Quantcast
PplWare Mobile

É a partir de hoje! Proibidas letras pequenas nos contratos

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Hélio Musco says:

    Acho mal, as letras pequenas era para poupar papel.

  2. ItsMeMikey says:

    Não chega, deviam igualmente de acabar com “Legalês” e constar no contrato a informação plena e concisa para evitar interpretações erradas da informação presente no contrato.
    Nem toda a gente tem acesso imediato a um advogado para que lhe seja interpretada/traduzido a informação presente num contrato.

    • zequinha says:

      A maioria dos contratos são redigidos com uma base de má fé, para proteger os interesses de quem os redige, mas sem a mínima atenção para com quem contrata os serviços. Uma vez, a um balcão de uma operadora de telecomunicações, para um simples serviço, apresentaram-me um contrato com mais de 20 páginas, para eu assinar. Quem ia ficar a ler/estudar aquilo, e ainda por cima numa linguagem manhosa ?

      • k says:

        Conseguem fazer pior, conseguem-te tentar subscrever contratos complicados de coisas que nem sequer te conseguem explicar bem POR TELEFONE.

        A este povo eu peço-lhes sempre para me enviarem as condições por email para eu decidir. Há um ou outro que manda mas a grande maioria responde-te que não podem ou não tem como e que a “oferta vantajosa” só existe por telefone ou durante aquela chamada.

        Ide-vos fo***! Quem é que no seu perfeito juizo aceita um contrato por telefone de algo complicado e cheio de condições, que é explicado mal e porcamente e que ainda por cima se recusam a mandarem-me por escrito para eu ler com calma?
        Como se em 2mins de chamada e provavelmente distraido com outra coisa qualquer tipo, o teu trabalho e possivelmente numa zona com rede fraca e cheia de cortes, tivesses atenção ao que o pinguim te está a dizer do outro lado. Nem ele sequer te vai dar condições completas de um contrato.
        Claro que não. Só o facto de não me quererem mandar as condições por escrito para mim já berra esquema ou má fé.

        Aliás, pedir as condições por email nem é porque esteja interessado, é para eles me largarem. “Não podem mandar? Então esta conversa acaba aqui. Não subscrevo nada que eu não possa ler ou analisar primeiro.” O gajo desiste logo.

        Mas houve um que foi a um nivel acima e que me disse que só me mandavam as condições depois de eu aceitar por telefone primeiro. A esse mandei-o pro caralho em bom português do norte e desliguei-lhe o telefone na cara.

  3. Luis Henrique Santos Silva says:

    E vamos ver se vai fazer alguma diferença……
    Ou engendra outra forma de esconder ao zé povinho…..

  4. Rui says:

    Só uma coisinha de nada. O presidente promulgou a 24 de Maio e não a 22 de Maio. Trata-se da lei 32/2021 de 27 de Maio que altera o decreto lei 446/85 de 25 de Outubro, sobre cláusulas abusivas, que foi posteriormente alterado pelos Dec-lei 220/95 de 31 de Agosto, 249/99 de 7 de Julho e 323/2001 de 17 de Dezembro.

  5. ToFerreira says:

    Não! As letras pequenas eram o que eu lia primeiro.

  6. enese says:

    O problema não era as letras serem pequenas, mas sim a linguagem jurídica que usa 20 palavras para se dizer o que se pode ser dito em 5.

  7. Sardinha Enlatada says:

    E quando nos apresentam o contrato a frente, sera que eles nos deixam levar para casa e assinar uns dias depois ? Pois a pressao para assinar esta em todo o lado.

  8. Joao Ptt says:

    Será que o contrato é válido se for feito num iPad/ tablet, com o documento em si a respeitar as regras, mas a ser apresentado num formato de ecrã que aplica escala no documento de tal forma que na pratica a pessoa não o consegue ler na mesma… do género: vai ao banco e pedem-lhe para assinar algo no tablet em si mas aquilo não dá para ler o doumento… e provavelmente até saltam a parte chata legal toda logo para o espaço onde só tem de assinar que vai oferecer todos os seus bens e órgãos do corpo (incluindo cérebro e coração) e todo o dinheiro reverte a favor da empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.