Quantcast
PplWare Mobile

Falsas tentativas de entrega de encomendas? CTT admitem “evidências”

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Filipe Neves says:

    So minhas com este motivo devem ter no livro de reclamações umas 5…

  2. lopes says:

    Só a minha conta devem lá estar umas dezenas, CTT e CTTExpesso, uns não tocam na campainha e largam logo o postal e ai vão eles, os do cttexpresso esses como não tem capacidade de fazer as entregas quando estão apertados pimba não estava em casa quando nem sequer foram à morada.

    Comigo já se lixaram muita vez, isto é uma vergonha, por isso é que evito a todo o custo, encomendas via CTT, até o correio anda sempre perdido.

    • Eu says:

      Sim, também evito compras que sejam entregues pelos CTT.
      Excepto quando a loja não me dá alternativa e não consigo comprar ao mesmo preço noutro lado. Mas prefiro pagar um pouco mais e ser entregue por outra empresa.

    • ABRE OLHOS says:

      NO SITE DOS CTT.PT NA PARTE FINAL DA PÁGINA (EM BAIXO) TEM UMA OPÇÃO QUE DIZ “Resolução Alternativa de Litígios de Consumo”. AÍ ESTÃO OS CENTROS DE ARBITRAGEM DE CONFLITOS DE CONSUMO.
      FAÇAM QUEIXA NA ENTIDADE DA VOSSA ZONA E PEÇAM INDEMNIZAÇÃO.

  3. albino negro says:

    Nem é preciso ir aos CTT para reclamar

    https://www.livroreclamacoes.pt/Inicio/

    O carteiro da zona fazia isso. Depois das reclamações começou a entregar à porta

    • cross says:

      Já experimentaste usar esse serviço?
      Está uma desgraça. A página não abre como deve ser, o suporte é inexistente, o número de telefone que lá consta não está ligado. E a app para Android? Nem funciona..

  4. Sardinha Enlatada says:

    A mim ja me aconteceu com a Chronopost.

  5. Mjmarques says:

    Aconteceu comigo. Reclamei, fiz queixa e os CTT dizeram que não tinha razão.

  6. Zed says:

    Já deve ter acontecido a toda a gente.

  7. Tiago r says:

    Uma vergonha os portugueses refilarem com o correio que tanto prestigia o pais. Não ha falsas tentativas de entrega mas sim pessoas distraidas e mal educadas que tentam de tudo para denegrir um dos melhores servicos do nosso pais. Não fossemos nos nem compras fariam la fora na amazon, por isso respeito

  8. Sergio says:

    Uma velha novidade!

  9. PGD says:

    Evidências!!!! Da minha parte há mais de 10 queixas sobre esse assunto entre o portal da queisa e impressos próprios na estação de correios. Infelizmente ninguém se dignou sequer a responder. Os funcionários da estação pura e simplesmente ao reclamar entragam a folhima de reclamação como se já fosse normal…

    • Alberto says:

      as Estações dos correios e os distribuidores não têm relação directa, os funcionários dos postos não podem fazer nada e alguns agradecem que se façam reclamações.
      No meu caso tive durante alguns tempos um carteiro que apenas passa 1 dia por semana, e quando falei no posto sobre isso explicaram mesmo que eles não podiam fazer nada por não haver essa ligação, e que ao fazer uma reclamação deveria identificar o Tracking Number para poderem identificar a pessoa responsável pela entrega.
      Infelizmente a resposta que obtive foi sempre a mesma, Não conseguiam validar que mas que a encomenda tinha sido entregue (porque eu a fui levantar ao posto sem sequer ter o talão de tentativa de entrega)

    • Imf says:

      Folha de reclamações?? Ou o livro??

      A folha de reclamações é, tipo papel higiénico

  10. Gabriel says:

    A mim acontecia-me imensas vezes e de forma descarada. Era ver o carteiro na esplanada do café a escrever “não atendeu” em todos os avisos que tinha para serem entregues na minha avenida onde no meio deles se encontravam um para mim. Outra altura foi com uma encomenda vinda da Amazon que ficou marcada no site dos ctt e na Amazon como entregue e até recebi um SMS a dizer que tinha sido entregue. Deixei uma queixa no portal da queixa e outra na Amazon. No dia seguinte fui directamente ao posto onde chegam todas as encomendas e falei com a responsável que teve a lata de dizer que estava a mentir mesmo mostrando-lhe no telemóvel o SMS. Isto foi antes da pandemia. Felizmente durante a pandemia trocaram de estafeta, um senhor à antiga, pontual e sempre amigável com bom dia ou boa tarde.

