Quantcast
PplWare Mobile

COVID-19: Portugal poderá chegar aos 20 mil casos diários em dezembro

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Luis says:

    “App STAYAWAY COVID é uma preciosa ajuda no combate à COVID-19”
    O pplware também recebeu parte da tranche dada pelo estado à comunicação social?

    • Noonecares says:

      Não é da tua conta, volta pra toca

    • Jorge says:

      outra vez arroz… já chateia

    • Pedro Pinto says:

      Sim sim, estamos riquíssimos! Já viste as nossas contratações? Mesmo assim estamos muito fortes no nosso dever cívico… informar!

      • Carlos Sousa says:

        Vocês não estão a informar, estão a alimentar o boato.
        Desde quando é que a informação se baseia em estatísticas manhosas?
        E se nada disso se concretizar quem é que assume as culpas do alarmismo social?

        • Miguel Ângelo says:

          Carlos Sousa e restantes, falam muito para quem não diz nada. Só estão bem é a criticar. Se não gostam não venham para aqui meter veneno.

          Cresçam.

        • Pedro Pinto says:

          Um estudo não é um boato!
          De acordo com um estudo o Instituto de Métricas e Avaliação em Saúde (IHME) da Universidade de Washington,
          Não digas asneiras…e sim, são projeções!

          • Carlos Sousa says:

            Claro que são projecções, e como todas as projecções têm falhas. Estar a prever tragédias com base em premissas falaciosas não é mais do que alimentar boatos e provocar o alarmismo social.

        • Hugo says:

          Qual alarmismo? Pessoas inteligentes vêm estes estudos, pensam 5segundos e seguem as suas vidas conscientes de que poderão, OU NÃO, espelhar a realidade.
          Os ignorantes lêem os títulos e, sem pensar, partem para a crítica destrutiva.
          Todos podemos escolher um lado…

          • Carlos Sousa says:

            Hugo estás enganado.
            Os ignorantes lêem os títulos e seguem a manada sem qualquer espírito crítico. E as pessoas que pensam têm o dever cívico de incentivar a procura da verdade através da discussão.

          • Hugo says:

            O problema é levarem tudo tão a sério, tanto estes estudos como teorias da conspiração. Depois “os outros” é que andam com medo.

          • Hugo says:

            Mas qual verdade? Isto é um estudo. No limite está errado. Ponto.

          • Wishmaster says:

            @Hugo
            Tens noção que é com base nestas projecções que os políticos tomam decisões que vão afectar milhões? Que poderão provocar a desgraça de muitas famílias em vários aspectos..?
            É preciso ter muito cuidado com isso…

          • Joao says:

            E quem sabe, em vez de afetar milhões, ajuda muitos mais milhões? Nós, que não temos metade da informação dos que lá andam é que sabemos muito… E se estamos à espera que as decisões sejam tomadas na base de UM estudo, então estamos todos fod… tramados.

      • Luis Rosa says:

        Olá Pedro, não obstante do vosso dever de informar, creio (posso estar enganado) que o Pplware é um “canal” de divulgação e informação tecnológica. Cuidado com as aproximações à CMTV.

      • Carlos Sousa says:

        Já que está tão preocupado no seu dever cívico de informar.
        É capaz de nos informar quantas pessoas morreram dos efeitos colaterais provocados pelos tratamentos iniciais do combate ao vírus?
        É que nunca mais ouvi falar da necessidade de ventiladores, será que faziam assim tanta falta?

    • Pedro Pinto says:

      A IGNORÂNCIA nos dias de hoje ja nao é justificável!

      • Carlos Sousa says:

        Aí tens razão. Só que alguns vão buscar o saber directamente à fonte,e outros vão buscar o saber ao vizinho do lado, que sabe tanto quanto ele.

