PplWare Mobile

Estado Islâmico protegido por empresa de Silicon Valley


Maria Inês Coelho

Gestora de conteúdo e de redes sociais do Pplware. Mestre em Economia, foi o fascínio pelo universo da tecnologia e da comunicação que falou mais alto.

Destaques PPLWARE

  1. Rui Costa says:

    Ora aí está um exemplo da tecnologia a funcionar, do lado mau da “força”.

  2. Maxim says:

    Mais um caso é que a tecnologia é usada para o supostamente “proteger” o bem, mas também os maus ficam protegidos. Como será possível eles protegerem sites como estes? Ele não vêem o que se passa lá?

  3. Nardo says:

    Quem manda é o dinheiro e o do EI vem do ocidente, vem dos próprios países que em seguida são atacados. Porque é que o alvo dos ataques terroristas nunca são figuras políticas/de poder?

  4. Papa Joe says:

    Money talks bullshit walks

  5. corruptos says:

    Estes trabalham todos para a mesma empresa: MONEY INC. , tá tudo dito.

  6. Paulo Costa says:

    É exatamente isto, a fome de ganhar dinheiro sem olhar a meios é o fator desestabilizador da humanidade. É o dinheiro ganho com armas, é o dinheiro ganho com petróleo existente no médio oriente… tudo o que seja elegível para ganhar dinheiro, não importa o quê nem a quem, faz-se !

  7. Rui says:

    Nada de novo, a empresa americana https://www.bluecoat.com/(tipo NSA) , tambem tinha um servidor na libia(Terrorista Kadafi) para apanhar pessoas anti-regime nas redes sociais e nao só .
    Negocio acima de tudo .

  8. Jiggawhat says:

    Thats the world we living,believe that

  9. NT says:

    Que raio?
    “Será a CloudFlare uma das grandes empresas que estará a promover o terrorismo pelo mundo?”
    NÃO! A CloudFlare ‘protege’ servidores de vários ataques. Se os servidores são usados pelos terroristas não deixam de ser servidores e a CloudFlare só está a fazer o seu papel.
    Agora porque não metem a questão ‘ Será que os Estados Unidos/NATO e “amigos” está a promover o terrorismo?’
    SIM, para além dos bombardeamentos que eu tenha conhecimento a Síria/Auto-proclamado Estado Islâmico não fabrica Armas.

    • Vítor M. says:

      Certo, mas pelo que apontam/acusam os Anonymous, o empenho é maior e mesmo sendo um grupo terrorista não tem havido abertura, tal como se passou com o Twitter, para combater essa frente de informação que são os sites deles. Claro que aqui há sempre essa questão que colocaste: e os Estados Unidos e restantes países que armaram os terroristas…. tens razão, isso, contudo, dava conversa para anos!!! Mas na verdade há aqui força no meio que não lhes interessa “acabar” com o EI, e sim, como referes, não é só a CF….

    • Xis says:

      Quando se deu o famoso caso de Columbine, e os restantes que o seguiram, a culpa foi dos palhaços que entraram pelas escolas aos tiros, ou da loja que vendeu as armas que eles usaram?
      Eu sei que os Estados Unidos, assim como muitos países Europeus, têm culpa nisto que se passa, mas o facto de venderem armas a estes países não faz deles culpados de elas serem mal usadas. Até porque não são os países que vendem, mas sim empresas das grandes famílias…Bush e afins…

      • Vlad says:

        Não estamos a falar apenas de vendas de armas, estamos também a falar de financiamento.

      • NT says:

        Quer dizer os Estados Unidos na famosa guerra do Iraque armou e treinou os xiitas(os curdos entre outros) porque ‘coitadinhos’ o Sr. Saddam Hussein estava a massacrar esses povos no norte do Iraque. E tendo esses povos/tribos conhecimento do terreno e um inimigo em comum colocou os Estados Unidos em grande vantagem no norte do Iraque.
        Depois o Sr. Saddam Hussein foi enforcado e tornaram o Iraque num “free for all” desde que vendessem/dessem petróleo barato aos Estados Unidos o que deixou essas minorias no Norte novamente em desvantagem. Agora esse pessoal tem armas, treino militar e uma doutrina religiosa muito rígida e mais nada porque a guerra levou casas, comida, pais, mães, famílias etc. (nada que o Saddam não fizesse mas estando eles ‘no seu canto’ o Saddam não ia atrás deles) .
        Foi-lhes ensinado guerra, os Estados Unidos foram para lá e só deixaram isso, guerra e destruição. Não forneceu sementes para eles cultivarem campos, material de construção para construirem casas, templos e o que foi destruído pela guerra. Será mesmo que estamos a culpabilizar as pessoas corretas?

        Agora fazem ‘guerra’ por um lado (tinham que testar novos drones…) e por outro lado lucram.

