Quantcast
PplWare Mobile

COVID-19: RT volta a subir e já em 1! Pandemia a crescer em Portugal

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. ToFerreira says:

    Com as escolas e o desconfinamento geral era expectável, mas agora que a grande maioria está vacinada, só importa controlar o número de internamentos, sobretudo quando começar a época gripal e as vagas escassearem.

  2. Há cada gajo says:

    Isto agora só voltará a ter interesse se os números de internamentos graves e não graves nos hospitais se alterarem de forma abruta. Até lá, o vírus vai continuar por aí. Entretanto vem o comprimido e o negócio perdurará.

  3. Bruno Amaral says:

    Isto é noticia?…. E que tal o numero mais baixo de internamentos em meses e meses? …

    • Vítor M. says:

      Ser notícia é, e outros assuntos relacionados também o foram, basta pesquisar. Agora, uma coisa não invalida a outra.

      • Bruno Amaral says:

        É no mínimo tendencioso colocar se uma noticia sobre o RT a 1, e a tentar criar falsos alaridos que a pandemia está a crescer … RT a 1 nao está a crescer, está num planalto….

        Porque nao se colocam noticias verdadeirametne importantes, de como temos a vida quase normal , sem mascaras e etc.. e mesmo assim o numero mais baixo de internamentos , praticamente desde o inicio da pandemia – de 300???

        Só escolhem copiar as noticias alarmantes? para CMTV já chega uma….

        • jaugusto says:

          Quem anda a falar no RT são os especialistas, provavelmente tb não tem outra coisa para fazer, tipo ver o SlBenfica, comer uns pasteis de natas etc …

        • Memória says:

          Rt a 1 significa (falo de médias) que cada infectado infecta mais uma pessoa. Isto quer dizer que se há 5 milhões de infectados, na fase seguinte haverá 10 milhões de infectados.
          Um planalto vicioso.

          • Bruno Amaral says:

            A matemática não será o teu forte concetteza…. Aprende a fazer as contas pf.. RT A1 significa que temos 1000x dia , vamos manter esses 1000x por dia eternamente , até o RT subir de 1 ou descer de 1… 5 milhões de infectados e depois passas a 10??? Lolllll chegamos a ter o RT a 1.3 imagino então o caos que seria…

          • Memória says:

            *fase seguinte*
            Se tiveres só 2 pessoas (uma infectada) e cada pessoa infectar em média uma pessoa, quantas pessoas infectadas terás brevemente?

            *fase seguinte*
            Se uma das duas brevemente se curar da infeção com quantas pessoas infectadas ficas?

          • Memória says:

            Evidentemente “se curar” pode significar “morrer”, ou passar de qualquer forma a “não infectiosa”

  4. Robin says:

    Uma não noticia.
    Mas uma noticia de que ninguem fala.
    Portugal tem a 4 maior divida do mundo, tem uma população das mais envelhecidas do mundo , é 7 nos nascimentos e dos piores países , os pessoal formado esta a sair aos magotes, tem dos maiores níveis de imposrtos do mundo , quem tiver um rendimento de 3000 € mes paga 46% de impostos, paga altos preços de combustiveis, gaz, electricidade, agua, mas ninguem reclama a serio, e perdem tempo com futilidades inuteis, neste momento toda a riqueza produzida já não paga as necessidades do País , somos sustentados pela UE, no proximo abanão economico estamos na bancarrota.

    • Vítor M. says:

      E porque se havia de misturar o problema da pandemia com as dívidas do estado? É estúpido. Cada macaco no seu galho. O tema em causa está na órbita da ciência. É um tema importante porque está tudo melhor, muito melhor, mas não passou, atenção.

      O outro problema… é assim que o povo quer. Lembra-te, a arma do povo é o voto, o povo vota, e fica desarmado. Juntam-se as coligações e não foi o povo que votou.

      • Pjs says:

        A dívida do Estado é mt preocupante, mas a dívida de particulares e empresas tb é preocupante. É vender o rectângulo!

      • Memória says:

        Não relacionar a epidemia com os recursos e.o. financeiros é uma abstração pouco realista, é mesmo ficção.
        Estes dois acontecimentos influemcianse recíprocamente (antigamente(?) dizia-se que era uma relação dialéctica.
        Quando não há recursos e disponibilidades financeiras a epidemia não pode ser combatida, e a epidemia influencia a existência ou não de recursos financeiros, no nosso caso um exemplo forte é o turismo.