  11. Vrael says:

    Também ja me aconteceu algumas vezes, uma delas fui à janela chamar o gajo

  12. Tonheco says:

    Quando pagas o salário minimo com contratos de 6 meses a jovens “duvidosos”, até que mesmo assim o serviço está bastante bom.

    • KeyboardWarrior says:

      Aí está , a qualidade do serviço está directamente relacionada com o valor do salário e tipo de contrato. Pena as empresas não entenderem isso.

    • ah e tal... says:

      isso não deve ser desculpa ,se a pessoa que esta a fazer o serviço o faz mal feito porque ganha pouco , então procure outro emprego onde ganhe mais. Quando aceitou o emprego já sabia as condições , isso é apenas e só ser um mau profissional .

  13. Martins says:

    É verdade que acontece sistematicamente e vai continuar a acontecer porque a culpa não é só dos colaboradores como querem fazer crer. A empresa também tem culpa. A empresa é que estipula objectivos praticamente impossíveis de cumprir, como um número enorme de encomendas a entregar por colaborador e com percursos de entrega por vezes de dezenas de quilómetros uns dos outros. Não digo que os colaboradores não mintam ou façam “vigarice” nas entregas, eu próprio já me queixei por duas vezes, mas a empresa tem parte da culpa, até porque a resposta que me deram foi sempre igual “… após investigação e análise interna, a culpa foi do cliente…”

  14. jorge santos says:

    Já me aconteceu também. Por isso, sempre que possível evito usar os CTT que até me chegaram a devolver entregas porque diziam que a minha morada não existia. Tive de lhes mandar fotos do Google Earth Street View, comprovativos de morada e outras cartas que recebi pelos próprios CTT e só assim me deram razão e as encomendas começaram a chegar.
    Os CTT estão uma desgraça. Uma anarquia completa.

  15. Pedro Saraiva says:

    Já me aconteceu com a pior empresa transportadora, GLS.

  16. Thomas says:

    É o que da dizerem que fazem entregas de um dia para o outro… Alguma coisa tem de correr mal para fazerem isso de vila real ao algarve em menos de 24h. Deem mais tempo na entrega e deixem-nos trabalhar com mais calma. De certeza que devem de pressionar o pessoal para atingir os objetivos.

    • Blackbit says:

      Não é esse o problema, se não podem cumprir os prazos então que o digam. Se querem cumprir então que se organizem para tal, tanto a nível de recursos com de planeamento e de ferramentas (planeamento das rotas de entrega por exemplo).

  17. Ricardo says:

    Não são só os CTT.
    Empresas que recebem por a não comparência do cliente fazem recorrentemente isto.
    Tive um problema com um técnico da EDP para ativar um contador. Quando chego à hora marcada à casa tinha já um bilhete com uma hora futura preenchida.

  18. Manuel santos says:

    Fui carteiro durante 5 meses. Nunca procedi dessa forma. Posso afirmar que diariamente em média tinha mais de 100 registos para entrega e no mínimo 50 necessitavam de BI ou CC. Os correios contabilizam 2 minutos para cada entrega de registo. São apenas 200 minutos por dia apenas para os registos e ainda há correio azul, correio normal, encomendas e publicidade. O giro que deveria durar 4 ou 5 horas, facilmente excede as 8 horas e nenhum carteiro recebe mais por isso. E ainda há procedimentos antes e depois das entregas. No meu primeiro mês trabalhei 12 horas por dia. Portanto a culpa e da gestão, não do carteiro…

    • Porto says:

      E tens muita sorte em ter emprego, devias estar feliz por isso. Esta malta so reclama…trabalhar 12 horas por dia e muito? Se queres dinheiro tens que fazer para o merecer

    • rjSampaio says:

      “Portanto a culpa e da gestão, não do carteiro…”

      comprimendo perfeitamente a falta de tempo e es nao pagam horas extra, entao a malta tem todo o direito a nao fazer o trabalho.

      O que esta mal aqui é a malta mentir e dizer que as pessoas nao estavam em casa, isto realmente facilita a vida do carteiro porque nao tem que ficar com a entrega “não tentada”, mas entala o cliente e que regra geral têm de gastar tempo e dinheiro a remarcar a entrega.

      Eu aceitaria muito mais ter uma notificação do genero “Nao foi possivel tentar a entrega em tempo util, no proximo dia util sera dado prioridade”
      Do que “você nao estava em casa, portanto desenrasque-se você.”

