamento, devido à velocidade de rotação da Terra ser maior na linha do equador.
        Isso faz com que os foguetes que carregam os satélites ganhem um impulso extra, economizando combustível.

      • Jorge Carvalho says:

        “Porque não construir Portos Espaciais mais perto do continente europeu? Açores por exemplo..”

        Porque o melhor sito para lançar é no equador ?

        Abc

  3. Ze says:

    “Passa a contar com 26 satélites.” … “A rede, na sua totalidade, terá 24 satélites”… na totalidade terá 30!!! (6 extra de reserva)

  4. António Nunes says:

    Como curiosidade, à frente da Autoridade de Supervisão do GNSS (Global Navigation Satellite System) responsável pela supervisão dos sistemas europeus de navegação por satélite, está um português: Pedro Pedreira, engenheiro electrotécnico, é o director executivo.

  5. Pedro Silvestre says:

    Pergunto se alguem souber informar
    Os equipamentos que correntemente estão á venda só utilizam ainda o GPS (americano) ou já utilizam alguma destas alternativas?

    • NBD says:

      Ja existem smartphones apartir do Snapdragon 835 e do Snapdragon 660 que ja é compativel com o Galileo, a nivel de GPS so de navegação propriamente ditos não tenho conhecimento.

    • Jorge Carvalho says:

      Brand Type
      Apple iPhone 6s Plus
      Apple iPhone 10/X
      Apple iPhone 6s
      Apple iPhone 8
      Apple iPhone 7
      Apple iPhone 7 Plus
      Apple iPhone 8 Plus
      Asus Asus Zenafone 4 Pro
      Asus Asus Zenafone 4 Selfie Lite
      Asus Asus Zenfone 4
      Asus Asus Zenafone 4 Selfie Pro
      Asus Asus Zenafone 4 Selfie
      Asus Zenafone 4 Max
      BQ Aquaris V
      BQ Aquaris V Plus
      BQ Aquaris X Pro
      BQ Aquaris X
      BQ Aquaris X5 Plus
      Cat Cat S61
      Google Google Pixel 2 XL
      Google Pixel 2
      Huawei Mate 9 pro
      Huawei P10 plus
      Huawei Mate 9 Porsche Design
      Huawei Mate 10 Porsche Design
      Huawei P10
      Huawei P20
      Huawei P20 Pro
      Huawei Mate 9
      Lenovo ZUK Edge
      LG V30
      LG V30S ThinQ
      Meizu Meizu Pro 7
      Meizu Meizu Pro 7 Plus
      Motorola Moto X4
      Nokia Nokia 8
      Nokia Nokia 8 Sirocco
      OnePlus OnePlus 6
      OnePlus OnePlus 5T
      Oneplus Oneplus 5
      Samsung Galaxy Tab S3
      Samsung S8
      Samsung S8+
      Samsung Galaxy Note 9
      Samsung Galaxy Note 7
      Samsung Samsung Note 8
      Samsung Galaxy S9 Plus
      Samsung Galaxy S9
      Sony Xperia XZ Premium
      Sony Xperia X2 Premium
      Sony Xperia XZ2 Compact
      Sony Xperia XZ2
      Sony Xperia XZ1 Compact
      Sony Xperia XZ1
      Vernee Apollo 2
      Wiko Wiko WIM

  6. Paulo Ferreira says:

    “Com estes novos satélites, o sistema de navegação europeu Galileu passa a contar com 26 satélites.”
    “A rede, na sua totalidade, terá 24 satélites a uma altitude de 23 222 Km”
    Baralhaste-me e olha que não é fácil 🙂

  7. Paulo Ferreira says:

    “Quando o sistema global de navegação estiver plenamente operacional, em 2020, contará com 30 satélites distribuídos em três planos orbitais a 23.222 quilómetros de altitude.”
    É mais isso sr. Pedro 🙂

  8. lmx says:

    Este não é o Único Sistema de posicionamento da Europa.
    Na Europa ha 2 Sistemas de Navegação,
    GLONASS e agora também o Galileu, que ainda está a ser construído, mas melhor a cada dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.