        • Hugo says:

          O problema dos tempos que correm são precisamente essas fontes.
          A ignorância está presente da hierarquia mais baixa à mais alta da sociedade.
          Todos achamos que estamos certos e uma coisa é certa, muitos estão redondamente errados.
          Não sei se estás certo sinceramente, mas assumindo que se venha a provar que sim, o facto de afirmarem coisas sem qualquer tipo de fundamento válido e com toda essa arrogância e desprezo por opiniões diferentes e fundamentadas, para mim, faz com que estejam automaticamente errados.
          Podes ganhar ao apostar no “vermelho”, mas isso NUNCA significará que o fizeste porque sabias.

  2. Mário says:

    WTF ????
    Esse modelo deixou de actualizar os dados desde Junho !!!! Esse modelo dizia que os Suecos iam ter 50.000 mortes !!!! Se querem ver um modelo de jeito vejam:
    https://covid19-projections.com/portugal
    Por favor não espalhem o medo, e vejam o que diz o Euromomo sobre o final do excesso de mortes na Europa desde Julho de 2020:
    https://www.euromomo.eu/graphs-and-maps/
    Apenas necessitam de usar mascaras e praticar distanciamento social, é mais que suficiente, para termos poucas mortes diárias em Dezembro por COVID-19 (epidemias vêm-se por mortes diárias e não casos diários ao contrário do que diz os média !!!!!).
    Parem de assustar as pessoas e ouçam os cientistas !!!!!!

  3. Carlos Sousa says:

    Eu só gostava de saber a quem é que interessa este alarmismo social?
    A Suécia não fez estas restrições parvas e segundo os últimos resultados está muito melhor que nós.
    Fazer eco destas notícias sensionalistas com o único objectivo de lançar o pânico além de não ajudar a combater o vírus só fomenta o alastrar da miséria.
    Ou então é como diz o Luis o pplware recebeu alguma coisa para fazer publicidade.

    • ttt says:

      Suécia
      Total de casos
      84 985
      Mortes
      5 835

      Portugal
      Total de casos
      60 258
      Mortes
      1 840

      Sim, está muito melhor que nós (NOT), Isto para não falar das mortes não contabilizadas por COVID, pois lá não são feitos testes a quem não testou positivo enquanto vivo. Pois…

      • pois says:

        Comparemos antes a Suécia com os países que tiveram regras estritas.

        Ver a última coluna que corresponde a mortes por 100.000 habitantes até à data.

        United Kingdom 342,708 41,616 12.1% 62.59
        Spain 488,513 29,234 6.0% 62.57
        Chile 416,501 11,422 2.7% 60.99
        Brazil 4,041,638 124,614 3.1% 59.49
        Italy 272,912 35,507 13.0% 58.76
        Sweden 84,729 5,832 6.9% 57.27
        United States 6,150,016 186,790 3.0% 57.09
        Mexico 616,894 66,329 10.8% 52.56

        en.wikipedia.org/wiki/COVID-19_pandemic_death_rates_by_country

      • Carlos Sousa says:

        Estás a comparar a estrada da beira com a beira da estrada. Queres comparar números em Portugal comparamos em Portugal. Queres comparar números na Suécia comparamos números da Suécia. Não faças misturas.
        Em Portugal só podemos comparar com a gripe do ano passado.
        No ano passado morreram 3300 pessoas com gripe. Este ano morreram 1800 pessoas com covid. Onde está a pandemia?
        E já houve anos em Portugal que morreram mais de 5000 pessoas com gripe e ninguém falou em pandemia nem ninguém aplicou estas medidas estúpidas. Vai à net, Informa-te e depois pensa por ti, não sigas a carneirada.

