PplWare Mobile

China terá carros elétricos com baterias de substituição ​​por 55 euros por mês


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Manuel says:

    Sempre achei que assim seria muito mais pratico e mais apelativo para o condutor.

    • Walter Luiz says:

      Deveria ser como nos postos de gasolina: quando se precisa de uma carga instantânea, troca-se a bateria por uma carregada, e paga-se por isso no ato. Estando na cidade, carregar-se-ia a bateria em casa mesmo.

    • Walter Luiz says:

      Deveria ser como nos postos de gasolina: quando se precisa de uma carga instantânea, troca-se a bateria por uma carregada, e paga-se por isso no ato. Estando na cidade, carregar-se-ia a bateria em casa mesmo.

  2. Danny says:

    Muito boa ideia. Agora temos de ver a autonomia dessas baterias.

  3. polo says:

    A Tesla lançou patentes para uma ideia idêntica

  4. Ricardo Neto says:

    Interessante a ideia. Paga a energia e tudo.

  5. GM says:

    Esta era a ideia original da RENAULT, com o sistema “drop&go”. A subsituição da bateria não deveria durar mais de 5min, em estações de serviço dedicadas. Mas para já, parece que caíu no esquecimento o conceito.

    • GM says:

      Era, no fundo, como levar a garrafa de gás. Comprou com o carro a bateria, vai à loja deixa a vazia e leva a cheia. O problema, nas baterias, é a compatibilidade entre modelos de viaturas. Temos a mesma questão no caso assinalado das garrafas de gás, por causa da válvula/redutor, mas o princípio é o mesmo.

      • Pedro says:

        Tenho a ideia que em Portugal o valor falado eram de mais de 100€ por mês pelo serviço. Por um valor desses e face ao preço elevado do carro, possivelmente não seria apelativo aos Portugueses.

        • Miguel says:

          Aqui está uma citação de fonte oficial, site Renault – https://www.renault.pt/gama/veiculos-eletricos/zoe/novo-zoe/#_Bateria-e-carregamento
          “Z.E. FLEX, 100% transparente

          Qualquer que seja a duração de compromisso, pague um aluguer mensal a partir de 69€ c/IVA incluindo 7.500kms/ano.
          Poderá escolher alterar a quilometragem ou a oferta do seu contrato quando desejar.
          No termo do seu contrato, os quilómetros suplementares ser-lhe-ão faturados 0,05€ c/IVA. Se efetuou menos quilómetros que contratado, os quilometremos não efetuados além de 7.500 kms/ano ser-lhe-ão reembolsados.

          Z.E. RELAX, 100% Zen

          Qualquer que seja a duração de compromisso, pague um aluguer mensal de 119€ c/IVA para uma quilometragem ilimitada.
          Sem custos adicionais. Reservado para clientes particulares.”

          • Traveller says:

            O que tem cu a ver com as calças? isso nada tem a ver com a noticia.
            A Renault teve no inicio com o fluence em Israel só estações de troca de bateria em 5 minutos mas a empresa faliu e o modelo de negocio foi esquecido.

            O ZE FLEX não trocam por uma bateria carregada em vez de comprares a bateria do carro alugas uma por mês e mesmo que o carro esteja parado ou avariado pagas o aluguer só a Renaul ainda tem esse serviço todos os outros já acabaram com essa treta de aluguer de baterias.

          • Pedro says:

            Sim, não tem a ver com a notícia, mas ter uma renda de 119€ por mês, valor que não inclui e eletricidade, mas basicamente um serviço de garantia da bateria que está no carro durante os anos em que se pagar a renda, não parece bom negócio.

          • Miguel says:

            Traveller, mas que agressivo.. não sabes ler?
            Estou a falar também de aluguer de baterias, neste caso no nosso país, apenas estas não têm troca constante, apenas após desgaste.
            Acho um facto interessante e relacionado comnosco, não disse nenhuma barbaridade.
            Dizes que a Renault em Israel faliu?

    • Sdaeler says:

      Exatamente o que eu ia dizer. A ideia não é inedita, era um ponto inicial do conceito Z.E. da Renault que, ao que parece foi abandonado.

  6. Filipe Ezequiel says:

    Em Portugal devem ser 200 euros mês, cambada!

  7. jaugusto says:

    Os carros estão parados 90% do tempo – pessoas comuns – tenho muito tempo para recarregar a bateria – basta haver aonde – trabalho, casa, parques, etc …

  8. Sargas says:

    Em breve teremos estes veículos e acessórios à venda na página inicial do eBay, banggood, aliexpress… hehehe

  9. eu says:

    Em Portugal 250€ mais100€ pelo serviço mais 5 ou 10€ de gorgeta

  10. TugAzeiteiro says:

    As empresas Europeias que não se ponham a pau não… se estas empresas Chinesas entram no mercado, vai ser o fim de muitas!