        Quanto ao outro problema, vi quando das eleições presidenciais o prof. Paulo de Morais dizer que uma das funções do Presidente seria verificar se os partidos que constituem governo fazem, ou sériamente tentam fazer o que prometeram durante a campanha eleitoral,.
        Se não o fizessem, (como aliás é comum em Portugal) ou se fizessem absolutamente o contrário do prometido o Presidente teria o direito e o dever de demitir o governo e marcar novas eleições, informando bem o povo das suas razões

        Lembrei-me de “Óbviamente demito-o” referindo-se a Salazar, o que (entre outras coisas) custou a vida a Humberto Delgado

    • Luis says:

      Eu por mim aconselho a todos os jovens a fazer o que fiz.. saiam do país enquanto podem porque isto está a saque e não vai demorar muito até que os poucos que trabalham e pagam impostos sustentem todos aqueles que não produzem nada para o país.. mais dia menos dia isto rebenta, carga fiscal enorme, o governo quer aumentar ainda mais a sua despesa e alguém vai ter de pagar.. pior é o país em que maioria da população (principalmente os que votam) tem pancada comunista porque viveram o Salazar e qualquer coisa da direita ficam logo assustados (trabalho bem feito pela esquerda) por isso não prevejo bom futuro para Portugal.. logo logo seremos os últimos da UE

      • GM says:

        Portanto, a solução é fugir? Não me parece. A solução passa por remover quem está actualmente ao leme do barco, eleger alternativa válida, e essa alternativa válida ser mantida com réde acurta. A questão pertinente é como se mantém a rédea curta. E claro, muito trabalho.

        • Luis says:

          Se em 40 anos nunca quiseram mudar ia ser agora? Fugir? Queria o que? Que ficasse a pagar os erros dos outros e ser chulado todos os dias? Fique vc então a ser chulado

        • RatazanaDoPunjab says:

          GM, ora diga me lá como é que vai conseguir isso com um povo de atrasados mentais?
          Como é que vc classifica um povo que elege para governar passados 4 anos os mesmos que meteram o país na bancarrota?
          O que é que vc quer fazer com um povo destes, diga aqui à gente.
          Sou todo ouvidos…

          • GM says:

            Então, oiça bem. Os mesmos que elegeram quem nos pôs na bancarrota passados 4 anos, foram precisamente os mesmos, mais coisa menos coisa em termos de percentagem, que no passado 26/Setembro correram, em muitos munícipios, com quem nos pôs na bancarrota, e com outros que nos retirou da bancarrota mas estavam encostados à bananeira. Simplesmente não agiam. E o povo agiu.

      • RatazanaDoPunjab says:

        Luís, parece que vc está imune ao virámos a página da austeridade.
        Já a repetir esta frase 20 vezes que é para aprender.
        Não sabia que somos os melhores do mundo e arredores?
        Fez vc muito bem em pôr se a andar daqui para fora.
        Ninguém imagina como me arrependo de não ter saído daqui quando era novo.
        Enfim….

        • LR says:

          Ainda vais a tempo…

          • RatazanaDoPunjab says:

            Ah sim? E como é que sabe essas coisas?
            Tb é astrólogo tarólogo?
            Preocupe se consigo que eu não preciso dos seus conselhos para nada.
            Se tivesse oportunidade já teria ido, não estava à sua espera.

        • Luis says:

          Nunca é tarde, eu só vejo podridão no país, há sempre uns que se aproveitam dos impostos para roubar ao povo (aquele que desconta) porque 50% não o faz e a justiça nada faz.. vir o GM dizer “aguenta a ser chulado pelo país etc etc” eu digo a ele para ir mamar na quinta pata de um touro porque já me basta o estado que me chulava quase 1000€ em IRS

          • GM says:

            Portanto, no país onde está não é chulado, certo? Eu prefiro estar no meu país, apesar do nível de impostos ser alto. E já que sabe onde fica, vá lá mamar na 5ª pata, seja do touro seja de outro qualquer.

          • Luís Costa says:

            GM chulado no país onde estou? Oh amigo, no país onde estou a porcaria do socialismo já foi embora faz muito tempo, é o único país que recuperou logo neste ano os niveis que tinha antes da pandemia.. Os socialistas devem adorar pessoal como tu “prefiro estar no meu país a ser chulado a força toda”.. espero que fiquem mais como tu a sustentar a gamela já que vocês são o reflexo do governo.. sempre de calças pra baixo

          • GM says:

            @ Luís Costa (ou será Luis ??) Só faz falta quem cá está.