        • ttt says:

          É claro que há sempre a “carneirada” (mais selecta?) que julga:

          1) ser mais fixe julgar que julga conseguir pensar que consegue não pensar como a “restante carneirada” demograficamente prevalecente – é porreiro não ser mainstream, afinal os “outros” estão todos a ser activamente manipulados por media tendenciosos com uma agenda qualquer (há sempre, pelo menos, uma agenda qualquer)

          2) ser mais fixe levantar mais uma teoria da conspiração (há sempre um leque variado de conspirações ainda não identificadas com sumarentos atributos a definir – desde as mais prosaicas até às mais criativas – vacinas, lobbys disto e daquilo, terra plana, conspirações alien multinível, conspirações reptilianas, 2012, etc, etc, etc);

          3) independentemente dos dizeres e “pareceres” ao sabor espúrio do momento, mais vale esperar pelos números que surgirão dentro de alguns anos, quando a poeira assentar. Mas, quando a dita cuja poeira assentar, se os números não baterem certo com as verdades internas presumidas como verdades absolutas, será mais um alento para a alegre fornalha dos criativos conspiracionistas e seguidores.

        • Hugo says:

          pan·de·mi·a
          (grego pandemía, -as, o povo inteiro)
          nome feminino

          Surto de uma doença com distribuição geográfica internacional muito alargada e simultânea.

          Ninguém tem culpa de crescer ignorante, mas perpetuar essa condição depende de cada um.

  4. Carlos says:

    É uma possibilidade, mas existem demasiadas variáveis nesta equação, pelo que é prematuro fazer este tipo de estudos. Diria até que esta estatística aponta para valores máximos e não para valores médios.
    Temos de ter em conta que uma eventual vacina que seja disponibilizada em Dezembro só terá efeitos em Março, ou Abril tendo em conta o numero de doses disponíveis e a capacidade de as ministrar.
    Só nós é que poderemos fazer com que estas previsões não passem disso mesmo.

  5. Wishmaster says:

    Esta projecção é como aquela do Imperial College? Que disse que iriam morrer milhões nos EUA? E cujo mentor foi apanhado a violar a quarentena?

    PS: Não devem ser usados pontos de exclamação, ou com muita moderação. No Jornalismo até se diz que é dado apenas um ponto de exclamação para usarem em toda a carreira.

  6. Stalin says:

    Um estudo de uma entidade em Washington, USA…
    Ok…

  7. Rui says:

    Deixo-lhes um spot de hoje mesmo: A Cor do Dinheiro do Camilo Lourenço. Nem sempre acerta, mas diz o óbvio, nem que morra 1 milhão de pessoas na UE, a Economia não pode parar outra vez ou vai morrer muito mais gente!!!!!!

    https://youtu.be/sYREzG7rl4c

  8. Ricardo Rodrigues says:

    Jorge Buescu, és tu?
    Este senhor, no inicio da pandemia, conseguiu em pleno Prós e Contras, dizer que a meio de abril teríamos 12.000.000 de infetados em Portugal.
    Acho que se devia ter mais cuidado quando se fazem este tipo de projeções, bem como a partilha das mesmas.

    Aconselho uma visita a este site: https://evm.min-saude.pt

    • Carlos Sousa says:

      Basta ver o absurdo da projecção. O Brasil tem 23 mil infecções diárias e nós iríamos ter 20 mil.
      A não ser que os brasileiros infectados venham todos em dezembro visitar Portugal.

  9. Paulo Santos says:

    Um estudo de uma universidade de Washington?
    Eles nem acertam com o que se passa nos USA, quanto mais aqui. Quem lhes forneceu dados? Que critérios usam? 20.000 novos infectados por dia?! Isso não é alarmismo, é apocaliptico…
    A América de Trump não dá garantias de verdades, eles querem ver o mal nos outros para não se olhar para eles.
    Tão ordinários que o Trump se refere à covid como o “vírus da China”, há muita manipulação e desinformaç~e em tudo que vem dos USA a respeito deste assunto.
    Cuidado com o que repetem….

    • Abreu says:

      No que se tornou a América com esse Trump… Melicias armadas pelas ruas.. apoiantes do Trump em campanha armados até aos dentes!!!!!