    • Tomás says:

      A qualidade de construção destes carros não é compatível com as normas europeias tanto a nível de segurança como de emissões, pelo que se o carro custa 10 mil euros, com um motor digno de Europa e uma estrutura digna de Europa, mais custos de importação, mais que dobrava o preço.

      • TugAzeiteiro says:

        Vai ver os últimos produzidos pela great wall motors…
        É como os telemóveis… há uns anos atrás a qualidade de construção não era compatível com os índices europeus, e agora….. é o que se vê, e não são o dobro do preço do modelo há venda na China!
        Não esquecer que o estado financia a produção e a importação…

        • Tomás says:

          Fora a Huawei não vejo assim tantas marcas que fiquem bons depois de dois anos de uso, mas é discutivel sim. Ainda assim nos carros a história é diferete. Certo e Sabido que estão a investir fortemente nessa industria, mas invariavelmente os carros para a Europa são diferentes dos carros para lá. Para serem competitivos em ambas as regiões têm de ter modelos distintos. E esses da Great Wall Motors podem estar “melhores” mas continuam a não ter acesso ao mercado europeu, continuam a falhar algumas normas. Aós esse investimento, mas entrada e quem ganha pelo meio, nunca na vida um carro desdes chegava cá a 10 mil euros. E pessoalmente, eu que detesto carros franceses preferia um Dácia daqueles de 9mil euros a isto.
          Já da tecnologia parece-me porreiro, se for adoptada por marcas com historia, herança e know how no sector, é porque deverá ser boa e parece-me um excelente método.

      • A. Cardoso says:

        Emissões?! Não reparou que se trata de carros com motor elétrico!!! Emissões de quê?! Normas europeias são para emissões de gases!!!

  11. Miguel says:

    Mas eu nem gasto 55€ por mes em combustível para o carro…

    • TugAzeiteiro says:

      Olha que sorte!! Eu de moto até gasto mais… se fosse de carro gastava uns 200 Euros!

      • Miguel says:

        A minha situação é mesmo essa, diariamente ando de scooter.. É mais prática, económica, menos poluente, tem espaço suficiente para a minha utilização e o estacionamento é gratuito e mais fácil.
        Volta e meia preciso de mais espaço, ou chove, aí uso o carro.
        No total gasto mais de 55€, mas só considerando o carro há meses que não abasteço.
        Considero portanto que o aluguer de baterias não me serve…

    • Miguel says:

      Em minha casa, só para combustível, ronda uns 300 EUR /mês

      Iriamos poupar umas notas valentes todos os meses!

  12. Pedro says:

    Por este preço, tenho de ter um sitio para recarregar as baterias de borla…
    Caso contrário é muito caro.

  13. Tomás says:

    Se for como as Pilhas dos chineses, tenho autonomia para ir de Lisboa ao Algarve, quando chegar a Alcácer com 60%, a pilha acaba ahah.

  14. Realista says:

    €55???
    Eu pago menos por mês em gasoil e com €10.000 compro um bom fogareiro…

    • Tiago says:

      Mais um Ibiza fumarento de 1994. É isso que os nossos pulmões precisam.

      • Miguel says:

        Para comprar um Ibiza de 1994 não precisa de 10000 EUR…

        Eu, com 4000 EUR, comprei uma Volvo 2.5 TDI de 1998 (com motor VW/Audi)

        Vinha reprogramada quando a comprei, já fazia um pouco de fumo e depois de a ter comprado, retirei-lhe a EGR e vou retirar-lhe o catalisador.

        Aquilo queima de tudo um pouco e nunca se negou a nada… queima gasóleo do bom, queima gasóleo do mau, queima óleo do bom, queima óleo usado do motor, queima óleo usado das transmissões e qualquer dia meto-lhe óleo dos fritos para ver como se comporta.

        Quando vai ao IPO, retiro-lhe o filtro de ar e no teste de opacidade passa à primeira… podem acelerar à vontade que faz pouco fumo … também lavo bem a traseira do carro, para não dar muito nas vistas. O carro entra e sai imaculado…

        De vez em quando vou à Igreja e rezo 20 Pais Nossos e 15 Avé Marias pelos meus pecados…

    • Miguel says:

      Em minha casa gastamos uns 300 EUR /mês em combustível… fazemos perto de 3000 km / mês, mais coisa, menos coisa

      Acho super barato pagar 55 EUR por cada carro e não me importava de mudar…

  15. Artur Carvalho says:

    Olá, meus amigos num futuro muito próximo…. tudo sera mais fácil acreditem em mim sou técnico de formação e vou a caminho de 61 anos fui…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.