          • Luis says:

            GM sim é o mesmo user.. ainda bem, fica aí a ver a tua vidinha ser cada vez mais difícil.. quer dizer, a não ser que sejas mais um chupista o que não me admirava nada

          • GM says:

            Vidinha mais difícil? Até tem vindo a melhorar nos últimos anos, incluindo os da pandemia. Quanto a chupista, eu dou a chupar.

      • Memória says:

        É a solução a curto prazo da imigração africana em barquinhos, e a curto prazo (porque a crise se está a generalizar a olhos vistos).

        Também nem todas as pessoas têm e.o. a capacidade psicológica de executar *com sucesso* soluções dessas, É mais difícil do que muitos pensam

    • RatazanaDoPunjab says:

      Oh Robin, não diga essas coisas.
      Não sabe que estamos no paraíso e que somos os melhores do mundo?
      Vc é um negacionista pá…
      Diga 10 vezes virámos a página da austeridade.
      Vai ver que vê logo tudo diferente.
      Isso que falou não interessa nada.
      O que interessa é que o SLB neste momento só está a ganhar por 1 golo e esse resultado é escasso.
      Dívida pública? Envelhecimento? Emigração? Who cares…

    • Iris says:

      Tem razão é muito alta percentagem. Mesmo assim continuam com 1620 euros mensais.
      Tenho mais pena de quem ganha abaixo dos 1500 euros/mês, com os cortes dos impostos ficam com muito menos do que esse pessoal que ganha 3000.
      Depois há 1,6 milhões de portugueses que vivem com menos de 540 euros por mês.

      Depois há que perguntar, se não cobrar impostos ou se eles forem muito baixos onde vai buscar dinheiro para o OC que está em quase tudo que é publico e necessitamos.

      Eu também não concordo com os elevados impostos, mas raramente vejo alguém comentar com soluções, só críticas. Compreendo que estão lá políticos que elegemos para lidar com isso e que não deveríamos estar nós a arranjar soluções, mas quando não concordamos com o que fazem temos de reagir e sugerir/incentivar algo.

  5. João says:

    Quando o número de novas infeções baixa e estabiliza o RT tem tendência a subir. Pura matemática.

  6. Sardinha Enlatada says:

    Pronto este pessoal da DGS virou matematico, colocam virgulas onde nao e necessario ou multiplicam demais. Mas que raio de formula e que usam para calcular este ratio ? Isto e a comunicacao social a preparar terreno para voltarem de novo com a bosta da pandemia. Que de pandemia nao tem nada. Coisas que nos gostariamos de saber e que nao sabemos de maneira nenhuma. Mas fabricar numeros magicos ja e com a DGS, deviam trabalhar em ilusionismo talvez tivessem mais atencao do publico em geral.

    • Antonio says:

      Eu também gostaria de saber quem são os “especialistas” da DGS.
      Qualquer engenheiro, ou técnico especializado, por exemplo, é obrigado por lei a passar um termo de responsabilidade. Mas ainda não vi nas determinações da DGS quem são os “especialistas” que se responsabilizam pelas “normas” emanadas.

    • ToFerreira says:

      Presumo que tenhas aí números diferentes, tirados da algibeira, para suportar o que dizes…

    • Memória says:

      Já vi um video de um professor de Matemática (da cidade de Seia) a dizer que foram os matemáticos a virarem virologistas e epidemiologistas.

      Muitos portugueses continuam a considerar a Matemática uma ciência mágica, basta ver por vezes estes comentários

      Por vezes vale a pena ver as “palestras” do João Tilly, embora seja um político do Chega

      • paulo g. says:

        Desse conspirador mentiroso que diz que vacinas não funcionam e que não existem alterações climáticas, está tudo dito. Deve ver os vídeos dele minuto a minuto e pesquise quantas asneiras o homem consegue dizer por minuto.

