Quantcast
PplWare Mobile

COVID-19: Portugal vai aderir ao Certificado Digital da UE a 1 de julho

PUB

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. PGD says:

    Para quê tanto show off se as pessoas já vacinadas continuam a ser tratadas em Portugal como se não o tivessem sido?
    É mais um STAYWAYCOVID. Uns quantos “amigos” a ganhar dinheiro com o assunto… enquanto os outros “amigos” ganham dinheiro com os “testes em massa”… E o “Zé povinho” a comer e gostar…..
    Não é uma republica das Bananas mas é “dos bananas”…

    • PTO says:

      “Para quê tanto show off se as pessoas já vacinadas continuam a ser tratadas em Portugal como se não o tivessem sido?”

      É precisamente para fazer essa distinção de forma segura e rigorosa que este certificado serve.

      Não perceber algo tão óbvio faz de ti o único “banana” por aqui.

  2. Rui says:

    No início da pandemia a criação de um certificado destes era um absurdo uma autêntica teoria da conspiração….muito mais estará para vir

    • BC says:

      Já tinhas restrições para entrar em vários países caso não tenhas certas vacinas. Por isso, não vai mudar praticamente nada, é só mais uma vacina, caso queiras viajar. Se não queres ser vacinado, não viajas. Simples. Os outros não têm de sofrer por tu não quereres ser vacinado.

      • B@rão Vermelho says:

        Podes viajar és é obrigado a fazer quarentena à chegada e a pagares do teu bolso
        O que eu acho muito bem

      • miguel says:

        Sofrer? Mas os outros já não estão vacinados? O teste a covid na ida e na chegada não chega?
        Não tarda nada vamos andar todos com um chip no rabo e muitos vão adorar!

        • O que sera, sera says:

          E achas que isto nao e o comeco para daqui a uns anos termos um chip? xD
          Eu acho que sim….mas pronto – o que sera, sera

        • PTO says:

          Este certificado é para evitar que aqueles que DE FACTO já estão vacinados sejam dispensados quer dos testes na ida e chegada, quer de quarentenas quando viajem entre países da UE.

  3. Spoky says:

    Aí é? E quem não pode tomar?
    E quem não quer tomar?

    Tudo truques para inventarem tretas, não é por tarem vacinados que deixam de transmitir o vírus e muito menos ter-lo.

    Então era…

    • BC says:

      Não é por estarem vacinados que deixam de transmitir, mas é por estarem vaciandos que morrem menos e têm menos sequelas. Literalmente ninguém disse que a vacina impede a infeção ou transmissão.
      Quem não quer tomar a vacina, não viaja. Ou vai a pé. Simples.

      • O que sera, sera says:

        Faz la as contas entre os infectados e os mortos sff….e diz que este virus e de todo uma pandemia como dizem……
        Problemas de coracao, cancro, HIV esta quieto…. fazer com que a populacao se estresse menos pois causa mais mortes que qualquer doenca – isto porque o estresse origina problemas de coracao, cancro, suicidius etc… mas pronto…o burro sao os que nao querem ser vacinados.

    • Luis Rosalino says:

      Ter-lo…

    • LR says:

      “Aí é? E quem não pode tomar?”- alguma exceção deverá ser criada para estes casos.
      “E quem não quer tomar?”- a mesma coisa, que poderá muito bem ser uma obrigatoriedade de teste negativo e quarentena obrigatória, quer na chegada ao destino, quer no regresso à origem.
      Simples, não é?

    • PTO says:

      “Aí é? E quem não pode tomar?
      E quem não quer tomar?”

      Esses sujeitam-se a fazer testes covid ou a ficarem de quarentena quando viajam de/para certos países europeus. Não percebo qual a dúvida sobre algo que já é prática corrente

  4. Louro says:

    E agora que a malta que nao quer ser vacinada vai comecar a espalhar mais noticias falsas por essa Internet fora.

    Preparem (e muito bem) para quem nao estiver vacinado para ver muitas restricoes durante muito tempo se quiser viajar ou entrar em alguns locais publicos.