      Um país partido a meio

      • Wishmaster says:

        @Abreu
        Cuidado, porque estamos em ano de eleições… Todos os eventos que ocorrem neste ano devem ser observados com cautela. Existe uma máquina potente a querer ganhar as eleições e a luta lá não é como cá.
        Prevejo que, após as eleições, muitos dos movimentos e ocorrências que vemos cairão no esquecimento.
        Se o Trump ganhar, a máquina vai tentar outra forma de o remover. Até aqui tentaram o impeachment e outras manobras mais discretas. Iniciou o ano de eleições e foram buscar assuntos fracturantes da sociedade norte-americana. Assuntos esses que não são novos…
        Se o Trump não ganhar, então tudo isto desaparecerá. Mas lembra, se for a segunda hipótese, não te esqueças de ir ver as estatísticas do número de afro-americanos mortos pela polícia em 2021 e 2022. Não esqueças de ir ver a distribuição de riqueza, o acesso a escolas, entre muitos outros indicadores de como algumas etnias e raças são tratadas. Isto é importante para perceber se um dos movimentos que surgiu agora em força por causa de uma morte (quando há centenas de mortes que nem são investigadas…) é um movimento que pretende mesmo a mudança ou se foi instrumental para outros fins. Só vendo e observando perceberemos isso.
        Atenção, não defendo o Trump…Não gosto dele. Trata-se é de observar factos. As conclusões poderemos tê-las aí em dois a seis meses após as eleições.

        • Abreu says:

          Entretanto wishmaster aquilo parece um país de 3 mundo

          Faz me muita confusão a cabeça como e possível aquela gente andar armada até aos dentes em plena rua.. não há sistema nacional de saúde, mas em contrapartida existe armas para todos os gostos e feitios..

          Em Portugal em todas as aldeias/ fraguesias tens uma padaria.. lá tens lojas de armas, pode ser uma localidade do interior com meia dúzia de habitantes e a loja das armas/munições não pode faltar. E como o nosso pão de cada dia.

          Trump conseguiu instalar o caos, graças a Deus que foi na própria terra.

          • Euéquesei says:

            Isso mesmo, até porque antes do Trump não se vendiam armas nos EUA.

          • Wishmaster says:

            @Abreu
            Meu caro, os problemas que estão a fracturar a sociedade norte-americana já existiam antes, mas agora foram evidenciados. A grande questão é saber se foi alguém que não o Trump que os evidenciou, ou melhor, que pôs o povo revoltado com esses problemas;
            Concordo contigo na parte do Trump inflamar tudo em certos temas, mas será que isto é consequência do Trump e do seu discurso ou uma manobra para o deitar abaixo? É essa a minha dúvida. Veremos após as eleições.

          • Nuno V says:

            @Wishmaster
            Como é que explicas que durante a governação de Obama os crimes de ódio estavam com tendência para diminuírem, mas com este foi o oposto? Será por causa do seu discurso inflamado?

          • Wishmaster says:

            @Nuno V
            Os crimes de ódio retomaram a subida em 2015, voltando a níveis de 2007/08/09, antes da eleição de Trump, em 2016.
            Se o discurso de Trump poderá influenciar isto? Creio que sim.
            Mas se virmos, um dos principais factores da prática de crimes, sejam de ódio ou não, é a situação económica do país e a distribuição da riqueza… Isto porque os cidadãos têm tendência a repercutir a sua ira e desgraça nos cidadãos de outras etnias e raças, que são vistos nessas alturas como aqueles que nos tiraram o emprego, etc…Passam a ser vistos como aqueles que nos estão a tirar oportunidades de viver bem.
            A tendência de descida bate mais certo com a recuperação económica do que com os mandatos do Obama. Crise e dificuldades, mais crime. Recuperação, descida no crime.

            Contudo, ainda assim, como disse, um discurso como o de Trump pode influenciar, ou agravar, esta tendência de subida. E mesmo que não tenha influência, nunca se poderá concordar com esse tipo de discurso.

            Em todo o caso, o que quis frisar anteriormente é que vemos uma projecção extraordinária deste tipo de crimes nos media, uma projecção súbita (apenas em 2020). No ano passado, em 2019, houve mil mortes por intervenção policial que não foram sequer investigadas (todas as raças e etnias incluídas)… Mas só este ano é que se lembraram do racismo. Atenção, é uma luta muito legítima!! Mas não é uma luta para se travar só quando convém… E se foi batalhada só quando deu jeito, é isso que veremos depois das eleições.