        • Memória says:

          Não sei se já notou, mas neste lugar de comentários p. ex. existe uma clara maioria de comentadores (pelo menos os mais activos, interessantes e articulados) que não acreditam piamente nas maravilhas das “vacinas” e nas mudanças climáticas antropogénicas.(palavra de código para “aquecimento”)

          Se o sr. Tilly diz asneiras ou não, está para além do que é “on-topic”. Mas a minha opinião é que se formos a comparar com a generalidade dos políticos
          portugueses diz menos asneiras; as dos políticos teriam de ser contadas por segundo senão precisamos (pelo menos) de notação ciêntifica

          Uma das coisas que me agradaram no vídeo em que falou dos matemáitcos que viraram virologistas e vice-versa é que sendo especialista em Matemática
          reconhece (no vídeo a que me refiro) os limites da sua própria especialidade, o que para mim é um excelente sinal de bom-senso e de alguém que sabe do que fala.
          Diferente dos “Artistas Médicos”e “Artistas Meteorologistas” “Artistas Militares” que temos visto, e que de facto fazem previsões completamente falsas, ou absolutamente correctas mas “só depois do fim do jogo”.

          Mais duas obervações: O problema com o Chega, que reconheço também no “antigo” PC, é que acho que fazem diagnósticos muitas vezes absolutamente correctos mas não têm soluções globais credíveis para os problemas revelados(?) ou as soluções se têm verificado ao longo da História ainda piores que os problemas.

          Quanto ao “aquecimento” tenho a notar que os últimos Invernos e Verões têm sido miseráveis (vistos de onde estou, Norte da Europa) e quanto a mim também em Portugal. Eu, por exemplo nunca tinha visto nevar em Lisboa, ou no Alentejo nos anos que aí passei. Este ano já está aqui a fazer mais frio e a gelar ainda mais cedo que nos últimos anos.

      • Memória says:

        “Resistance is futile, you will be assimlated”

        João Tilly
        https://youtu.be/8bbTqMVoQ1M
        A guerra eterna entre o jornalismo e os números

  7. xyr says:

    Geert Vanden Bossche extratos do ultimo post ……

    Continuem a olhar para instantâneos e nunca verã0 para onde esta pandemia está indo
    … até chegar ao seu destino final

    Those who’ve become addicted to these comparative statistics seem to forget that gauging the success of human intervention in a pandemic is about measuring success in a dynamic phenomenon, and that snapshots taken under certain conditions/settings do not provide information about the overall evolutionary trend and likely health outcome of a pandemic. The latter can only be monitored by measuring temporal changes of parameters that are relevant to public and individual health.

    ……..Se a vacinação em massa eventualmente permitir que o SARS-CoV-2 desenvolva variantes dominantes de escape imunológico que são capazes de escapar tanto do sistema imunológico adaptativo quanto do inato, o resultado desta pandemia será semelhante ao da introdução de um vírus patogênico em uma espécie hospedeira ingênua. Na verdade, é provável que isso aumente a virulência viral em vez de controlar a doença viral.

    https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7941658/

      • xyr says:

        Li , e há vários erros no artigo . Talvez por ignorância do que realmente o Dr Bossche diz . Muita gente que o ataca , nem faz ideia do que realmente ele disse . Está efetivamente comprovado que os vacinados podem ficar infetados , basta ver o caso do lar em quer os idosos todos vacinados , quer os funcionários vacinados , ficaram infetados , até porque como diz Geert Vanden Bossche , a maioria das vacinas são de duas tomas . Logo entre a 1ª toma e a segunda e enquanto se espera pela proteção , o organismo está desprotegido. portanto os argumentos do Dr. Paul Offit , caem logo por terra . Depois a falácia de que se surgir uma variante mais perigosa , basta fabricar uma nova vacina e fica tudo resolvido , parece mais um conto da carochinha . Esquece-se que entre fabricar uma nova vacina , testar a eficácia dela , comprar vacinas e vacinar de novo toda a gente , decorre muito tempo . Durante esse tempo todo as pessoas ficariam desprotegidas . aliás o artigo parece-me cheio de erros desde o inicio até ao fim , mas como não sou nenhum especialista não vou perder mais tempo a esclarecer. Finalmente , Geert Vanden Bossche , nunca disse para as pessoas não se vacinarem , há pessoas que efetivamente precisam de serem vacinados . E também não disse que vem aí o fim do mundo . Antes pelo contrário . O que ele diz é que não se pode contar como certo , que com simplesmente estas vacinas se pode controlar a pandemia . entretanto vão começar a serem testadas vacinas novas , que corrigem precisamente o principal defeito que Geert Vanden Bossche , encontrava nestas vacinas , ou seja a possibilidade , de quem está vacinado poder andar a espalhar o vírus . O que só por si mostra que o Dr Dr. Offit , estava errado .

