Quantcast
PplWare Mobile

COVID-19: EDP vai oferecer 50 ventiladores e 200 monitores

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. ok says:

    Deviam também oferecer a electricidade! Mas vá lá, andavam tão caladinhos que começaram a ficar com remorsos e decidiram fazer uma boa ação

    • fc says:

      Vamos imaginar que ofereciam a electricidade, ninguém pagava a “luz” nos próximos 6 meses. Será que a rede ia ter capacidade para o aumento de consumo? Será que não estaríamos a criar outro problema, sinceramente não sei mas é uma questão interessante? Se por um lado alguns dos grandes consumidores industriais estarão parados ou a laborar de forma reduzida por outro lado o consumo domestico seria no registo de tudo sempre ligado.

  2. Confinado says:

    Bem, os chineses donos da EDP fizeram uma boa ação.
    Não está fácil comprar ventiladores e outro material médico na China, com a concorrência extrema entre países.

  3. Helder says:

    É de louvar, no fim desta crise se as pessoas mais ricas e com mais poder tomarem iniciativa, colocamos o pais em pouco tempo no bom caminho.

  4. Miguel says:

    Com o dinheiro que ganham com a electricidade os chineses até deviam dar 1 por cada português.

  5. Pedro says:

    50 ventiladores, 200 monitores!!!!????
    O quê!!? Para uma empresa da dimensão da EDP, só 50 ventiladores?
    Tenham lá vergonha!

    • João M. says:

      Os ventiladores não aparecem do ar. Têm de ser comprados a algum fornecedor e, esses fornecedores certamente estão cheios de encomendas.
      Acho que é preciso parar de reclamar apenas por reclamar. Por exemplo, o Benfica doou 3 ventiladores para o SNS.. um tipo como o Pedro iria dizer “só 3?? com a dimensão do BENFICA??!?!” – os 3 ventiladores eram do Benfica.
      50 ventiladores é:
      1º – melhor do que nada. São mais 50 pessoas com acesso a um ventilador:
      2º – um “milagre” dado que TODOS os paises andam atrás de ventiladores.

      Epah, além do apelo do “fiquem em casa” eu acrescentaria : “Parem de reclamar…”

    • Fiu says:

      Sim, é um para cada um deles. Nada é ao acaso.

    • Urtencio says:

      Deves é questionar o Governo, sim esses artistas que gerem o dinheiros dos impostos que te cobram e fundos que chegam da EU que não são poucos mas eles desaparecem que nem fumo!
      Questionar o motivo pela qual não se precaveu antes? Questionar o que toda a gente já sabia, que os hospitais estavam e continuam sem equipamentos e pessoal?
      Estavam a ver se passavam ao lado e não gastavam 0.01€?
      E questionar o motivo de haver milhões e milhões para injectar em bancos e na saúde é o que se vê!!
      Só para terminar, os privados estão a fazer uma boa acção e ajudar a população sejam eles empresas ou não, não deves julgar se eles dão muito ou pouco! Tanto que, quem te deveria proporcionar essas condições já te disse em cima!

  6. Cláudio says:

    Já é mais que o Santuário de Fátima que só ofereceu apenas 3.

  7. Aníbal says:

    Bem que podiam fazê-lo todos os anos! Mas parece que só o covid é que mata neste país…

  8. Diogo says:

    Com o que esses camelos da EDP e outras roubam descaradamente aos portugueses todos os anos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.