Quantcast
PplWare Mobile

Deepfake: Banco perdeu $35 milhões por falsificação da voz de um executivo

                                    
                                

Autor: Ana Sofia


  1. Joao Ptt says:

    Para quê segundo factor de autenticação seguro, se podem simplesmente telefonar ao gerente para mandar o dinheiro para onde vocês quiserem.

  2. alt.menino says:

    É o dinheiro digital a ser transferido pela via centralizada; a banca. Os bancos amigos….. que só pregam calotes. É a consequência de nos deixarmo-nos levar pela embriaguez que nos dão, quando só se discute fervorosamente política e futebol. As coisas vão surgindo, acontecendo e depois diz-se que são conceitos futuristas.

  3. Pedro Nogueira says:

    Se forem apanhados a forças policiais do Dubai tratam-lhes da saúde.

    • PeterJust says:

      Mas supostamente os criminosos estão nos EUA, lá não podem fazer nada, poderiam ser extraditados caso sejam cidadãos do Dubai (que não são de certeza). Se forem apanhados serão julgados nos EUA

  4. Sardinha Enlatada says:

    Pois, com isto pode-se concluir que basta uma palavrinha amiga e passa para ca uns milhoes, e nao se assina nada nao se carimba nada. Eu ja sabia que as assinaturas eram poderosas, capaz de arruinar a vida de muitas pessoas. Agora a voz e uma coisa fantastica. Saltam por cima de alguns procedimentos e depois da nisto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.