PplWare Mobile

Coronavírus: China persegue utilizadores que partilham informações nas redes sociais


Autor: Vítor M.


  1. Mestre em direito says:

    No entanto ainda há pessoas aqui a defender com unhas e dentes o país, a maneira (desleal) de fazerem negócios e tudo porque… é baratinho.

    • netdroid says:

      A realidade é mesmo assim. Se podemos pagar p.e. 5€ por um artigo, lógico que não vamos comprá-lo por 20€… ou mais!
      Quem tem muito dinheiro, seguramente não se importa de pagar mais caro, mas a maioria dos portugueses não tem muito dinheiro, tem pouco.
      E mais a mais, falar é fácil, fazer é que é difícil.

      • RPG says:

        Isso aplica-se a ricos e a pobres. Basta olhar para empresas poderosas como a Apple que fazem negócios com a China diariamente e que praticam censura nos seus próprios serviços na China também, em troca de dinheiro, porque o governo assim o exige caso queiram lá fazer negócios. Já a google por exemplo não compactua com este tipo de censura e controlo, e consequentemente não pode operar por lá.. são opções.

      • José says:

        E, vamos vendar a alma ao diabo, por causa de uma porcaria qualquer! Nada tenho contra a China e o seu povo, que me merecem o maior respeito, mas tenho tudo contra o seu regime político desumano e aberrante!

      • Cisco says:

        Sempre me disseram que não tem dinheiro não tem vícios!

  2. panadoscompao says:

    Era bem feita o governo de lá ficar infectado.

  3. Fábio says:

    Agora imaginem o que sabemos sobre os mortos e infetados das informações partilhadas pelas autoridades da China. Agora pensem.

    • Filipe F. says:

      Pensa antes como somos tão passivos e se calhar, com tanto turista vindo da china desde Dezembro, ou mais recentemente de Itália, e nós sem fazer qualquer controlo, quantas pessoas com o Corona não estarão a circular no nosso país sem qualquer controlo e a infetar outras tantas. E no dia que descobrirmos o primeiro caso a sério, vamos perceber que essa pessoa ja estava infetada ha semanas e passou em dezenas de locais.
      Não me importa muito se a china oculta ou não o número real de infetados e mortos, mas pelo menos, tentam minimizar a propagação, com as quarentenas severas e tudo mais. Já por cá em Portugal e na Europa, deixamos andar tudo a circular livremente. Estará perto se calhar o dia em que aparece um caso, depois 10, depois 100… Em itália já começou e aqui, chegam avioes de Itália todos os dias, sem qualquer controlo. Não podemos criticar os outros quando somos piores

      • RPG says:

        Até hoje não vi nenhum país tomar decisões desse tipo que defendes, sem primeiro haver pelo menos um caso confirmado. O que tu propões então seria bloquear todos os voos com origem de itália e China? Bloquear quem esteve na china no último mês? Fechar a frontreira com a Espanha e controlar a mesma em todos os pontos.. mais alguma coisa? haha
        Não me parece de todo inteligente, e teria mais impacto negativo que o próprio risco que este vírus apresenta.

        • Spoky says:

          Se esse risco se espalhar para as Ilhas ai sim o caso muda de figura 😉 Sabes o que é ter um virus destes numa Ilha de Portugal Continental?

          Não seria apenas um virus, nem apenas algo ocasional. Seria o caos! O Apocalipse.

      • Astérix says:

        Calma, que a ministra da pouca saúde já disse que estamos preparados, ou seja, deixa morrer.
        Se as pessoas morrem à espera de serem vistas pelo médico nas urgências, agora imaginem um surto deste vírus aqui, é o salve-se quem puder.
        Mas atenção. só se vai fazer alguma coisa quando algum membro de uma minoria ficar infectado.
        Enquanto forem brancos, deixa estar que está bom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.