PplWare Mobile

Chinesa Lenovo: Será esta a grande concorrente da Apple?


Autor: Pedro Pinto


  1. weslley says:

    Serio??? Comprei um notebook Lenovo e não vejo a hora de trocar, sinceramente o pior negocio que eu já fiz na minha vida. Não compro nunca mais, e não aconselho ninguém a comprar. O suporte deles é tão bom que eu to ligando lá a mais de 4 meses pra eles arrumarem a tela do meu notebook e até hj nada…

    Todo mundo fala mal da Positivo(eu já tive um)… eu falo qua Positivo é a melhor empresa de notebooks do mundo quanto comparada a Lenovo.

    Os Motos são aparelhos fantásticos, mas quando a Google vendeu a Motorola pra Lenovo eu não compraria nenhum Moto (até os Galaxys passaram a ser mais atrativos pra mim, e olha que eu odeio o que a Samsung faz com o Android)…

    • EXP001 says:

      Sério ??? Eu comprei um Lenovo Z575 há 2 anos e não quero outra coisa. Da unica vez que tive problema e foi causado por mim (mas nao lhes contei) ainda estava na garantia foi so telefonar que mandaram no dia seguinte um estafeta recolher o portatil e passada 1 semana ja o tinha de volta com um disco novo

  2. Benchmark do iPhone 5 says:

    Mas a Lenovo e outras empresas chinesas não estão a competir é com a Samsung? É a Samsung que está com grandes quebras de vendas na China. As da Apple estão a subir bastante.

    Os fabricantes do Android andam a competir (e a devorar-se) uns aos outros, não com a Apple. Já conseguiram foi arrastar também a Microsoft/Nokia, o que também não era difícil.

    Resultados do 2.º trimestre da Samsung (Q2 2014) e da Apple (Q3 de 2014 porque o ano fiscal começou em Outubro de 2013)

    http://www.businessinsider.com/samsung-q2-earnings-2014-7

    http://www.businessinsider.com/apple-q3-earnings-2013-7

    • Benchmark do iPhone 5 says:

      … o link acima da Apple era o do 1º trimestre de 2013, este é que é de 2014 🙂

      – Com aumento das vendas na China em 48% e de Macs em 39%.

      “This runs contrary to what many people expected. As competition from Android increases in China, people thought Apple would weaken. Instead, it’s doing very well. Speaking with Reuters, CFO Luca Maestri, said that Xiaomi, the Android phone maker that’s making waves, is not taking share from Apple, but rather it’s taking share from other Android phone makers.

      Read more: http://www.businessinsider.com/apple-q3-earnings-2014-7#ixzz3AQBzDKWJ

    • Pedro Pinto says:

      Mas a Apple é a mais valiosa. Quanto à samsung, essa ja foi ultrapassada dentro da própria China

      • Benchmark do iPhone 5 says:

        Pela Xaomi, mas não pela Lenovo.

        No trimestre passado, a Lenovo teve lucros de 214 milhões de dólares e a Apple de 7.700 milhões, 36 vezes mais.. Não estou a ver bem a ameaça que a Lenovo representa para a Apple.

        • FanaticoRelegioso says:

          Pena não existirem empresas como a Samsung ou Apple em Portugal.
          E voces a discutirem o sexo dos anjos.

          Por isso este país esta assim, estes Portugueses andam em guerras por empresas que não lhes dão nada.

          Eu tiro uma conclusão, principalmente de quem se tentar colar a Apple.

          Pessoas frustradas, que nunca fizeram nada de valor e acham que por se colar a uma marca importante, podem sentir-se realizados.

          Tenho pena de pessoas assim

          • Benchmark do iPhone 5 says:

            Comentário inteligente, como sempre.
            Se não for para atacares alguém não tens nada para dizer. É o costume.

          • EXP001 says:

            Totalmente de acordo com tudo o que escreveu.

