Quantcast
PplWare Mobile

Escola Digital: 100 mil computadores para distribuir na 1.ª fase

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Bruno Barros says:

    Parabens, com esta media conseguiram destruir a pequena parte económica do país que ainda gerava impostos. Informática e telecomunicações.

  2. says:

    Haja dinheiro…

  3. Samuel MG says:

    Magalhães 2.0 – A chaga comtinua. LOL!!

  4. Digo Eu says:

    Imponham uma clausula de devolução do material, ou vai tudo parar à Feira da Ladra, como no caso do Magalhães…

  5. Miguel says:

    Alguém sabe de que deputado o dono da empresa é familiar?
    Desculpem o negativismo, mas começo a ficar sem esperança na governação… Apesar de tudo e como sempre, espero estar errado.

  6. Vilna says:

    Compreendo os comentário mas acho que a iniciativa na sua génese é positiva e de louvar. Agora concordo que se deveria tentar criar condições para o sucesso da medida, quer seja pela responsabilização dos PC quer eventual devolução de forma a abranger os alunos seguintes.

  7. Valter Pinho says:

    Opah, e eu a pensar que o governo tinha mandado vir MacBook Air aos montes…aqueles de 2011

  8. jGusto says:

    As bibliotecas municipais e as escolas não deveriam estar preparadas para apoiar neste aspecto. E já agora o pacote não seria pc + internet. Os pc’s poderiam ter de ser devolvidos e depois recondicionados. (?)

  9. Vitor says:

    Eu trabalhei em casa com o computador e telefone que o meu patrão me disponibilizou e ainda me agradeceu por utilizar a internet paga por mim. No caso dos professores também vão dar computadores? Ou serão como sempre humilhados a usar os seus materiais que o ministério devia pagar.

    • Say Wha.....???? says:

      Eiche…. tanto ódio… Vais me dizer que antes os professores não usavam internet para preparar as aulas?
      O teu patrão é um santo. Qualquer patrão que sabe que o seu empregado tem internet gratuita não iria colocar outra internet na casa. No melhor dos casos poderia oferecer algum incentivo e mesmo assim…
      Se dão aulas apartir de casa, até ganham tempo que de outra forma perderiam em viagens (casa-escola).
      Que me fales de um computador… A história é diferente… Mas mesmo assim, duvido que na época que vivemos haja um professor sem PC. Se há, não se esforça em estimular o interesse dos alunos.
      No fundo o que quis dizer é que estás a exagerar um bocadinho (muito)

      • Vitor says:

        Eu não sou professor!
        Mas acho extremamente injusto partir-se desse pressuposto!

        • Matiofsky says:

          A medida tem de contemplar professores, pois o sucesso dela passa obrigatoriamente por estes, na preparação, acompanhamento das aulas e avaliação de conhecimentos.
          Foi graças ao trabalho destes que houve um 3o período no ano letivo que agora terminou, que expôs as assimetrias desta classe na abordagem á revolução digital, que dificilmente se irá alterar se não forem tratados de forma similar.

      • Já agora says:

        Se eu tiver uma serra ou um martelo em casa, o meu patrão marceneiro já não tem de as comprar, pois usa as minhas de borla? E qual é o ISP que fornece “internet gratuita” a professores e não só? Também quero!

  10. Ricardo Oliveira says:

    Despejar dinheiro em cima dos problemas!
    Começar a casa pelo telhado (aka Magalhães)…já ficou provado (se é q fosse necessário) que não resulta.

    Quantos desses 100.000 computadores, trazem acesso à internet? Fibra? ADSL? 4G?
    Quem ensina os alunos a usar o computador?
    Que computador é?
    Tem que, inicialmente ser devolvido e depois não? Tipo manuais?

    Quem decide este tipo “apoios” não tem a mínima noção, no país que vive!

    Um ex. factual: Moro numa Vila a 5 km de uma Capital de Distrito, Litoral Centro, e tenho fibra (que custa os olhos da cara) há apenas 2 anos!
    Existem inúmeras zonas do país, em que o ADSL que chega lá, mal dará para uma videoconferência. E de certeza, devem-se lembrar, aquela professora que tinha que ir para o cimo do monte para ter rede.
    Enfim…

  11. Rui says:

    Vão dar/emprestar computadores aos alunos apenas do ensino público, os outros além de financiarem os pais com os seus impostos estes computadores, ainda têem de comprar o seu computador…….

    A velha moda xuxalista, dar com o dinheiro dos outros………

  12. Luis Martins says:

    Aqui temos uma nova versão de Sócrates versão 2.0 mas sem o famoso Magalhães. E é com governantes deste calibre e um povo imbecilizado que Portugal está de forma acelerada a caminho de ser o país mais pobre da Europa.
    Quando derreterem os subsídios da União Europeia, vamos ter a quarta bancarrota deste regime de ladrões travestidos de democratas parido no pós 25 de Abril de 1974.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.