          • Nuno V says:

            @Wishmaster
            Primeiro, fazes uma análise bruta sem sequer tem em conta as tendências e taxas de crescimento. Quando Obama entrou para presidente o crime de ódio teve uma descida expressiva na ordem dos 18%. A partir daí houve pouca mudança nos valores, mas a tendência era de esta diminuir, mesmo nos anos em que houve ligeiro um aumento. No ano das eleições de Trump o crime de ódio teve a sua primeira subida expressiva de 17%.

            “Mas se virmos, um dos principais factores da prática de crimes, sejam de ódio ou não, é a situação económica do país e a distribuição da riqueza”
            Correto, a situação económica é um fator. Mas a “tendência a repercutir a sua ira e desgraça nos cidadãos de outras etnias e raças, que são vistos nessas alturas como aqueles que nos tiraram o emprego” é induzida. Tal como Hitler usou os judeus como bode expiatório, inflamando a grande maioria do povo alemão contra estes com a ideia que os problemas do povo eram causados por estes. Da mesma maneira que o Ventura usa os ciganos e Trump usa os mexicanos, e outras etnias minoritárias.

            “Mas só este ano é que se lembraram do racismo. Atenção, é uma luta muito legítima!! Mas não é uma luta para se travar só quando convém…”
            Ou seja, as manifestações anti-racistas de anos anteriores não contam porque não tiveram a projeção nos media como as atuais? Eu não duvido que os media tenham uma agenda. Mas lá por este não noticiarem ou passarem quase como notícia de rodapé as manifestações anteriores não significa que não existam.

    • ernez says:

      Se considerarem a união iberica, sim, vamos ter esses casos todos, hahaha, muito bom… não sei o que mais diga, enfim, o que me estou a rir com isto, sem ter graça alguma.

  10. Miguel says:

    Medo, Medo, funciona muito bem quando se trata de lapidar privacidade e liberdades…

  11. miguel veloso says:

    Pplware parem de aterrorizar a população já basta quando se liga a tv , se continuar a acontecer não venho mais a este site, supostamente é um site de tecnologia e afins nao um noticiário, ou um CM ..

  12. Raul Brandão says:

    Quando sobem os protestos, os números de casos também sobem e o medo também.
    Vejam as opiniões dos médicos que denunciam esta farsa e desliguem a porcaria da TV.
    Afinal, o que é informação oficial? Informação proveniente do Governo e dos noticiários? Vocês confiam em quem vos f#ode a torto e a direito?
    Observem bem o que realmente se passa e se tiverem duvidas, vão aos hospitais ver o que realmente se passa lá.
    Pesquisem informação verdadeira e deixem-se de levar pelo medo e paranóia.
    Reparem que quanto mais contestação houver mais eles sobem os números e o medo aumenta em proporção.
    Vocês acreditam que os vossos carrascos querem o vosso bem?
    Vocês acham que ELES não podem manipular os números que saem diariamente nos media?
    Foi provado que a aplicação de rasteio tem uma parte do código fonte escondida, ou seja, ao contrário do que ELES dizem, não é anónima. E vocês vão instalar?
    Usem a vossa cabeça, olhem à vossa volta e questionem, porque quando o fizerem e os olhos abrirem-se, tudo ficará claro e deixarão de ter medo.
    Não se trata de uma pandemia, isto, é um atentado à humanidade e espero que não seja tarde demais quando acordarem.

  13. jovenal says:

    esta noticia está na mesma onda de outras que por aqui andam na net

    Cientistas preveem aumento do nível do mar maior do que o esperado

    O aumento no nível dos mares será bem maior do que o previsto devido a mudanças nas calotas polares, de acordo com estimativas apresentadas nesta terça-feira por uma equipe internacional de cientistas.

    O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, na sigla em inglês), da ONU, previu em um relatório de 2007 que o aumento máximo do nível do mar ficaria em torno dos 59 centímetros.