            Acrescentaria apenas que os fanaticos da apple sentem-se importantes por terem um produto supostamente exclusivo mas logo de seguida contradizerem-se pregando que é o mais vendido. Logo nao é exclusivo mas sim massificado e ate o chunga do gueto tem um iphone

          • Benchmark do iPhone 5 says:

            Muda de nick as vezes que quiseres. Escreve comentários a concordar contigo. A bílis funciona como assinatura, qualquer um te reconhece – e não te liga bóia.

          • Vítor M. says:

            Heheheh Benchmark do iPhone 5 agora imagina o que temos de aturar com alguns (e até com algumas) que se dão ao trabalho de mudar nicks, ips, mails… só para trollar… dasssss

    • Marco says:

      Os androids estão se a devorar se? XD que termo estranho lol, competição “interna” só faz bem para o desenvolvimento, preço e qualidade das marcas com android, fazes parecer que é algo meu, eu acho que e baste bom ter competição.

      • Benchmark do iPhone 5 says:

        O que eu acho é que o pessoal do Android está mal habituado com os preços (exceto Samsungs de gama média/alta). Anda à “mama” e pensa que isso dura para sempre e já arrastou a Microsoft/Nokia com os Lumia a €100 e dumbphones Nokia OS a €19.

        Neste quadro e gráfico, que termina no 1º trimestre de 2014, vê-se que:

        – A Apple tem uma margem de lucro (parte do preço de venda que excede o custo a dividir pelo preço de venda) .de 37%, a Samsung de 22%, a HTC de 0% e a Nokia uma margem negativa (prejuízos) de 3%.
        – Em resultado dessa margem de lucro e do volume de vendas, somando os resultados de todos os fabricantes, a Apple ficou com 65% e a Samsung com 41% somando as duas 106%.

        http://www.businessinsider.com/apple-and-samsung-have-106-of-the-smartphone-industrys-profits-2014-5

        Neste gráfico, sem o quadro, as duas passaram a somar 108%, passando a Apple para perto de 70%. É provável que com o iPhone 6 passe para os 80%
        http://www.businessinsider.com/apple-and-samsung-have-108-of-industry-operating-profits-2014-8

        A concorrência é boa, desde que se tenha lucros (uma margem pelo menos de 20%), quando se vende com prejuízo não há negócio que aguente.

        “Ah, mas graças a isso o pessoal anda a comprar Lumias a €100 e Xaomis a €200”. A Microsoft/Nokia não parece ter outra solução (até fechar portas?). A Xaomi … o preço do último modelo subiu 50% em relação ao anterior, o que me parece normal, mas há pessoal do Android que acha que deve continuar a “vender a um preço acessível”. Está mal habituado e até acha normal comprar vários smartphones durante o ano.

        • Nelson says:

          Eles vendem sem lucro para a empresa, mas dá para manter a empresa viva, e os empregados a receberem, e dá para as mansões e os iates dos executivos 😉

          Isto é… até vir um ano mau, e varrer a empresa, mas aí, vem o panda gigante (estado chinês), e salva-lhes o coirato… ou os fornecedores, ou os fãs, ou… não sei… 🙂

  3. sakura says:

    so e posssivel pq ha paraisod fiscais………

  4. Adamastor says:

    eu tenho o meu Ideapad da Lenovo com 800Tb de espaço, 8Gb RAm windows 8.1, intel core i7 2.40ghz geforce gtx 660m, e estou mto contente, e apos ter há mais de um ano nunca deu erro algum, que é inedito pra mim, custou me 800libras.

  5. Santos says:

    Francamente nao compreendo

    na nossa empresa os PCs Lenovo são .. francamente maus
    Os telemoveis Huawei uma desgraça, mas os ZTE são de horrível para pior .. avariam em 15 dias de uso …

    Não compreendo.
    Concorrente em quê ?

    venda de lixo ?

  6. says:

    A empresa comcorrente chinesa a Apple, é a Xiaomi. Nao e a Lenovo.
    A xioami ja vende mais na china que apple, e samsung.
    E ja esta entre os maiores fabricantes de telemoveis a nivel mundial.
    Xiaomi ao poder!

  7. Joel says:

    Antigamente era “samsung ao poder” agora “xiaomi ao Poder” pra alguns tudo o que não for Apple é o melhor do mundo o.O

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.