        • rui says:

          Ou seja, de acordo com ele e tambem tu, o melhor é não vacinar ninguém (excepto pessoal de risco) e esperar pela vacina dele?
          Vacinas de varias tomas não são novidade, porque tanto alarido com esta?

          Ideal seria uma vacina de toma única e o assunto ficar resolvido, mas infelizmente não o é (assim como acontece em outras vacinas).

          Tu desconfias da possibilidade de criar uma nova vacina contra variantes, mas dizes que a dele (que ainda nem esta em testes, e nem sabemos se vai funcionar) é melhor.

    • rui says:

      “You know what? I think that grifters recognize fellow grifters, and Frei recognized that Dr. Vanden Bossche is stoking fear of existing COVID-19 vaccines to produce a sales rationale for his own NK-based vaccine, just as Andrew Wakefield stoked fear of the MMR in order to support his own measles vaccine. Grifters of a feather, and all that, and, of course, grifters gonna grift. Always.”

      • Memória says:

        Ouve lá Rui, importas-te de nos indicar o nome da vacina do VanderBossche?
        E onde posso comprá-la?
        E a vacina do Wakefield? Já está à venda no Lidl?

        Já pensáste que se calhar foi a cáfila dos fabricantes de vacinas que criou o Covid-19?

        Tem cuidado, senão ainda te transformas em teórico das conspirações, estás em grande perigo

        • rui says:

          Dasss Memoria. És atrasado mental ou que?
          Onde viste que eu disse que ele vendia uma vacina?

          Ele esta a trabalhar numa vacina e claro que quer vender….Helooooooo
          Por isso fala que as outras não são as boas.
          Tens o homem num pedestral, mas devias informar te um pouco mais……

          Tu és um teorico das conspirações e acusas os outros???? Muito bom!!!!

          • Memória says:

            Já fui ver aos sites indicados mas não encontrei forma de as colocar no meu carrinho de compras.

            Além disso estou a trabalhar na descoberta da Panaceia Universal por isso não aconselho nenhuma vacina nem remédio.

            Mas já não tenho mais dúvidas em te colocar entre os “teóricos da Conspiração”

          • rui says:

            Agora és comediante…
            Muito bom!!!

            Se ser contra as tuas teorias da conspiração, e contra as tua invenções…. totalmente …

            Agora vai mastigar um supositório que te faz bem.

          • Memória says:

            Rui, porque não vendes o teu cérebro? Ficavas livre de problemas financeiros (para o resto da tua vida),
            Está novinho em folha, só usado para repetir e matraquear a “doutrina oficial” (está ainda mais falida do que a TAP). E depois ainda inventas teorias sem pés nem cabeça sobre o Vander Bossche e Wakefield 🙁
            E os outros é que são “atrasados mentais”

            Tens aqui um texto que dá para ver como isto tudo da pandemia e das “vacinas” começou, mas não vai acabar bem
            https://pt.wikisource.org/wiki/A_velhice_do_Padre_Eterno/XIII

            Um dia o pae, um bravo aldeão,
            Chamou-o ao pé de si, e disse-lhe:
            —-
            «João:

            Á força de trabalho e a força de canceiras
            A moirejar no monte e a levar gado ás feiras,
            Consegui ajuntar ao canto do bahù
            Alguns pintos. Vocês são dois rapazes; tu,
            Além de ser mais novo, és mais intelligente.
            Vou botarte ao latim; quero fazer-te agente.
            Hasde-me dar ainda um grande prégador.
            Hoje padre é melhor talvez que ser doutor.
            Aquillo è grande vida; é vida regalada.
            Olha, sabes que mais? manda ao diabo a enxada.
            Aquillo é que é vidinha! aquillo é que é descanço!
            Arrecada-se a congrua, engrola-se o ripanço,
            Arranja-se um sermão ahi com quatro tretas,
            Vai-se escorropichando o vinho das galhetas,
            —-

            Muda “padre” por “virologista” e “doutor” por “político português” e vais ver que dá certo.

          • Rui says:

            Memoria

            Como ja te disse
            Vai mastigar um supositório.

            Mais vale discutir a qualidade da palha com um jumento que é mais interessante.

            Eu invento teorias? Muito bom!

