PplWare Mobile

Dexametasona: finalmente anunciado o primeiro medicamento eficaz contra a COVID-19


Autor: Vítor M.


  1. ana says:

    mais outro!!!
    desde o inicio de pandemia todos os dias ha vacinas e medicamentos novos para a covid.
    No fim do dia …vai-se a ver e NADA.

    Já enjoa…

    • eu2 says:

      Até agora não vi nenhum eficaz

    • Pirata das cabernas says:

      ja enjoa o que ? foi assim todos os dias que falaram nisso ? até parece que houve muitos medicamentos com resultados como este … ou com testes como este

    • Inês Monteiro says:

      Oxalá o enjoo tenha outra razão mas nada a ver com o Covid 19.

    • R says:

      Agora imagine em quem trabalha na descoberta de novos medicamentos. Talvez um em cada mil segue para testes em seres vivos e a grande maioria ficará pelo caminho e nunca será sequer testada em seres humanos.
      A ciência resulta de trabalho árduo e contínuo. Ainda bem que os cientistas não enjoam.

    • Daniel Oliveira says:

      Lixo “desinformativo”. pplware não se aventurem para zonas pantanosas, façam o trabalho (bom) que tinham feito até há pouco tempo, fiquem-se pelas tecnologias.
      como diz um colega, -“Cala-te, isto não é a tua área”

  2. ToFerreira says:

    “Eficaz”… é um corticóide, ou seja, é “eficaz” para praticamente tudo, mas não é cura para nada, “pode prevenir uma em cada oito mortes”.

    • Artur Peralta says:

      Também estou de acordo. No entanto, existe um “tratamento” (falta estudo) que parece bem mais eficaz, que é a heparina. Também barato, no entanto é um medicamento apenas hospitalar.

      Esta médica estudou o que se passa no corpo de um doente C0VID e descobriu que não é uma peneumonia “normal” mas sim micro-tromboses em vários orgãos, incluindo o pulmão. Então ela utilizando um anticoagulante (heparina), conseguiu reverter este quadro de micro-tromboses e nenhum até à data (do vídeo) sequer necessitaram de ventilador. É uma amostra muito pequena, mas animadora que até agora ninguém seguiu. Fica aqui o vídeo aos interessados

      https://www.youtube.com/watch?v=aWg4xFVLUe0

  3. Celso Pereira says:

    A dexametasona – já existe há montes de tempo – é um corticoide e é eficaz nas doenças inflamatórias pulmonares, o que ocorre nos pacientes com covid que desenvolvem insuficiência respiratória grave. Mas na maioria dos casos de covid é muito pouco eficaz. Para o Covid infelizmente ainda não existe nenhum medicamento milagroso.

  4. Jota says:

    “pode prevenir uma em cada oito mortes por COVID-19” e o título fala em “eficaz”?

  5. PORTUGA says:

    O marketing continua a sua saga.
    A seguir vem, como é lógico, a publicidade e a promoção de vendas.

    • ToFerreira says:

      Vendas de um medicamento que já existe há anos, é produzido por todos os laboratórios e barato? Lol, que fortuna!

      • PORTUGA says:

        Não analise tão restritamente.

        • Pois says:

          Porque não. Deveria-se esperar um outro medicamento novo, caro e demorado?
          Isto recorda-me a saga da cloroquina e hidroxicloroquina que foram utilizados contra a malária (doença bem mais séria) durante décadas, sendo bem mais leve com o organismo que o popular e dispendioso Malerone, até que em Janeiro, França lembrou-se que podia ser perigoso e proibiu.

          • PORTUGA says:

            Está a ver?
            Acaba por chegar lá.
            Valores outros se levantam e sempre se levantarão.
            Desejo-lhe um óptimo dia.

  6. Joao Cordeiro says:

    Vitor, o benuron é eficas contra o covid-19.
    Os ventiladores sao eficazes contra o covid-19.
    Centenas de medicamentos sao eficases contra o covid-19…
    Mas todos esses medicamentos/tratamentos so sao eficases contra os sintomas.
    Sem algo que efectivamente impeça o covid de se multiplicar a doença evolui para a morte.

