PplWare Mobile

Cerca de 69% dos utilizadores não pagou o seu sistema anti-virus


Editora no Pplware e psicóloga de profissão. Desde cedo que a tecnologia é uma paixão, interessando-se em particular com o impacto que esta tem na nossa vida e nos comportamentos que as pessoas adotam nas redes sociais.

Destaques PPLWARE

  1. Resumindo diz a Bestuzhev

    “Diariamente recebemos 200 mil novas amostras de malware, e o maior risco são as ameaças de Day-0, pois são as que exploram vulnerabilidades desconhecidas”.

    Ou seja por que pagar por uma coisa que não é 100% segura, ou seja ninguem esta 100% seguro que pague ou não.

    • visitante says:

      … e disse “Ou seja por que pagar por uma coisa que não é 100% segura(…)”

      e os seguros que há (e que temos)?

    • Progster says:

      E porque é que vais cortar o cabelo?

    • Roy says:

      Por acaso pertenço aos 31% que paga por uma Suite.
      Estou satisfeito, o computador continua muito rápido.
      O tempo em que o cuidado por onde se anda, já lá vai, com servidores a serem atacados todos os dias, qualquer web site pode andar a servir coisas malignas sem os donos saberem sequer. Estive a ver o registo da suite e bloqueou (heuristicas) uma coisa qualquer num site qualquer… e nem me apercebi de nada.

      O truque é reduzir a plataforma de ataque usar o Google Chrome ou Mozilla Firefox; desativar/ remover todos os extras desnecessários (Oracle java; tudo da Adobe; etc.); garantir que tem sempre as versões mais recentes dos programas (a nível de segurança pelo menos) e que desativa tudo neles que não seja necessário; não usar cracks; e ler bem todos os passos nos instaladores para não instalar as barras de ferramentas e por aí em diante que ninguém quer realmente.

      Quanto ao antivirus Linux e Mac e por aí em diante, basta estar atento às notícias para perceber que são tão vulneráveis como o Windows se o utilizador for tão burro como alguns do Windows e dizer tudo “à que sim” e queres privilégios para me roubares tudo? Claro, toma lá e não incomodes mais…

    • Cruz says:

      Eu tenho uma versao pirata do BitDefender, porque pagar quando se pode ter de graça. Na verdade estamos nos a proteger contra empresas que elas mesmas fazem os virus e os trojans pra por o pessoal a pagar, enfim, de mim n levam um tostao esses ladroes.

    • Jose says:

      Diz barbaridades a vontade filho, eu no linux faço um keylogger em menos de 5 minutos, no Windows demoro mais do dobro do tempo, e apenas funciona por poucos dias, devido aos anti-virus e protocolos de segurança que a microsoft lança nos updates todos os meses.

      • Cláudio Esperança says:

        falta dizer que precisas de acesso root ao sistema para conseguires fazer isto, algo que poderá não ser fácil se o computador estiver devidamente protegido. É evidente que, com acesso físico ao sistema qualquer sistema é vulnerável, mas existem sistemas onde isto é muito mais complicado de ser feito.

        O facto de conseguires fazer isto no Linux (se tiveres os privilégios necessários) só demonstra quão flexível é o sistema permitindo implementar uma funcionalidade em pouquíssimo tempo contra outro sistemas. E sim, um keylogger pode ser uma excelente ferramenta de monitorização (por exemplo, no envio de mensagens de aviso assim que alguém escreve alguma coisa num teclado de um servidor numa intervenção não planeada, ou para registar os comandos introduzidos num honeypot)…

      • Alexandre Amaral says:

        Em que linguagem já agora José? Só pela curiosidade

    • Progster says:

      Correndo o risco de estar errado, mas dia menos dia…

  2. Pedro Nunes says:

    E chega muito bem o MSE.
    Como eu costumo dizer, uso o Bom senso internet security,
    Pois muitas vezes os problemas vem do utilizador.

    Já em questões empresariais o caso muda de figura e claro que é recomendado segurança acrescida

    • Black says:

      E o bom senso é que ganha sempre.

      A não ser que sejamos um alvo por parte de crackers. Seja uma empresa, seja um individuo que chateou alguem, algures.

      Mas tendo cuidado, isto anda sempre limpo.

    • Alyton Sotero says:

      Concordo, é como um condomínio de segurança “máxima”, o engenheiro social bom paquera uma moradora desse condomínio a ponto de ela própria entrar no prédio na companhia do malicioso. De nada adiantou a segurança se tem um morador que não percebe a confusão em que se meteu e depois culpa os vigias e responsáveis de segurança.
      Tem usuário principalmente os de 14 a 18 anos que não sabe a diferença entre um email genuíno de uma amiga dele e o email malicioso de mesma pessoa, usando palavras que essa pessoa nunca mencionou. Que acham que por ter um antivirus no computador ele pode fazer o que quiser que o sistema é de Titanium. Nem sabe ele que se um antiviris que ele baixa e tem um (crack) que ativa o AV por mil anos afrente, o que impede de o cara que fez o (crack) não ter também feito um sistema de conexão com todas as maquinas o qual foi usado esse (crack) e ter todas elas em suas mãos para fazer o que quiser? Como são bobinhos esses.