  5. Jonny says:

    Para mim e muita gente abaixo dos 50 anos não serve. Há que vacinar primeiro os ilegais isso sim é importante. É o que a esquerdalha quer primeiro

    • LR says:

      Não serve, porquê? Começa hoje o agendamento dos maiores de 45. E o que tem uma coisa a ver com a outra? Não é por se vacinarem os “ilegais” que se deixa de vacinar os “legais”. Esta mania de politizar toda a noticia que sai sobre este (e outros) tema já mete nojo. Querem fazer politica, filiem-se num partido.

    • PTO says:

      Tanta ignorância.
      Vai fazer o auto-agendamento que já está disponível à dias para abaixo dos 50 anos.

  6. AFCT says:

    E certificado para a tuberculose que é muito mais contagiosa e mata todos os anos muito mais do que a COVID-19? E certificado o HIV que mata muito todos os anos muito mais que a COVID-19? E certificado para a ignorância que mata todos os anos muito mais que a COVID-19? Se esperam que tome a vacina bem que podem esperar sentados!

    • B@rão Vermelho says:

      Que eu saiba a vacina não é obrigatória só toma quem quer, é uma escolha pessoal de cada um, depois temos de estar preparados para as consequências das escolhas que fazemos.

      • Pouco anónimo says:

        Pois, de facto não é, mas não impedem um tuberculoso de viajar. Se metes um individuo com tuberculose pulmonar num avião, num café ou lá onde for, vais ver quantas pessoas contamina. Muitos contaminados podem não desenvolver a doença, como os que ficam com tuberculose latente , mas mesmo esses têm que andar a tomar diariamente antibióticos super agressivos durante 6 meses de forma a terem uma probabilidade de 80% de não desenvolverem a tuberculose. Repara, 6 meses se o fígado deles aguentar pois muitos deles não aguentam. Os que desenvolvem a doença, ou seja, a tuberculose, esses coitados comem o pão que o diabo amassou. E se desenvolverem tuberculose nos ossos, intestino, etc., apesar de não serem contagiosos (só são os com tuberculose pulmonar) é ter muita pena desses e rezar por eles. A maioria que conheci e que tiveram a COVID-19 perderam essencialmente o paladar e o olfato e ao fim de 10 dias estavam a trabalhar sem nunca tomar nem um paracetamol. E te digo, conheço muita gente da área da saúde (agora conclui o que quiseres) que recusou a vacina!

      • Pouco anónimo says:

        Já agora digo-te mais. O que andam a injetar nas pessoas sob o ponto de vista técnico-cientifico não se pode chamar de vacina. Na realidade, NINGUÉM conseguiu ainda isolar o código genético completo do SARS-CoV-2.

        • PTO says:

          Na realidade não sabes do que falas porque nunca foi necessário isolar o código genético de um vírus a 100% para se conseguir criar uma vacina ou medicamento eficaz contra o mesmo.

          • Pouco Anónimo says:

            Na realidade sei bem do que falo. E sim, considera-se que cerca de 1% do código genético pode-se ignorar por razões que não vou explicar aqui. O que quis dizer é que ninguém isolou o vírus até ao momento. Tentei corrigir o lapso de escrita porque enquanto escrevia estava a pensar noutras coisas, mas aqui os comentários não dão para editar/corrigir.

      • Miguel says:

        Exactamente, mas parece que a malta vacinada se preocupa mais com os que não querem ser vacinados que eles próprios.

        • Pouco anónimo says:

          Certo dia, quando estava a dormir, li alguém que dizia que o objetivo era vacinar pelo menos 50% da população mundial e que esses 50% seriam suficientes para pressionar os que se recusam a se vacinar. Vamos ver se o que li no meu sonho é verdade. Para já parece que sim….

    • Louro says:

      Convinha nao dizeres asneiras…

      Turberculose mata em todo o mundo 1.4 milhoes de pessoas/ano.
      HIV, menos de 1 milhao em todo mundo.
      Em 2020, morreram em todo mundo, cerca de 3 milhoes de pessoas por Covid19.

      A informacao está disponivel, é publica, é só consultar, nao percebo porque nao o fazem antes de afirmar coisas destas.

      • Tone says:

        Faz o rácio (número de infetados)/(número de mortes) e ficas a perceber quem diz asneiras.

      • Artur Peralta says:

        Tás a comparar o nº de mortes no ano de aparecimento da doença. Se comparares o nº de mortes de tuberculose ou HIV nos seus anos iniciais matam bem mais. Por outro lado o facto de pela primeira vez na história uma contaminação vírica em que não é aplicada um tratamento precoce.