  7. joaninha-aa says:

    É uma cortisona, há que ter cuidado como divulgam porque só é eficaz quando os doentes já estão com problemas devido a “tempestade citocinas” não controlada

  8. António Tomé says:

    Tanto médico neste artigo… ou será que são SÓ desocupados?

  9. Dr says:

    Enquanto médico, tenho a dizer que o título deste artigo é intragável e constitui um risco de saúde pública. Embora constitua uma verdade parcial, não conta a história como deve ser e induz o leito em erro. A dexametasona pode ser útil apenas em doentes com complicações gravíssimas de COVID-19. Resta dizer que a corticoterapia é contraindicada e dada como prejudicial na maioria dos doentes com COVID-19, excepto algumas excepções.

    • JF says:

      Eu também sou médico…
      Concordo plenamente com a opinião publicada pelo colega
      Em minha opinião, esta notícia deve ser imediatamente apagada dados os inevitáveis e graves comportamentos que pode induzir
      Apelo a todos os colegas que repudiem esta “fuck news”

      • Faisca says:

        Welcome to pplware e jornalismo do século XXI

      • Bruno says:

        pois eu não sou médico e a minha opinião conta o mesmo da sua, na minha opinião quem devia ser apagado são os parasitas chamados médicos que estão no horário de trabalho a dormir em vez de estarem a trabalhar.

        • Gilberto says:

          Parasitas chamados médicos! Reze para nunca precisar de parasitas a cuidar de si! Há gente sem respeito por ninguém

          • Pois says:

            Acho que ele está só a referir-se aos que não merecem respeito, por, de facto, dormirem em serviço. Ás vezes até pior, bebem, ignoram doentes, matam doentes no bloco operatório.
            Não são todos, nem a maioria, mas que os há… há, e não são poucos.

      • PORTUGA says:

        Na vida do dia a dia só precisarei de um mecânico se o meu automóvel avariar e, se o meu e o dos demais concidadãos, nunca tiver avaria a vida dos mecânico ficará bem difícil por notória falta de receta para fazer face às suas necessidades.
        Como diria alguém, no passado: É A VIDA.

    • ernez says:

      Sou Bioquímico e como tal o que tenho a acrescentar a este artigo é apenas um e, mais nenhum comentário, além deste, “Srs. Doutores, se os Srs. estão em pânico, então, estão na profissão errada”, cumprimentos!

  10. miguel says:

    De facto 1 em cada 8 mortos é mesmo eficaz.
    O ventilador deve ter um rácio melhor que esse medicamento!

  11. Dark Sky says:

    Título: “finalmente anunciado o primeiro medicamento eficaz contra a COVID-19”

    Lá para o meio: “o tratamento com o corticoide dexametasona reduz num terço a mortalidade entre os pacientes mais graves de COVID-19”

    Lá para o fim: “a dexametasona pode prevenir uma em cada oito mortes entre os pacientes mais graves”

    Foi perdendo eficácia.

  12. Everton Vale says:

    Parabéns Equipe PPlware por esta notícia verídica e tecnológica. É um alento para os mais ansiosos devido as tragédias que vem abatendo o mundo.
    Aqui no Brasil diversos médicos pesquisadores e renomados já vem usando também esse protocolo a bastante tempo com enorme sucesso.

  13. Regis says:

    A bem da verdade, que com a saúde não se brinca:
    “Dexamethasone reduced deaths by one-third in ventilated patients … and by one fifth in other patients receiving oxygen only …. There was no benefit among those patients who did not require respiratory support….
    Based on these results, 1 death would be prevented by treatment of around 8 ventilated patients or around 25 patients requiring oxygen alone.”
    Sim, ou o texto está mal redigido ou há aqui alguma confusão.
    Depois esta última frase também é importante:
    “Given the public health importance of these results, we are now working to publish the full details as soon as possible.”
    Vamos então esperar que seja publicado, depois dos pares lerem, para saber da real utilidade desta intervenção.

  14. Rafael Ribeiro says:

    O Pplware devia-se concentrar no tipo notícia em que é bom: Tecnologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.