        Também se “queixaram” que a Rússia apoiava os terroristas e então a Rússia decidiu atacar em conjunto com a NATO e afins. O que é que aconteceu? Bombardeiro Russo abatido! Por quem? Turquia que vai ser acelerado o processo de integração na União Europeia…

        Enfim acho que todos nós o que vemos na televisão/meios comunicação o que agrada a uns, infelizmente já não temos noticias (telejornais e afins) mas sim artigos de opinião.
        Mas todo o que escrevi não interessa porque é uma opinião e deve estar a dar o BigBrother ou a Quinta ou Casa dos Segredos… É verdade e o Sporting/Porto é hoje, ou já foi…

        (p.s. Estados Unidos neste contexto também chega a NATO e aos aliados que ‘fizeram o esforço de guerra’)

        E já agora não estou no lado dos ‘terroristas’ porque o que fizeram não tem perdão. Porém não posso apoiar quem constantemente bombardeia os ‘terroristas’ e não consegue lidar com problemas que criaram (por exemplo os refugiados da Síria e redondezas que procuram vida nova porque o seu pais está destruído).

  10. Scheldon says:

    Será que esses anônimos são tão idiotas a pensar que ninguém percebeu que eles só querem atacar uma empresa que dificulta os ataques terroristas deles?

  11. Xis says:

    Quando se deu o famoso caso de Columbine, e os restantes que o seguiram, a culpa foi dos palhaços que entraram pelas escolas aos tiros, ou da loja que vendeu as armas que eles usaram?
    Eu sei que os Estados Unidos, assim como muitos países Europeus, têm culpa nisto que se passa, mas o facto de venderem armas a estes países não faz deles culpados de elas serem mal usadas. Até porque não são os países que vendem, mas sim empresas das grandes famílias…Bush e afins…

  12. Pedro says:

    Se o grupo anynonm comecar a explorar o cibercrime vai concerteza chegar a organizações governamentais como cia e nsa por trás do negócio “guerra”.
    So nos usa a taxa empregabilidade em forcas de seguranca ultrapassa os 40% da populacao ativa imaginem o que seria desse país sem a dita. Hugs

  13. Ppalma says:

    ISto é tudo politica, e joguinhos…. o objectivo é criar-se uma torneira na siria para abastecer a europa de petroleo. uns querem a torneira para um lado, outros para outro lado, e antes andou-se a brincar aos estadístas lá na zona… a meter-se uns e outros no poder ( até servirem… quando passam a deixar de servir, tira-se do poder…. )… isto desde a 1º guerra mundial…. abram a pestana… sabe bem andar de carro não sabe? sabe bem pagar o petroleo em dolares não sabe? imaginem se o petroleo deixasse de ser comprado em dolares e se passasse a comprar o petroleo pela moeda local? o que acontecia? nascia uma nova super-potencia economica? Estados islamicos, AlQuaedas , EUA´s, ONU´s, Russias, Franças , Inglaterra e o camandro…. isto não passa de um jogo… e tdos participamos nele… Sabe bem andar de carro nao sabe?

  14. ZarkBit says:

    uau… ainda consideram os annons como fontes fidedignas de informação…

  15. César Augusto says:

    Off-topic acabou de sair uma nova versão do popcorn time… esta é mantida pela comunidade…. Popcorntime CE
    http://www.popcorntime.ml

  16. Pituína says:

    Apenas comento que quem gosta de vir mandar postas de pescada sobre os jogos de poder e como algumas potencias democraticas exercem o seu poder e influencia em certas zonas do planeta, porque não se muda para os locais sobre os quais tal é exercido?!?
    Podem ir viver para a somália, coreia do norte, russia, iraque, síria, etc
    Assim podem criticar com conhecimento de causa!

    • NT says:

      Se calhar muitas dessas pessoas conseguem ver outros ‘canais’ de noticias e saber pelo menos o que é possível saber sem lá estar.
      Por exemplo se fores a uns dos Polos(Norte ou Sul) vai bem agasalhado, não é que eu viva lá mas tudo indica que faz frio para caramba.

  17. besugo says:

    Ai está o 1º ataque à cloudflare…. com esta fora do caminho é muito mais facil bloquear os sites que quiserem… nao convem nada que exista…. nao bastará as autoridades solicitarem a colaboraçao da empresa nas investigaçoes ?

  18. José Santos says:

    Aqui a grande questão é o dinheiro… Onde há dinheiro há ratos pessoas que apenas querem saber de números se morrem 100 ou 1000 é indiferente o que interessa é que as suas contas contem com mais uns milhares…
    Enquanto vivermos num mundo de ódios de desperdícios e onde o mais importante é o dinheiro, deixando as pessoas de parte pois são meros números, continuaremos decerto a viver num mundo de guerras de terror e de grande falta de respeito!
    Este é apenas uma empresa que apoia o terror para fazer dinheiro mas deve haver muitas e muitas mais… em todos os setores de atividade.
    Mas não são só as empresas que apoiam o terror muitos governos também, como já viu no passado… E hoje não é diferente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.