    Mas cientistas reunidos em uma conferência sobre mudança climática em Copenhague, na Dinamarca, afirmam que as estimativas da ONU foram baixas e o nível do mar pode aumentar em um metro ou mais até 2100.

    Segundo os cientistas, as projeções anteriores não incluíam o impacto potencial do derretimento polar e do gelo se quebrando.

    O professor Konrad Steffen, da Universidade do Colorado, destacou em uma entrevista coletiva nesta terça-feira novos estudos a respeito da perda de gelo na Groenlândia que indicam uma aceleração do derretimento na última década.

    “Eu poderia prever o aumento do nível do mar em 2100 na ordem de um metro. Poderia ser 1,2 metro ou 0,9 metro”, disse Steffen, que estudou o gelo antártico nos últimos 35 anos. “Mas é um metro ou mais observando a mudança atual, que é até três vezes mais do que a média prevista pelo IPCC.”

    “As pesquisas mais recentes mostraram que o nível do mar está aumentando 3 milímetros por ano desde 1993, uma taxa bem acima da média do século 20”, acrescentou John Church, do Centro de Pesquisa Climática da Austrália.

    Fluxo de gelo

    Para Eric Rignot, pesquisador do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa (Agência Espacial Americana), os resultados reunidos desde o relatório do IPCC não podem ser ignorados.

    “Como resultado da aceleração do derretimento de geleiras em grandes regiões, as calotas de gelo na Groenlândia e da Antártida já estão contribuindo mais e mais rapidamente para o aumento no nível do mar do que o que tinha sido previsto”, disse Rignot.

    As previsões da equipes de cientistas são muito importantes para moradores de comunidades costeiras. Cerca de 600 milhões de pessoas, 10% da população mundial, vivem em áreas mais baixas.

    Em Lowestoft, na costa leste da Grã-Bretanha, por exemplo, David Kemp, um agente encarregado de proteção costeira para a Agência Ambiental britânica, afirma que apenas pequenos aumentos no nível do mar podem decisivos.

    “Se está dez centímetros abaixo da altura das defesas, então não há problema”, diz Kemp. “Mas se está dez centímetros acima, então poderemos enfrentar devastação.”

    • Wishmaster says:

      Exacto… lol
      A nossa desgraça foi quando os políticos descobriram formas melhores de utilizar a teoria do medo e conseguiram de facto implementar essa teoria……

  14. Jota says:

    20 mil casos diários não seria o caos absoluto? A impressão que eu tenho é que a partir dos 5 mil casos diários já seria o caos!

  15. Car9os says:

    Por favor revejam o artigo, os números estão completamente errados !

  16. Toni da Adega says:

    Com 20 mil infectados/dia, em 3 ou 4 dias tínhamos mais casos que o acumulado dos últimos 6 meses, isso não estará um “pouco” inflacionado?
    Desde o início disto tudo portugal teve pouco mais de 60 mil casos.

    • Abreu says:

      E a música de fundo para leres o artigo e a do iren costa..e o bixo e o bixo vou te pegar crocodilo eu sou

      O artigo está certo, só.que puseram um zero a mais!

  17. Vitor Carvalho says:

    Claro!
    Tanta gente a comentar e ainda ninguém reparou que os números estão completamente errados ??

  18. Paulo says:

    Essa pseuda projeção não faz sentido nenhum, basta olhar os números e pensarmos pelas nossas próprias cabeças, quer dizer que Portugal vai ter mais casos diários de novas infecções que o Brasil, que é um dos mais afetados? Brasil no momento está com 14 mil e 600 novos casos diários, a Índia está com 71 mil e os USA com 31 mil novos casos diários. Uma projeção de 20 mil novos casos diários para Portugal serve os interesses de quem? Dos Portugueses não é.

  19. wtf is this? says:

    Parece-me a mim que esta noticia já se encontra divulgada em vários jornais, e todos parecem dizer o mesmo, pelo que pudemos deduzir ser uma notícia verdadeira.

