PplWare Mobile

Donald Trump: É o fim da privacidade online nos EUA


Maria Inês Coelho

Gestora de conteúdo e de redes sociais do Pplware. Mestre em Economia, foi o fascínio pelo universo da tecnologia e da comunicação que falou mais alto.

Destaques PPLWARE

60 Respostas

  1. Goncalo says:

    Facam o mesmo ca e vamos voltar todos aos velhos costumes, deixar de comprar online e passar a comprar ao balcao, deixar de usar os bancos online e entupir de novo os balcoes, etc.
    Esta medida tras imensa inseguranca para os utilizadores, alem de ser uma invasao de privacidade.

  2. jaquim says:

    MAKE AMERICA GREAT AGAIN!!!

  3. Homo Erectíssimo says:

    Mas que é que eu dizia—»”Navegação anónima: não é solução
    Tal como já havíamos alertado,utilizar a navegação anónima não é solução,já que não impede que os fornecedores do serviço de Internet vejam os websites visitados.” Eu já sabia disto há muito.e ainda falam de usar redes virtuais,Tor’s,VPN’s,proxies,e por aí adiante… Isso não dá para nada. 🙂

    • Paulo p. says:

      Neste caso navegação anónima é a opção que todos os navegadores e internet têm, essa opção apenas apaga o histórico de navegação no próprio browser, e não nos servidores e empresas de serviços de internet, tipo MEO,ZON etc..
      Usando tor, etc.. isso já não acontece….
      Um pouco de informação antes de mandar bitaites era sinal de um pouco de inteligência….

    • Hugo says:

      No caso da navegação anónima nem é preciso ser o fornecedor do serviço. Basta rastrear o tráfego de rede independentemente de navegarem anonimamente ou não.

      • ervilhoid says:

        exatamente, para os distribuidores de publicidade online é fácil, porque 3 ou 4 empresas fazem a distribuição maioritária, logo sabem por onde andamos

  4. PGomes says:

    Os EUA cada vez mais parecem ser um estado fascista moderno.

  5. MLopes says:

    sempre o fizeram de forma encapotada, agora vão fazê-lo às claras e em muito maior escala. está bonito, está…

    • Henrique says:

      Pois a diferença é que antes era crime…

    • Papa Joe says:

      Concordo plenamente.Tudo o que se tem visto dos EUS é uma forma encapotada de totalitarismo, governo pelo medo, despotismo nacional e mundial.

      Agora assumem-no.Mas não são só eles.A “Real Politik” é apanágio de todo e qualquer estado.Uns tem poder para o fazer…outros não.

  6. Alvega says:

    Onde param os indefectíveis defensores do American way of life?
    Entao…estao com Epatite A ? Sem ofensa.

    “Tal como já havíamos alertado, utilizar a navegação anónima não é solução, já que não impede que os fornecedores do serviço de Internet vejam os websites visitados.”
    Nunca impediu, o que impedia era a sua divulgação, coisa que a nova lei alterou.

    Aceitam-se apostas, para a data em que esta lei vai chegar cá ao quintal.
    Claro que vai ser moeda de troca com algo que dê vantagens económicas e financeiras a alguém, tipo Alemães e Franceses, pois os Torys já estao noutra.

    • Telmo Guerreiro says:

      Eu sou um deles. Ha muita coisa com as quais nao concordo no “American way of live” mas isto nao e’ uma delas. Ja comentei esta noticia abaixo. Acho isto positivo mas a noticia esta escrita de forma tendenciosa.

  7. Jorge Rodrigues says:

    Acho esta Lei uma boa demonstração do capitalismo do sr presidente, ele vê o mundo como um negócio, não deve certamente ter a noção do que é ou não eticamente / moralmente correcto.

    • Belmiro says:

      O mundo já há pelo menos 10 anos que passou a ser um negócio: os países estão a perder a identidade, a cultura, a religião, o sistema família, etc. Daqui a umas décadas a religião é o dinheiro e bens. Tens tens, não tens já foste.

      O mundo agora quer é saber se pode ter a mais recebe TV ou smartphone, se o gajo ao lado está a penar por comida, isso é problema dele.

  8. Prodígio says:

    LOL.

    O homem é um businessman. Empregou a família, os amigos, está a vender tudo…

    Os U.S. of A. já estavam a merecer um tipo destes.

  9. Luís says:

    Espero estar enganado mas os americanos vão pagar uma fatura bem alta de terem eleito um lunático.

    • Belmiro says:

      O mundo vai e está a pagar a factura. A poluição ataca todos, o ódio e o consumismo contagiam todos, e como o mundo é gerido por meia dúzia de países (EUA, UK, Alemanha, China, Rússia e alguns países árabes), vamos levar com tudo em cima,já que eles fazem do mundo o que querem: um negócio e só ganha quem for rico.