        • rui says:

          O proprio Geert Vanden Bossche tem isso no site dele….vai ver

        • Memória says:

          Até parece que não gostáste do Guerra Junqueiro e da “Velhice do Padre Eterno” …

          Mas não duvido que me sinto mais burro desde que tento discutir coisas sérias contigo para ser acusado de “atrasamento mental”.
          E a continuar assim ainda vais querer discutir as qualidades dos vários tipos de palha e de supositórios,
          Lá chegaríamos.
          Mas como isso claramente não é “on-topic” proponho que fiques com as tuas investigações e teorias, que eu fico com as minhas, ficamos todos felizes e bons amigos.
          Pronto.

      • xyr says:

        Eu sei muito bem que ele fala na página dele , que andava a estudar , ou estudou , não me lembro bem uma vacina . Aliás que eu me lembre uma única vez . Não sabia que criar vacinas era crime …aliás o que interessa é que precisamente , vacinas desse tipo , segundo creio , vão ser testadas . Exatamente para corrigir a grande falha , apontada por ele , de que estas vacinas não impossibilitam , quem está vacinado , de ficar infetado e andar por aí , com a ajuda do certificado , a espalhar o vírus . Portanto quem perceber , percebe , quem não quiser perceber , insulta.

        • rui says:

          Criar vacinas nao é crime, e espero quenele consiga. Quanto mais armas melhor.
          Agora se quer promover um produto, tem de ser pela qualidade e não a dizer mal do outro.
          Se a dele é ou vai ser melhor, não sei pois não é a minha área, e só o tempo o dirá. Se for boa, é mais uma para ajudar, o que é óptimo.

          De qualquer forma não se tenta espalhar o pânico com as afirmações que ele faz, e que vocês defendem.
          O Pplware colocar estas noticias sobre o Rt e vacinas, e esta a espalhar o medo e o panico (assim como a DGS) de acordo com alguns comentários aqui , mas o que este Sr esta a fazer já não?

          Isso é um pouco hipócrita não achas?
          Ou como afirma é um insulto a inteligência do pessoal. Achas que apenas alguns iluminados percebem o que ele faz/quer fazer???

          • xyr says:

            Para mim ele está a fazer serviço público ..é realmente dos poucos que procura conhecer e explicar o que se está a passar , exatamente porque não está a trabalhar para os fabricantes das vacinas atuais . . Li muita gente a perguntar-lhe se deviam tomar a vacina e nunca o vi dizer para se não vacinarem . Disse sempre que é uma escolha individual que cada um tem de tomar , mas para decidirem têm de estar bem informados e é isso precisamente que ele procura fazer . Em relação à vacinação dos mais jovens é frontalmente contra . Avisando que tudo isto pode acabar muito mal , mas também dizendo no ultimo post , que a análise faz-se interpretando os dados . Mais grave é Portugal ter pessoas como Filipe Froes , que nunca foi capaz de declarar o conflito de interesses . Fico por aqui

          • rui says:

            Só toma a vacina quem quer. Felizmente em Portugal mais de 85% quiseram.

            ele a fazer serviço publico? a espalhar o panico deve ser.
            Estas tão embasbacado pelo homem que nem isso vês….

            E por aqui me fico, pois estas tão apaixonado que não vale a pena rebater as teorias desse senhor contigo..~

    • Memória says:

      “Resolver os nossos problemas com o mesmo nível de pensamento que os criou”.

  8. Joaquim Sobreiro says:

    A notícia tem uma finalidade precisa. Cada um que a entenda como quizer. O plano foi traçado e há dinheiro para o cumprir.

  9. Sardinha Enlatada says:

    Este pessoal da DGS devia estar em tribunal a responder por vidas ceifadas e empresas que ficaram sufocadas com a manipulacao da economia. E deviam ir todos presos alem de justificar essas medidas que eles fazem, com relatorios cientificos e que se consiga provar que e mesmo necessario tal medida. Mas claro que isso nao vai acontecer, eles tem o aval do governo, juntos fazem um casamento feliz tudo em prol do povo Portugues, a fazer paezinhos desde 1900 e bolinha. Depois esta malta vai toda embora e deixa um rasto de destruicao que quem vier a seguir ou limpa ou mantem assim e a vida continua infelizmente. Depois ainda temos malta que acredita que o governo e nosso amigo e esta a fazer tudo pela nossa seguranca. Amigos sao a familia e mesmo assim alguns matam os familiares enquanto eles dormem.