      • O que sera, sera says:

        O que dizes esta certo mas o que ele diz tambem. A Tuberculose e mais infeciosa e causa mais problemas.
        O HIV mata mais pessoas que essas. O dados nao estao certos nos paises de Africa e Asia.

        E o problema do COVID e que a percentagem dos que morreram para os que apanharam e muito pequena e tambem tens de ver que ha milhares de pessoas que morreram com COVID mas nao foi do COVID e contam como morte por COVID.

        Eu sei que COVID nao e bom mas sei muito bem que os numeros e a media por detras nao e assim tao assustador mas pronto…. infelizmente o Governo e a media ja mentiram tanto que agora as pessoas andas malucas e confusas (eu tambem se calhar)

    • João says:

      Onde o Sr. viu que a tuberculose mata muito mais que a covid? Fontes, por favor. E o HIV tem um meio de transmissão que não é pelo ar.

    • PTO says:

      Se porventura vier a existir certificado para a ignorância, não há qualquer dúvida que tu serás dos primeiros a receber um perfeitamente validado a 100%.

  7. Alvim says:

    E quem tiver filhos? Não pode viajar?
    Os putos não são vacinados até agosto!

  8. Alvim says:

    E quem tiver filhos? Não pode viajar?
    Os putos não são vacinados até agosto!

  9. CS says:

    Pessoas vacinadas continuam a ser infectadas, a infectar e mesmo a morrer, portanto tudo isto não passa de um logro e de um negócio muito rentável.

  10. art says:

    Quem tinha de morrer , já morreu . Ninguém os protegeu realmente ……vir dizer que a redução do número de mortes se deveu à vacinação , cheira-me a pura demagogia….porque os que sobreviveram , à mortandade dos meses anteriores , são certamente os mais resistentes ao vírus , e fazer estudos estatísticos , numa população que se sabe à partida ser mais resistente , é deturpar a realidade.

    • DataSmurf says:

      Não é assim como estás a falar. Não morreu mais gente não porque tenham derrotado o vírus, mas porque ainda não tiveram contato com o vírus por causa dos sucessivos confinamentos.

  11. DataSmurf says:

    A vacina meningocócica protege o indivíduo da bactéria Neisseria meningitidis (meningococo) que provoca a meningite e protege evitando a infeção e a sua consequente transmissão, a vacina contra a tosse convulsa que é uma doença infecciosa causada pela bactéria Bordetella pertussis, protege o indivíduo dessa mesma bactéria evitando a infeção e a sua consequente transmissão, a vacina da gripe protege o indivíduo das variantes do vírus da gripe que foram adicionadas à vacina, e evita a infeção e a consequente transmissão, e assim por diante, este é o objetivo duma vacina. Ora a “vacina” da covid-19 não evita a infeção do coronavírus e por esse motivo também não evita a sua transmissão, funcionando apenas como um supressor de sintomas no indivíduo que foi imunizado, e por essa razão não pode ser considerada uma vacina! E pior, é uma cena experimental!! Muitos dos seus efeitos a curto, médio e longo prazo são ainda desconhecidos. E vários especialistas, todos eles ridicularizados ou censurados pelos media mainstream, já vieram afirmar que é um tremendo erro estar a vacinar a população mundial durante uma pandemia, quando o vírus está mais activo entre a população, e ainda para mais com uma não “vacina” que não evita a infecção e deixa espaço para que o vírus sofra mutações mais perigosas, pois encontra as condições ideais para sofrer essas mutações, e poder à mesma continuar a infectar outros indivíduos, podendo até pôr em risco a própria humanidade, pois estamos a criar as condições para criar um super vírus que precisa de poucas horas para se replicar/reproduzir e não existe laboratório no mundo que consiga acompanhar e em tempo útil! É por essa razão que as autoridades estão tão relutantes em desconfinar e em facilitar o não uso de máscara, mesmo a pessoas já vacinadas. O certificado digital é uma dessas cenas que vai ter uma vida muito curta, em meu entender, quando se começar a aperceber, se é que já não o sabem, de que algumas variantes já se tornaram imunes às vacinas que estão a ser administradas à população.

  12. Sardinha Enlatada says:

    Olha as supostas teorias da conspiracao a baterem certo. Ups.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.