    E em todos encontro a seguinte informação: “quando se atinge o patamar de 8 mortes por milhão de habitantes”, deduzo que o pior já passou… visto que Portugal tem 10 milhões de habitantes, então teremos 80 mortes.

    Mas quando leio… “Caso tal não aconteça Portugal poderá mesmo chegar aos 80 mil casos diários em dezembro” chego a conclusão que isto vai de mal a pior, porque mesmo que consideremos um valor médio mais baixo de 45 mil por exemplo… então teremos toda a população portuguesa infectada pelo vírus até meados do próximo ano.

    Isto da que pensar…
    Como é possível ser feito um copy /paste de noticias sem primeiro pensar sobre o que se está a copiar?

    Porque estamos sempre a mencionar estudos alarmistas de entidades de outros países que não sabem sequer onde fica Portugal, em vez de sermos nos a investigar e produzir os nossos próprios estudos?

    Gostaria de deixar só mais um reparo, que foi o caso de ver a nossa Ministra da Saúde vir constantemente a televisão dar um relatório da situação da pandemia, em que muitas vezes ela simplesmente andava a reboque da OMS e do que eles recomendavam, por isso pergunto: seremos um povo assim tão incapacitado que não temos médicos / cientistas / pessoas com conhecimento para pudermos tomar decisões por nos ? Será que só sabemos falar de futebol?

  20. ToFerreira says:

    Uma segunda vaga avassaladoramente maior que a primeira, quando já há medidas de confinamento consolidadas, um sistema mais preparado e pessoas imunes?

  21. Joaquim Sobreiro says:

    Tudo está previsto. Como se pode chamar pandemia a esta plandemia?

  22. Euéquesei says:

    Vcs tenham todos calma, não há azar.
    Segundo a nossa grande e querida líder Graças Desfeitas a pandemia não vai cá chegar e se chegar estamos preparados para a receber de braços abertos, afinal o vírus vindo da China pode estar a fugir da censura e da repressão.
    Temos que o receber como um refugiado migrante….Mas este é mais fino, veio de avião.

  23. Diogo says:

    pergunta pertinente: esse estudo baseia-se em Portugal provincia de Espanha? é que tipicamente os americanos não sabem a diferença entre Portugal e Espanha….
    Aqui em Washington, j vi coisas tão estupidas como “Algarve, ilha paradisiaca no sul de Espanha” numa agencia de viagens….

    • Vítor M. says:

      Não usamos os cenários dos EUA por razões óbvias, basta ver como se lidera uma pandemia. Não obrigado. O que existe sim são estudos e ferramentas interessantes e isso pode ser tido em conta. Nem vamos entrar em caminhos da geografia do comum americano, isso é perda de tempo.

      • ToFerreira says:

        A pandemia nos EUA foi mal liderada? E na Bélgica? Itália? Vizinha Espanha? Reino Unido? Nórdicos da Suécia?
        E próprio Portugal, foi bem liderada? Avante, camarada!

  24. Martin says:

    TUDO NãO PASSA DE “Palpites á zandinga”
    este tipo de informação sem utilidade não serve para nada a não ser criar castelos de terror e medo na cabeça das pessoas , a 9 meses a construir lixo e castelos na cabeças das pessoas
    a mascara, não esta provado que protege e já muita gente se queixa de dores de cabeça no uso dele.

  25. Jorge says:

    Já agora alguém contabilizou o número de morte por falta de cuidados de saúde por estes terem fechado?
    Eu conhecia 3 pessoas que morreram nesta situação e ninguém com covid..

  26. Sardinha Enlatada says:

    20 000 casos por dia ? Vao fazer 20 000 testes por dia ? Sei!!. Os testes sao o calcanhar de aquiles desta pandemia e ajuda a gerar mais numeros para as estatisticas. E eu me questiono uma vez mais, porque e que tem de andar sempre a fazer testes as pessoas ? Foi um comentario do contra. Espero que nao seja censurad0.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.