    • Progster says:

      Concordo, muitas vezes o problema é causado pelas “mãozinhas”.

  3. Black says:

    Relativamente ao titulo. É verdade. Mas poucas pessoas estão dispostas a pagar por algo que só serve para previnir algo. E só quem já perdeu muito por causa de virus é que está sensibilizado.
    Para além disso, as empresas que fazem anti-virus podiam fazer isto de forma diferente. Deixam fazer updates a programas piratas. Se usassem o mesmo sistema de jogos, que verificam o user e o serial para jogar online, até podia correr de outra maneira…

    Eu por acaso não tenho anti-virus, e quando tinha eram normalmente freewares. Tendo um pouco de bom senso para não navegar em paginas duvidosas, não fazer download de arquivos sem se ter a certeza de que são seguros ou não, ter as definiçoes de rede fechadas, e evitar colocar pens no pc que possam estar infectas faz com que não se apanhe o bicho. Já há 3 anos que ando assim, e o unico dia em que corri risco foi um dia em que emprestei a minha pen e voltou com um trojan la dentro. Felizmente não corre automaticamente e tnh definições que me premitem ver e apagar a ameaça. De vez em quando passo cá dois ou tres anti-virus, e está sempre limpo.

    E é por isso que digo que hoje em dia só apanha bicho quem quer.

  4. PAulo Bastos says:

    Existem bons anti-virus gratuitos e além disso a que ter bom senso e ter algum cuidado com o que se faz na Net, e mesmo um anti-virus comprado não é sinal de estar 100% protegido, isso não existe.

  5. Jose says:

    O meu Anti-Virus é o melhor, chama-se Utilizador, já experimentaram? Não me da problemas nenhuns, com performance, firewalls, regras, bla bla bla, eu sou o Anti-Virus, não uso programas de terceiros para proteger o meu PC.

  6. JJ says:

    Estudo encomendado por uma empresa de AV, que quando encomendou o estudo não tinha soluções gratuitas… E curioso só apresenta o estudo depois de lançar uma versão gratuita… Que interessante… E quase como tivessem a dizer: “Experimentem a versão gratuita, e se gostarem comprem, porque a gratuita não protege totalmente.”

    Alem de achar estes estudos verdadeiras “tretas”, concordo ainda com o que muitos já disseram aqui… pago ou gratuito, nenhum antivírus é 100% eficaz e a melhor segurança para o PC vem da parte de quem a utiliza.

    Ser um utilizador responsável e ter um antivírus gratuito apenas para dar uma ajuda, é para a maioria dos utilizadores domésticos mais que suficiente.

    Mas pronto… o objectivo das empresas de antivírus é vender e por isso encomendarem estes estudos…

  7. Darkmyth says:

    3 palavras MSE

  8. João Reis says:

    Uso Avira Free ou o da Microsoft 😉

  9. João Reis says:

    O melhor Anti-Virus está na pessoa, não há AV que sobreponha à ignorância e clique em todo o lado

  10. Tiago says:

    MSE (o unico produto Microsoft que realmente aprecio só podia ser gratuito) chega e sobra e é gratuito…quem tem medo compra um cão 😛

  11. Com a quantidades de softwares em formato “freeware” existentes na Internet, só paga quem quer embora compreenda que versões ditas “pagas” dos mesmos softwares protegem um pouco mais as máquinas. Claro que um pouco de senso comum ajuda… 😀

    Depois há a pagina da PSP que nos aterroriza a quase todos… :mrgreen:

  12. Marisa Pinto says:

    Por aqui a solução é ESET 🙂

  13. Navyseal says:

    Eu paguei pelo meu AV, a licença deve expirar nos próximos tempos e tenciono voltar a pagar porque estou satisfeito com ele. Aproveitem as campanhas promocionais é o que faço!

  14. Alexandre Amaral says:

    Sinceramente desde à alguns anos que usava o Kaspersky, era (é) muito bom, talvez o melhor na área. Actualmente não vejo essa razão para isso, o MSE em conjunto com a Firewall do Windows dão conta do recado o qb.

  15. Sérgio says:

    Anti-vírus é para meninos 😛

  16. Carlos Ferreira says:

    Não pago, porque uso MSE 🙂 É free e o resto é como dizem. Bom senso. Não há anti-virus que resista à engenharia social…

  17. jorge santos says:

    Eu uso Sophos Anti-Virus for Mac Home Edition… pelo sim, pelo não!
    E também não o paguei 🙂 .