  10. Carolina Costa says:

    cada vez mais, não percebo porque insistem nestas noticias. é para quê ? voltar a criar o pânico ? já ninguém quer saber.. o que está a dar é os combustíveis ao preço do ouro

  11. RatazanaDoPunjab says:

    Aqui há uns dias estive a falar com um amigo que é camionista, camiões frigoríficos, anda pela Europa toda, e ele diz que em vários países por onde ele andou ninguém usa máscara.
    Ele usava, porque vinha daqui, e toda a gente olhava para ele como se fosse um extra terrestre.
    Resultado, tirou a tb….
    Somos mesmo o resto do mundo…
    Eu já aqui disse umas cem vezes, não tomo vacinas do covid e máscara só uso que é para não me chatearem a cabeça e depois respondo mal.
    Aliás, maior parte das vezes ando com a máscara baixa, quase não consigo respirar com aquela trampa à frente do nariz.
    Causam medo mas pessoas para mais facilmente controlarem.
    Cambada…

    • Sardinha Enlatada says:

      Eu ja falei aqui uma vez. O uso da mascara nao e para travar o virus porque nao trava nada, nao sejamos ingenuos. O uso da mascara serve apena como sendo um reflexo do medona mente das pessoas e que anda um virus a atacar pelas esquinas. E apenas isso para o que serve. Dai uma vez mais o governo vir com medidas mais que estupidas em relacao a mascara. Ja sei sao teorias da conspiracao, mas sao as minhas teorias ok ?

    • Filipe says:

      Aqui há dias também estive a falar com um amigo que caçou 10 perdizes, 20 lebres e 2 perus sem levar arma.
      Conclusão? Ele também é mentiroso. Mas a mentira dele tem mais graça.

  12. Antonio Duarda says:

    Meus amigos o virus é altamente sazonal..está tudo praticamente igual ao ano passado, caso se veja o numero de testes que se faz por caso positivo ou morte.
    As vacinas vão ajudar, mas vamos continuar a ter quase o mesmo numero de casos do inverno de 2020/2021.
    É normal isto acontecer no inverno com virus respiratórios.
    No inverno de 2019/2020 morreram 2.000 pessoas
    No inverno de 2020/2021 morreram 15.000 pessoas.
    No inverno de 2021/2022…não tenho uma bola de cristal, mas extrapolando o que disseram no UK em Portugal devido às vacinas devemos ficar pelos 4.000 a 8.000 mortos !!!!!

  13. Memória says:

    Um artigo muito interessante em https://johnwaters.substack.com/p/covid-totalitarianism-the-deification
    e introdução a um vídeo de Mattias Desmet
    https://www.youtube.com/watch?v=uLDpZ8daIVM

    Dr. Mattias Desmet é professor de psicologia clínica na Ghent University na Bélgica. Ele ensina psicoterapia psico-analítica individual e psicologia das massas. Tem o mestrado e o PhD em psicologia clínica e é mestre em Estatística.

    As observações do Dr. Desmet nos últimos 18 meses levaram-no a concluir que a esmagadora maioria da população mundial de fato caiu sob uma espécie de feitiço. Não é literalmente um feitiço, ele enfatiza, mas uma ‘formação de massa’, um termo primeiro usado pela Gustave Le Bon, o filósofo francês que há 126 anos na “Psicologia das Multidões”, foi o primeiro pensador a sistematicamente delinear como a psicologia do rebanho difere da do indivíduo. Le Bon foi quem observou que a consciência concedida pela adesão a uma multidão pode ser transformadora, possuindo membros individuais com ‘uma espécie de mente coletiva que os faz sentir, pensar e agir de maneira bastante diferente daquela em que cada indivíduo se sentiria pensar e agir estivesse essa pessoa em estado de isolamento. ‘Numa “multidão psicológica”, a personalidade individual desaparece, a atividade cerebral é substituída pela atividade reflexa: uma redução de inteligência, provocando uma completa transformação de sentimentos, que se podem coletivamente manifestar tanto melhor como pior que os dos membros constituintes da multidão. Uma multidão pode ser tão facilmente heróica como criminosa, mas geralmente tende para a destruição.

    “A ascendência de multidões”, escreveu Le Bon, ‘indica o meio da morte de uma civilização.’ A subida ascendente à civilização é um processo intelectual impulsionado por indivíduos; A descida é uma rebanho em debandada. “As multidões são úteis para a destruição”.

