Quantcast
PplWare Mobile

COVID-19: Cada boletim epidemiológico custa cerca de 400 euros

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. C.S. says:

    Pronto tá explicado.
    Eu achava estranho todos os dias a informação macabra do número de mortos covid. Pois…
    Cada informação 400 euros, tá justificado o alarme social.

    • PTO says:

      Que raio de raciocínio distorcido é esse?
      E qual alarme social? Se houvesse alarme social as pessoas com o medo potegiam-se muito mais e os casos não estariam a subir como estão.
      Nada do que escreveste faz qualquer sentido.

      • C.S. says:

        Ai não é alarme social?
        Há uma histeria enorme por causa de 5 mortos covid. No entanto morrem ao mesmo tempo mais de cem por doenças cardiovasculares e ninguém diz nada.
        Ó XPTO tira a máscara dos olhos.

        • Jorge Carvalho says:

          Não tomes as pingos não…

          Abc

        • Xnelox says:

          Se as doenças cardiovasculares fossem altamente contagiosas era bem mais preocupante

          • Fantasma says:

            Não vale a pena. É chapa 5, negacionistas dixit!

          • Sardinha Enlatada says:

            Se o numero de contagios fosse igual ao numero de mortos e que era preocupante. Tempestade em copo de agua.

          • Hugo says:

            Pelo contrário Sardinha, se a taxa de mortalidade fosse 100% era bastante mais fácil, mas deixa lá, não ias entender o porquê. Continua a acreditar em posts de facebook que vais bem.

        • Cortano says:

          Espero que nunca ninguém que te é próximo morra por causa disto…

          Mas se calhar tu devias de apanhar e ficar bem mal… Só para parares de dizer essa M…..

          • Sardinha Enlatada says:

            Essa nao vou deixar em branco. Toquei na ferida neh ? A pergunta que nao quer calar. Expliquem la mesmo porque e que o numero de infectados e superior ao numero de mortes e chamam a isso de pandemia ? Sem idiotices por favor. Chamar os outros de idiotas nao vos torna melhores por isso.

          • Hugo says:

            Querias que o número de mortes fosse superior ao de infectados? LOL
            Qualquer doença transmissível e com elevada taxa de mortalidade tem menos probabilidades de se propagar às massas. Se os hospedeiros morrerem rápido há menos vias de transmissão.
            A conclusão é, mais uma vez, a mesma: És ignorante e não é pouco.
            Bastava conheceres a definição da palavra “pandemia”. É logo aí que começam as tuas dificuldades, no Português.

      • Hugo says:

        Raciocínio de paranóico.

  2. André Ferreira says:

    É assustador e impressionante que o estado nunca tem recursos ou meios (e não importa as constantes melhorias e reformas digitais) e terem que ir ao mercado para este tipo de serviços. Ajuste directo? Só falta identificar alguma ligação das consultoras aos membros do estado.

    No final o contribuinte é que paga.

    • PTO says:

      Mesmo que fosse o Estado a fazer este trabalho continuava a ser o contribuinte a pagar, ou achas que há algum governo/estado que não viva à custa do dinheiro da população contribuinte?

    • paulo says:

      e a maioria nao sabe que o dinheiro nao tem lastro ,eles quando querem imprimem dinheiro do nada! o contribuinte paga com impostos e inflacao! agora esta tudo contente com os fundos vindos da UE quando virem os precos a subires ao logo dos anos ficao admirados! o Antonio costa diz que estes fundos sao uma exelente oportunidade!!!! MEU DEUS!

    • Fantasma says:

      Sabe quanto tempo demora desde a elaboração, lançamento e ajuste num concurso?
      Até a um determinado valor não é obrigatório o lançamento de concursos, principalmente se estiver em causa o fator tempo. Daí os ajustes diretos, que tem de ser publicados em plataforma de acesso público/aberto.

      Independentemente de a quem pagam, é sempre o contribuinte a pagar. Quem poderia ser mais?

  3. Fantasma says:

    Haverá alguma razão pela qual a anterior empresa deu o fora. Provavelmente, estariam a perder dinheiro.
    Não faço ideia a que dados terão acesso para preparar os relatórios, que processamento terão de fazer, se terão de verificar e depurar a qualidade dos dados. Disso dependerá o orçamento.