  18. Pedro Miranda says:

    Por cá mora o Avast! tem me servido 5 estrelas e até tem versão para android. Às vezes clico em links que são duvidosos só para ouvir o avast! queixar-se 😛

  19. Emannxx says:

    E depois há quem tenha soluções pagas, de forma gratuita, mas essas são informações para outras estatísticas 😉

  20. Fakir says:

    Há cinco anos que tenho o Norton e nunca houve “bicharada” nos meus pcs. Para além disso, quando quero algo mais apetecível, navego com sistemas virtuais, não vá o diabo tecê-las.

  21. MigueL L. says:

    Não usem antivirus não..falha-vos o click e tufas toma lá uma virose.

    Claro que o utilizador é o primeiro antivirus do sistema mas com avg’s, avira e companhias gratuitos porque não colocar um?!

    Tonterias de meninos que mais cedo ou mais tarde vão apanhar comichão

  22. I_was_once_perhaps_maybe_a_cowboy says:

    Bem.. isto isto dito assim, nao precisamos de policias enfrente aos bancos, o cofre tem um codigo..
    😉

    eu nao pago por antivirus, de todo.

  23. monux says:

    – No W8 estou usando o Comodo Internet Sercurity totalmente FREE .

    http://www.comodo.com

  24. ARQ-E-TEC says:

    Comodo Free FW + Avast Free AV

    Btw Há muita gente a usar o MSE mas nos ultimos testes que vi desiludiu

    http://www.av-test.org/en/tests/home-user/windows-7/sepoct-2012/

  25. Nelson says:

    Solução: comprar um Mac…

    É mais fácil roubarem-me o computador que apanhar com um virus qualquer…

    Ah! E é claro… bom senso internet security

  26. Nuno Rodrigues says:

    pá ninguem percebe bons softwares , usem o avast , recomendo , desde que usei nao tive que formatar novamente o pc , e nao so usem malwarebytes =)

  27. José Leite says:

    Realmente,eu também sou um utilizador ferrenho do Microsoft Security Essentials.Não quer dizer que seja o melhor anti-vírus gratuito do mercado,não digo isso,mas é somente porque consome pouquíssimos recursos do sistema.Lá nisso não há melhor.Tenho a certeza absoluta porque já experimentei vários programas anti-vírus e nenhum deles nem aos calcanhares do MSE chegava,neste aspecto!!

  28. Serginho M says:

    Nunca paguei por um anti-vírus! Sempre usei as versões free, e nunca tive problemas. E a verdade seja dita (Panda, Norton, Mcafee) são lentos de morrer, não sei quem foram os saloios que desenvolveram tais porcarias. O pc demora arrancar, e tudo fica mais lento abrir. Nunca vi lógica nenhuma nesses anti-vírus. Para mim são lixo electrónico e só servem para nos irritar!!

  29. Nuno Silva says:

    Para quê? Para se andar a pagar de ano a ano um balúrdio? Temos o antivírus da Microsoft que é muito bom e é grátis!!

    • Progster says:

      Percebo o que queres dizer, mas já o disse lá em cima, e volto aqui a repetir: Sendo assim, para que é que vais cortar o cabelo? Percebes o que quero dizer?. 😉

    • José Leite says:

      “Nuno Silva”,concordo em absoluto consigo.O Microsoft Security Essentials não só é gratuito,como nos é dado(como consumidores finais),por uma empresa de topo que é a Microsoft,que assegura de pronto a segurança dos sistemas operacionais Windows por quem tem instalado o seu anti-vírus,em todo o mundo.Estamos a falar de milhões e milhões de utilizadores que têm o MSE instalado por esse mundo fora.E você vai ver,dentro de alguns anos,no segmento dos anti-vírus gratuitos será único,estará como o anti-vírus mais importante do mundo.Não lhe dou muito tempo para essa façanha.E,como sempre venho dizendo,nenhum(mesmo dos anti-vírus pagos),lhe chega aos calcanhares quanto ao poucos recursos do sistema que consome.Nenhum!!

  30. paulo g. says:

    Eu uso Linux, pelo que não uso antivirus. Como dizem que 90% dos vírus são feitos para o RuimWindo$ sobram 10% e têm que passar pela segurança do SO…

  31. adaragao says:

    Concordo com aqueles que dizem que o bom censo é muito importante, e se usarem algum Anti-Vírus e/ou Firewall, melhor ainda.

    Mas independentemente do sistema operativo, das ferramentas de segurança e até de usarmos apenas sites de confiança, podemos ter surpresas, pois os próprios sites são vulneráveis e infetar milhares de dispositivos.

    E se tivermos alguma ferramenta de segurança, mesmo que estas entrem, sempre podem vir a ser detetadas com as atualizações, e no caso de ser um software pago e da marca certa, podemos ter assistência técnica gratuita, e nalguns casos em Portugal.

    Se para alguns utilizadores comuns isto pode não ser muito importante, para as empresas podem ser muito importante, mesmo como contenção de custos, apesar de pagarem o software, pois há informações e tempos de operação mais caros que o software….

  32. dajosova says:

    Ppl, que software para servidores e respetivos endpoints recomendam? Para sensivelmente 100 endpoints? Gracias 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.