  19. José Maria Oliveira Simões says:

    Eu tenho bastantes historias com os CTT. Varias encomendas não foram entregues porque os avisos que nunca foram deixados na caixa do correio e por isso voltaram para trás. Fornecedores aborrecidos comigo, sem eu saber o que se estava a passar. Cheguei mesmo a dirigir-me ao centro de distribuição para levantar as encomendas. E por ultimo, uma encomenda que enviei para França e que nunca saiu de Portugal. Como já tinha tido diversos episódios e picardias com os CTT, decidi seguir no site dos CTT o pacote que tinha como destino França. Fiquei deveras intrigado com o percurso do pacote, pois em vez de seguir o caminho, começou a voltar para trás. Levantei o pacote e verifiquei, por mais de uma vez, que o endereço de destino estava correcto. Não me tinha enganado, não havia duvidas. Era mesmo o endereço correcto em França. Reclamei e efectuei novo envio. Hoje em dia, peço a todos que me enviem tudo registado e que me avisem quando é que fazem o envio. Gato escaldado, de água fria tem medo. É como no filme … chapéus há muitos … ò Evaristo, toma lá disto …

  20. Nuno José Almeida says:

    “As falsas tentativas de entrega acontecem quando um estafeta da empresa não toca à campainha do destinatário da encomenda, ou não tenta o contacto com o mesmo, optando apenas por deixar um aviso de tentativa de entrega na caixa do correio. Os utilizadores são, depois, forçados a levantar a encomenda mais tarde num posto de correios, mesmo que estivessem na morada de destino, prontos para a receber, refere o ECO.”

    Não é bem assim. Para começar isto é um problema transversal a todas as empresas. Como os estafetas têm de cumprir o objecto que é impossível, nem sequer vão ao destino e simplesmente marcam como falta de comparência, deixando a entrega para o dia seguinte. Assim, não são penalizados.

  21. ABRE OLHOS says:

    NO SITE DOS CTT.PT NA PARTE FINAL DA PÁGINA (EM BAIXO) TEM UMA OPÇÃO QUE DIZ “Resolução Alternativa de Litígios de Consumo”. AÍ ESTÃO OS CENTROS DE ARBITRAGEM DE CONFLITOS DE CONSUMO.
    FAÇAM QUEIXA NA ENTIDADE DA VOSSA ZONA E PEÇAM INDEMNIZAÇÃO.

    • José Maria Oliveira Simões says:

      Eu reclamei. Tanto barafustei que lá acederam a dar-me razão. No entanto, até hoje estou à espera da devolução do dinheiro. Pelo andar da carruagem, acho melhor esperar sentado. Bem, na pior das hipóteses, vou receber o dinheiro lá para as calendas, ou quanto muito quando os patos tiverem dentes, ou os peixes tiverem penas. Já lá vai tanto tempo que já nem me recordo quando foi. Se precisasse do dinheiro, já tinha morrido à fome. Mas não há duvida, para enviar uma encomenda, pode-se ser forçado a pagar mais que uma vez …. É só chatices …. pelos poucos euros (+/- 30), nem me vou aborrecer mais com este assunto, tenho coisas bem mais importantes

  22. Dinis Domingos says:

    Há mais de 5 anos que venho apreencher reclamações nos CTT por causa deste problema. Tenho gente sempre em casa e dão a encomenda como entregue para ficarem com o prazo bonito para o cliente.
    E não são só os CTT a fazer isto: DHL Parcel, Chronopost, MRW. A única que me entrega em casa é a NACEX.

  23. Miguel Fonseca says:

    Na minha rua o carteiro (CTT) nem sequer traz encomendas lol vem logo com o papel para ir levantar aos ctt.

    • Dinis Domingos says:

      Ao menos o aviso. No meu caso, eles nem se deslocação para pôr o aviso. Deixam como entregue no sistema e já está. No caso da DHL parcel ainda é pior põe puseram logo num ponto de recolha sem irem a minha casa.

  24. Alberto Martins says:

    Dois anos atrás tive a infeliz ideia de enviar postais de Natal para familiares em ver do agora recorrente e.mail ou coisa do género.. pois o postal de natal enviado pelo correio azul cinco dias antes da data do natal chegou do Porto a Lisboa em fins de Março do ano seguinte. Pelo meio ainda fui desconsiderado por reclamar por um dos funcionários não se chegando quase á vias de facto dado o bom senso de uma outra funcionária. Acabou para mim os postais ilustrados via CTT…

  25. Maria Santos says:

    Aqui em casa nem cartas com aviso de receção são entregues, sendo que há sempre pessoas em casa, mesmo quando havia confinamento os carteiros sentavam-se a preencher os avisos antes de tocar à porta do prédio e depois desapareciam e lá ficava o aviso. Eu cheguei a presenciar isto da janela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.