    A frio, se precisarem de alguém com alguma bagagem na área de TI, até será possível arranjar-se alguém por cerca de 20€/hora (pode ser bem mais caro, dependendo do perfil necessario). Mesmo que precisassem de 2 pessoas, seriam 40€/hora. Isto daria, mesmo assim para trabalho por 10 horas o que será exagerado. Mesmo achando que possa estar suborçamentado, pondo o dobro daria para 5 horas por dia.

    Enfim, aparentemente, parece bem pago, mas só conhecendo a realidade! E não esquecer, os anteriores fornecedores quiseram dar o fora, por alguma razão terá sido! E trabalhar para o estado e num tema tão quente, com tempos de resposta algo curtos (desde o fornecimento dos dados até a elaboração e validação do relatório, com prováveis repetições pelo meio) haverá algum risco.

    O estado não tem que ter competências em tudo, até porque há o perigo de rapidamente terem “duplicações” de competências espalhados por diferentes serviços/ministérios e até secretarias de estado. Facílimo!

    • Daniela says:

      O estado tem estas competências. As faculdades têm cursos em ciência de dados, vai dizer que o pessoal da academia nao podia fazer os relatórios? E com muito melhor informação? É tudo uma questão de interesses mais nada, as academias têm mais do que pessoas qualificadas!

      • Cortano says:

        E seria de borla?
        Todas as pessoas, espaços e equipamentos têm um custo associado.
        Nada é de borla.
        Mesmo que fosse feito dentro do Estado, teria um custo na mesma.

    • Fantasma says:

      E, portanto, faziam isto a custo 0?
      Apesar de, nas faculdades públicas, serem pagos pelo estado, não são pau para toda a obra pelo estado. Não é essa a função deles.

    • Fantasma says:

      E ainda há que contabilizar o custo ao fim de semana, com pagamento de horas extraordinárias e com valores, no mínimo, a dobrar. Esqueci-me desta parte.

  4. C.S. says:

    A malta é mesmo mesquinha, não podem ver um gajo fazer pela vida, fazem logo um escândalo.
    Acham muito 400 euros por um boletim? Já viram o trabalho que aquilo dá? Preencher aquelas alíneas todas? É para aí 5 minutos, o que é que vocês pensam?

  5. Hugo Nabais says:

    Pensei que fosse muito mais…

  6. Carlos Santos says:

    Não está caro. Pensei que fosse mais

  7. holji.com says:

    tambem pensei que era mais

  8. informado says:

    o Estado Socialista no seu pior…

  9. Jlucas says:

    E este lixo todos os dias seve para quê ? para derreter dinheiro com lixo ,apenas serve para aterrorizar os velhos e aqueles que passam a vida colados a TV.
    Alguém no fim vai pagar !!! os mesmos de sempre , o povinho !!! mas como o povinho gosta de alimentar a mente com lixo, esta-se bem.

  10. Robin says:

    Epá a mais de 9 meses que não vejo os tele-covid nacionais , parecem os canais Brasileiros. pra mim os 4 canais bem podem fechar, os 4 espremidos não fazem 1 de jeito.

  11. Sardinha Enlatada says:

    Bem pelo menos mais uma licao que podemos tirar deste covidbosta e que a maioria das pessoas fica amedrontada por pouca coisa e engole tudo o que vem da comunicacao social. Isso e so um exemplo porque tambem engolem o que um certo comentador andava a fazer durante uns anos, depois foi tudo a correr a votar nele e depois dizem, ah sacana enganou-me mas nao me engana mais. Certo, e o ciclo continua.

  12. ToFerreira says:

    Maravilhas do socialismo… corrupção máxima.

  13. Victor Pina says:

    400€? Barato, eu não o fazia por esse valor.

  14. B.S says:

    existe milhares de milhões para enterrar em bancos, tap’s e outros buracos negros de dinheiro e afinal temos de pagar a terceiros para fazer o trabalho que deveria ser feito pelo estado ou seja publicar os dados da pandemia da treta-19?……. isto é de rir e chorar por mais, republica tuga corrupta nunca muda…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.