    …….

    • Memória says:

      A formação em massa, ele explica, é uma forma de hipnose imposta a uma multidão, um fator que aqui explorámos em artigos anteriores. Ele não tem dúvidas de que falamos de uma hipnose literal, com todos os efeitos potenciais e sintomas do mesmo.

      Ele explica muitos aspectos do que temos testemunhado, incluindo o estranho fenômeno da aparente indiferença das pessoas às suas próprias dores privadas, e aos danos incorridos decorrentes dos bloqueios dos últimos 18 meses: perda de liberdades, perda de trabalho, educação, educação, contato humano, lazer e cetera. Durante a formação de massa, ele descreve, há “estreitamento do campo da atenção”, que permite que os membros constituintes da multidão se fechem em tudo, apenas o que o hipnotizador lhes diz é importante, o que resulta em insensibilidade às perdas pessoais, e uma disposição para sacrificar tudo – educação, empregos, casas, romance, saúde – e a desconsiderar as perdas e dores dos outros. Ao oferecer uma estratégia para lidar com as ansiedades impostas pela crise, os totalitários são capazes de criar uma solidariedade falsa numa sociedade que destruiu a verdadeira solidariedade.

      . . .
      Ele diz que há quatro condições que precisam estar em vigor para permitir a formação de massa ocorrer em uma sociedade.
      A primeira é a presença de um grande número de pessoas socialmente isoladas e atomisadas. As ligações sociais entre as pessoas precisam ter sido enfraquecidas. Esta é a mais importante e as outras condições seguem dela.
      Em segundo lugar, haverá um grande número de pessoas que experimentam falta de sensações em suas vidas e trabalho – pessoas que sentem que seus empregos são sem sentido.
      Em terceiro lugar, é preciso haver “muita ansiedade flutuante” – isto é, ansiedade que não está ligada a uma representação mental para que o sofredor não saiba porque está ansioso e com medo.
      E em quarto lugar, é preciso haver muito “descontentamento psicológico de flutuação livre” – raiva e frustração, novamente, aparentemente nada em particular.

      E é precisa a mídia de massa – sem a qual a formação de massa seria impossível. Desmet não diz explicitamente, mas é claro que também é essencial que estas mídias sejam oferecidas e prontamente propensas à corrupção.
      . . .

      • Joaquim Sobreiro says:

        Para isso se colocam apoios financeiros aos meios de comunicação das massas, com a televisão á cabeça. Assim se cria o Ministério da Verdade.

  14. Alpha says:

    Primeiro o Rt em baixa prevalência é um indicador que vale 0
    Segundo é expectável que aumente no Outono
    Terceiro vamos ver quantas pessoas ainda há susceptíveis
    Quarto a vacina é um fiasco.

    Mesma letalidade, dobro dos óbitos Vs o ano passado em grupos etários 100% vacinados e com quase a população toda vacinada elegível não há efeito nenhum na letalidade nem na mortalidade.

    PS. não me venham com o a comparação ridícula de olhar para os casos e óbitos de Janeiro-Março quando nessa altura quase ninguém estava totalmente vacinado.

    • Antonio M. says:

      Ainda há quem acredite no milagre da vacina.

      “Colin Powell estava completamente vacinado e morreu devido a complicações causadas pela Covid-19.”
      “General Colin L. Powell, former U.S. Secretary of State and Chairman of the Joint Chiefs of Staff, passed away this morning due to complications from Covid 19. He was fully vaccinated. We want to thank the medical staff at Walter Reed National Medical Center for their caring treatment. We have lost a remarkable and loving husband, father, grandfather and a great American.
      The Powell Family”

      https ://www.noticiasaominuto.com/mundo/1854010/morreu-colin-powell-1-secretario-de-estado-negro-dos-estados-unidos

  15. Memória says:

    . . .
    No Reino Unido, um descendente da variante Delta está a expandir-se. AY.4.2 como é agora chamado, um mutante ligeiramente alterado já causa 6% das infecções. Especialistas suspeitam que a variante AY.4.2 seja 10 a 15% mais contagiosa do que Delta.

    O número de infecções aumenta rapidamente no Reino Unido, que já foi a pioneira das infecções com as variantes Alfa e Delta do coronavírus. Na segunda-feira, foram contadas quase 50.000 infecções
    . . .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.