  10. Poyta says:

    Se as operadoras venderem nossos dados, a internet deveria ser de graça ou a um preço muito baixo certo??? ai ai…

  11. Telmo Guerreiro says:

    Pessoal…Vamos falar a serio?
    Entao, “Nos Estados Unidos, os utilizadores de Internet tinham a possibilidade de decidir se os fornecedores do serviço poderiam ou não partilhar os seus dados de navegação e outra informação privada ao mercado publicitário. ”
    Falso, os operadores nunca tiveram nenhuma lei que os fizesse pedir autorizacao aos clientes para recolher dados de navegacao.
    Existia uma propostra de lei de outubro de 2016 que queria regulamentar e proibir tal pratica. Foi isso que o presidente revocou. Ou seja, FICA TUDO NA MESMA!
    Mas vamos la ver, nao e’ isto que todos queremos? Uma internet livre e sem regulamentao do estado? Imaginem se o estado comeca a regulamentar o que os ISPs podem ou nao fazer? E se regulamentassem a que velocidade poderiam ter internet em vossa casa? Livre mercado resolve o problema. Ja ha ISPs que nao o fazem, basta que mudem para eles se isto for um problema para voces.
    Alem disso a noticia da a entender queos ISPs estao a vender dados pessoais de clientes. NAO. Vendem dados estaticos e demograficos. Por exemplo, numero de cidadaos do sexo masculino com idades entre 30 e 55 anos que tenham pesquisado “Super Bowl” entre Novembro e Janeiro em Nova Iorque.
    A meu ver, ainda bem que assim foi.

  12. fulano says:

    Se usarmos TOR nem o ISP consegue saber onde andamos na net , só consegue saber que estamos a usar a rede TOR. 🙂

    • KitKat says:

      Isso, fia-te nisso!

      • Pedro relvas says:

        O ideal era deixar de usar internet e começar a usar sinais de fumo…

      • fulano says:

        Obviamente que todo o software tem bugs e vulnerabilidades , mas sendo um projecto open source é rapidamente corrigido quando é descoberto algo. Mas não tens só a rede TOR , tens mais redes encriptadas e as mais conhecidas são o I2P e Freenet.
        Eu explico para os leigos na matéria que a encriptação é matemática pura , é necessário é saber implementar correctamente na programação do código do programa, por isso mesmo que no que diz respeito a encriptação o standard é open source , com o objectivo de evitar governos e serviços secretos colocarem código malicioso. Mas em relação aos nossos ISPs garanto-te que não conseguem saber o que fazes na rede se usares alguma rede encriptada , das que mencionei.

    • Telmo Guerreiro says:

      Not really… :/

  13. José Moreira says:

    Desculpem a pergunta: alguma vez houve privacidade na Internet?
    Em que século? Antes de Cristo, ou depois de Cristo?

  14. fulano says:

    Os cursos do MIT OpenCourseware são fantásticos e este relacionado com o tema das comunicações encriptadas é bom e vale a pena ver. https://ocw.mit.edu/courses/electrical-engineering-and-computer-science/6-858-computer-systems-security-fall-2014/video-lectures/lecture-19-anonymous-communication/

  15. nuno says:

    e em portugal, os nossos isp’s guardam essa informação?

  16. glitchmaker says:

    E que tal usar o Opera que tem VPN nativa?

  17. Davi says:

    Quem sempre apoiou a USA está na linha da frente para sofrer o mau karma associado, já eu posso dormir mais descansado porque só curtia as tartarugas ninja!

  18. Ora ora says:

    U.S.A, o mais novo membro dos países de 3° mundo.

  19. Redin says:

    Aqui na Europa as coisas vão “piar mais fino”: https://www.youtube.com/watch?v=oSwpuXZd0zI

  20. Gladstone Gander says:

    Quem frequenta redes sociais e não navega com VPN ou TOR não pode ter a mínima expectativa de privacidade, e não é de agora. Pessoalmente, recuso-me a entregar os meus dados e as minhas fotografias ao Facebook, Instagram, Google, etc., e não escrevo comentários com o meu nome verdadeiro, por exemplo, tudo porque prefiro preservar o meu anonimato e porque considero que aquelas empresas e as entidades governamentais não têm nada a ver com o que eu faço quando estou online, e não ando por aí a praticar crimes. É apenas uma escolha minha, cada um toma a sua.

  21. falcaobranco says:

    Bem o “dono” da internet há uns tempos atrás indicou que estava com medo do rumo da internet no futuro… acho que tinha razão!

    E isto é só na america…não sei se chega á europa onde existem varios países… e mesmo que chegue, da minha parte, não tenho problemas nenhuns!!

  22. Lisbon Lover says:

    O melhor é nem usar a Internet. Saiam de casa e vivam a vida. A melhor rede social que podemos utilizar é conviver com pessoas na rua.

  23. Sérgio J says:

    As pessoas viveram na ilusão de que não queriam pagar pelos serviços. A publicidade surgiu como o santo graal, mas ela só faz sentido se for dirigida.

    Ou seja não se paga em dinheiro, paga-se em géneros.

  24. paulo g. says:

    Por aqui basta fazer um contrato na EDP para que todas as operadoras de telecomunicações te telefonem para o telemóvel… não preciso de dizer mais nada.

  25. Vlad says:

    A privacidade online nos EUA já tinha terminado faz bastante tempo. Mas pronto, temos que fazer o máximo de publicidade negativa ao Trump para quando vier o seu substituto nós possamos dizer “ao menos é melhor que o Trump”, mesmo que este seja uma trampa igual (mas com um cheiro diferente).

  26. Macgyver says:

    Boas. Agora é que a verdadeira privacidade vai ser implementada pois os utilizadores e programadores vão exigir cada vez mais sistemas privados pois agora todos têm consciência que tudo é publico. Donald Trump fez assim no fundo um favor á Internet… sem querer desencadeou uma corrida ao aparecimento de sistemas mais avançados e seguros!!!

  27. Gonçalo says:

    A privacidade na Internet nunca foi respeitada, agora é que se queixam? Já vão tarde

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.